Vinícius de moraes 2000

916 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
916
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
151
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Vinícius de moraes 2000

  1. 1. Emanuella Rocha Fernanda Pereira Gabriela Rodrigues Júlia Tavares Júlia Tinoco Luiza Vidal Rhayane Silva Thayná de Melo
  2. 2. Drinking Water Your love is rain My heart the flower I need your love or I will die My very life is in your power Will I wither and fade or bloom to the sky Aqua de beber Give the flower water to drink Aqua de beber Give the flower water to drink The rain can fall On distant deserts The rain can fall upon the sea The rain can fall upon the flower Since the rain has to fall let it fall on me Aqua de beber Aqua de beber Camará Aqua de beber Aqua de beber Camará
  3. 3. Interpretação: • • • O autor queria se entregar para o amor, porém tinha medo pois sabia que amor conhecia um segredo de que o medo pode matar um coração. Ele se entregou para o amor, soube perdoar e abriu o seu coração para novos amores. Desiludido o cantor se certificou de que o amor é uma tristeza, e que só trouxe mágoas para o seu coração.
  4. 4. Vinícius de Moraes • • • Marcus Vinícius da Cruz de Melo Moraes nasceu em 19 de Outubro de 1913, na cidade do Rio de Janeiro - RJ, e pertenceu à segunda geração do Modernismo no Brasil. Era filho de Clodoaldo Pereira da Silva Moraes, funcionário da prefeitura, poeta, violonista amador, e de Lídia Cruz de Moraes, pianista também amadora. Viveu toda a sua infância no Rio, tendo nascido no bairro da Gávea, aos três anos se mudou para Botafogo para morar com os avós e estudar na Escola Primaria Afrânio Peixoto. Foi também na sua infância que escreveu seus primeiros versos. Em 1924 entrou para o Colégio Santo Inácio, em Botafogo, onde cantava no coro da igreja e montava pecinhas de teatro. Em 1929 concluiu o curso ginasial e a família retornou para a Gávea. Nesse mesmo ano ingressou na Faculdade de Direito do Catête e se formou em Direito em 1933, ano em que publicou “O Caminho para a Distância”, seu primeiro livro de poesia.
  5. 5. • • • Em 1935, recebeu o prêmio Filipe d’Oliveira pelo livro Em 1935, seu livro Forma e exegese. Em 1936, empregou-se como censor cinematográfico, representando o Ministério da Educação e Saúde. Dois anos depois, em 1938, ganhou bolsa do Conselho Britânico para estudar língua e literatura inglesas na Universidade de Oxford, e nesse ano publicou os Novos poemas. Com o inicio da Segunda Guerra Mundial, retornou ao Rio de Janeiro. Nos anos seguintes publicou ainda muitos poemas e ficou conhecido como um dos poetas brasileiros que mais conseguiu traduzir em palavras o sentimento do amor, tornando-se assim um dos poetas mais populares da Literatura Brasileira. Atuou também no campo musical, fazendo parceria com cantores e compositores brasileiros, e por fim tornou-se também cronista. Produziu os sonetos mais conhecidos da Literatura Brasileira, e escreveu ainda alguns poemas infantis em meados de 1970. Vinícius de Moraes Faleceu no Rio de Janeiro, no dia 09 de julho de 1980.
  6. 6. Tom Jobim • • Nasceu no dia 25 de janeiro de 1927. Em 1931, sua família se mudou da Tijuca para ir morar em Ipanema, na rua Barão da Torre, posteriormente se mudaram para Copacabana, onde moraram até 1935. Viajamos para o ano de 1956, ano em que Tom Jobim conheceu Vinícius de Moraes no Clube da Chave, onde Tom tocava piano. Porém o encontro definitivo foi no bar Villariño, no centro da cidade, no qual Tom Jobim aceitou compor as músicas para a ópera de Vinícius “Orfeu da Conceição”, peça que transportava a mitologia de Orfeu para a favela. A obra fez sucesso no teatro. “Orfeu da Conceição” foi adaptada para o cinema, pelo francês Sacha Gordine com roteiro de Jacques Viot, o filme ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes, em 1959, apesar de Vinícius criticar a adaptação francesa; o filme também recebeu o prêmio de melhor filme estrangeiro nos EUA.
  7. 7. • No ano de 1957, reencontrou o baiano João Gilberto e em 1958, Elizete Cardoso gravou um LP só com composições de Tom & Vinícius, pela gravadora Copacabana, era o nascimento da Bossa Nova. Tom incluiu João Gilberto nas faixas “Chega de Saudades” e “Outra vez”. Em parceria com Newton Mendonça compôs o “Samba de uma nota só”, um hino da Bossa Nova. Antes de falecer em 8 de dezembro de 1994, esteve no Carnegie Hall ao lado de grandes astros da música mundial com Pat Metheny, Sting, Elton John e Luciano Pavoroti. Amante da natureza, do Jardim Botânico e da musicalidade brasileira, Jobim é a referência em tom musical.
  8. 8. O por que da gravação: • OS AMERICANOS DE 1967 NÃO ESTAVAM PRONTOS PARA UM MORTÍFERO "LATIN LOVER" QUE NÃO TOCASSE VIOLÃO.
  9. 9. Gravações: • • • • • Antônio Carlos Jobim- 1963 Astrud Gilberto- 1965 La Lupe- 1965 Frank Sinatra- 1967 Juan García Esquivel- 1967
  10. 10. •Al Jarreau- 1976 •Ella Fitzgerald- 1981 •Lee Ritenour- 1997 •Charlie Byrd- 1999 •Sophie Milman- 2004
  11. 11. Picture Page Layout Here is a place holder for the text. You may delete this text. Image from PresenterMedia.com

×