BirchamInternationalUniversity
Largo 2 de julho, nº 30 - Sala 701
Salvador - Bahia - Brasil
Tel: +55 71 3011-0987
portugue...
PedagogiaBirchamInternationalUniversity
1. Seu programa de estudo.
A BIU convalida seus conhecimentos
prévios, de forma qu...
BirchamInternationalUniversity
PedagogiaBirchamInternationalUniversity
Ensino ou Aprendizagem
Passamos anos estudando e me...
PedagogiaBirchamInternationalUniversity
O uso de libros publicados
Os programas da BIU são baseados em uma destacada seleç...
BirchamInternationalUniversity
PedagogiaBirchamInternationalUniversity
Como estudar em outros idiomas
Mais de 180 programa...
PedagogiaBirchamInternationalUniversity
O processo de correção tem três fases:
O PROCESSO DE AVALIAÇÃO e as notas
O sistem...
BirchamInternationalUniversity
PedagogiaBirchamInternationalUniversity
1 Crédito Académico BIU = 15 Horas de Aprendizagem
...
EstudandoBirchamInternationalUniversity
Recebeu os libros de texto e as instruções
pertinentes...
Senta na sua mesa e entã...
BirchamInternationalUniversity
EstudandoBirchamInternationalUniversity
1º - Crie uma rotina de estudos.
E se sinta na obri...
EstudandoBirchamInternationalUniversity
Como realizar os relatórios escritos
O seu programa consiste em estudar todos os t...
BirchamInternationalUniversity
EstudandoBirchamInternationalUniversity
Como realizar a dissertaçÃO ou Tese
Para completar ...
EstudandoBirchamInternationalUniversity
A BIU acredita na organização livre do processo de aprendizagem.
Os estudantes da ...
BirchamInternationalUniversity
EstudandoBirchamInternationalUniversity
A BIU tem uma complexa rede internacional de profes...
PedagogiaBirchamInternationalUniversity
Os seguintes níveis de aprendizagem são conseguidos seguindo as diretrizes do Dist...
BirchamInternationalUniversity
PedagogiaBirchamInternationalUniversity
pontos-chave para uma aprendizagem eficaz
Como melh...
Bircham University
Uma alternativa ao ensino tradicional.
A melhor educação superior à distância para adultos.
1- Ficha de...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Guia de Estudos

173 visualizações

Publicada em

Aprendizagem fácil, eficaz e amena.
Com programas que vão “ao ponto”.
Uma excelente seleção bibliográfica.
Avaliações realizadas em casa.
Sem a tensão da prova tradicional.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
173
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Guia de Estudos

  1. 1. BirchamInternationalUniversity Largo 2 de julho, nº 30 - Sala 701 Salvador - Bahia - Brasil Tel: +55 71 3011-0987 portugues@bircham.edu www.bircham.org Guia de Estudos * Aprendizagem fácil, eficaz e amena. * Com programas que vão “ao ponto”. * Uma excelente seleção bibliográfica. * Avaliações realizadas em casa. * Sem a tensão da prova tradicional. PORTUGUÊS
  2. 2. PedagogiaBirchamInternationalUniversity 1. Seu programa de estudo. A BIU convalida seus conhecimentos prévios, de forma que estudará somente aqueles cursos que necessita para obter sua titulação. 2. Certificado de Admissão. Este documento mostra a quantidade de créditos convalidados de educação e experiência prévias e os CURSOS REQUERIDOS em seu caso particular. 3. Tarefas Acadêmicas O documento Academic Assignment Control (AAC Form) mostra os livros e os relatórios escritos (provas) que são requeridos para completar as disciplinas que exige sua titulação. Cada livro não se corresponde com cada disciplina. Um livro pode cobrir o conteúdo de vários cursos ou discplinas total ou parcialmente. 4. Provas = Relatórios escritos. Se exige que escreva vários relatórios que são os equivalentes das provas, e assim que entregar todos os relatórios completará o programa e reciberá sua titulação. 5. Projeto de investigação Os programas de pós-graduação (Mestrado & Doutorado) sempre requerem a apresentação de uma dissertação ou tese. Como estudar na Bircham University O “BIU Distance Learning System” foge da memorização desnecessária, fomenta o pensamento crítico e portanto aumenta a capacidade intelectual. A BIU avalia o processo de reflexão do estudante e não a memorização de informação. O inovador método da BIU faz a aprendizagem mais ameno, busca a qualidade e não a quantidade, consome pouco tempo, é entretido e frutífero. Além disso, procura evitar una excessiva abstração teórica e tende a utilizar referências contínuas à realidade com casos práticos, simulações, e conteúdos que vão “direto ao ponto”. Em conclusão, os estudantes conseguiram eficazmente dominar uma especialidad e o “know-how” para ser colocado em prática. A chave para integrar o “know-how” de cada especialidade na mente está no QUE e COMO estudamos. QUE: Uns livros estritamente selecionados r supervisionados pelo Comitê Acadêmico constituem a matéria prima de cada especialidade. Estes textos expõe seus conteúdos de forma amena e clara ao mesmo tempo que aprofunda; e devem fomentar tanto a reflexão crítica como a aplicação prática da matéria. A BIU sugere a lista de textos publicados que melhor cumpra os objetivos pedagógicos do programa. COMO: Para transformar a materia prima de um texto em informação útil é necessário estruturar a forma de processá-la e aplicar este enfoque pedagógico aos textos selecionados. Este guía de estudos tem a missão de facilitar este objetivo. ESTE GUIA DE ESTUDOS EXPLICA: 1. Como estudar na BIU. 2. Principios pedagógicos da BIU. 3. O uso de livros publicados. 4. Como estudar em outros idiomas. 5. O processo de avaliação e notas. 6. Horas de estudo e créditos BIU. 7. Como estudar o programa da BIU. 8. Como estudiar os livros de texto. 9. Como fazer os relatórios escritos. 10. Como fazer a dissertação ou tese. 11. Tutorias e organização. 12. Conselhos - Uma aprendizagem eficaz.
