O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Lista 55 exercicios ecologia enem

1.618 visualizações

Publicada em

com teoria e respostas cópia

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Lista 55 exercicios ecologia enem

  1. 1. Material bem legal, com vídeos do professor explicando e textos ( deixei em vermelho ) sobre os assuntos relacionados com as questões. Site : http://soumaisenem.com.br/biologia/ecologia/ecologia-resolucao-de-questoes-do-enem  Como estudar Biologia para o Enem  Bioquímica: Água, Sai minerais, Carboidratos, Proteínas, Lipídios, Ácidos Nucleicos e Vitaminas  Bioquímica: Fotossíntese, Quimiossíntese, Respiração Celular e Fermentação  Botânica  Citologia: Características Gerais  Citologia: Divisão Celular  Citologia: Transporte Celular  Ecologia  Engenharia Genética  Evolução  Fisiologia  Genética Molecular: Duplicação do DNA e Mutações  Genética: Hereditariedade, Principais tipo de herança, Leis de Mendel e Anomalias  Histologia  Programa de Saúde  Seres Vivos: Reinos e suas principais características  Síntese de Proteínas Alguns fundamentos importantes sobre ecologia e problemas ambientais I. Eutrofização: É o processo de enriquecimento excessivo em nutrientes dissolvidos na água de um manancial. Consequências: Uma lagoa eutrofizada ( eu = completo , trofos= nutriente) apresenta uma grande quantidade de nutrientes orgânicos ou não . Os decompositores, se aeróbios, consomem oxigênio ( Demanda Biológica de Oxigênio = DBO) e os processos químicos de decomposição também consomem ( DQO= demanda química de oxigenio) . Quando a taxa de oxigênio dissolvido na água fica muito reduzida, os microorganismos anaeróbicos restritos ( bactérias) se proliferam. A baixa quantidade de oxigênio dissolvido acaba por levar os seres aeróbicos ao óbito. Isso fornece ainda mais matéria orgânica para os decompositores anaeróbios. Ambientes aquáticos fechados ( águas lênticas =lagos e lagoas) e de pequeno volume sofrem eutrofização com mais facilidade. A eutrofização normalmente vem acompanhada de um outro desequilíbrio chamado FLORAÇÂO das águas, que consiste na proliferação de algas, devido ao excesso de nutrientes inorgânicos que podem provir da decomposição de esgotos e resíduos orgânicos ou de fertilizantes contendo NPK. O aumento das algas, eleva os níveis de consumidores primários. Essa maior população planctônica na superfície, ( algas e consumidores primários planctônicos) limita a penetração de luz para camadas mais profundas, diminuindo a produção de oxigênio pela fotossíntese. Os consumidores primários também tem uma alta demanda por oxigênio dissolvido , o que leva posteriormente a morte de seres do próprio grupo e de outros aeróbicos. Além disso , muitas algas como as euglenas podem se comportar como heterotróficos em situações desfavoráveis á fotossíntese e todas , na falta de luz, consomem oxigênio ao invés de produzi-lo .
  2. 2. Foto de uma lagoa da Barra da Tijuca (Rio de Janeiro) eutrofizada devido ao lançamento de esgotos dos condomínios. Resultado da grande especulação imobiliária da região: EUTROFIZAÇÃO COM FLORAÇÃO- MORTANDADE DE PEIXES PROEUTROFIZAÇÃO. A eutrofização em etapas: EXCESSO DE COMIDA, FALTA DE OXIGÊNIO ! 1.Grande despejo de matéria orgânica: 2.Aumento do consumo de oxigênio (aumenta a DBO) 3.Diminuição da quantidade de oxigênio dissolvido: 4.Morte dos seres aeróbicos: 5.Aumento da densidade populacional dos decompositores anaeróbios: 6. Aumento de nutrientes inorgânicos, superpopulação de algas (fenômeno chamado de floração das águas) eleva os níveis de consumidores primários. 7. Aumento da densidade populacional na superfície, limita a penetração de luz para camadas mais profundas, diminuindo a produção de oxigênio pela fotossíntese e consumidores primários também diminuem a concentração do oxigênio dissolvido por excesso de consumo. 8. Morte de seres do próprio grupo e de outros aeróbicos. Qual a solução????? A solução para uma lagoa já eutrofizada , é a retirada do excesso de matéria orgânica lançada no ecossistema, por meio de dragas ou de canais artificiais que podem ligar lagoas ao oceano para renovar a oxigenação e retirar o excesso de matéria orgânica. Outra ação favorável, é provocar a oxigenação , pelo turbilhonamento da água ou por injeção. Em algusn casos, são colofcadas plantas aquáticas , cmo os aguapés, para utilixzarem os sai s em excesso, mas estas plantas precisam ser constantemente removidas pois suas raízes também consomem oxigênio. 2. Biomagnificação ou magnificação trófica
  3. 3. Conceitos fundamentais sobre cadeias alimentares: Fluxo de Energia: A medida que os níveis tróficos das cadeias alimentares aumentam, a energia transmitida diminui, pois cada transferência implica em grande dissipação/ uso de energia. O que passa de produtores para consumidores , ao longo da cadeia alimentar é a b energia contida na biomassa( células e substãncias por elas produzidas) Biomassa ingerida: Como a energia que passa pelos níveis tróficos vai diminuindo, os seres de topo de cadeia devem consumir uma biomassa alimentar mais energética , para suprir sua demanda. As populações de predadores de topo de cadeia alimentar sempre acabam sendo numericamente menores. Magnificação tróficaiomagnificação. Numa cadeia alimentar em um ambiente poluído, os produtores podem assimilar toxinas diretamente do meio ambiente. Esses produtores por sua vez, serão consumidos por consumidores primários que acabam ingerindo estas toxinas presentes nos organismos que servem como alimento. O que CARACTERIZ E AGRAVA este processo é o fato DE QUE ESTAS SUBSTÁNCIAS NÃO SÃO MEYABOLIZADAS E SE ACUMULAM NOS TECIDOS DE QUEM AS INGERE. Os consumidores primários acumulam as toxinas em seus tecidos assim os secundários,que ingerem muitos indivíduos do nível anterior, acumulam quantidades cada vez mais maiores destas substâncias, até o nível trófico mais alto da cadeia alimentar. O ciclo continua progressivamente,e a mair taxa do elemento tóxico .( DDT, Pb,Cd, Hg e outros metais pesados , por exemplo) Figura que mostra o processo em um ecossistema aquático: Problemas ambientais relacionados diretamente a atmosfera Figura Ilustrando as camadas da atmosfera.
  4. 4. I. Camada de Ozônio Como a camada de ozônio retém a radiação? Existe um equilíbrio químico (Le Châtelier) entre o Ozônio (O3) e o oxigênio substância (O2) presente na estratosfera. Este equilíbrio é representado pela equação: O3 ⇌ O2 + [O] 1°. Quando a radiação ultravioleta atinge o Ozônio (O3) ela retira um átomo de oxigênio do mesmo, formando assim O2 e O (átomo de oxigênio), processo que absorve a energia da radiação. 2° O átomo de oxigênio formado, imediatamente se choca e reage com o oxigênio gasoso (O2), formando assim novamente o ozônio (O3). Esse processo desprende uma quantidade de energia térmica. 3° Agora que o ozônio foi reconstruído, o ciclo volta a acontecer, retendo novamente mais radiação ultravioleta. Atenção: Como todo equilíbrio químico, a velocidade da reação nos dois sentidos é praticamente a mesma. Porém, existem fatores que podem deslocar a velocidade da reação no sentido de degradação do ozônio, o que gera o chamado "buraco" na camada. Figura ilustrando o ciclo do ozônio:
  5. 5. O que está acontecendo com a Camada de Ozônio? Existem evidências que substâncias produzidas pelo homem estão destruindo a camada, esta está se tornando mais fina, ou seja, há menos ozônio, principalmente em regiões próximas ao polo sul e recentemente polo norte. Como a ação humana influencia na destruição da camada? A produção de gases chamados clorofluorcarbonos (CFCs) exerce um grande efeito destrutivo da camada, eles são usados como propelentes em aerossóis, como isolantes em equipamentos de refrigeração e para produzir materiais plásticos. Esses gases são muito estáveis na troposfera, mas , quando atingem a estratosfera a radiação ultravioleta os desintegra e os Clorofluorcarbonetos , liberam o Cloro que é um catalizador da desintegração do Ozônio (O3) em oxigênio (O2). Figura mostrando a molécula de um CFC: Veja a reação esquematizada: O2 + Energia UV → 2 O 2 Cl (do CFC) + 2O3 → 2 ClO + 2 O2 2 Cl + 2 O (regenerando o Cl) + 2 O2 Logo, a resultante da reação é: 2 O3 → 3 O2
  6. 6. Figura mostrando o esquema da reação: Ta beleza, mas e daí????? Daí que o O2 não consegue reter a radiação ultravioleta, e o aumento da entrada dessa radiação na Terra gera vários impactos tais como: * Maior taxa de câncer e queimaduras da pele. A radiação U.V como outras radiações, altera as bases nitrogenadas dos nucleotídeos do DNA, alterando os genes.) * O aumento de exposição da superfície terrestre a raios ultravioleta pode alterar a circulação dos gases com efeito de estufa, aumentando o aquecimento global. * Aumento gradativo da temperatura global, gerando diversos impactos citados na aula de efeito estufa.
