Orações subordinadas - exercícios

4.030 visualizações

Publicada em

Exercícios sobre as orações.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.030
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.126
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
128
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Orações subordinadas - exercícios

  1. 1. Orações - exercícios 1. Em qual das frases que se seguem encontras uma oração coordenada? a. Quando chegares, avisa. b. Nem tenho carro, nem ando de motorizada. c. Se fosses uma boa pessoa não me fazias isso! d. Mesmo que me implores, não vou mudar de ideia. 2. Em qual das frases que se seguem encontras uma oração subordinada? a. Não só falo inglês, como também sei alguma coisa de italiano. b. O João magoou-se pois bateu com o martelo no dedo. c. Embora conheça bem a matéria, tenho algumas dúvidas. d. Gosto dela, mas às vezes farto-me!
  2. 2. 3. Na frase “Gosto dela, mas às vezes farto-me!” a oração sublinhada é a. subordinada adjeTva relaTva restriTva. b. coordenada copulaTva. c. subordinada adverbial causal. d. coordenada adversaTva. 4. Na frase “Mal acordo, espreguiço-me!”, a oração sublinhada é a. subordinada adverbial temporal. b. subordinada adverbial causal. c. subordinada adverbial comparaTva. d.  subordinada adverbial consecuTva. 5. A oração sublinhada em “Vou ter a tua casa, a não ser que acabe tarde.” é a. subordinada adverbial consecuTva. b. subordinada adverbial concessiva. c. subordinada adverbial condicional. d. subordinada adverbial causal.
  3. 3. 6. A oração sublinhada na frase “O João, quando o telefone tocou, deu um salto.” é a. subordinante. b. subordinada adjeTva relaTva explicaTva. c. subordinada substanTva compleTva. d. coordenada copulaTva. 7. Em que alínea a conjunção “que” introduz uma oração subordinada causal? a. Ela é tão bonita que todos olham para ela. b. Mesmo que chegues tarde, vou ficar à tua espera. c. Ela disse que tu estavas mal vesTda! d. Vem comigo, que preciso de ajuda! 8. De entre as frases que se seguem, em que alínea a conjunção “como” introduz uma oração causal? a. Ela fala como se mandasse! b. Como chegaste tarde, não esperámos para jantar. c. O Pedro é alto como (é) uma torre! d. A minha mãe cozinha como se fosse um chefe de culinária.
  4. 4. 9. De entre as frases que se seguem, em que alínea o “como” introduz uma oração subordinada adverbial comparaTva? a. Como está a chover, vou levar gabardina. b. Como o Manuel teve um acidente, vou visitá-lo ao hospital. c. Ela era esguia e elegante como (é) uma serpente. d. Como me pediste ajuda, aqui tens os meus apontamentos da aula. 10. Das frases que se seguem, em que alínea a conjunção “que” não introduz uma oração subordinada substanTva compleTva? a. A Marta disse que ia ter ao restaurante. b. É lamentável que tenhas dito tanto disparate! c. Choveu tanto que me molhei toda! d. Penso que tens razão. 11. Em que alínea encontras uma oração subordinada substanTva compleTva? a. Ela é bonita, mas às vezes é tão anTpáTca!... b. Se ganhasse o totoloto, ia de férias! c. Apesar de a professora explicar bem a matéria, fiquei com algumas dúvidas. d.  Perguntei-lhe se queria ir connosco ao cinema.
  5. 5. 12. Refere qual é a oração subordinante na frase “A Margarida, como era a irmã mais velha, tomava conta dos dois irmãos mais novos.” a. “A Margarida, como era a irmã mais velha” b. “A Margarida tomava conta dos dois irmãos mais novos” c. “como era a irmã mais velha” d. “tomava conta dos dois irmãos mais novos” 13. Qual é o antecedente de “onde” na frase seguinte: “No palácio exisTa um quarto riquíssimo, cheio de móveis anTgos, corTnados caríssimos e uma cama de dossel, onde o rei e a rainha se encontravam.”? a. “móveis anTgos” b. “palácio” c. “cama de dossel” d. “quarto riquíssimo” 14. Classifica a oração sublinhada na frase “Os alunos que terminaram a prova esperaram pelo final do tempo estabelecido.” a. Oração subordinada adjeTva relaTva restriTva. b. Oração subordinada adjeTva relaTva explicaTva. c. Oração subordinada substanTva compleTva. d. Oração subordinada substanTva relaTva sem antecedente.
  6. 6. 15. Classifica a oração sublinhada na frase “O homem, que olhava para ela insistentemente, Tnha mau aspeto.” a. Oração subordinada adverbial causal. b. Oração subordinada substanTva relaTva sem antecedente. c. Oração subordinada adjeTva relaTva explicaTva. d. Oração coordenada conclusiva. 16. Que modo verbal é pedido por locuções conjunTvas como “mesmo que” e “a não ser que”? a. ConjunTvo. b. IndicaTvo. c. ImperaTvo. d. Condicional. 17. Na frase “Cão que ladra não morde.”, qual é a oração subordinante? a. “Cão que ladra” b. “não morde” c. “que ladra” d.  “Cão não morde”
  7. 7. 18. Na frase “O pai do aluno que reprovou foi à escola protestar.” qual é a oração subordinada? a. “O pai do aluno” b. “que reprovou” c. “foi à escola” d.  “protestar” 19. Classifica as orações subordinadas sublinhadas: a) É possível que amanhã não chova. b) Sem ouvir o polícia, que gritava, o homem desapareceu. c) Dá-me aquele livro que está sobre a mesa. d) Leva o casaco, que está frio. e) Foi tal o barulho que todos se assustaram. f) Era capaz de jurar que te vi. g) O frio é tanto que tenho os ossos regelados. h) Despacha-te, que escurece. i) O anel, que eu perdi, era da minha avó. substanTva compleTva adjeTva relaTva explicaTva adjeTva relaTva restriTva adverbial causal adverbial consecuTva substanTva compleTva adverbial consecuTva adverbial causal adjeTva relaTva explicaTva