  3. 3. BirchamInternationalUniversity PedagogiaBirchamInternationalUniversity Ensino ou Aprendizagem Passamos anos estudando e memorizando sem aprender muito. Quanto lembramos das matérias estudadas na escola ou na Universidade? A verdade é que muito pouco. Por quê? Para nossa mente só interessa a informação útil. A maioria das escolas baseiam seus métodos de ensino na memorização e nos testes. Infelizmente, esses métodos são métodos de ensino, não de aprendizagem. Se somos ainda mais precisos, percebemos que lembramos com mais facilidade daqueles conhecimentos que tenhamos expressado de alguma forma: seja em conversas, em discursos, ou em nossos próprios pensamentos. Por quê? Porque a mente é muito prática e gasta sua energia e seu esforço em armazenar somente aqueles dados que considera úteis. Todos os demais dados também são armazenados, porém, em um “depósito”, onde acabam por ser relegados ao esquecimento. Se nossa mente não atuasse desta forma estaria eternamente sobrecarregada de informação, e não teria “espaço” para pensar. Refletir transforma a informação em conhecimento. Para converter qualquer peça de informação nova em conhecimento, temos que ativar um processo de reflexão. Pensar é a capacidade de utilizar dados, através de processos de síntese, analogia e dedução, para gerar uma nova informação que permite resolver problemas. Os novos dados gerados constituem nova informação útil que fica arquivada em uma espécie de “sistema operativo”. Quanto mais dados novos se incorporem a este “sistema operativo” maior será sua capacidade e a qualidade do seu rendimento. Por essa razão quanto mais utilizamos nossa mente para pensar, mais inteligentes nos tornamos. Funciona igual a um músculo. Como converter dados em arquivos mentais úteis e permanentes. Qualquer dado novo percebido é armazenado inicialmente em uma memória temporária. Então podemos decidir transladá-lo à memória permanente, e fixá-lo aí criando vínculos emocionais, atalhos lógicos ou aplicações à prática. Estas relações associativas ajudam a mente a rastrear e resgatar os dados processados, que de outra maneira acabariam perdidos, ou seja, esquecidos. Sobrecarregar a memória permanente com grandes quantidades de informação, sem estabelecer fortes relações associativas de dados, conduz a um arquivo mental desordenado e frágil. A informação arquivada desta maneira será complexa de rastrear e de recuperar, em outras palavras, muito difícil de relembrar. Portanto não se trata de quanto estudamos, e sim o que, e como estudamos. É possível incrementar a capacidade da nossa mente? A resposta não é tão simples. Por um lado devem ser geradas novas estruturas mentais que permitam processar e armazenar novas fontes de nova informação útil. Estes novos atalhos mentais são gerados com a soma de fortes relações associativas de dados, como explicado antes. Por outro lado, é a intensidade e a frequência com que sejam processadas as novas fontes de dados, por estas recém criadas estruturas, o que fixará definitivamente um nível mais alto de capacidade mental. Como funciona a pedagogia da BIU? O segredo do êxito da aprendizagem reside no tipo de processo mental produzido quando extraímos informação de um texto, e em como temos que reprocessar e expressar tal informação para dar-lhe um formato de trabalho escrito. O estudo se torna um fenômeno ativo, que promove a compreensão (leitura e seleção de dados), novas estruturas mentais (inter-relação e hierarquia de conceitos) e a transformação de inputs (reorganização e expressão escrita de dados). As novas estruturas de pensamento adquiridas não dependem da clássica memorização, e contribuem para incrementar nossa capacidade de raciocínio e de resolução de problemas. Esta melhora intelectual é contínua e permanente.
  4. 4. PedagogiaBirchamInternationalUniversity O uso de libros publicados Os programas da BIU são baseados em uma destacada seleção bibliográfica de livros publicados. A BIU prefere utilizar livros publicados do que manuais próprios, como fonte de conhecimentos para completar seus programas. A BIU acredita que em matéria de conteúdos, apresentação, estrutura de informação, casos práticos, exemplos, auto-ajudas e diagramas, a qualidade dos livros publicados é superior a qualquer outra opção. Além disso, o currículo dos autores destas publicações são geralmente insuperáveis. Sobre os livros designados no programa: O material do programa consta de uma série de livros de texto publicados específicamente selecionados para assegurar que sejam cumpridos os objetivos de aprendizagem. O estudante deve seguir a ordem de leitura estabelecido na folha de controle acadêmico (Academic Assignment Control Form - ACC Form). Esta ordem obedece uma estrutura algumas vezes complementar e outras vezes dialética. * A ordem complementar assegura uma profundização progressiva na matéria. * A ordem dialética apresenta distintos enfoques e pontos de vista sobre a matéria de forma que adquira uma perspectiva completa e integral da especialidade. Aprendendo com os livros. Toda a informação que oferece um texto é coerente? Claro que não! Existen maus escritores, redatores desordenados e editores ineficientes. Todos os livros designados pela BIU foram supervisionados pelo Comitê Acadêmico e o departamento de pedagogia para garantir que são verdadeiramente funcionais, práticos e úteis para o estudante. Uma aprendizagem ótimizada exige um bom material de base que permita o desenvolvimento do critério apropriado sobre a especialidade. Livros de texto ou material On-line? A BIU realizou uma cuidadosa pesquisa sobre a eficácia dos livros de texto, e o ensino on-line. As conclusões são as seguintes: * Extensão. O material on-line provou ser muito eficaz para cursos curtos ou seminários de menos de 40 horas. O ensino on-line é motivador e pedagógico por suas possibilidades interativas em esquemas, diagramas, árvores de idéias, etc..., mas não é tão eficaz para conteúdos mais extensos. * Cansaço. A leitura de estudo no monitor do computador cansa a vista e a mente depois de uma hora de intensa concentração. A leitura sobre um texto permite três vezes mais de tempo de concentração antes de alcançar os mesmos níveis de cansaço. * Versatilidade. O tempo de estudo on-line está limitado à disponibilidade de um computador e de acesso a internet. A disponibilidade dos livros é mais versátil. Uma pessoa pode ler um libro em um trem a caminho de casa, sentado em um parque enquanto espera alguém, etc... O ambiente que rodeia o momento de estudo também tem um papel importante no estado de receptividade da mente. * Investigação. A busca de conceitos é mais rápida através das páginas de um livro que em um monitor de computador (para conteúdos equivalentes a um texto de 600 páginas), exceto no caso de palavras ou frases exatas. A compreensão e inter- relação de conceitos é mais importante que a localização de dados desde a perspectiva da eficácia da aprendizagem. Não importa quanta tecnologia, edifícios ou que decoração coloquemos ao redor de um estudante, o aprendizado real será consequência direta de um esforço e um processo mental que ninguém pode te realizar. Se quiser aprender, tem que fazê-lo. E não faz falta muita coisa exceto uns bons livros, um bom guia de estudos, e claro, seu esforço e processo mental. Pensar é grátis, não pensar pode sair muito caro. Pensar é gratis, o não pensar é que pode resultar muito caro.
