Produção escrita de um texto argumentativo
«Portugal anda emocionalmente exausto na má-língua coletiva, na descrença mútua...
PRODUÇÃO DO TEXTO
(in Manual Expressões – 12º ano) 
CRITÉRIOS DE CORREÇÃO DO TEXTO ARGUMENTATIVO
Nível de
desempenho
Estru...
Redige um texto estruturado, refletindo uma planificação prévia e recorrendo a mecanismos adequados de
coesão textual:
- a...
Retirado da escola virtual 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Produção escrita de um texto argumentativo

125.104 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação

Produção escrita de um texto argumentativo

  1. 1. Produção escrita de um texto argumentativo «Portugal anda emocionalmente exausto na má-língua coletiva, na descrença mútua, no dispêndio de energias, numa guerra civil verbal em que as forças que restam se vão esgotando» Onésimo Almeida Num texto bem estruturado, com um mínimo de duzentas e um máximo de trezentas palavras, apresenta uma reflexão sobre o estado anímico da sociedade portuguesa na atualidade, partindo da perspetiva exposta no excerto. Fundamenta o teu ponto de vista, recorrendo, no mínimo, a dois argumentos e ilustra cada um deles com, pelo menos, um  exemplo significativo. (50 pontos)  PLANO DO TEXTO Tema Estado anímico da sociedade portuguesa na atualidade Estruturação Conectores Ideias essenciais Introdução - Enunciação do ponto de vista que se vai defender. - Quando o texto parte de uma citação, deve remeter-se para os elementos nela presentes. - Exposição do tema e do assunto (tese); - Em relação a… - A propósito de… - No que respeita a… - Quanto a… -Estado de “descrença” e de cansaço do país presente na “má-língua coletiva” Desenvolvimento - exposição das razões / argumentos distintos e pertinentes para a defesa da tese /ponto de vista adotado; - fundamentação dos argumentos em exemplos adequados e significativos 1º Argumento Em primeiro lugar… Primeiramente… Antes de mais… Por um lado… - Dificuldades económicas - Situação de crise Exemplo por exemplo… isto é… ou seja… é o caso de… nomeadamente… em particular… a saber… entre outros… - Cortes nos vencimentos dos funcionários públicos 2º Argumento Em segundo lugar… Por outro lado… Depois… Além disso… - Desagrado perante a falta de reconhecimento do esforço empreendido pelos portugueses Exemplo - Cartas - Petições - Manifestações Conclusão - Reforço da opinião defendida - síntese final - - Assim… - Por estas razões… - Em síntese… - Concluindo… - Em suma… - Por outras palavras… - Com efeito… - Ambiente de pessimismo - Novas formas de expressão do “estado de alma” da população Colégio do Amor de Deus – Cascais Português – 11º Ano Ano Letivo 2013/ 2014  
  2. 2. PRODUÇÃO DO TEXTO (in Manual Expressões – 12º ano)  CRITÉRIOS DE CORREÇÃO DO TEXTO ARGUMENTATIVO Nível de desempenho Estruturação temática e discursiva Pontuação Trata, sem desvios, o tema proposto. Mobiliza, sempre com eficácia argumentativa, uma informação ampla e diversificada: - produz um discurso coerente e sem qualquer tipo de ambiguidade; - define, de forma inequívoca, o seu ponto de vista;; - fundamenta a perspectiva adoptada em (pelo menos) dois argumentos, distintos e pertinentes, cada um deles ilustrado com (pelo menos) um exemplo significativo. Redige um texto estruturado, refletindo uma planificação prévia e evidenciando um bom domínio dos mecanismos da coesão textual: - apresenta um texto constituído por três partes (introdução, desenvolvimento, e conclusão), bem marcadas, devidamente proporcionadas e articuladas entre si de modo consistente; - marca corretamente os parágrafos; - utiliza, com adequação, conectores diversificados e outros mecanismos de coesão textual. Faz uso correto do registo de língua adequado ao texto, eventualmente com esporádicos afastamentos, que se encontram, no entanto, justificados pela intencionalidade do discurso e marcados (com aspas ou sublinhados). Mobiliza expressivamente, com adequação e intencionalidade, recursos de língua (repertório lexical variado e pertinente, figuras de estilo, procedimentos de modalização, pontuação...) 30 27 Trata, sem desvios, o tema proposto. Mobiliza informação diversificada, com suficiente eficácia argumentativa: - produz um discurso coerente, pontuado, no entanto, por ambiguidades pouco relevantes; - define com suficiente clareza o seu ponto de vista; - fundamenta a perspectiva adoptada em (pelo menos) dois argumentos adequados, cada um deles documentado com (pelo menos) um exemplo apropriado. 24