  7. 7. * Níveis mais altos da radiação ultravioleta pode gerar a morte de plantas e algas do fitoplâncton, o que desiquilibraria as cadeias alimentares e prejudicaria o sequestro de CO2 atmosférico, potencializando mais ainda o aquecimento global. Esquema que mostra a evolução do buraco no polo Sul: De acordo com nossa amada química S2, como todo equilíbrio químico, a reação de recostituição do ozônio não para de ocorrer. Logo, evitando a liberação dos CFCs a camada irá se reconstituindo aos poucos, evitando assim a maior taxa de radiação ultravioleta que penetra na Terra. (Lembrar que , no inicio da vida naterra, a falta de oxigênio atmosférico deve ter permitido a incidência de altas intensidades de radiação UV e o aumento da variabilidade genética...). Consideração importante: Protocolo de Montreal: A maioria dos países da União Europeia, assinaram em 1987 um acordo com o objetivo de reduzir a emissão de CFCs na atmosfera. Este acordo entrou em vigor em 1989 e visa reduzir, progressivamente, as emissões dos gases que provocam a degradação do ozônio.
  8. 8. Questões de ecologia – Provas do ENEM 1) 2011 Prova Azul questão 88 Certas espécies de algas são capazes de absorver rapidamente compostos inorgânicos presentes na água, acumulando-os durante seu crescimento. Essa capacidade fez com que se pensasse em usá-las como biofiltros para limpeza de ambientes aquáticos contaminados, removendo, por exemplo, nitrogênio e fósforo de resíduos orgânicos e metais pesados provenientes de rejeitos industriais lançados nas águas. Na técnica do cultivo integrado, animais e algas crescem de forma associada, promovendo um maior equilíbrio ecológico. A utilização da técnica do cultivo integrado de animais e algas representa uma proposta favorável a um ecossistema mais equilibrado porque: a) os animais eliminam metais pesados, que são usados pelas algas para a síntese de biomassa. b) os animais fornecem excretas orgânicos nitrogenados, que são transformados em gás carbônico pelas algas. c) as algas usam os resíduos nitrogenados liberados pelos animais e eliminam gás carbônico na fotossíntese, usado na respiração aeróbica. d) as algas usam os resíduos nitrogenados provenientes do metabolismo dos animais e, durante a síntese de compostos orgânicos, liberam oxigênio para o ambiente e) as algas aproveitam os resíduos do metabolismo dos animais e, durante a quimiossíntese de compostos orgânicos, liberam oxigênio para o ambiente. 2) 2011 Questão 82 Prova Azul Os vaga-lumes machos e fêmeas emitem sinais luminosos para se atraírem para o acasalamento. O macho reconhece a fêmea de sua espécie e, atraído por ela, vai ao seu encontro. Porém, existe um tipo de vaga-lume, o Photuris, cuja fêmea engana e atrai os machos de outro tipo, o Photinus, fingindo ser desse gênero. Quando o macho Photinus se aproxima da fêmea Photuris, muito maior que ele, é atacado e devorado por ela. A relação descrita no texto, entre a fêmea do gênero Photuris e o macho do gênero Photinus, é um exemplo de: A) comensalismo. (comer restos que outro não usa +/0) B) inquilinismo. ( morar dentro do outro +/0) C) cooperação. ( trocar favores , sem dependência +/+) D) predatismo. ( matar para comer +/-) E) mutualismo. (troca mutua de favores, com dependência – separados não sobrevivem +/+)
  9. 9. Comentário: a questão também comenta o caso do mimetismo - situação em que um ser imita outro ser vivo. Quando a imitação é de um elemento não vivo, chama-se camuflagem.. Quando a imitação é de um ser venenoso o u tóxico, chama-se mimetismo Batesiano. 3) 2010 Prova Azul Questão 51 (segunda aplicação) Os frutos são exclusivos das angiospermas, e a dispersão das sementes dessas plantas é muito importante para garantir seu sucesso reprodutivo, pois permite a conquista de novos territórios. A dispersão é favorecida por certas características dos frutos (ex: cores fortes e vibrantes, gosto e odor agradáveis, polpa suculenta) e das sementes (ex: presença de ganchos e de outras estruturas fixadoras que se aderem às penas e pelos de animais, tamanho reduzido, leveza e presença de expansões semelhantes à asas). Nas matas brasileiras, os animais da fauna silvestre têm uma importante contribuição na dispersão de sementes e, portanto, na manutenção da diversidade da flora. Das características de frutos e sementes apresentadas, quais estão diretamente associadas a um mecanismo de atração de aves e mamíferos? a) Ganchos que permitem a adesão aos pelos e penas. b) Expansões semelhantes a asas que favorecem a flutuação. c) Estruturas fixadoras que se aderem as asas das aves. d) Frutos com a polpa suculenta que fornecem energia aos dispersores. e) Leveza e tamanho reduzido das sementes, que favorecem a flutuação. 4) 2009 Prova Azul - questão 10 A fotossíntese é importante para a vida na Terra. Nos cloroplastos dos organismos fotossintetizantes, a energia solar é convertida em energia química que, juntamente com água e gás carbônico (CO2), é utilizada para a síntese de compostos orgânicos (carboidratos). A fotossíntese é o único processo de importância biológica capaz de realizar essa conversão. Todos os organismos, incluindo os produtores, aproveitam a energia armazenada nos carboidratos para impulsionar os processos celulares, liberando CO2 para a atmosfera e água para a célula por meio da respiração celular. Além disso, grande fração dos recursos energéticos do planeta, produzidos tanto no presente (biomassa) como em tempos remotos (combustível fóssil), é resultante da atividade fotossintética. As informações sobre obtenção e transformação dos recursos naturais por meio dos processos vitais de fotossíntese e respiração, descritas no texto, permitem concluir que: A) o CO2 e a água são moléculas de alto teor energético. B) os carboidratos convertem energia solar em energia química. C) a vida na Terra depende, em última análise, da energia proveniente do Sol. D) o processo respiratório é responsável pela retirada de carbono da atmosfera. E) a produção de biomassa e de combustível fóssil, por si, é responsável pelo aumento de CO2 atmosférico
  10. 10. 5)A figura representa uma cadeia alimentar em uma lagoa. As setas indicam o sentido do fluxo de energia entre os componentes dos níveis tróficos. Sabendo-se que o mercúrio se acumula nos tecidos vivos, que componente dessa cadeia alimentar apresentará maior teor de mercúrio no organismo se nessa lagoa ocorrer um derramamento desse metal? (A) As aves, pois são os predadores do topo dessa cadeia e acumulam mercúrio incorporado pelos componentes dos demais elos. (B) Os caramujos, pois se alimentam das raízes das plantas, que acumulam maior quantidade de metal. (C) Os grandes peixes, pois acumulam o mercúrio presente nas plantas e nos peixes pequenos. (D) Os pequenos peixes, pois acumulam maior quantidade de mercúrio, já que se alimentam das plantas contaminadas. (E) As plantas aquáticas, pois absorvem grande quantidade de mercúrio da água através de suas raízes e folhas. 6) Além do impacto ambiental agudo advindo do derramamento de grandes quantidades de óleo em ambientes aquáticos, existem problemas a longo prazo associados à presença, no óleo, de algumas substâncias como os hidrocarbonetos policíclicos aromáticos, mutagênicos e potencialmente carcinogênicos. Essas substâncias são muito estáveis no ambiente e podem ser encontradas por longo tempo no sedimento do fundo, porque gotículas de óleo, após adsorção por material particulado em suspensão na água, sofrem processo de decantação. As substâncias mutagênicas mencionadas no texto podem atingir o topo da pirâmide alimentar através do fenômeno denominado: a) biogênese b) biossíntese c) biodegradação d) bioacumulação e) eutrofização
  11. 11. 7) Os pesticidas orgânicos foram desenvolvidos a partir da década de 40 do Século XX. Sua grande eficácia contra pragas da lavoura surpreendeu a todos. Por outro lado, sua alta persistência no ambiente resultou, após algum tempo, num grande índice de mortalidade de aves, as quais não entravam em contato direto com esses produtos. Este fato se relaciona ao conceito ecológico de magnificação trófica, que significa: a) degeneração da cadeia alimentar. b) acumulação de resíduos tóxicos nos animais de maior porte, porque estes consomem maior quantidade de alimento. c) aumento gradativo da concentração de produtos tóxicos, de forma crescente, a cada nível trófico da cadeia alimentar. d) uma maior resistência de animais de níveis tróficos inferiores à toxidade desses produtos, em relação a animais que ocupam níveis tróficos superiores. e) aumento gradativo da sensibilidade de animais que ocupem níveis tróficos superiores, em relação a substâncias tóxicas. 8) "Brasil é rota da sucata de chumbo." (Jornal do Brasil - 28/03/94) "Poluição põe Cubatão em emergência." (Folha de São Paulo - 02/09/94) "Redução de ozônio aumenta casos de câncer de pele." (Jornal do Brasil - 02/09/94) Essas e centenas de outras manchetes de jornal nos alertam sobre a gravidade dos problemas ambientais ocasionados pelas atividades do próprio homem. A seguir são feitas (4) afirmativas relacionadas a essa problemática atual. Analise-as: I - O chumbo, como outros subprodutos de indústrias, acumula-se nas cadeias alimentares gerando um problema chamado magnificação trófica. II - Principalmente no inverno ocorre o fenômeno natural, a inversão térmica, que não traria graves problemas se não interferisse na dispersão dos poluentes. III - O aquecimento global do planeta, denominado efeito estufa, é fruto da intensa atividade industrial e da contínua queima de combustíveis. IV - O lançamento excessivo, na atmosfera, de gases como metano, destroem de forma irreversível a camada de ozônio. São corretas as afirmativas: a) apenas I e II. b) apenas II e III. c) apenas I, II e III. d) apenas I, III e IV.