  5. 5. BirchamInternationalUniversity PedagogiaBirchamInternationalUniversity Como estudar em outros idiomas Mais de 180 programas da BIU podem ser estudados em 4 idiomas LEIA OS LIVROS EM PORTUGUÊS E REALIZE AS PROVAS EM SEU IDIOMA. Deve solicitar esta opção durante o processo de admissão. Esta opção deve ser aceita antes de cada matricula. Se for aceita: Poderá estudar os programas da BIU com os livros em Espanhol ou em Inglês e apresentar os relatórios escritos, dissertação ou teses requisitadas em outro idioma. Sempre será necessário um bom nível de leitura em Espanhol ou Inglês. Não é necessário um alto nível de Espanhol ou Inglês escrito ou falado. Se tiver algum problema para compreender este guia de estudos, terá dificuldades para completar o programa acadêmico lendo livros em Espanhol. PortuguêsFrancêsEspanholInglês Estamos a só um email de distancia
  6. 6. PedagogiaBirchamInternationalUniversity O processo de correção tem três fases: O PROCESSO DE AVALIAÇÃO e as notas O sistema de notas da BIU reflete o nível de aprendizagem alcançado pelo aluno através dos trabalhos designados. Para obter os créditos acadêmicos de qualquer matéria é necessária uma nota media mínima de E (2.0 - 50%) ou maior em tal matéria. 4.0- Excellent - 91-99% / A 4.0 - Níveis 1, 2, 3 & 4 de aprendizagem. 3.5- Very Good - 81-90% / B 3.5 - Níveis 1, 2, 3 & 4 (parcialmente conseguido). 3.0- Good - 71-80% / C 3.0 - Níveis 1, 2 & 3 de aprendizagem conseguidos. 2.5- Satisfactory - 61-70% / D 2.5 - Níveis 1 & 2 de aprendizagem alcançados. 2.0- Sufficient - 51-60% / E 2.0 - Níveis 1 & 2 (parcialmente conseguido). 1.5- Fail - <50% / F 1.5 - Nenhum nível de aprendizagem alcançado. 1º Avaliação: A filial realiza uma revisão rápida para determinar se o trabalho cumpre o formato exigido. Depois, remete ao professor que melhor corresponda para a avaliação do conteúdo. O professor corrigirá o trabalho apresentado em entre três e sete semanas. A BIU notificará ao estudante se o trabalho está aprovado ou não. A nota final aparecerá somente no transcript. No caso de não superar a nota mínima (2.0 - 50%), o trabalho deverá ser repetido. O professor sempre explicará o que deve ser melhorado. 2º Supervisão: Um supervisor da BIU revisará uma segunda vez o trabalho corrigido pelo professor. O supervisor se concentrará principalmente em revisar o formato e o “personal quality thinking”. Também avaliará o critério acadêmico do professor, para assegurar a correção apropriada do trabalho, de acordo com o sistema pedagógico da BIU. O supervisor pode subir ou baixar em um 20% a nota propsta pelo professor e, no caso de uma discrepância maior, também pode exigir uma nova correção por um professor diferente. 3º Nota Final & Transcript: Os resultados da avaliação e da supervisão do trabajo (relatório, projeto ou tese) são colocados à disposição do Academic Board para sua última revisão, e para a elaboração final do certificado de notas. Esse método de avaliação está desenhado para premiar a capacidade de pensamento e a qualidade de processamento mental da informação. Os professores e comitês de avaliação que dependem do Academic Board baseiam a avaliação do material (relatórios, projetos e tese) entregue pelo aluno em três critérios, que contabilizam um terço da nota final de cada um: * 33% Formato: Como apresentar e organizar a informação. Avaliação da organização de conteúdos e dados, inter-relações e hierarquias, e claridade da apresentação. * 33% Conteúdo: Como adequar o trabalho à bibliografia, e como demonstrar. Avaliação da compreensão do conteúdo, qualidade da síntese e interação de conceitos. A avaliação de conteúdo só é valorizada em 33% da nota final, pois a BIU considera que deveria ser boa, levando em conta que o texto no qual se baseia, se encontra à disposição do aluno durante a elaboração do relatório. * 33% PQT- Personal Quality Thinking: É o domínio da materia demonstrado através de casos práticos, comentários, e a aplicação da informação aprendida à resolução de problemas. São valorizados os critérios de análise do estudante e seus processos argumentativos, bem como a qualidade da redação e o tipo da exposição.
  7. 7. BirchamInternationalUniversity PedagogiaBirchamInternationalUniversity 1 Crédito Académico BIU = 15 Horas de Aprendizagem A BIU unifica em seus programas o melhor de os sistemas educacionais da Europa e dos Estados Unidos, e se molda as diretrizes estabelecidas tanto pela união européia (ECTS - European Credit Transfer System) como pelos Estados Unidos (GAAP - Generally Accepted Accrediting Practices). A composição de cada crédito acadêmico cursado é a seguinte: * 40% - Leitura.e compreensão * 30% - Organização de dados e redação * 20% - Repasso e formato final. Exemplos, casos práticos... * 10% - Opinião e conclusões. Reflexão crítica. O programa BIU consiste em estudar todos os textos prescritos na folha de controle acadêmico e redigir relatórios em português sobre todos os textos, seguindo as instruções do guia de estudo. Um relatório (20 a 35 páginas) normalmente corresponderá a 3 disciplinas de curso de 3 créditos cada. Um relatório normalmente é designado para equivaler de 350 a 400 páginas de um livro de ensino aproximadamente. O esforço pedagógico é calculado assim portanto: -1 Relatório = 9 créditos = 135 horas de aprendizagem - 375 páginas de leitura e compreensão = 54 horas (40%) - Leitura inclusiva é estimada numa velocidade comum de 7 páginas por hora - Leitura inclusiva inclui tempo de aquisição de nota - Organização de dados e formatação de relatório = 40 horas (30%) - Notas e organização de dados é estimada ao redor de 10 horas por relatório - Estruturação de relatório é estimada numa velocidade comum de 1 página por hora - Revisão de relatório e formatação = 27 horas (20%) - Inclui leitura de revisão do livro de ensino e estruturação do relatório de final e também formatação - Pensamento crítico, conclusão e opinião = 14 horas (10%) - É considerado que o pensamento crítico pessoal acontece ao longo do processo de estudo. - Na conclusão está suposto que a opinião acontece ao término do processo. Créditos BIU - Tabela de Equivalências 1 Crédito BIU = 1 Crédito Semestral USA = 15 horas de aprendizagem 1 Crédito ECTS = 30 horas de estudo ou trabalho 1 hora de aprendizagem = 2 horas de estudo ou trabalho 1 Crédito BIU = 1 Crédito Semestral USA = 2 Créditos ECTS Horas de estudo e Créditos Acadêmicos da BIU O objetivo de uma boa educação deve ser que nos ensine COMO pensar e no QUE pensar.
