Revisão de Biologia #01 - Enem 2015

3.749 visualizações

Publicada em

Uma grande revisão de biologia para a prova do ENEM. Contém imagens, textos e questões.
Nessa parte #01: Biologia celular, mutações, genética, ácidos nucleicos, ciclo celular e vírus.
Bons estudos.

Publicada em: Educação
1 comentário
22 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.749
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
701
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
642
Comentários
1
Gostaram
22
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revisão de Biologia #01 - Enem 2015

  1. 1. Ciências Naturais e Suas Tecnologias Revisão #01
  2. 2. Vírus Estudo aponta que vírus são seres vivos Novo estudo da Universidade de Illinois, que traçou a história evolutiva dos vírus, mostra evidências de que sim, eles são seres vivos. Foram analisadas "dobras" de mais de 5 mil organismos, entre eles, 3,5 mil vírus. Essas dobras são estruturas de proteína que ficam inscritas no genoma de células quaisquer e dos próprios vírus. Resultado: 442 dobras são comuns entre vírus e células, e apenas 66 são exclusivas dos vírus. Isso quer dizer que, evolutivamente, os vírus compartilhavam material genético com as células, mas em algum momento se tornaram entidades diferentes. • Vírus não possuem metabolismo próprio • Possuem alta taxa reprodutiva, promovendo mutações • São incapazes de se reproduzir fora de células hospedeiras • Não possuem organelas Características e estrutura dos Vírus Glicoproteínas (da célula hospedeira) Membrana lipídica (da célula hospedeira) Material Genético (DNA ou RNA) Capsídeo proteico Matriz gelatinosa Transcriptase reversa Enzima que promove a codificação de DNA a partir do RNA viral. Característico dos retrovírus como o HIV, causador da AIDS. Principais viroses: Resfriado; Caxumba; Gripe; Raiva; Rubéola; Sarampo; Hepatites; Dengue; Poliomielite; Ebola; Febre amarela; Varicela ou Catapora; Varíola; Meningite viral; Mononucleose; Herpes; Condiloma (HPV) Hantavirose; AIDS; Chicungunya; ᔥ Superinteressante
  3. 3. Vírus Até 10 de fevereiro de 2015, o ebola já infectou um total de 23.034 pacientes, resultando em 9.268 mortes. A OMS afirma que o número de casos é provavelmente muito maior do que o oficialmente reportado. Isso se deve a resistência por parte da comunidade em informar sobre os casos e também a falta de pessoal e equipamento suficiente. África tem maior epidemia de ebola já registrada Doença mata até 90% das pessoas contaminadas. Hábitos tradicionais estão entre fatores que contribuem para disseminação. ᔥ G1 / Wikipédia TRANSMISSÃO • Contraído via humanos e animais • Contato com sangue, secreções e outros fluidos corporais • Presença em ambientes com o vírus • Proximidade com vítimas TRATAMENTO • Não há medicação específica • OMS avalia remédios e vacinas Casos de Aids entre jovens aumentam mais de 50% em 6 anos no Brasil Jovens têm mais parceiros e se protegem menos. Nos Estados Unidos, médicos desenvolvem comprimido que previne contaminação em até 92%. O aumento é de mais de 50% em seis anos. “O principal motivo é o comportamento sexual dos jovens. Eles acham que ninguém mais morre de Aids hoje, e que se pegar o vírus é só tomar o remédio que acabou e que está tudo bem. Está tudo bem, não”. alerta Dráuzio Varella. ᔥ Fantástico COMO SE PEGA AIDS: • Sexo sem camisinha - vaginal, anal ou oral • De mãe infectada para o filho durante a gestação, o parto ou a amamentação (transmissão vertical) • Compartilhamento de agulhas e seringas com pessoas infectadas • Transfusão de sangue contaminado COMO NÃO SE PEGA • Beijo, mesmo na boca, abraço • Lágrimas, suor, roupas • Usar mesmo copo, talher ou piscina