  3. 3. Redige um texto estruturado, refletindo uma planificação prévia e recorrendo a mecanismos adequados de coesão textual: - apresenta um texto constituído por três partes (introdução, desenvolvimento, e conclusão), individualizadas, proporcionais e satisfatoriamente articuladas entre si; - marca corretamente os parágrafos; - utiliza adequadamente os conectores diversificados e outros mecanismos de coesão textual Utiliza o registo de língua adequado ao texto, apesar de afastamentos esporádicos, que não afectam, porém, a adequação geral do discurso. Mobiliza um repertório lexical adequado e variado. 21 Trata o tema proposto, embora apresente desvios pouco relevantes. Mobiliza informação suficiente, nem sempre com eficácia argumentativa: - produz um discurso globalmente coerente, apesar de algumas ambiguidades evidentes; - define o seu ponto de vista, eventualmente com lacunas que não afectam, porém, a inteligibilidade; - fundamenta a perspectiva adoptada em (pelo menos) dois argumentos adequados, mas apresentando um único exemplo e pouco significativo. Redige um texto minimamente estruturado, refletindo uma deficiente planificação prévia e evidenciando um domínio apenas suficiente dos mecanismos de coesão textual: - apresenta um texto constituído por três partes (introdução, desenvolvimento, e conclusão), articuladas entre si de modo pouco consistente; - marca, em geral, corretamente os parágrafos, mas com falhas esporádicas; - utiliza apenas conectores e outros mecanismos de coesão textual mais comuns, embora sem incorreções graves. Utiliza em geral o registo de língua adequado ao texto, mas apresentando alguns afastamentos que afectam pontualmente a adequação global. Mobiliza um repertório lexical adequado, mas pouco variado. 18 15 Trata globalmente o tema, mas com desvios notórios. Mobiliza pouca informação e com reduzida eficácia argumentativa: - produz um discurso com alguma coerência, mas nem sempre claramente inteligível; - define um ponto de vista identificável, mas fá-lo de forma confusa; - fundamenta a perspectiva adoptada em um único ou em dois argumentos redundantes e não apresenta exemplos ou apresenta exemplos pouco adequados. Redige um texto com deficiências de estrutura, evidenciando um domínio insuficiente dos mecanismos de coesão textual: - apresenta um texto em que não se distingue com clareza a existência de três partes (introdução, desenvolvimento, e conclusão), ou em que as mesmas se encontram insuficientemente marcadas, com desequilíbrios de proporção mais ou menos notórios e com deficiências ao nível da articulação entre elas; - marca parágrafos, mas com incorreções de alguma gravidade; - utiliza poucos conectores, por vezes de forma inadequada e recorrendo frequentemente a construções paratáticas. Apresenta, em número significativo, afastamentos do registo de língua adequado ao texto. Utiliza um vocabulário simples e comum, com impropriedades que não perturbam, porém a comunicação. 12 9 Aborda lateralmente o tema, porque o compreendeu mal ou porque não se cinge a uma linha condutora e se perde em digressões. Mobiliza muito pouca informação e sem eficácia argumentativa: - produz um discurso geralmente inconsistente e, por vezes, ininteligível; - não define um ponto de vista identificável; - não cumpre a instrução no que diz respeito à tipologia textual ou apresenta um texto em que os traços de um texto de reflexão se misturam, sem critério, com os de outros tipos textuais. Redige um texto com estruturação muito deficiente, desprovido de mecanismos elementares de coesão textual: Utiliza indiferencialmente registos de língua, sem manifestar consciência do registo adequado ao texto. Utiliza vocabulário elementar e restrito, não raro redundante e/ou inadequado 6    
  4. 4. Retirado da escola virtual 

×