  12. 12. e) I, II, III e IV. 9) O despejo de dejetos de esgotos domésticos e industriais vem causando sérios problemas aos rios brasileiros. Esses poluentes são ricos em substâncias que contribuem para a eutrofização de ecossistemas, que é um enriquecimento da água por nutrientes, o que provoca um grande crescimento bacteriano e, por fim, pode promover escassez de oxigênio. Uma maneira de evitar a diminuição da concentração de oxigênio no ambiente é: a) Aquecer as águas dos rios para aumentar a velocidade de decomposição dos dejetos. b) Retirar do esgoto os materiais ricos em nutrientes para diminuir a sua concentração nos rios. c) Adicionar bactérias anaeróbicas às águas dos rios para que eles sobrevivam mesmo sem o oxigênio. d) Substituir produtos não degradáveis por biodegradáveis para que as bactérias possam utilizar os nutrientes. e) Aumentar a solubilidade dos dejetos no esgoto para que os nutrientes fiquem mais acessíveis às bactérias. 10) No processo de eutrofização de águas, pode ser encontrado o seguinte fenômeno: a) grande mortandade de peixes. b) suprimento escasso de nutrientes na água. c) diminuição das taxas de decomposição bacteriana. d) aumento da concentração de oxigênio na coluna de água. e) diminuição da concentração de matéria orgânica. 11) Os esgotos domésticos constituem grande ameaça aos ecossistemas de lagos ou represas, pois deles decorrem graves desequilíbrios ambientais. Considere o gráfico abaixo, no qual no intervalo de tempo entre t1 e t3, observou-se a estabilidade em ecossistema de lago, modificado a partir de t3 pelo maior despejo de esgoto. assinale a interpretação que está de acordo com o gráfico.
  13. 13. a) Entre t3 e t6, a competição pelo oxigênio leva à multiplicação de peixes, bactérias e outros produtores. b) A partir de t3, a decomposição do esgoto é impossibilitada pela diminuição do oxigênio disponível. c) A partir de t6, a mortandade de peixes decorre da diminuição da população de produtores. d) A mortandade de peixes, a partir de t6, é devida à insuficiência de oxigênio na água. e) A partir de t3, a produção primária(lucro em biomassa resultante da fotossíntese) aumenta devido à diminuição dos consumidores. 12) Leia o texto, que apresenta quatro lacunas. Os esgotos são formados, em grande parte, por matéria orgânica, água e energia. Há processos muito antigos de tratamento que permitem o aproveitamento da energia dos compostos orgânicos presentes nos esgotos. São processos de ...................., onde ocorre a fermentação por atividade de bactérias ...................., organismos que dispensam a presença de ................. . Quando fermentada por estas bactérias, a matéria orgânica dá origem a um subproduto, o ......................, inflamável, explosivo e dotado de grande quantidade de energia, que pode ser utilizada em motores a explosão ou até como gás combustível. As lacunas do texto, se referem, pela ordem, aos termos: a) eutrofização ... anaeróbicas ... CO2 ... gás sulfídrico. b) biodigestão ... anaeróbicas ... O2 ... gás metano. c) biodigestão ... aeróbicas ... O2 ... gás metano. d) decomposição ... anaeróbicas ... CO2 ... gás hélio. e) biodigestão ... aeróbicas ... nitrogênio ... gás metano. 13) A atmosfera terrestre é composta pelos gases nitrogênio (N2) e oxigênio (O2), que somam cerca de 99%, e por gases traços, entre eles o gás carbônico (CO2), vapor de água (H2O), metano (CH4), ozônio (O3) e o óxido nitroso (N2O), que compõem o restante 1% do ar que respiramos. Os gases traços, por serem constituídos por pelo menos três átomos, conseguem absorver o calor irradiado pela Terra, aquecendo o planeta. Esse fenômeno, que acontece há bilhões de anos, é chamado de efeito estufa. A partir da Revolução Industrial (século XIX), a concentração de gases traços na atmosfera, em particular o CO2, tem aumentado significativamente, o que resultou no aumento da temperatura em escala global. Mais recentemente, outro fator tornou-se diretamente envolvido no aumento da concentração de CO2 na atmosfera: o desmatamento. BROWN, I. F.; ALECHANDRE, A. S. Conceitos básicos sobre clima, carbono, florestas e comunidades. A.G. Moreira & S. Schwartzman. As mudanças climáticas globais e os ecossistemas brasileiros. Brasília: Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia, 2000 (adaptado).