  4. 4. Vírus Além da dengue, o Aedes aegypti transmite: • Febre amarela; • Chicungunya; • Zicavírus. A melhor forma de se evitar a dengue é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor da doença. Epidemia de dengue afeta uma a cada quatro cidades do país O parâmetro adotado pela OMS (Organização Mundial de Saúde) para caracterizar a epidemia é quando a incidência de dengue supera 300 casos por 100 mil habitantes. “As ferramentas hoje disponíveis são de eficácia limitada. Só temos o combate ao vetor. Isso torna a situação desafiadora. Se é difícil fazer o controle onde há boa estrutura, imagina num cenário em que não tem rede de água ou coleta regular de lixo.” O topo do ranking de incidência de dengue é ocupado por cidades de pequeno e médio porte. A principal é São João do Cauiá, no Paraná, que tem 6.044 habitantes - lá, é como se uma em cada cinco pessoas tivesse sido contaminada pelo Aedes aegypti. ᔥ Folha on-line Entenda a dengue: • O vírus da dengue é um é um vírus de RNA • Inclui quatro tipos imunológicos: DEN-1, DEN- 2, DEN-3 e DEN-4. • A infecção por um deles dá proteção permanente para o mesmo sorotipo e imunidade parcial e temporária contra os outros três. • A dengue hemorrágica pode ocorrer na contaminação por qualquer sorotipo, mas aumenta-se a chance em uma contaminação pela segunda vez por sorotipos diferentes. Arbovírus da dengue
  5. 5. (Enem 2009) Estima-se que haja atualmente no mundo 40 milhões de pessoas infectadas pelo HIV (o vírus que causa a AIDS), sendo que as taxas de novas infecções continuam crescendo, principalmente na África, Ásia e Rússia. Nesse cenário de pandemia, uma vacina contra o HIV teria imenso impacto, pois salvaria milhões de vidas. Certamente seria um marco na história planetária e também uma esperança para as populações carentes de tratamento antiviral e de acompanhamento médico. TANURI, A.; FERREIRA JUNIOR, O. C. Vacina contra Aids: desafios e esperanças. Ciência Hoje (44) 26, 2009 (adaptado). Uma vacina eficiente contra o HIV deveria a) induzir a imunidade, para proteger o organismo da contaminação viral. b) ser capaz de alterar o genoma do organismo portador, induzindo a síntese de enzimas protetoras. c) produzir antígenos capazes de se ligarem ao vírus, impedindo que este entre nas células do organismo humano. d) ser amplamente aplicada em animais, visto que esses são os principais transmissores do vírus para os seres humanos. e) estimular a imunidade, minimizando a transmissão do vírus por gotículas de saliva. Resolva
  6. 6. Ác. Nucleicos, Ciclo celular, Mutações, Genética Angelina Jolie faz cirurgia para retirar ovários por medo de câncer Há dois anos, ela realizou uma dupla mastectomia também preventiva. Em um artigo publicado no jornal "New York Times", a atriz, que perdeu a mãe, Marcheline Bertrand, a avó e uma tia para o câncer, explica os motivos da decisão. Angelina Jolie afirma que tem uma mutação no gene BRCA1 que representa um risco de 87% de desenvolver câncer de mama e 50% de sofrer câncer de ovário. "Sei que meus filhos nunca terão que dizer: 'Mamãe morreu de câncer de ovário'", completa no artigo a atriz de Hollywood, que tem seis filhos, três biológicos e três adotados. "Agora estou na menopausa. Não serei capaz de ter mais filhos, e espero algumas mudanças físicas. Mas eu me sinto à vontade com o que virá, não porque eu sou forte, mas porque esta é uma parte da vida. Não é nada a ser temido." ᔥ G1 Em um câncer hereditário, o defeito genético está presente nos cromossomos de um dos pais (ou em ambos) e é transmitido para o zigoto. Por outro lado, as alterações genéticas que causam a maioria dos cânceres originam no DNA das células somáticas durante a vida da pessoa afetada. Por causa dessas alterações genéticas, as células cancerosas se proliferam incontrolavelmente, produzindo tumores malignos que invadem os tecidos saudáveis próximos às células tumorais. Durante o tempo em que o tumor permanece localizado, a doença pode ser tratada com drogas específicas ou curada por remoção cirúrgica do tumor. Entretanto, os tumores malignos tendem a se disseminarem, cujo processo é conhecido por metástase, onde grupos de células cancerosas “escapam” da massa tumoral e atingem a circulação sanguínea ou linfática, e se espalham para outros tecidos e órgãos, criando tumores secundários. A remoção cirúrgica desses tumores metastáticos é extremamente difícil, muitas vezes sem sucesso. ᔥ Portal Educação FIGURA A - Células normais danificadas de modo irreversível são eliminadas através de um mecanismo conhecido como apoptose. FIGURA B - Células cancerígenas evitam a apoptose e continuam a multiplicar-se de maneira desregulada. ᔥ Wikipédia
