Registos níveis de língua

7.401 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.401
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
668
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
77
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Registos níveis de língua

  1. 1. C o l é g i o d o A m o r d e D e u s – C a s c a i s P o r t u g u ê s 8 º a n o F i c h a F o r m a t i v a A n o l e c t i v o 2 0 1 1 / 2 0 1 2 REGISTOS /NÍVEIS DE LÍNGUA A língua apresenta-se como património comum, principal meio e instrumento de identidade do ser humano, e unidade nacional.A expressão "registos linguísticos" designa os diversos estilos que um falante pode (ou deve) usarde acordo com a situação comunicativa em que participa. Para além disto, as intenções e osobjectivos de cada indivíduo na situação de comunicação e o seu nível social e/ou culturalcondicionam o nível de língua utilizado.Os níveis de língua são variedades de realizações da língua e dependem, assim, quer do nívelcultural, do meio social ou da situação em que se encontra o locutor e o interlocutor a quem sedirige, quer dos estados de evolução da língua através dos tempos.De acordo com as situações da comunicação, são várias as designações:  A língua cuidada - É pouco utilizado na oralidade, excepto em ocasiões solenes (discursos políticos, conferências científicas, sermões) ou quando uma grande distância social separa os interlocutores. Este registo caracteriza-se por um vocabulário rebuscado, por uma construção gramatical complexa; tem perfeição estrutural e precisão vocabular.  A língua corrente (média ou normal) corresponde à norma (o uso correcto da língua que funciona como modelo dentro de uma comunidade linguística) e é utilizado pela maioria dos membros da comunidade linguística. É caracterizado pelo emprego de palavras, expressões e construções gramaticais simples.  A língua familiar é utilizada em situações caracterizadas pela informalidade, em família, entre amigos. Emprega um vocabulário muito simples e pouco variado; a frase é muito simplificada gramaticalmente. É o registo usado nas cartas para amigos ou familiares.  A língua popular reflecte, de um modo geral, um nível de escolarização pouco elevado; revela despreocupação nas construções sintácticas e correcção do vocabulário; é marcadamente oral e espontânea. Pode surgir como: regionalismo (falares característicos de certas regiões do País), gíria (expressões ou falares característicos de certos grupos profissionais e sociais. Existe a gíria dos jornalistas, dos pescadores, dos estudantes, etc.) ou calão (expressões ou formas marginais, grosseiras que resultam de situações particulares).  Fala-se também em língua literária, mas esta não é considerada um nível de língua. Não se orienta para a comunicação prática, mas resulta de uma preocupação artística, de recursos especiais a nível do significante e da estrutura frásica; predomina a linguagem conotativa a nível do significado e recorre muitas vezes aos diversos níveis de língua, embora seja frequente fixar-se na língua cuidada.Segundo alguns autores, devemos ainda considerar a existência de:  língua técnica e científica que compreende termos técnicos e/ou científicos;  língua mista (crioulo) que é uma mistura de línguas de comunidades diferentes. Usada com frequência quando certos povos impuseram a sua língua que acabou por se misturar com as línguas nativas.

×