Mysteria (Portugues)

1.095 visualizações

Publicada em

Para download, consultar: www.bloGnostico.com

Como surgiram as Escolas de Mistérios? Por que os Mistérios de Elêusis, Dionisíacos e Órficos são tão mencionados pela literatura esotérica e por Samael Aun Weor? Qual a influência de tais cultos nas posteriores Escolas de Mistério?

Escolas de Mistérios como entendemos hoje, ou seja, secretas, reservadas a iniciados e como manifestações de cultos e religiosidade independentes das religiões de estado, temos as mais expressivas e influentes na antiga Grécia com o nascimento dos cultos e ritos mistéricos que darão origem aos Mistérios de Elêusis, dionisismo, orfismo, gnosticismo e outras Escolas de Mistérios, ou Escolas Iniciáticas, independentes da religião oficial com incorporação de ritos e conhecimentos de outras culturas, ligadas ou não à cultura local.

Características principais

Ritos noturnos
Os cultos mistéricos eram sempre cultos noturnos, praticados à noite, ligados a uma divindade central.
Por isso, os Mystéria são uma cerimônia de ingresso na obscuridade. Obscuridade tripla para o iniciado, submerso na própria escuridão do seu desconhecimento interior, na escuridão dos seus olhos vendados e na escuridão da noite sagrada, já que os ritos mistéricos eram sempre noturnos.
Portanto, Mystéria é a iniciação e celebração da sapiência mediante a obscuridade.
Samael Aun Weor nos fala: “Existem dois tipos de obscuridade: a obscuridade inferior, tenebrosa, e a obscuridade superior augusta dos sábios”.
Participantes
Independentes das religiões oficiais, o culto era restrito a iniciados nos mistérios, porém sem restrições de classes sociais ou econômicas.

Experiência Direta
Todo culto mistérico é essencialmente prático e ritualístico, promovendo no iniciado uma experiência mística direta.

Contexto histórico
Os cultos mistéricos se desenvolvem nos grandes reinos orientais e se difundem gradualmente no ocidente, principalmente na Grécia e depois em Roma, na qual se estenderá a todo o império .
Dentro da antiga Grécia, tais movimentos ou cultos mistéricos, assumiram uma importância histórica fundamental para o esoterismo, pois tais movimentos se libertavam dos formalismos e mecanicidade da religiões oficiais assumindo uma dinâmica própria e essencialmente prática, além de retomar e conservar os princípios esotéricos essenciais e originais de cada religião.

Contexto Mitológico
Os cultos mistéricos, além de serem intimamente ligados à mitologia e teogonia vigente na época, em alguns casos, criam e reapresentam alguns mitos essenciais, como no caso do Orfismo, que reconstrói o Mito da Criação do Universo. Tais versões, novas e profundamente esotéricas, passam a constituir aquilo que hoje conhecemos como Mitologia Clássica Grega.

Contexto Místico-Gnóstico
Samael Aun Weor fala diversas vezes sobre os Mistérios de Elêusis, Dionísio, Orfeu, bacantes, mistérios...
Com essa conferencia, vamos conhecer o significado de cada uma dessas palavras, seus significados simbólicos, místicos, mitológicos e sua aplicação prática.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.095
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
46
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
73
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mysteria (Portugues)

×