  7. 7. Ácidos nucleicos Nobel de Química vai para trio que estudou reparo da molécula de DNA Descobertas ajudaram a entender o surgimento de alguns tipos de câncer, como o de cólon O sueco Tomas Lindahl, o americano Paul Modrich e o turco-americano Aziz Sancar foram anunciados como os vencedores do Prêmio Nobel de Química de 2015 por suas pesquisas sobre o mecanismo de reparação do DNA, o que pode conduzir a novos tratamentos contra o câncer. Lindahl, 77, havia estabelecido no início dos anos 1970 que, ao ritmo de degradação do DNA, o mundo e a vida na Terra tal como os conhecemos não poderiam existir. Em consequência, deduziu que o DNA deveria ter necessariamente um meio de reparação. E ele descobriu um mecanismo molecular, chamado de “reparação por cisão de base”, que obstrui permanentemente a degradação do nosso DNA. Sancar, 69, “cartografou” outro processo de defesa contra os ataques, chamado de “reparação por cisão de nucleotídeos”, ou NER, crucial para preservar nosso patrimônio genético. Por último, Modrich, nascido em 1946, demonstrou como a célula corrige os erros produzidos na replicação do DNA durante a divisão celular. As deficiências desse processo de correção são, por exemplo, responsáveis por uma variedade de câncer de cólon hereditário. ᔥ O Tempo DNA e RNA No DNA, as bases nitrogenadas que formam os nucleotídeos se encaixam umas às outras na correlação A = T e C ≡ G por meio de pontes de hidrogênio. (A + G) + (C + T) = 100% (Bases Púricas) + (Bases Pirimídicas) = 100%
  8. 8. Ácidos nucleicos DNA RNA Proteína Transcrição Tradução Duplicação ou replicação 2x • A duplicação do DNA ocorre de maneira semiconservativa, sempre no sentido 5’ → 3’. Erros na duplicação promove formação de células mutantes, que podem não trazer maiores problemas ao organismo; • A transcrição ocorre dentro do núcleo. Ela nada mais é do que a cópia de um gene (trecho de DNA que determina uma proteína). Mutações nessa etapa não causam grandes problemas: geram proteínas defeituosas. • A tradução depende de RNAm, RNAt e RNAr. Converte uma fita de ácido nucleico em uma de aminoácidos (estruturantes de proteínas).
  9. 9. (Enem 2005) Um fabricante afirma que um produto disponível comercialmente possui DNA vegetal, elemento que proporcionaria melhor hidratação dos cabelos. Sobre as características químicas dessa molécula essencial à vida, é correto afirmar que o DNA a) de qualquer espécie serviria, já que têm a mesma composição. b) de origem vegetal é diferente quimicamente dos demais, pois possui clorofila. c) das bactérias poderia causar mutações no couro cabeludo. d) dos animais encontra-se sempre enovelado e é de difícil absorção. e) de características básicas assegura sua eficiência hidratante. Resolva (Enem 2009) A figura seguinte representa um modelo de transmissão da informação genética nos sistemas biológicos. No fim do processo, que inclui a replicação, a transcrição e a tradução, há três formas proteicas diferentes denominadas a, b e c. Depreende-se do modelo que a) a única molécula que participa da produção de proteínas é o DNA. b) o fluxo de informação genética, nos sistemas biológicos, é unidirecional. c) as fontes de informação ativas durante o processo de transcrição são as proteínas. d) é possível obter diferentes variantes proteicas a partir de um mesmo produto de transcrição. e) a molécula de DNA possui forma circular e as demais moléculas possuem forma de fita simples linearizadas.