  8. 8. EstudandoBirchamInternationalUniversity Recebeu os libros de texto e as instruções pertinentes... Senta na sua mesa e então ¿o que fazer? 1º - Comece com a leitura do texto-1. O primeiro passo consiste em ler atentamente os livros assinalados, refletindo e analisando os pontos que sejam mais difíceis de entender. Comece a ler o livro assinalado no seu programa como Texto 1, sem concentrar-se demais nos detalhes. O objetivo é adquirir uma visão geral da matéria. Enquanto lê, aplique as técnicas de leitura e compreensão explicadas neste guia, como, por exemplo, ressaltar as idéias principais. Se durante o processo não entender algo, continue a leitura. Em muitos casos, essas questões serão esclarecidas no decorrer das páginas seguintes. 2º- Índice de conceitos. Durante a leitura, anote as idéias que chamam sua atenção, as relações entre distintos conceitos e as correspondências com as suas opiniões. O objetivo não é memorizar, mas concluir a leitura do texto com um índice escrito de conceitos, resultado direto das suas anotações. Não se trata de realizar um mero resumo ou esquema do livro, e sim mostrar a interação desses conceitos e seu pensamento, ou, em outras palavras, sua própria interpretação das idéias do texto. Enquanto lê, anote seus pensamentos e opiniões, considere como aplicar tais idéias na prática, para assim enriquecer a qualidade da sua trajetória profissional. Anote isso também. 3º - Redação do rascunho sobre o texto-1. Utilize as anotações do 2º passo, e desenvolva as idéias principais, tentando explicá-las da forma mais coerente e organizada. Tente basear a redação deste rascunho nas suas anotações, e evite ao máximo recorrer ao livro, exceto para consultar referências ou dados específicos (números, datas, etc...) que sejam difíceis de lembrar. 4º - Revisão do texto-1. Revise de novo o texto 1. Desta vez, concentrando sua atenção nas partes ressaltadas durante la leitura geral. Contraste as explicações do seu rascunho com as explicações do texto. Analise as diferenças, e utilize-as para afinar sua compreensão das idéias principais. Agora já estará preparado para dar forma definitiva ao seu relatório, e deverá decidir as informações que incluirá ou excluirá do mesmo para respeitar os limites de 20 a 35 páginas. 5º - Produção do relatório final do texto-1. Cada autor persegue objetivos distintos quando escreve um livro, portanto, cada livro é diferente. É parte da sua tarefa decidir o que é importante e o que é secundário em cada um deles. As vezes um texto somente precisará ser resumido, enquanto que outras requerirá uma conceitualização mais elaborada. Pode acabar com poucas idéias principais, depois de ler um capítulo denso e extenso, ou, ao contrário, um capítulo aparentemente simples pode despertar inúmeras idéias, comentários e aplicações. O importante são os conceitos escolhidos para desenvolver no trabalho, e não toda a informação que contém o livro. Isto é, precisamente, o que deve aparecer no relatório, o que BIU valoriza mais, e o que fixará de forma permanente os conceitos chave na sua mente. 6º - Repita este processo com o texto 2, e assim sucessivamente. Continue com os textos e relatórios seguintes, assim como aparecem listados na folha de “Academic Assignment Control Form”. Esta ordem não é arbitrária, já que cada livro complementa os seguintes. Seguindo a ordem estabelecida se resolverão muitas dúvidas, que de outra maneira surgiriam durante o processo de estudo. Como estudar o Programa Já tem os livros e agora... Como iniciar?
  9. 9. BirchamInternationalUniversity EstudandoBirchamInternationalUniversity 1º - Crie uma rotina de estudos. E se sinta na obrigação de cumpri-la, buscando o equilíbrio entre a comodidade e o sacrifício. Não deve exigir-se demais, mas tampouco relaxar-se demais. Se, por qualquer motivo, não tiver vontade ou energia para cumprir seu plano de estudo desse dia, tente pelo menos ler durante dez minutos. Provavelmente não consiga avançar muito nesses dez minutos, mas ajudará a reforzar seu hábito de leitura, e a estabelecer a rotina de estudo. 2º - Estabeleça objetivos semanais. Duas horas e meia, quatro dias por semana é uma média mais que aceitável para cumprir fácil e eficazmente seu programa. Pode dedicar três dias para ler e anotar durante as duas primeiras horas, e a meia hora restante para resumir suas conclusões. Utilize o quarto dia para revisar profundamente o material lido e/ou a produção do trabalho final. 3º - Seja perseverante. Haverá ocasiões nas quais situações profissionais ou pessoais lhe impedirão de cumprir seus objetivos semanais de estudo. Nesses casos, tente compensar as faltas durante outros dias para não se distanciar dos seus objetivos. Não se preocupe com o tempo que possa demorar em completar todo seu programa. Concentre-se em cumprir com seus objetivos semanais, e mantenha viva a motivação. O êxito reside em finalizar, não em começar o programa. 4º - Converta seus estudos num momento agradável. Aprender deve ser um processo agradável e enriquecedor. Nem tudo é trabalhar e estudar. Tome o tempo necessário. Acabar antes ou depois não influencia na valoração da BIU sobre o trabalho apresentado. Estude em um ambiente confortável e bem iluminado. Nenhum professor vai verificar que cumpre com seus objetivos de estudo, a menos que você solicite. 2º- Diferenciar o que sabemos e o que não: Temos que anotar e diferenciar o que já conhecemos da matéria, dos novos conhecimentos que o libro traz. Este exercício prepara a mente para associar melhor os novos conceitos com os que já temos. Ter claro o propósito e a utilidade do que lemos incrementa notavelmente seu aproveitamento e memorização. Sempre temos que explorar os capítulos anterior e posterior ao que vamos estudar. Se fizermos isso, nossa mente assimila e compreende melhor, já que lhe damos uma visão mais ampla do contexto do que pretendemos aprender. Se surgirem dúvidas, devemos seguir lendo. Na maioria dos casos, se esclarecerão ao longo das páginas seguintes. 3º- Leitura de análise e compreensão: Uma vez finalizada a rápida leitura de exploração do texto, devemos reler parágrafo por parágrafo classificando seu grau de dificuldade. Se um parágrafo é fácil e se entende claramente, se marcará na margem direita um sinal de exclamação (!). Se parece que se entende de forma regular, ou que é um pouco denso, se colocará um (X) na margen. Se acaso se torna muito complicado e difícil de compreender, se colocará uma interrogação (?). Depois de realizar esta classificação releremos o texto, segundo as seguintes pautas: Primeiro todos os parágrafos (X) e logo todos os parágrafos (?). Comprovaremos que ao ler de novo, os parágrafos (?) já não são tão difíceis ou complexos, inclusive nos surpreenderá como não fomos capazes de compreendê-lo durante a primeira leitura. 