  14. 14. Considerando o texto, uma alternativa viável para combater o efeito estufa é: A) reduzir o calor irradiado pela Terra mediante a substituição da produção primária pela industrialização refrigerada. B) promover a queima da biomassa vegetal, responsável pelo aumento do efeito estufa devido à produção de CH4. C) reduzir o desmatamento, mantendo-se, assim, o potencial da vegetação em absorver o CO2 da atmosfera. D) aumentar a concentração atmosférica de H2O, molécula capaz de absorver grande quantidade de calor. E) remover moléculas orgânicas polares da atmosfera, diminuindo a capacidade delas de reter calor. 14) :"Brasil é rota da sucata de chumbo." (Jornal do Brasil - 28/03/94) "Poluição põe Cubatão em emergência." (Folha de São Paulo - 02/09/94) "Redução de ozônio aumenta casos de câncer de pele." (Jornal do Brasil - 02/09/94) Essas e centenas de outras manchetes de jornal nos alertam sobre a gravidade dos problemas ambientais ocasionados pelas atividades do próprio homem. A seguir são feitas (4) afirmativas relacionadas a essa problemática atual. Analise-as: I - O chumbo, como outros subprodutos de indústrias, acumula-se nas cadeias alimentares gerando um problema chamado magnificação trófica. II - Principalmente no inverno ocorre o fenômeno natural, a inversão térmica, que não traria graves problemas se não interferisse na dispersão dos poluentes. III - O aquecimento global do planeta, denominado efeito estufa, é fruto da intensa atividade industrial e da contínua queima de combustíveis. IV - O lançamento excessivo, na atmosfera, de gases como metano, destroem de forma irreversível a camada de ozônio. São corretas as afirmativas: a) apenas I e II. b) apenas II e III. c) apenas I, II e III. d) apenas I, III e IV. e) I, II, III e IV. 15) Poluição é a presença, no ambiente, de determinadas substâncias químicas em doses prejudiciais aos seres vivos. Baseando-se nesse conceito, indique se é verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das afirmativas a seguir. ( ) O dióxido de enxofre (SO2) é um gás venenoso, proveniente da queima industrial de combustíveis, que pode reagir com o vapor d'água na atmosfera, causando o efeito estufa. ( ) Fertilizantes sintéticos e agrotóxicos, usados nas lavouras, podem poluir o solo e ás águas
  15. 15. dos rios, podendo alguns inseticidas acumular-se na cadeia alimentar e concentrar-se nos níveis tróficos superiores. ( ) Não se pode abandonar o lixo urbano, a céu aberto, em áreas desabitadas, devendo ser enterrado ou queimado para não constituir mais uma fonte de poluição. A seqüência correta é a) F - F - V. b) V - V - V. c) V - V - F. d) V - F - V. e) F - V - F. 16) Qual dos seguintes fenômenos é um resultado do efeito estufa? a) Aumento das concentrações de ozônio a nível de rua b) Diminuição da camada de ozônio na estratosfera superior c) Mudança nas condições meteorológicas globais d) Aumento da poluição oceânica e) Desmatamento 17) A atmosfera terrestre é composta pelos gases nitrogênio (N2) e oxigênio (O2), que São corretas as afirmativas: a) apenas I e II. b) apenas II e III. c) apenas I, II e III. d) apenas I, III e IV. e) I, II, III e IV. 18) Poluição é a presença, no ambiente, de determinadas substâncias químicas em doses prejudiciais aos seres vivos. Baseando-se nesse conceito, indique se é verdadeira (V) ou falsa (F) cada uma das afirmativas a seguir. ( ) O dióxido de enxofre (SO2) é um gás venenoso, proveniente da queima industrial de combustíveis, que pode reagir com o vapor d'água na atmosfera, causando o efeito estufa. ( ) Fertilizantes sintéticos e agrotóxicos, usados nas lavouras, podem poluir o solo e ás águas dos rios, podendo alguns inseticidas acumular-se na cadeia alimentar e concentrar-se nos níveis tróficos superiores. ( ) Não se pode abandonar o lixo urbano, a céu aberto, em áreas desabitadas, devendo ser enterrado ou queimado para não constituir mais uma fonte de poluição. A seqüência correta é a) F - F - V. b) V - V - V. c) V - V - F. d) V - F - V. e) F - V - F. Vídeos muito legais neste link : http://soumaisenem.com.br/biologia/ecologia/ecologia-relacoes- ecologicas-parte-03
  16. 16. 19) O gráfico a seguir mostra flutuações nos ciclos populacionais de I e II ao longo de um certo tempo. Observe que os ciclos caminham continuadamente fora de fase um com o outro. As populações I e II correspondem respectivamente a ..... e ..... . A relação ecológica entre as duas populações denomina-se ..... . Escolha a alternativa correta: a) parasita – hospedeiro – comensalismo b) presa – predador – predação c) comensal – hospedeiro – mutualismo d) predador – presa – parasitismo e) mutualista – mutualista – protocooperação 20 ) (FEPECS DF) O bacalhau (Gadhus morhua) é um peixe carnívoro predador de pequenos peixes e caranguejos. A figura a seguir mostra a variação na quantidade de bacalhau pescada anualmente em uma região costeira ao longo das décadas de 1980 e 1990. Na mesma figura também sãomostradas as variações do número aproximado de indivíduos das populações de caranguejo (Chionoecetes opilio) e de um mamífero carnívoro, a foca parda (Halichoerus grypu), na mesma região ao longo do mesmo período. Considere então as afirmativas a seguir: I. O aumento da população de focas levou ao decréscimo na população de bacalhau, porque ambos competiam por presas, os caranguejos. II. O decréscimo da população de bacalhau permitiu o aumento da população de caranguejos. III. A pesca crescente e depois constante do bacalhau reduziu a sua população. IV. O aumento da população de focas teve como conseqüência o aumento da população de caranguejos. V. O aumento da população de caranguejos permitiu o aumento A seqüência cronológica de eventos que relaciona de modo adequado os dados mostrados no gráfico é: a) I – II – IV; b) I – II – III – V; c) III – II – V; d) II – III – V; e) II – III – IV.
  17. 17. 21 - (UEG GO) Os parasitas são companheiros quase inevitáveis da existência animal organizada. Essa forma de vida foi adotada por vários organismos e apresenta algumas vantagens e desvantagens. Analise as afirmativas abaixo sobre o parasitismo. I. A principal vantagem do parasitismo é a reprodutiva, pois a quantidade de energia desprendida para a reprodução é muito grande, deixando um número elevado de descendentes. II. Os parasitas são organismos pouco evoluídos, pois não conseguem completar seu ciclo de vida sem a participação de hospedeiros. III. O parasita tem a vantagem de não estar exposto ás intempéries do meio ambiente, mas acaba exposto aos mecanismo de defesa do hospedeiro. Escolha a alternativa VERDADEIRA: a) Apenas a I está correta. b) Apenas a II está correta. c) I e III estão corretas. d) II e III estão corretas. e) Todas estão corretas. 22) 04 - (UEG GO) Os parasitas são companheiros quase inevitáveis da existência animal organizada. Essa forma de vida foi adotada por vários organismos e apresenta algumas vantagens e desvantagens. Analise as afirmativas abaixo sobre o parasitismo. I. A principal vantagem do parasitismo é a reprodutiva, pois a quantidade de energia desprendida para a reprodução é muito grande, deixando um número elevado de descendentes. II. Os parasitas são organismos pouco evoluídos, pois não conseguem completar seu ciclo de vida sem a participação de hospedeiros. III. O parasita tem a vantagem de não estar exposto ás intempéries do meio ambiente, mas acaba exposto aos mecanismo de defesa do hospedeiro. Escolha a alternativa VERDADEIRA: a) Apenas a I está correta. b) Apenas a II está correta. c) I e III estão corretas. d) II e III estão corretas. e) Todas estão corretas. 23 - (UFF RJ) As interações dos organismos de um ecossistema podem gerar associações harmônicas e desarmônicas. Uma associação onde seus membros são morfologicamente idênticos entre si, porém adaptados a tarefas distintas, constitui um exemplo de: a) comensalismo. b) colônia heterofílica. c) sociedade homofílica. d) colônia homofílica. e) sociedade haterofílica. 25 - (UFF RJ) Numere a coluna superior, relacionando-a com a inferior e marque a alternativa que contém a numeração na ordem correta. ( 1 ) relação harmônica