  10. 10. Ácidos nucleicos Exame de DNA revela que Cristiano Araújo não é pai de menino de 13 anos COMO É FEITO O “TESTE DE DNA”: • O material nuclear dos indivíduos do teste é coletado e fragmentado com enzimas de restrição; • Fragmentos do DNA são colocados em poços de gel de agarose por onde passa uma corrente elétrica; • Fragmentos menores de DNA se deslocam mais rapidamente que os maiores; • Com uso de corantes é possível evidenciar bandas (fragmentos de DNA), que devem ser compatíveis geneticamente com aparentados. Quase dois meses após a morte de Cristiano Araújo, o nome do cantor continua em evidência. Pouco tempo depois do trágico acidente de carro que vitimou o sertanejo e a namorada, Allana Moraes, de 19 anos, Sara Nellye veio a público dizer que ele poderia ser pai de seu filho, Guilherme, de 13 anos. A mãe de Thiago - homem que sempre foi considerado pai do adolescente e também é falecido - pediu um teste de DNA e o resultado foi mostrado na última terça-feira (18), no programa "A Tarde é Sua", da RedeTV!. O exame revelou que Cristiano não é o pai do menino, e sim, Thiago. ᔥ Pure People Aparelho de eletroforese evidenciando o deslocamento de bandas em gel de agarose. Como analisar: • Em uma pessoa, metade das bandas deve corresponder com a mãe, a outra metade, com o pai. • Excetuando-se as bandas correspondentes com a mãe, qualquer banda não correspondida com o suposto pai, indica falsa paternidade biológica. • Irmãos não gêmeos possuem 50% de suas bandas correspondentes. O mesmo para gêmeos fraternos (dizigóticos). • Gêmeos idênticos possuem 100% de suas bandas correspondentes entre si.
  11. 11. (Enem 2013) Cinco casais alegavam ser os pais de um bebê. A confirmação da paternidade foi obtida pelo exame de DNA. O resultado do teste está esquematizado na figura, em que cada casal apresenta um padrão com duas bandas de DNA (faixas, uma para cada suposto pai e outra para a suposta mãe), comparadas à do bebê. Que casal pode ser considerado como pais biológicos do bebê? a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 5 Resolva
  12. 12. Ciclo celular Nas células que se dividem ativamente, a interfase é seguida da mitose, culminando na citocinese. Sabe-se que a passagem de uma fase para outra é controlada por fatores de regulação - de modo geral proteicos – que atuam nos chamados pontos de checagem do ciclo celular. Dentre essas proteínas, se destacam as ciclinas, que controlam a passagem da fase G1 para a fase S e da G2 para a mitose. Células neoplásicas perdem a capacidade de checagem e aceleram suas fases G1 e G2, formando células defeituosas em curto espaço de tempo. • Ocorre em células somáticas. • Não promove variabilidade genética nas células-filhas. • Mutações não passam aos descendentes. • Ocorre em células gaméticas • Promove variabilidade genética nas células-filhas (gametas) através do crossing-over. • Mutações passam aos descendentes.
  13. 13. Escolas não podem negar matrícula a crianças com síndrome de Down Mutações Também é direito dos pais exigir que a escola ofereça um ensino adaptado para crianças com deficiência intelectual. Aceitar e saber conviver com as diferenças é um dos preceitos que regem a nossa Constituição. Mas, na prática, infelizmente, ainda se vê muita discriminação no Brasil. Um crime que acontece inclusive nas escolas. É o que conta a Monica Mendes, de Americana, São Paulo. Ela é mãe de uma menina com síndrome de Down, e está em busca de uma vaga pra filha. ᔥ Globo.com Tipos de mutações: Gênicas – Alteram, excluem ou adicionam nucleotídeos ao DNA (podem ser silenciosas) • O portador da Síndrome de Down possui uma alteração numérica por conter um cromossomo 21 a mais nas suas células. • Esta mutação é decorrente de uma não disjunção cromossômica durante a meiose I ou II. • As chances das não disjunções ocorrerem aumentam quanto mais velha for a mãe. • Outras síndromes são as de Turner (44A + X0) e Kinefelter (44A + XXY). Numéricas – Alteram o número de cromossomos Estruturais – Promovem a deleção, adição, inversão ou translocação de partes de um cromossomo.