4º- Leitura de revisão: Revisar tudo, e marcar com um asterisco (*) os parágrafos mais importantes e significativos. Colocar uma (V) nos parágrafos onde encontremos vocabulário novo. Sempre é mais fácil lembrar de uma palavra nova no seu contexto. Sublinhar é uma forma de resumir e preparar um texto para sua memorização. Não é o mais aconselhável para entender. 5º- Realizar um esquema-resumo: Expor esquematicamente as idéias, os conceitos e as fórmulas. Isto constituirá o esboço do índice de conceitos das primeiras páginas do trabalho acadêmico requerido. 6º- Aplicar o aprendido: Temos que comentar, aplicar e desenvolver o material estudado. Durante a leitura e o estudo é importante desenvolver nosso próprio critério. Se recomenda integrar todas estas idéias, e repassar os resumos antes de ir dormir. Durante o sono se incrementam os níveis de serotonina, e os conhecimentos se fixam melhor na memória. 1º- Leitura de exploração e metas: O primeiro é familiarizar-se com o texto, observando a extensão do tema, lendo os enunciados, os quadros, as palavras em negrito, etc... É necessário analisar qual é a estrutura do livro e calcular o tempo aproximado da sua leitura, para fixar objetivos semanais de estudo. Temos que ser realistas na atribuição desses objetivos. Metas impossíveis só produzirão desanimo e frustração. Como estudar os livros Como organizar seus estudos
  10. 10. EstudandoBirchamInternationalUniversity Como realizar os relatórios escritos O seu programa consiste em estudar todos os textos prescritos na sua folha de controle acadêmico e redigir relatórios em português sobre todos os textos, seguindo as instruções que se anexam. Por vezes, alguns dos textos constituem material de apoio e não se exige a realização de relatórios sobre os mesmos. Neste caso, na folha de controle acadêmico serão especificadas as particularidades exigidas. A realização dos relatórios deve cumprir um formato estrito, em relação à quantidade mínima e máxima de páginas, apresentação e conteúdo. As instruções e requisitos para a elaboração de relatórios não são um capricho, nem são discutíveis. Obedecem um cuidadoso plano pedagógico estabelecido pelo BIU Distance Learning System para maximizar a capacidade de aprendizagem, e facilitar a avaliação de trabalhos acadêmicos. As provas consistem em redigir relatórios. como ocorre na vida profissional. prova = relatório Escrito Os relatórios devem ter um mínimo de 20 páginas e um máximo de 35, elaboradas da seguinte maneira: I. Índice de conceitos. O estudante deve extrair da leitura do livro correspondente uma lista dos conceitos principais ou idéias-chave da matéria. Estas idéias devem ser categorizadas em um índice de conceitos de entre 2 e 5 páginas. II. Resumo analítico. Deve ser redatado um bom resumo de entre 15 e 25 páginas, seguindo a organização e a hierarquia estabelecida no índice de conceitos. III. Caso prático. O estudante deve analisar criticamente de um a três casos de aplicação prática dos conhecimentos lidos no texto. É possível optar por selecionar um caso complexo, que considere vários aspectos da matéria, ou centrar-se em três exemplos simples. A BIU anima os estudantes a realizarem esta análise prática com base, não apenas nos princípios expostos no livro, e sim em seu próprio critério. Como, por exemplo, com conclusões pessoais argumentadas, ou com a aplicação de aspectos da matéria estudada à sua profissão. Esta seção deve ter de 5 a 10 páginas de extensão. RELATÓRIO FINAL - UNIDADE DE AVALIAÇÃO O estudante deve remeter para sua avaliação final um relatório de 20 a 35 páginas, que deve integrar de forma harmônica as seções descritas previamente: o índice de conceitos, o resumo e o caso prático. É possível que seja necessário refazer o relatório, para que se ajuste aos requisitos de formato e número de páginas, para melhorar o estilo e dar-lhe mais fluidez. Apresentação: Cada relatório será redigido em português, a menos que a BIU autorize o contrário, em papel ofício, de um só lado, datilografado ou manuscrito com letra clara e legível, e será obrigatoriamente encabeçado com a seguinte informação: nome completo do estudante, especialidade, título do livro a que corresponde o relatório e a data. Também deve acrescentar a sua assinatura debaixo do seguinte juramento: “Pela presente juro que sou o único autor do presente relatório e que o seu conteúdo é consequência do meu trabalho e investigação acadêmica”. Primeiras páginas: Em seguida deve ser colocado um índice do conteúdo ou dos conceitos-chave que serão expostos ao longo das páginas seguintes. Este índice ocupará de uma a três páginas. Desenvolvimento: A extensão obrigatória do relatório será de no mínimo 20 páginas e de no máximo 35 páginas. Exceder estes limites pode acarretar a reprovação do relatório por deficiência de formato. A extensão não é uma exigência sem sentido, já que nos obriga a processar a informação do texto dentro de limites adequados. Isto permite que em certas ocasiões depois de resumir tenhamos que resumir outra vez, e que depois de sintetizar tenhamos que mais uma vez desenvolver o conteúdo para adaptar-nos aos limites impostos. Este processo irá fixar os conhecimentos de maneira definitiva em nossas mentes, sem uma necessidade excessiva de memorizar. Este é um dos pontos chaves da aprendizagem na BIU. Formato do Relatório EscritoEstrutura do relatório Não seguir as exigências de formato do relatório levará a que este não será aceito pela universidade e que deverá ser refeito até que cumpra as especificações. O relatório é uma síntese de cada livro estudado. O estudante pode acrescentar seus comentários e interpretações pessoais tanto a favor como contra os conteúdos. Também pode fazer referências a casos práticos e a experiências em que tenha aplicado ou podería ter aplicado os conceitos do livro. Ao longo desta exposição deve ficar claro o seu nível de assimilação e entendimento. O relatório deve sempre ser redigido, e serão valorizadas as contribuições pessoais ao conteúdo do livro. As fórmulas, problemas e exercícios poderão ser incluidos de forma complementar à redação. Pode-se dividir a redação em capítulos ou em partes para uma melhor exposição do conteúdo, mas não será admitido um esquema como base do relatório. O índice de conceitos ou de conteúdo das primeiras páginas será o único esquema aceito no relatório.