  18. 18. ( 2 ) relação desarmônica ( ) sociedade ( ) parasitismo ( ) antibiose ( ) competição ( ) simbiose ( ) predatismo ( ) forésia a) 1, 2, 2, 1, 1, 1, 1 b) 2, 1, 2, 1, 2, 1, 2 c) 1, 2, 1, 2, 1, 2, 2 d) 1, 2, 2, 2, 1, 2, 1 e) 2, 2, 2, 1, 2, 2, 1 26 42 - (FUVEST SP) Que tipo de interação biológica pode ser representada pelo gráfico? t e m p o a) predação b) protocooperação c) inquilinismo d) mutualismo e) comensalismo http://vestibular.brasilescola.com/arquivos/782bf48f54248b65391afd89ebd18d94.pdf 27) ENEM 2005 PROVA� - AMARELA. Diretores de uma grande indústria siderúrgica, para evitar o desmatamento e adequar a empresa às normas de proteção ambiental, resolveram mudar o combustível dos fornos da indústria. O carvão vegetal foi então substituído pelo carvão mineral. Entretanto, foram observadas alterações ecológicas graves em um riacho das imediações, tais como a morte dos peixes e dos vegetais ribeirinhos. Tal fato pode ser justificado em decorrência (A) da diminuição de resíduos orgânicos na água do riacho, reduzindo a demanda de oxigênio na água. (B) do aquecimento da água do riacho devido ao monóxido de carbono liberado na queima do carvão. (C) da formação de ácido clorídrico no riacho a partir de produtos da combustão na água, diminuindo o pH. (D) do acúmulo de elementos no riacho, tais como, ferro, derivados do novo combustível utilizado. (E) da formação de ácido sulfúrico no riacho a partir dos óxidos de enxofre liberados na combustão
  19. 19. 28) ENEM 2005 PROVA� - AMARELA Texto para as questões 17 e 18. Na investigação forense, utiliza-se luminol, uma substância que reage com o ferro presente na hemoglobina do sangue, produzindo luz que permite visualizar locais contaminados com pequenas quantidades de sangue, mesmo em superfícies lavadas. É proposto que, na reação do luminol (I) em meio alcalino, na presença de peróxido de hidrogênio (II) e de um metal de transição (Mn+), forma-se o composto 3-amino ftalato (III) que sofre uma relaxação dando origem ao produto final da reação (IV), com liberação de energia (hν) e de gás nitrogênio (N2). (Adaptado. Química Nova, 25, no 6, 2002. pp. 1003-1011.) * Dados: pesos moleculares: Luminol = 177 3-amino ftalato = 164 17 Na reação do luminol, está ocorrendo o fenômeno de (A) fluorescência, quando espécies excitadas por absorção de uma radiação eletromagnética relaxam liberando luz. (B) incandescência, um processo físico de emissão de luz que transforma energia elétrica em energia luminosa. (C) quimiluminescência, uma reação química que ocorre com liberação de energia eletromagnética na forma de luz. (D) fosforescência, em que átomos excitados pela radiação visível sofrem decaimento, emitindo fótons. (E) fusão nuclear a frio, através de reação química de hidrólise com liberação de energia. 29) ENEM 2005 PROVA� - AMARELA 27 As cobras estão entre os animais peçonhentos que mais causam acidentes no Brasil, principalmente na área rural. As cascavéis (Crotalus), apesar de extremamente venenosas, são cobras que, em relação a outras espécies, causam poucos acidentes a humanos. Isso se deve ao ruído de seu “chocalho”, que faz com que suas vítimas percebam sua presença e as evitem. Esses animais só atacam os seres humanos para sua defesa e se alimentam de pequenos roedores e aves. Apesar disso, elas têm sido caçadas continuamente, por serem facilmente detectadas. Ultimamente os cientistas observaram que essas cobras têm ficado mais silenciosas, o que passa a ser um problema, pois, se as pessoas não as percebem, aumentam os riscos de acidentes. A explicação darwinista para o fato de a cascavel estar ficando mais silenciosa é que (A) a necessidade de não ser descoberta e morta mudou seu comportamento. (B) as alterações no seu código genético surgiram para aperfeiçoá-la. (C) as mutações sucessivas foram acontecendo para que ela pudesse adaptar-se. (D) as variedades mais silenciosas foram selecionadas positivamente. (E) as variedades sofreram mutações para se adaptarem à presença de seres humanos. 30) ENEM 2005 PROVA� - AMARELA 29 Há quatro séculos alguns animais domésticos foram introduzidos na Ilha da Trindade como "reserva de alimento". Porcos e cabras soltos davam boa carne aos navegantes de passagem, cansados de tanto peixe no cardápio. Entretanto, as cabras consumiram toda a vegetação rasteira e ainda comeram a casca dos arbustos sobreviventes. Os porcos revolveram raízes e a terra na busca de semente. Depois de consumir todo o verde, de volta ao estado selvagem, os porcos passaram a devorar qualquer coisa: ovos de tartarugas, de aves marinhas, caranguejos e até
  20. 20. cabritos pequenos. Com base nos fatos acima, pode-se afirmar que (A) a introdução desses animais domésticos, trouxe, com o passar dos anos, o equilíbrio ecológico. (B) o ecossistema da Ilha da Trindade foi alterado, pois não houve uma interação equilibrada entre os seres vivos. (C) a principal alteração do ecossistema foi a presença dos homens, pois animais nunca geram desequilíbrios no ecossistema. (D) o desequilíbrio só apareceu quando os porcos começaram a comer os cabritos pequenos. (E) o aumento da biodiversidade, a longo prazo, foi favorecido pela introdução de mais dois tipos de animais na ilha. 31) ENEM 2005 PROVA� - AMARELA 30 Um estudo caracterizou 5 ambientes aquáticos, nomeados de A a E, em uma região, medindo parâmetros físicoquímicos de cada um deles, incluindo o pH nos ambientes. O Gráfico I representa os valores de pH dos 5 ambientes. Utilizando o gráfico II, que representa a distribuição estatística de espécies em diferentes faixas de pH, pode-se esperar um maior número de espécies no ambiente: Gráfico I Gráfico II (A) A. (B) B. (C) C. (D) D. (E) E. 31) ENEM 2005 PROVA� - AMARELA - 31 Os plásticos, por sua versatilidade e menor custo relativo, têm seu uso cada vez mais crescente. Da produção anual brasileira de cerca de 2,5 milhões de toneladas, 40% destinam-se à indústria de embalagens. Entretanto, este crescente aumento de produção e consumo resulta em lixo que só se reintegra ao ciclo natural ao longo de décadas ou mesmo de séculos. Para minimizar esse problema uma ação possível e adequada é (A) proibir a produção de plásticos e substituí-los por materiais renováveis como os metais. (B) incinerar o lixo de modo que o gás carbônico e outros produtos resultantes da combustão voltem aos ciclos naturais. (C) queimar o lixo para que os aditivos contidos na composição dos plásticos, tóxicos e não degradáveis sejam diluídos no ar. (D) estimular a produção de plásticos recicláveis para reduzir a demanda de matéria prima não renovável e o acúmulo de lixo. (E) reciclar o material para aumentar a qualidade do produto e facilitar a sua comercialização em larga escala. 32) ENEM 2005 PROVA� - AMARELA ENEM 2005 PROVA� - AMARELA – 35 Uma expedição de paleontólogos descobre em um determinado extrato geológico marinho uma nova espécie de animal fossilizado. No mesmo extrato,
  21. 21. foram encontrados artrópodes xifosuras e trilobitas, braquiópodos e peixes ostracodermos e placodermos. O esquema ao lado representa os períodos geológicos em que esses grupos viveram. Observando esse esquema os paleontólogos concluíram que o período geológico em que haviam encontrado essa nova espécie era o Devoniano, tendo ela uma idade estimada entre 405 milhões e 345 milhões de anos. Destes cinco grupos de animais que estavam associados à nova espécie, aquele que foi determinante para a definição do período geológico em que ela foi encontrada é (A) xifosura, grupo muito antigo, associado a outros animais. (B) trilobita, grupo típico da era Paleozóica. (C) braquiópodo, grupo de maior distribuição geológica. (D) ostracodermo, grupo de peixes que só aparece até o Devoniano. (E) placodermo, grupo que só existiu no Devoniano. 33) ENEM 2005 PROVA� - AMARELA ENEM 2005 PROVA� - AMARELA 36 Quando um reservatório de água é agredido ambientalmente por poluição de origem doméstica ou industrial, uma rápida providência é fundamental para diminuir os danos ecológicos. Como o monitoramento constante dessas águas demanda aparelhos caros e testes demorados, cientistas têm se utilizado de biodetectores, como peixes que são colocados em gaiolas dentro da água, podendo ser observados periodicamente. Para testar a resistência de três espécies de peixes, cientistas separaram dois grupos de cada espécie, cada um com cem peixes, totalizando seis grupos. Foi, então, adicionada a mesma quantidade de poluentes de origem doméstica e industrial, em separado. Durante o período de 24 horas, o número de indivíduos passou a ser contado de hora em hora. Os resultados são apresentados abaixo. Pelos resultados obtidos, a espécie de peixe mais indicada para ser utilizada como detectora de poluição, a fim de que