  14. 14. Genética Mulher branca processa banco de sêmen por mandar esperma de negro Americana queria ter filha branca, mas criança nasceu mestiça. Casada com mulher, ela diz que negros sofrem preconceito em sua cidade. Uma americana branca do estado de Ohio está processando um banco de sêmen por ter enviado amostra de um doador negro por engano. Ela alega que sua filha de 2 anos, gerada com espermatozoide desse doador, ficará estigmatizada em sua família e na cidade "intolerante" onde vivem. Ela afirma até que tem de sair da cidade com a criança para ter seu cabelo cortado num bairro negro, já que não encontra serviço adequado ao tipo de cabelo da menina nas imediações de sua residência. A cor da pele é decorrente da produção de melanina na camada basal da epiderme. Essa produção é determinada em função da genética no padrão de Herança Quantitativa: - AABB – Negro - AABb e AaBB – Mulato escuro - AAbb, aaBB e AaBb – M. Médio - Aabb e aaBb – Mulato claro - aabb – Branco ᔥ G1 Primeira Lei de Mendel P: VV x vv F1: Vv x Vv F2: VV Vv Vv vv V v V VV Vv v Vv vv Homozigoto Homozigoto Heterozigoto Heterozigoto Os cruzamentos iniciais de Mendel resultaram em duas proporções: - Fenotípica: 3 : 1 (75% : 25%) - Genotípica: 1 : 2 : 1 (25% : 50% : 25%)
  15. 15. Genética Heredogramas Na primeira lei: Pais afetados com filho normal Herança dominante Pais normais com filho afetado Herança recessiva Na herança sexual: Pai afetado não tem seus filhos homens afetados, mas sim, todas as filhas Herança dominante ligada ao cromossomo X Mulheres normalmente não são afetadas. Homens afetados não tem filhos homens afetados Herança recessiva ligada ao cromossomo X Pai afetado passa a todos os seus filhos homens Herança restrita ao cromossomo Y
  16. 16. (Enem 2014) No heredograma, os símbolos preenchidos representam pessoas portadoras de um tipo raro de doença genética. Os homens são representados pelos quadrados e as mulheres, pelos círculos. Qual é o padrão de herança observado para essa doença? a) Dominante autossômico, pois a doença aparece em ambos os sexos. b) Recessivo ligado ao sexo, pois não ocorre a transmissão do pai para os filhos. c) Recessivo ligado ao Y, pois a doença é transmitida dos pais heterozigotos para os filhos. d) Dominante ligado ao sexo, pois todas as filhas de homens afetados também apresentam a doença. e) Codominante autossômico, pois a doença é herdada pelos filhos de ambos os sexos, tanto do pai quanto da mãe. Resolva
  17. 17. Genética O que falta para o Brasil doar mais sangue? Conhecidos mundialmente pela simpatia com que tratam o visitante estrangeiro, os brasileiros são menos solidários com seus semelhantes ─ pelo menos quando o assunto é doar sangue. O sistema ABO é determinado por alelos múltiplos: - Alelo IA - Alelo IB - Alelo i Já o fator Rh por uma herança simples com dois alelos: - Alelo R - Alelo r Dados da ONU apontam que o Brasil, apesar de coletar o maior volume em termos absolutos na América Latina, doa proporcionalmente menos do que outros países da região, como Argentina, Uruguai ou Cuba. As estimativas, referentes ao período entre 2012 e 2013 e obtidas com exclusividade pela reportagem da BBC Brasil, fazem parte de um estudo ainda não publicado pela OPAS (Organização Pan-Americana de Saúde), braço da OMS (Organização Mundial de Saúde) nas Américas. Quando se analisa a totalidade de doações no continente americano, o país também fica atrás de Estados Unidos e Canadá. ᔥ BBC - Brasil Sistema ABO Sistema Rh Fenótipo Genótipo Aglutinogênio (antígeno) Aglutinina (anticorpo) Sangue A IAIA ou IAi Tipo A Anti-B Sangue B IBIB ou Ibi Tipo B Anti-A Sangue AB IAIB Tipo A e Tipo B - Sangue O ii - Anti-A e Anti-B
  18. 18. (Enem 2014) Em um hospital havia cinco lotes de bolsas de sangue, rotulados com os códigos l, II, III, IV e V. Cada lote continha apenas um tipo sanguíneo não identificado. Uma funcionária do hospital resolveu fazer a identificação utilizando dois tipos de soro, anti-A e anti-B. Os resultados obtidos estão descritos no quadro. Quantos litros de sangue eram do grupo sanguíneo do tipo A? a) 15 b) 25 c) 30 d) 33 e) 55 Código dos lotes Volume de sangue (L) Soro anti-A Soro anti-B I 22 Não aglutinou Aglutinou II 25 Aglutinou Não aglutinou III 30 Aglutinou Aglutinou IV 15 Não aglutinou Não aglutinou V 33 Não aglutinou Aglutinou Resolva