  11. 11. BirchamInternationalUniversity EstudandoBirchamInternationalUniversity Como realizar a dissertaçÃO ou Tese Para completar o seu programa acadêmico é necessário que entregue: * Dissertaçao de no mínimo 50 páginas no caso de Bachelor ou Mestrado. * Tese de no mínimo 75 páginas no caso de Doutorado. Em ambos os casos deve ser redigido em português, em papel ofício, só frentes, datilografadas e devidamente encadernadas, das quais enviará duas cópias ao nosso endereço. Uma das cópias também pode ser adiantada pelo e-mail no formato PDF. Uma vez avaliada e corrigida será devolvida uma das cópias carimbada pela universidade. Formato da dissertaçÃO ou Tese Capa: Na capa figurará o título do trabalho, o nome completo do estudante, a especialidade que cursa e a data. Também deve anexar a sua assinatura com o seguinte juramento: “Pela presente juro que sou o único autor do presente projeto/ tese e que o seu conteúdo é consequência do meu trabalho e investigação acadêmica”. Das duas cópias que nos envia, o juramento só é exigido em uma delas, a qual permanecerá nos arquivos da universidade. A segunda cópia, que lhe será devolvida e carimbada, pode ir sem o seu juramento de autenticidade. Primeras páginas: Em seguida coloca-se um índice do conteúdo e a bibliografía completa (livros, artigos, conferências, etc...) em que se baseia o seu trabalho. Sinopse: Depois, serão dedicadas uma ou duas páginas para explicar brevemente o conteúdo e a finalidade da sua exposição. Após esta introdução se desenvolve o trabalho. Desenvolvimento: Exposição do conteúdo. A informação deve estar estruturada em capítulos, partes, casos ou como preferir. Esta estrutura deve estar refletida no índice. Todas as páginas devem estar numeradas. Pode ilustrar o conteúdo com gráficos, fotos, desenhos, cópias de artigos e todas as referências que considere oportunas. O desenvolvimento deve cumprir o número mínimo de páginas obrigatórias. Sugerimos que não exceda as 150 a 200 páginas. A universidade valoriza a qualidade do conteúdo e não o número de páginas. Você decide o título e conteúdo do projeto ou tese. Uma vez decidido comunicará a BIU o título completo e um resumo de 1 a 3 páginas do conteúdo para comprovação e classificação no seu processo. Este requesito prévio é opcional, já que a sua proposta será válida sempre que o tema tenha relação clara e direta com a sua especialidade. Aproveite a liberdade quanto ao conteúdo para aprofundar aqueles temas que lhe interessam pessoal ou profissionalmente. Também se aceita, com uma prévia consulta à universidade, material previamente publicado (livros, pesquisas, etc). Este material fica isento de cumprir o formato descrito. Pode-se apresentar no seu formato editorial, do qual se enviarão duas cópias. Conteúdo da dissertaçÃO ou Tese Contate conosco com qualquer pergunta. Estamos a uma ligação de distancia Os relatórios, dissertação ou tese podem ser enviados para a BIU pelo correio ou por email em formato PDF.
  12. 12. EstudandoBirchamInternationalUniversity A BIU acredita na organização livre do processo de aprendizagem. Os estudantes da BIU são pessoas capacitadas, profissionais e motivadas para aprender. Portanto, a BIU assume que tal perfil de estudante tem o nível suficiente de responsabilidade e motivação para seguir seu próprio calendário de estudo, e que não precisa de um seguimento contínuo para cumprir as exigências do seu programa acadêmico. Existem inúmeros compromissos pessoais e profissionais que podem interferir em um calendário de estudo fixo. A BIU não considera justo estabelecer faltas acadêmicas no caso de não cumprimento de um calendário fixo. A BIU acredita que a liberdade de organização é, sem dúvida, a melhor opção para os estudantes adultos, já que evita as limitações do calendário, e reduz o estresse durante o progresso da aprendizagem. O calendário livre é automaticamente assumido pela BIU. A menos que você solicite por escrito que deseja ter um programa com um calendário de estudos fixo, a BIU considerará que prefere organizar-se por sua conta, ou, em outras palavras, optar por um calendário de estudo livre. O seguimento e controle do seu progresso é pessoal e imediato. A BIU não entrará em contato, a menos que solicite alguma consulta, orientação ou remeta algum trabalho acadêmico para correção. Neste caso, a filial da BIU correspondente fará o seguimento oportuno, e buscará a melhor solução para responder-lhe. O calendário de estudo livre pretende ajudar otorgando liberdade de organização ao estudante. No entanto, a intenção da BIU não é que seu processo de aprendizagem à distância se converta em uma experiência desconectada e impessoal, por isso, pedimos encarecidamente que entre em contato conosco para resolver qualquer consulta, comentário ou sensação relativa aos seus estudos. Requisitos mínimos e inativação do expediente. A BIU não estipula um tempo mínimo ou máximo para completar nenhum dos seus programas. No entanto, você deve entregar no mínimo um relatório por ano para manter ativo seu expediente como estudante. Se não puder entregar nenhum trabalho, ou uma justificativa, seu expediente poderá ser inativado e cancelado. Uma vez que seu expediente tenha sido cancelado, perderá todos seus direitos de estudante, assim como as taxas pagas pelo seu programa. Calendário Livre de Tarefas CalendáriofixodeTarefas Semana Horas Pedagogia Sequencia de Instrução 1 15 Leitura Inicio da leitura de estudo do livro de texto designado. 1 Idéias chave Envio por email das idéias chave das primeras 150 páginas. Resposta do professor. 1 Consulta Assessoramento do professor a pedido do estudante durante a semana de leitura. 2 15 Leitura Continua a leitura do estudo do livro de texto designado. 1 Idéias chave Envio por email das idéias chave até a página 300 aprox. Resposta do professor. 1 Consulta Assessoramento do professor a pedido do estudante durante a semana de leitura. 3 15 Leitura Continua a leitura de estudo do livro de texto designado. 1 Idéias chave Envio por email das idéias chave até a página 450 aprox. Resposta do professor. 1 Consulta Assessoramento do professor a pedido do estudante durante a semana de leitura. 4 15 Leitura Finalização da leitura de estudo do livro de texto designado. 1 Idéias chave Envio por email do índice de conceitos com todas as idéias chave. Resposta do professor. 1 Consulta Assessoramento do professor a pedido do estudante durante a semana de leitura. 5 5 Redação Redação da primeira sinopse sem a ajuda do livro. Envio por email do rascunho. 2 Consulta Assessoramento do professor para assegurar a compreensão e detectar erros. 6 4 Redação Revisão da sinopse com a ajuda do livro e as diretrizes do professor. 1 Revisão Revisão do professor para assegurar a compreensão o progresso do trabalho. 7 4 Redação Finalização da sinopse com a ajuda do texto para melhor precisão dos dados e conceitos. 1 Avaliação Envio por email da sinopse final. Correção do professor do trabalho enviado. 8 1 Tutoria Resposta e assessoramento do professor sobre o matérial enviado. 2 Discussão Seleção por parte do professor e o estudante de um caso, exemplo ou aplicação prática. 9 5 Redação Leitura e análise do caso selecionado. Envio por email das conclusões.   2 Discussão Discussão com o professor sobre os critérios e argumentos de análises das conclusões. 10 4 Redação Redação do relatório final integrando o índice de conceitos, sinopse e as conclussões. 1 Consulta Assessoramento do professor a pedido do estudante durante a elaboração do relatório. 11 4 Redação Finalização e envio do relatório final de avaliação. 1 Consulta Assessoramento do professor a pedido do estudante durante a produção final. 12 3 Evaluación Correção do professor do relatório final enviado. Resultados da primera avaliação. 13 3 Evaluación Revisão do supervisor do relatório final enviado. Segunda avaliação. 1 Feedback Nota final e comentários sobre os aspectos a melhorar do relatório recibido. A BIU pode atribuir-lhe um calendário fixo de tarefas com uma série de objetivos semanais que ajudem melhor no progresso do seu programa. Você pode solicitar um calendário fixo de tarefas em qualquer momento, no entanto se não cumprir os objetivos semanais marcados em três ocasiões, será automaticamente designado ao calendário livre. O calendário de tarefas é atribuido para cada relatório exigido pelo seu programa, de manera que tem a opção de escolher um calendário livre para a realização de alguns relatórios e um calendário fixo para outros. Escolha sempre o que seja mais conveniente no seu caso.