  22. 22. sejam tomadas providências imediatas, seria (A) a espécie I, pois sendo menos resistente à poluição, morreria mais rapidamente após a contaminação. (B) a espécie II, pois sendo a mais resistente, haveria mais tempo para testes. (C) a espécie III, pois como apresenta resistência diferente à poluição doméstica e industrial, propicia estudos posteriores. (D) as espécies I e III juntas, pois tendo resistência semelhante em relação à poluição permitem comparar resultados. (E) as espécies II e III juntas, pois como são pouco tolerantes à poluição, propiciam um rápido alerta. 34) ENEM 2005 PROVA� - AMARELA ENEM 2005 PROVA� - AMARELA 37 A Embrapa possui uma linhagem de soja transgênica resistente ao herbicida IMAZAPIR. A planta está passando por testes de segurança nutricional e ambiental, processo que exige cerca de três anos. Uma linhagem de soja transgênica requer a produção inicial de 200 plantas resistentes ao herbicida e destas são selecionadas as dez mais “estáveis”, com maior capacidade de gerar descendentes também resistentes. Esses descendentes são submetidos a doses de herbicida três vezes superiores às aplicadas nas lavouras convencionais. Em seguida, as cinco melhores são separadas e apenas uma delas é levada a testes de segurança. Os riscos ambientais da soja transgênica são pequenos, já que ela não tem possibilidade de cruzamento com outras plantas e o perigo de polinização cruzada com outro tipo de soja é de apenas 1%. A soja transgênica, segundo o texto, apresenta baixo risco ambiental porque (A) a resistência ao herbicida não é estável e assim não passa para as plantas-filhas. (B) as doses de herbicida aplicadas nas plantas são 3 vezes superiores às usuais. (C) a capacidade da linhagem de cruzar com espécies selvagens é inexistente. (D) a linhagem passou por testes nutricionais e após três anos foi aprovada. (E) a linhagem obtida foi testada rigorosamente em relação a sua segurança. 35) ENEM 2005 PROVA� - AMARELA ENEM 2005 PROVA� - AMARELA 41 Um fabricante afirma que um produto disponível comercialmente possui DNA vegetal, elemento que proporcionaria melhor hidratação dos cabelos. Sobre as características químicas dessa molécula essencial à vida, é correto afirmar que o DNA (A) de qualquer espécie serviria, já que têm a mesma composição. (B) de origem vegetal é diferente quimicamente dos demais pois possui clorofila. (C) das bactérias poderia causar mutações no couro cabeludo. (D) dos animais encontra-se sempre enovelado e é de difícil absorção. (E) de características básicas, assegura sua eficiência hidratante. 36) ENEM 2005 PROVA� - AMARELA ENEM 2005 PROVA� - AMARELA 43 A atividade pesqueira é antes de tudo extrativista, o que causa impactos ambientais. Muitas espécies já apresentam sério comprometimento em seus estoques e, para diminuir esse impacto, várias espécies vêm sendo cultivadas. No Brasil, o cultivo de algas, mexilhões, ostras, peixes e camarões, vem sendo realizado há alguns anos, com grande sucesso, graças ao estudo minucioso da biologia dessas espécies. Os crustáceos decápodes, por exemplo, apresentam durante seu desenvolvimento larvário, várias etapas com mudança radical de sua forma. Algumas das fases larvárias de crustáceos Não só a sua forma muda, mas também a sua alimentação e habitat. Isso faz com que os criadores estejam atentos a essas mudanças, porque a alimentação ministrada tem de mudar a cada fase. Se para o criador, essas mudanças são um problema para a espécie em questão, essa metamorfose apresenta uma
  23. 23. vantagem importante para sua sobrevivência, pois (A) aumenta a predação entre os indivíduos. (B) aumenta o ritmo de crescimento. (C) diminui a competição entre os indivíduos da mesma espécie. (D) diminui a quantidade de nichos ecológicos ocupados pela espécie. (E) mantém a uniformidade da espécie. 37) ENEM 2005 PROVA� - AMARELA ENEM 2005 PROVA� - AMARELA 44 Os transgênicos vêm ocupando parte da imprensa com opiniões ora favoráveis ora desfavoráveis. Um organismo ao receber material genético de outra espécie, ou modificado da mesma espécie, passa a apresentar novas características. Assim, por exemplo, já temos bactérias fabricando hormônios humanos, algodão colorido e cabras que produzem fatores de coagulação sangüínea humana. O belga René Magritte (1896 – 1967), um dos pintores surrealistas mais importantes, deixou obras enigmáticas. Caso você fosse escolher uma ilustração para um artigo sobre os transgênicos, qual das obras de Magritte, abaixo,estaria mais de acordo com esse tema tão polêmico? A B C D E (A) (B) (C) (D) (E) 38) ENEM 2005 PROVA� - AMARELA ENEM 2005 PROVA� - AMARELA 45 Caso os cientistas descobrissem alguma substância que impedisse a reprodução de todos os insetos, certamente nos livraríamos de várias doenças em que esses animais são vetores. Em compensação teríamos grandes problemas como a diminuição drástica de plantas que dependem dos insetos para polinização, que é o caso das (A) algas. (B) briófitas como os musgos. (C) pteridófitas como as samambaias. (D) gimnospermas como os pinheiros. (E) angiospermas como as árvores frutíferas. 39)ENEM 2005 PROVA� - AMARELA 47 Em uma área observa-se o seguinte regime pluviométrico:
  24. 24. Os anfíbios são seres que podem ocupar tanto ambientes aquáticos quanto terrestres. Entretanto, há espécies de anfíbios que passam todo o tempo na terra ou então na água. Apesar disso, a maioria das espécies terrestres depende de água para se reproduzir e o faz quando essa existe em abundância. Os meses do ano em que, nessa área, esses anfíbios terrestres poderiam se reproduzir mais eficientemente são de (A) setembro a dezembro. (B) novembro a fevereiro. (C) janeiro a abril. (D) março a julho. (E) maio a agosto. 40) ENEM 2005 PROVA� - AMARELA 48 Moradores de três cidades, aqui chamadas de X, Y e Z, foram indagados quanto aos tipos de poluição que mais afligiam as suas áreas urbanas. Nos gráficos abaixo estão representadas as porcentagens de reclamações sobre cada tipo de poluição ambiental Considerando a queixa principal dos cidadãos de cada cidade, a primeira medida de combate à poluição em cada uma delas seria, respectivamente:
  25. 25. resposta e 41) ENEM 2005 PROVA� - AMARELA 49 Foram publicados recentemente trabalhos relatando o uso de fungos como controle biológico de mosquitos transmissores da malária. Observou-se o percentual de sobrevivência dos mosquitos Anopheles sp. Após exposição ou não a superfícies cobertas com fungos sabidamente pesticidas, ao longo de duas semanas. Os dados obtidos estão presentes no gráfico ao lado. No grupo exposto aos fungos, o período em que houve 50% de sobrevivência ocorreu entre os dias (A) 2 e 4. (B) 4 e 6. (C) 6 e 8. (D) 8 e 10. (E) 10 e 12. 42) ENEM 2005 PROVA� - AMARELA51 Entre 1975 e 1999, apenas 15 novos produtos foram desenvolvidos para o tratamento da tuberculose e de doenças tropicais, as chamadas doenças negligenciadas. No mesmo período, 179 novas drogas surgiram para atender portadores de doenças cardiovasculares. Desde 2003, um grande programa articula esforços em pesquisa e desenvolvimento tecnológico de instituições científicas, governamentais e privadas de vários países para reverter esse quadro de modo duradouro e profissional. Sobre as doenças negligenciadas e o programa internacional, considere as seguintes afirmativas: I- As doenças negligenciadas, típicas das regiões subdesenvolvidas do planeta, são geralmente associadas à subnutrição e à falta de saneamento básico. II- As pesquisas sobre as doenças negligenciadas não interessam à indústria farmacêutica porque atingem países em desenvolvimento sendo economicamente pouco atrativas.