  8. 8. Classifica as orações subordinadas presentes nas frases complexas que se seguem: 1- Toma lá o anel que era da tua avó. 2 -Chovia tanto que ela chegou a casa encharcada. 3 -Faz agora o trabalho, que logo estás cheio de sono. 4 -Ela garanTu que voltava. 5 -Antes de pegar no livro, que andava a ler, olhou-a profundamente. 6 - Como caiu, foi ao hospital. 7 - Espero por T, salvo se Tver de sair mais cedo. 8 - O Manuel fumava tanto que teve um enfarte. 9 - Apesar de nevar intensamente, ele saiu de carro. 10 - A fim de saber as novidades, fiz-lhe uma visita. 11 - Ela tanto dança bem como canta afinada. subordinada adjeTva relaTva restriTva subordinada adverbial consecuTva subordinada adverbial causal subordinada substanTva compleTva subordinada adjeTva relaTva explicaTva subordinada adverbial causal subordinada adverbial condicional subordinada adverbial consecuTva subordinada adverbial concessiva subordinada adverbial final subordinada adverbial comparaTva
  9. 9. 12 - Ainda que tu o tenhas negado, eu sei toda a verdade. 13 - Ele não veio por estar doente. 14 - Vou a tua casa para estudarmos juntos. 15 - Percebe bem o inglês assim como fala francês. 16 - Ele é tão simpáTco que todas gostam dele. 17 - A Manuela preocupou-se porque o Miguel estava pálido. 18 - Fecha a janela, que tenho frio! 19 - Vou de férias para o México nem que me Trem o subsídio. 20 - Apenas entrou em casa, deitou-se no sofá. 21 - Por mais que a professora ralhe, os alunos não prestam atenção. 22 - A filha implorou à mãe para que lhe comprasse uma bicicleta. 23 - Avisa-me mal saibas novidades! 24 - Contanto que não me mintas, estarei sempre do teu lado. subordinada adverbial concessiva subordinada adverbial causal subordinada adverbial final subordinada adverbial comparaTva subordinada adverbial consecuTva subordinada adverbial causal subordinada adverbial causal subordinada adverbial concessiva subordinada adverbial temporal subordinada adverbial concessiva subordinada adverbial final subordinada adverbial temporal subordinada adverbial condicional
  10. 10. 25 - Visto que não me entregaste o trabalho, vou avaliá-lo negaTvamente. 26 - Juro que não repito aquele feito se tu fizeres a tua parte. 27 - Mal cheguei à festa, vi a tua amiga Mariana. 28 - Embora não aprecie filmes de terror, penso que irei ver o que está no cinema. 29 - No futuro, quero ser um grande profissional como tu és no presente. 30 - Dei o meu melhor para tu poderes viver em boas condições. 31 - Ainda que mo peças mil vezes, não farei tal coisa. 32 - Não volto ao Brasil este ano, a não ser que a minha mãe me chame. 33. Estava muito atrasada, de maneira que faltei ao casamento. subordinada adverbial causal subordinada adverbial condicional subordinada adverbial temporal subordinada adverbial concessiva subordinada adverbial comparaTva subordinada adverbial final subordinada adverbial concessiva subordinada adverbial condicional subordinada adverbial consecuTva
  11. 11. 34 - A rapariga que eu vi no teatro não era a tua amiga. 35 - Ele pediu-te que não fumasses tanto. 36 - Quando te encontrei no cinema, não te conheci. 37 - Apesar de estar mau tempo, o Pedro foi passear de barco. 38 - A Manuela foi à praia, embora esTvesse frio. 39 - Os escuteiros que ajudam velhinhas são bons rapazes. 40 - Os escuteiros, que ajudam velhinhas, são bons rapazes. 41 - A criança cujo pai está doente falta hoje à escola. 42 - Já que fazes bolos bons, encomendo-te um bolo de chocolate. 43 - A Eva disse que queria uma boneca no seu aniversário. 44 - O professor falou alto para que os alunos o ouvissem. 45 - Se estudasse mais, o José teria melhores resultados. 46 - Quem não treina o suficiente perde certamente o jogo. subordinada substanTva relaTva (sem antecedente) subordinada adjeTva relaTva restriTva subordinada substanTva compleTva subordinada adverbial temporal subordinada adverbial concessiva subordinada adverbial concessiva subordinada adjeTva relaTva restriTva. subordinada adjeTva relaTva explicaTva subordinada adjeTva relaTva restriTva. subordinada adverbial causal subordinada substanTva compleTva subordinada adverbial final subordinada adverbial condicional
  12. 12. 47 – O automóvel cujo condutor adoeceu subitamente despistou-se. 48 – Como não estudou, reprovou. 49 – Desde que os livros não sejam aborrecidos, ela lê-os todos. subordinada adjeTva relaTva restriTva subordinada adverbial causal subordinada adverbial condicional Subordinada substan-va rela-va (sem antecedente) IdenTfica as funções sintáTcas desempenhadas pelas orações substanTvas relaTvas (sem antecedente) nas frases que se seguem: Quem vai ao mar perde o lugar. O Luís procura quem o ajude na escola. O Pedro pede dinheiro a quem Tver. O avô precisa de quem cuide dele. Ela compra roupa onde calha. Emprestei quantos livros Tnha. O que fizeste está errado. Iniciada por quem, o que, onde quanto Sujeito Complemento direto Complemento indireto Complemento oblíquo Modificador do grupo verbal Complemento direto Sujeito

×