  13. 13. BirchamInternationalUniversity EstudandoBirchamInternationalUniversity A BIU tem uma complexa rede internacional de professores e acadêmicos, além de relações com acadêmicos de instituições educativas de todo o mundo. Devido a essa natureza internacional, o estudante está obrigado a canalizar suas perguntas e preocupações sobre o programa à sua filial correspondente da BIU. Essa filial tem a responsabilidade de buscar dentro da estrutura da BIU, e encontrar o melhor modo de atender as petições do estudante. A BIU desenvolveu várias maneiras de tratar as incidências acadêmicas, e ajudar o estudante durante seu processo de aprendizagem. * Assessoramento formal. As perguntas que tenham relação com a forma de realizar os trabalhos (relatórios, projetos e teses), seu formato e apresentação, e qualquer questão relativa aos procedimentos administrativos devem ser dirigidas à filial correspondente. Tempo de resposta: de imediato até 24 horas. * Entrevista e interação com os professores. A filial pode agendar uma entrevista telefônica com um professor que guie o estudante sobre questões específicas. O professor designado e o estudante também podem interagir por e-mail. As entrevistas telefônicas em geral são coordenadas pela filial com ambas as partes. Os professores da BIU não só devem estar qualificados academicamente, como também devem ter uma trajetória profissional boa e atual. Esse é o motivo pelo qual a disponibilidade dos professores não costuma ser imediata. Tempo de coordenação de uma entrevista: de 1 a 7 dias. Tempo de interação por e-mail: de 12 a 48 horas. * Livros de apoio. As vezes as perguntas do estudante com respeito à compreensão dos livros assinalados revela uma lacuna de conhecimento que não pode ser resolvida através de e-mails ou entrevistas com o professor. Nesses casos, o comitê acadêmico designará alguns textos de apoio, que ajudem o estudante a remediar estas lacunas de conhecimento. Não se exige a realização de relatórios sobre os livros designados como apoio. Tempo de designação dos livros de apoio: de 1 a 3 semanas. * Orientação de projetos e teses. As instruções proporcionadas sobre como produzir um trabalho de investigação foram sintetizadas. Por exemplo, o formato de investigação da BIU permite que alguns estudantes utilizem notas de rodapé, outros podem simplesmente anexar un apêndice final com todas as refêrencias pertinentes, outros podem decidir não incluir referências, e no entanto todos eles estão obrigados a incluir a bibliografia, base da investigação. A BIU permite certa flexibilidade no formato de apresentação. O estudante também pode propor o título e conteúdo de sua tese, sempre sujeito à aprovação do comitê acadêmico. O estudante pode solicitar a sua filial uma entrevista com um orientador que lhe guie no planejamento do trabalho de investigação. Além disso, a BIU pode proporcionar alguns livros de apoio que assegurem uma boa base para o trabalho do estudante. Tempo de designação de livros de apoio: de 1 a 3 semanas. Tempo de coordenação de uma orientação: de 1 a 7 dias. Tempo de aprovação da proposta de investigação: de 1 a 2 semanas. * Comentários e melhora. Os professores da BIU proporcionarão seus comentários sobre os trabalhos remitidos quando sejam relevantes e contribuam em algo para o estudante. Estes comentários devem ressaltar os aspectos do trabalho que necessitam melhorias. O estudante pode subir a nota do seu trabalho enviando de novo o mesmo, uma vez incorporadas as melhorias indicadas pelo professor. Tempo da primeira correção de relatório: de 1 a 3 semanas desde a sua recepção. Tempo da primeira correção de projeto ou tese: de 3 a 5 semanas desde sua recepção. * Ênfase em cursos e conteúdos específicos. Os diplomas da BIU mostram uma especialização e uma sub-especialização opcional. Adicionalmente, o estudante pode propor a inclusão de matérias ou cursos do seu interesse no seu programa de estudo . Estas matérias aparecerão no certificado de notas (trasncript), mas não no diploma. Essa proposta deve ser solicitada formalmente e por escrito, e está sujeita à aprovação do comitê acadêmico. Tempo de aprovação da proposta de matérias adicionais: de 1 a 2 semanas. * Nova atribuição do programa. Pode acontecer que o programa fixado apresente algumas inconsistências de nível, ou seja, que os livros designados sejam fáceis ou difíceis demais para o estudante. Essa situação ocorria quando existem carências de informação durante o processo de admissão, ou más interpretações do currículo. Neste caso, a BIU assumirá a responsabilidade e custo da atribuição de um novo programa e os seus livros, porém, o estudante deve antes proporcionar a informação precisa sobre seu nível e expectativas, e dizer as deficiências do programa original. A BIU pode exigir uma maior e mais detalhada verificação do currículo do estudante antes de elaborar o novo programa. O comitê acadêmico é a única autoridade que pode modificar, adicionar ou apagar os textos e exigências de qualquer programa. Tempo de atribuição do novo programa: de 1 a 3 semanas. Tutorias e acompanhamento
  14. 14. PedagogiaBirchamInternationalUniversity Os seguintes níveis de aprendizagem são conseguidos seguindo as diretrizes do Distance Learning Systems, as instruções específicas do programa, e através da apresentação das unidades de avaliação correspondentes: Relatórios (20-35 páginas), Dissertação & Tese (mais de 70 páginas). NÍVEL 1. Conhecimento e compreensão. Leitura de estudo e preparação do índice de conceitos. Mediante a leitura dos textos designados no programa, o estudante identificará e organizará as principais idéias do programa. Os conceitos selecionados deverão ser classificados e reorganizados em um índice coerente. Este índice constituirá o esqueleto sobre o qual se desenvolverá o trabalho requerido. Portanto, tal índice demonstrará a capacidade do estudante para compreender a inter- relação, a hierarquia e o significado geral dos elementos chaves do programa. NÍVEL 2. Análise, síntese e desenvolvimento. Análise e seleção de conteúdos no texto e redação do primeiro rascunho. O estudante examinará o livro designado, e integrará extratos selecionados do conteúdo de acordo com o índice previamente definido. Os extratos de texto selecionados deverão ser ajustados aos requisitos de formato. Por essa razão, o estudante deverá consultar várias vezes o livro para ampliar a informação que precise, ou, em outros casos, deverá acudir ao texto como ajuda para resumir os dados que sejam extensos demais. Este recorrente ajuste dos conteúdos do texto conduz o estudante a uma categorização das suas leituras, para poder produzir um primeiro rascunho do trabalho exigido. Em outras palavras, o material lido deve ser reorganizado e encaixado em um novo formato. Isto pode exigir a transformação