  26. 26. III- O programa de combate às doenças negligenciadas endêmicas não interessa ao Brasil porque atende a uma parcela muito pequena da população. Está correto apenas o que se afirma em: (A) I. (B) II. (C) III. (D) I e II. (E) II e III. 43) ENEM 2005 PROVA� – AMARELA 54 Pesquisas recentes estimam o seguinte perfil da concentração de oxigênio (O2) atmosférico ao longo da história evolutiva da Terra: No período Carbonífero entre aproximadamente 350 e 300 milhões de anos, houve uma ampla ocorrência de animais gigantes, como por exemplo insetos voadores de 45 centímetros e anfíbios de até 2 metros de comprimento. No entanto, grande parte da vida na Terra foi extinta há cerca de 250 milhões de anos, durante o período Permiano. Sabendo-se que o O2 é um gás extremamente importante para os processos de obtenção de energia em sistemas biológicos, conclui-se que (A) a concentração de nitrogênio atmosférico se manteve constante nos últimos 400 milhões de anos, possibilitando o surgimento de animais gigantes. (B) a produção de energia dos organismos fotossintéticos causou a extinção em massa no período Permiano por aumentar a concentração de oxigênio atmosférico. (C) o surgimento de animais gigantes pode ser explicado pelo aumento de concentração de oxigênio atmosférico, o que possibilitou uma maior absorção de oxigênio por esses animais. (D) o aumento da concentração de gás carbônico (CO2) atmosférico no período Carbonífero causou mutações que permitiram o aparecimento de animais gigantes. (E) a redução da concentração de oxigênio atmosférico no período Permiano permitiu um aumento da biodiversidade terrestre por meio da indução de processos de obtenção de energia. 44) ENEM 2009 PROVA AZUL -4 Em um experimento, preparou-se um conjunto de plantas por técnica de clonagem a partir de uma planta original que apresentava folhas verdes. Esse conjunto foi dividido em dois grupos, que foram tratados de maneira idêntica, com exceção das condições de iluminação, sendo um grupo exposto a ciclos de iluminação solar natural e outro mantido no escuro. Após alguns dias, observou-se que o grupo exposto à luz apresentava folhas verdes como a planta original e o grupo cultivado no escuro apresentava folhas amareladas. Ao final do experimento, os dois grupos de plantas apresentaram A )os genótipos e os fenótipos idênticos. B) os genótipos idênticos e os fenótipos diferentes. C) diferenças nos genótipos e fenótipos. D )o mesmo fenótipo e apenas dois genótipos diferentes. E) o mesmo fenótipo e grande variedade de genótipos 45) ENEM 2009 PROVA AZUL -6 O ciclo biogeoquímico do carbono compreende diversos compartimentos, entre os quais a Terra, a atmosfera e os oceanos, e diversos processos que permitem a transferência de compostos entre esses reservatórios. Os estoques de carbono armazenados na forma de recursos não renováveis, por exemplo, o petróleo, são limitados, sendo de grande relevância que se perceba a importância da substituição de combustíveis fósseis por combustíveis de fontes renováveis. A) utilização de combustíveis fósseis interfere no ciclo do carbono, pois provoca A aumento da porcentagem de carbono contido na Terra. B) redução na taxa de fotossíntese dos vegetais superiores. C) aumento da produção de carboidratos de origem vegetal.
  27. 27. D) aumento na quantidade de carbono presente na atmosfera. E )redução da quantidade global de carbono armazenado nos oceanos. 46) ENEM 2009 PROVA AZUL Questão 7 Um novo método para produzir insulina artificial que utiliza tecnologia de DNA recombinante foi desenvolvido por pesquisadores do Departamento de Biologia Celular da Universidade de Brasília (UnB) em parceria com a iniciativa privada. Os pesquisadores modificaram geneticamente a bactéria Escherichia coli para torná-la capaz de sintetizar o hormônio. O processo permitiu fabricar insulina em maior quantidade e em apenas 30 dias, um terço do tempo necessário para obtê-la pelo método tradicional, que consiste na extração do hormônio a partir do pâncreas de animais abatidos. Ciência Hoje, 24 abr. 2001. Disponível em: http://cienciahoje.uol.com.br (adaptado). A produção de insulina pela técnica do DNA recombinante tem, como consequência, A ) o aperfeiçoamento do processo de extração de insulina a partir do pâncreas suíno. B) a seleção de microrganismos resistentes a antibióticos. C) o progresso na técnica da síntese química de hormônios. D ) impacto favorável na saúde de indivíduos diabéticos. E) a criação de animais transgênicos. 47) ENEM 2009 PROVA AZUL Questão 9 As mudanças climáticas e da vegetação ocorridas nos trópicos da América do Sul têm sido bem documentadas por diversos autores, existindo um grande acúmulo de evidências geológicas ou paleoclimatológicas que evidenciam essas mudanças ocorridas durante o Quaternário nessa região. Essas mudanças resultaram em restrição da distribuição das florestas pluviais, com expansões concomitantes de habitats não-florestais durante períodos áridos (glaciais), seguido da expansão das florestas pluviais e restrição das áreas não-florestais durante períodos úmidos (interglaciais). Disponível em: http://zoo.bio.ufpr.br. Acesso em: 1 maio 2009. Durante os períodos glaciais, A) as áreas não-florestais ficam restritas a refúgios ecológicos devido à baixa adaptabilidade de espécies não- florestais a ambientes áridos. B) grande parte da diversidade de espécies vegetais é reduzida, uma vez que necessitam de condições semelhantes a dos períodos interglaciais. C) a vegetação comum ao cerrado deve ter se limitado a uma pequena região do centro do Brasil, da qual se expandiu até atingir a atual distribuição. D ) plantas com adaptações ao clima árido, como o desenvolvimento de estruturas que reduzem a perda de água, devem apresentar maior área de distribuição. E) florestas tropicais como a amazônica apresentam distribuição geográfica mais ampla, uma vez que são densas e diminuem a ação da radiação solar sobre o solo e reduzem os efeitos da aridez. 48) ENEM 2009 PROVA AZUL Questão 10 Para que todos os órgãos do corpo humano funcionem em boas condições, é necessário que a temperatura do corpo fique sempre entre 36 ºC e 37 ºC. Para manter-se dentro dessa faixa, em dias de muito calor ou durante intensos exercícios físicos, uma série de mecanismos fisiológicos é acionada. Pode-se citar como o principal responsável pela manutenção da temperatura corporal humana o sistema A) digestório, pois produz enzimas que atuam na quebra de alimentos calóricos. B) imunológico, pois suas células agem no sangue, diminuindo a condução do calor. C) nervoso, pois promove a sudorese, que permite perda de calor por meio da evaporação da água. D) reprodutor, pois secreta hormônios que alteram a temperatura, principalmente durante a menopausa. E) endócrino, pois fabrica anticorpos que, por sua vez , atuam na variação do diâmetro dos vasos periféricos. 49) ENEM 2009 PROVA AZUL Questão 10 A fotossíntese é importante para a vida na Terra. Nos cloroplastos dos organismos fotossintetizantes, a energia solar é convertida em energia química que, juntamente com água e gás carbônico (CO2), é utilizada para a síntese de compostos orgânicos (carboidratos). A fotossíntese é o único processo de importância biológica capaz de realizar essa conversão. Todos os organismos, incluindo os produtores, aproveitam a energia armazenada nos carboidratos para impulsionar os processos celulares, liberando CO2 para a atmosfera e água para a célula por meio da respiração celular. Além disso, grande fração dos recursos energéticos do planeta, produzidos tanto no presente (biomassa) como em tempos remotos (combustível fóssil), é resultante da atividade fotossintética. As informações sobre obtenção e transformação dos recursos naturais por meio dos processos vitais de fotossíntese e respiração, descritas no texto, permitem concluir que A) o CO2 e a água são moléculas de alto teor energético.
  28. 28. B) os carboidratos convertem energia solar em energia química. C) a vida na Terra depende, em última análise, da energia proveniente do Sol. D )o processo respiratório é responsável pela retirada de carbono da atmosfera. E) a produção de biomassa e de combustível fóssil, por si, é responsável pelo aumento de CO2 atmosférico. 50) ENEM 2009 PROVA AZUL Questão 25 Os planos de controle e erradicação de doenças em animais envolvem ações de profilaxia e dependem em grande medida da correta utilização e interpretação de testes diagnósticos. O quadro mostra um exemplo hipotético de aplicação de um teste diagnóstico. . Considerando que, no teste diagnóstico, a sensibilidade é a probabilidade de um animal infectado ser classificado como positivo e a especificidade é a probabilidade de um animal não infectado ter resultado negativo, a interpretação do quadro permite inferir que . A )a especificidade aponta um número de 5 falsos positivos. B )o teste, a cada 100 indivíduos infectados, classificaria 90 como positivos. C) o teste classificaria 96 como positivos em cada 100 indivíduos não infectados. D) ações de profilaxia são medidas adotadas para o tratamento de falsos positivos. E) testes de alta sensibilidade resultam em maior número de animais falsos negativos comparado a um teste de baixa sensibilidade 51) ENEM 2009 PROVA AZUL Questão 28 Uma pesquisadora deseja reflorestar uma área de mata ciliar quase que totalmente desmatada. Essa formação vegetal é um tipo de floresta muito comum nas margens de rios dos cerrados no Brasil central e, em seu clímax, possui vegetação arbórea perene e apresenta dossel fechado, com pouca incidência luminosa no solo e nas plântulas. Sabe-se que a incidência de luz, a disponibilidade de nutrientes e a umidade do solo são os principais fatores do meio ambiente físico que influenciam no desenvolvimento da planta. Para testar unicamente os efeitos da variação de luz, a pesquisadora analisou, em casas de vegetação com condições controladas, o desenvolvimento de plantas de 10 espécies nativas da região desmatada sob quatro condições de luminosidade: uma sob sol pleno e as demais em diferentes níveis de sombreamento. Para cada tratamento experimental, a pesquisadora relatou se o desenvolvimento da planta foi bom, razoável ou ruim, de acordo com critérios específicos. Os resultados obtidos foram os seguintes: Para o reflorestamento da região desmatada, A) a espécie 8 é mais indicada que a 1, uma vez que aquela possui melhor adaptação a regiões com maior incidência de luz. B) recomenda-se a utilização de espécies pioneiras, isto é, aquelas que suportam alta incidência de luz, como as espécies 2, 3 e 5. C) sugere-se o uso de espécies exóticas, pois somente essas podem suportar a alta incidência luminosa característica de regiões desmatadas. D) espécies de comunidade clímax, como as 4 e 7, são as mais indicadas, uma vez que possuem boa capacidade de aclimatação a diferentes ambientes.