de esquemas, dados numéricos, e gráficos em um texto escrito que tem que ser interpretado, explicado e resumido. NÍVEL 3. Produção, estilo, auto-avaliação e trabalho definitivo. Relatórios (20-35 páginas), Projeto (mais de 50 páginas), Tese (mais de 70 páginas). Uma vez que o primeiro rascunho do trabalho requerido esteja terminado, o estudante necessitará uma releitura conscienciosa, para detectar possíveis falhas. O trabalho deve ser desenvolvido de maneira que seu estilo, conteúdo e estrutura sejam lógicas, e demonstrem o domínio da matéria. A capacidade do estudante de combinar as partes do texto, e dar forma a um novo todo coerente e harmônico, determinará a nota final. Esquemas, diagramas, quadros e exemplos podem ser adicionados para ilustrar os conteúdos. NÍVEL 4. Aplicação do conhecimento e pensamento crítico. Análise de casos práticos, conclusões pessoais e aplicabilidade dos conceitos à prática. A Universidade espera que o estudante contraste o material aprendido com seus próprios conhecimentos e experiência, que expresse sua opinião sobre a matéria, que considere a parte prática, e que, finalmente, demonstre suas conclusões por escrito ao longo do trabalho. Estas opiniões pessoais e comentários devem ser fundamentados com argumentos. O nível de pensamento crítico, habitualmente, é adquirido com o trabalho de investigação resultante do projeto ou da tese. Alguns relatórios também podem revelar uma boa capacidade crítica, através de conclusões bem fundamentadas ou a análise profunda de um caso prático. Níveis e Objetivos de Aprendizagem
  15. 15. BirchamInternationalUniversity PedagogiaBirchamInternationalUniversity pontos-chave para uma aprendizagem eficaz Como melhorar a Compreensao A inteligência é a aptidão com que captamos e formamos idéias e relações, isto é, nos adaptamos a uma nova circunstância, utilizando nossas capacidades cognitivas (como ler, calcular, memorizar, imaginar, etc). Quanto mais rapidamente nos adaptamos, mais inteligente somos. O importante não é lembrar, e sim associar e assimilar. As lembranças sempre podem ser reconstruidas seguindo a pista das associações. Dicas para entender um texto. A maioria dos textos são organizados de acordo com uma série de padrões estruturais. Se desejamos compreender e lembrar do que lemos, o que devemos fazer primeiro é reconhecer como está organizada a informação no texto. Para isso, temos que identificar o padrão estrutural do livro que estudamos, o que também nos ajudará no desenvolvimento e apresentação do trabalho acadêmico exigido. Quando vamos ler com a intenção de entender, assimilar, e lembrar conceitos é fundamental organizá-los de acordo com uma estrutura determinada, ou senão provavelmente acabaremos com um emaranhado de idéias desordenadas. sentido da responsabilidade A pedagogia da BIU não é efetiva para todo mundo. É muito eficiente para estudiantes e profissionais com certo nível de responsabilidade, para pessoas com vontade de aprender, de melhorar e de se destacar. Ninguém a não ser você mesmo vai vigiar sua forma de estudar. Terá os livros a seu alcance na hora de produzir os relatórios, mas deve ter cuidado para não abusar de seu acesso aos textos. Recomendamos encarecidamente que siga as diretrizes do nosso guia. A BIU o considera suficientemente maduro como para decidir se deseja seguir estas diretrizes ou encarar seus estudios de outra forma, sempre e quando cumpra com as exigências de seu programa. Seja qual seja o método que escolha, tenha cuidado de não aniquilar o processo mental de assimilação e aprendizagem explicado no sistema pedagógico da BIU. Uma titulação superior não é um simples papel, constitui a representação de capacidades que se atribui ao titulado. Na hora de resolver problemas na su vida profissional é esta capacidade a que lhe permitirá fazer, e não o diploma onde se certifique que tem uma titulação. Como melhorar a Memória Não confundir compreensão com memorização. Muitas vezes estamos estudando, e nos sentimos bem porque estamos compreendendo e assimilando bem a leitura. Porém, depois de várias horas seguidas de estudo percebemos que já não lembramos muito bem de muitas coisas que já tínhamos compreendido. Quando lemos, temos uma capacidade infinita de assimilar idéias, no entanto, temos uma capacidade bastante limitada para recordar conceitos. Portanto, se não administramos bem o uso da memória, teremos que dedicar mais do que o tempo necessário para consolidar os novos conhecimentos em nossa mente. Não estudar mais de 3 horas por dia. Para compreender e memorizar ao mesmo tempo, temos que levar em conta que a memória durante a aprendizagem tem esta tendência: Depois de duas horas de estudo intenso, nossa capacidade de memória se reduz a 50%, depois de três horas a 30%, e assim sucessivamente, por isso não deveriamos forçar mais de três horas de estudo por dia. Utilizar descansos estratégicos. Se o tema exige mais de três horas de dedicação por dia, temos que compensar a diminuição produzida no nível de memorização, durante este estudo tão prolongado. Para isso, temos que permitir à mente períodos estratégicos de descanso. Se não fizermos isso, a mente começará a dispersar-se por si mesma em um par de horas. Então descobriremos que estamos pensando as coisas mais absurdas, sem poder fazer nada para evitar. E será cada vez mais difícil manter a concentração no estudo. Essa distração é um recurso do nosso cérebro para descansar. Se a cada 30-40 minutos descansamos entre 5 e 10 minutos, dotaremos nossa mente da capacidade de recuperar os níveis de memorização reais. Estabelecer uma rotina de repassos a longo prazo. Um fator que poucos estudantes e profissionais levam em conta é o funcionamento da memória a longo prazo. Os repassos são muito importantes, já que 80% do que estudamos, perdemos depois de 24 horas. Se realizamos um repasso estratégico de 10 minutos depois de estudar, nos dois primeiros dias, outro depois de uma semana, outro dentro de um mês, e outro aos seis meses, emos manter o que foi estudado.
  16. 16. Bircham University Uma alternativa ao ensino tradicional. A melhor educação superior à distância para adultos. 1- Ficha de AdmissÃO Diga = Que gostaria de estudar? Sua experiência e formaç prévia. 2- Certificado Oficial de AdmissÃO Respondemos = Quantos créditos precisa seu programa para obter o título. 3- Matricula= Livros & relatórios Durante o ano todo e no mundo todo. Planos de pagamento... em até 24 meses. 5- A BIU envia suas avaliaçÕEs Até onde quer chegar? Uma boa educa pode levar aonde quiser. 4- Envie seus relatórios (provas) Os relatórios feitos em casa sem a tensão da prova tradicional. 6- Obtenha sua TitulaçÃO Investir em educação sempre produz os melhores ganhos. Si tiver qualquer pergunta... Estamos à uma ligação ou email de distância ?

×