  29. 29. E) é recomendado o uso de espécies com melhor desenvolvimento à sombra, como as plantas das espécies 4, 6, 7, 9 e 10, pois essa floresta, mesmo no estágio de degradação referido, possui dossel fechado, o que impede a entrada de luz. . 52) ENEM 2009 PROVA AZUL Questão 33 Os ratos Peromyscus polionotus encontram-se distribuídos em ampla região na América do Norte. A pelagem de ratos dessa espécie varia do marrom claro até o escuro, sendo que os ratos de uma mesma população têm coloração muito semelhante. Em geral, a coloração da pelagem também é muito parecida à cor do solo da região em que se encontram, que também apresenta a mesma variação de cor, distribuída ao longo de um gradiente sul-norte. Na figura, encontram-se representadas sete diferentes populações de P. polionotus. Cada população é representada pela pelagem do rato, por uma amostra de solo e por sua posição geográfica no mapa. MULLEN, L. M.; HOEKSTRA, H. E. Natural selection along an environmental gradient: a classic cline in mouse pigmentation. Evolution, 2008. O mecanismo evolutivo envolvido na associação entre cores de pelagem e de substrato é A ) a alimentação, pois pigmentos de terra são absorvidos e alteram a cor da pelagem dos roedores. B) o fluxo gênico entre as diferentes populações, que mantém constante a grande diversidade interpopulacional. C) a seleção natural, que, nesse caso, poderia ser entendida como a sobrevivência diferenciada de indivíduos com características distintas. D) a mutação genética, que, em certos ambientes, como os de solo mais escuro, têm maior ocorrência e capacidade de alterar significativamente a cor da pelagem dos animais. E) a herança de caracteres adquiridos, capacidade de ... FALTA UM PEDAÇO 53) ENEM 2009 PROVA AZUL Questão 34 O lixo orgânico de casa – constituído de restos de verduras, frutas, legumes, cascas de ovo, aparas de grama, entre outros –, se for depositado nos lixões, pode contribuir para o aparecimento de animais e de odores indesejáveis. Entretanto, sua reciclagem gera um excelente adubo orgânico, que pode ser usado no cultivo de hortaliças, frutíferas e plantas ornamentais. A produção do adubo ou composto orgânico se dá por meio da compostagem, um processo simples que requer alguns cuidados especiais. O material que é acumulado diariamente em recipientes próprios deve ser revirado com auxílio de ferramentas adequadas, semanalmente, de forma a homogeneizá-lo. É preciso também umedecê-lo periodicamente. O material de restos de capina pode ser intercalado entre uma camada e outra de lixo da cozinha. Por meio desse método, o adubo orgânico estará pronto em aproximadamente dois a três meses. Como usar o lixo orgânico em casa? Ciência Hoje, v. 42, jun. 2008 (adaptado).
  30. 30. Suponha que uma pessoa, desejosa de fazer seu próprio adubo orgânico, tenha seguido o procedimento descrito no texto, exceto no que se refere ao umedecimento periódico do composto. Nessa situação, A )o processo de compostagem iria produzir intenso mau cheiro. B) o adubo formado seria pobre em matéria orgânica que não foi transformada em composto. C) a falta de água no composto vai impedir que microrganismos decomponham a matéria orgânica. D) a falta de água no composto iria elevar a temperatura da mistura, o que resultaria na perda de nutrientes essenciais. E) apenas microrganismos que independem de oxigênio poderiam agir sobre a matéria orgânica e transformá-la em adubo. 54) ENEM 2009 PROVA AZUL Questão 42 O cultivo de camarões de água salgada vem se desenvolvendo muito nos últimos anos na região Nordeste do Brasil e, em algumas localidades, passou a ser a principal atividade econômica. Uma das grandes preocupações dos impactos negativos dessa atividade está relacionada à descarga, sem nenhum tipo de tratamento, dos efluentes dos viveiros diretamente no ambiente marinho, em estuários ou em manguezais. Esses efluentes possuem matéria orgânica particulada e dissolvida, amônia, nitrito, nitrato, fosfatos, partículas de sólidos em suspensão e outras substâncias que podem ser consideradas contaminantes potenciais. CASTRO, C. B.; ARAGÃO, J. S.; COSTA-LOTUFO, L. V. Monitoramento da toxicidade de efluentes de uma fazenda de cultivo de camarão marinho. Anais do IX Congresso Brasileiro de Ecotoxicologia, 2006 (adaptado). Suponha que tenha sido construída uma fazenda de carcinicultura próximo a um manguezal. Entre as perturbações ambientais causadas pela fazenda, espera-se que A) a atividade microbiana se torne responsável pela reciclagem do fósforo orgânico excedente no ambiente marinho. B ) a relativa instabilidade das condições marinhas torne as alterações de fatores físico-químicos pouco críticas à vida no mar. C ) a amônia excedente seja convertida em nitrito, por meio do processo de nitrificação, e em nitrato, formado como produto intermediário desse processo. D) os efluentes promovam o crescimento excessivo de plantas aquáticas devido à alta diversidade de espécies vegetais permanentes no manguezal. E ) o impedimento da penetração da luz pelas partículas em suspensão venha a comprometer a produtividade primária do ambiente marinho, que resulta da atividade metabólica do fitoplâncton. 55) ENEM 2009 PROVA AZUL - Questão 54 Os Yanomami constituem uma sociedade indígena do norte da Amazônia e formam um amplo conjunto linguístico e cultural. Para os Yanomami, urihi, a “terrafloresta”, não é um mero cenário inerte, objeto de exploração econômica, e sim uma entidade viva, animada por uma dinâmica de trocas entre os diversos seres que a povoam. A floresta possui um sopro vital, wixia, que é muito longo. Se não a desmatarmos, ela não morrerá. Ela não se decompõe, isto é, não se desfaz. É graças ao seu sopro úmido que as plantas crescem. A floresta não está morta pois,se fosse assim, as florestas não teriam folhas. Tampouco se veria água. Segundo os Yanomami, se os brancos os fizerem desaparecer para desmatá-la e morar no seu lugar, ficarão pobres e acabarão tendo fome e sede. ALBERT, B. Yanomami, o espírito da floresta. Almanaque Brasil Socioambiental. São Paulo: ISA, 2007 (adaptado). De acordo com o texto, os Yanomami acreditam que A) a floresta não possui organismos decompositores. B )o potencial econômico da floresta deve ser explorado. C) o homem branco convive harmonicamente com urihi. D) as folhas e a água são menos importantes para a floresta que seu sopro vital. E) Wixia é a capacidade que tem a floresta (faltou um pedaço) 55) ENEM 2009 PROVA AZUL Questão 88 À medida que a demanda por água aumenta, as reservas desse recurso vão se tornando imprevisíveis. Modelos matemáticos que analisam os efeitos das mudanças climáticas sobre a disponibilidade de água no futuro indicam que haverá escassez em muitas regiões do planeta. São esperadas mudanças nos padrões de precipitação, pois : A )o maior aquecimento implica menor formação de nuvens e, consequentemente, a eliminação de áreas úmidas e subúmidas do globo. B)as chuvas frontais ficarão restritas ao tempo de permanência da frente em uma determinada localidade, o que limitará a produtividade das atividades agrícolas. C) as modificações decorrentes do aumento da temperatura do ar diminuirão a umidade e, portanto, aumentarão a aridez em todo o planeta.
  31. 31. D) a elevação do nível dos mares pelo derretimento das geleiras acarretará redução na ocorrência de chuvas nos continentes, o que implicará a escassez de água para abastecimento. E )a origem da chuva está diretamente relacionada com a temperatura do ar, sendo que atividades antropogênicas são capazes de provocar interferências em escala local e global.

×