  19. 19. Biologia Celular Russo é voluntário para primeiro transplante de cabeça Embora não especificado, muito provavelmente serão utilizadas células-tronco no procedimento. Tais células são indiferenciadas, com alta capacidade proliferativa e passíveis de se transformarem em outros tipos celulares – até neurônios. Marcada para 2017, cirurgia gera controvérsias no meio médico-científico. O homem, Valery Spiridonov, sofre de uma doença muscular terminal chamada Síndrome de Werdnig-Hoffman. O voluntário de 30 anos acredita que a cirurgia pode ser uma chance de prolongar sua vida. Ele ainda acredita que os benefícios que o procedimento irá gerar em pesquisas são valiosos. O transplante deve ser realizado pelo médico italiano Sergio Canavero, diretor do grupo de neuromodulação avançada de Turim. Canavero anunciou o plano de realizar o primeiro transplante de cabeça em 2013. A ideia é transplantar a cabeça de Spiridonov para um corpo que tenha sofrido morte cerebral. Tal evento está marcado para 2017. ᔥ Revista EXAME Embrionárias – São encontradas no embrião humano e são classificadas como totipotentes ou pluripotentes, devido ao seu poder de diferenciação celular de outros tecidos. A utilização de células estaminais embrionárias para fins de investigação e tratamentos médicos varia de país para país, em que alguns a sua investigação e utilização é permitida, enquanto em outros países é ilegal. O STF autorizou as pesquisas no Brasil. Adultas – São encontradas em diversos tecidos, como a medula óssea, sangue, fígado, cordão umbilical, placenta, e outros. Estudos recentes mostram que estas células-tronco têm uma limitação na sua capacidade de diferenciação, o que dá uma limitação de obtenção de tecidos a partir delas. Mesenquimais – Células-tronco mesenquimais, uma população de células do estroma do tecido (parte que dá sustentação às células), têm a capacidade de se diferenciar em diversos tecidos. Por conta desta plasticidade, essas células têm sido utilizadas para reparar ou regenerar tecidos danificados como ósseo, cartilaginoso, hepático, cardíaco e neural. Além disso, essas células apresentam uma poderosa atividade imunossupressora. Células-tronco
  20. 20. (Enem 2014) Na década de 1990, células do cordão umbilical de recém-nascidos humanos começaram a ser guardadas por criopreservação, uma vez que apresentam alto potencial terapêutico em consequência de suas características peculiares. O poder terapêutico dessas células baseia-se em sua capacidade de a) multiplicação lenta. b) comunicação entre células. c) adesão a diferentes tecidos. d) diferenciação em células especializadas. e) reconhecimento de células semelhantes. Resolva
  21. 21. Célula animal, vegetal e bacteriana Biologia Celular Estrutura Característica A V B Ribossomo Síntese de proteínas + + + Retículo Liso Síntese de lipídeos, desintoxicação + + - Retículo Rug. Síntese de proteínas + + - Golgi Secreção celular + + - Mitocôndria Síntese de ATP / herdada da mãe + + - Cloroplasto Fotossíntese - + - Lisossomo Digestão intracelular + - - Peroxissomo Degradação de H2O2 + + - Vacúolo Reserva de água e outras subst. - + - Carioteca Membrana nuclear + + - Parede celular Proteção externa rígida - + + Centríolos Citoesqueleto / cílios e flagelos + - - Membrana Permeabilidade seletiva + + +
  22. 22. (Enem 2013) Uma indústria está escolhendo uma linhagem de microalgas que otimize a secreção de polímeros comestíveis, os quais são obtidos do meio de cultura de crescimento. Na figura podem ser observadas as proporções de algumas organelas presentes no citoplasma de cada linhagem. Qual é a melhor linhagem para se conseguir maior rendimento de polímeros secretados no meio de cultura? a) I b) II c) III d) IV e) V Resolva
  23. 23. Biologia Celular CO2 + H2O + Energia C6H12O6 + O2 Mitocôndria: respiração Cloroplasto: fotossíntese Fermentação alcoólica: leveduras Fermentação láctica: lactobacilos A glicose é convertida em Etanol + CO2. Usado para fazer pães, cucas, bebidas. A glicose é convertida em ácido láctico. Usado para os derivados de leite.
  24. 24. (Enem 2014) Segundo a teoria evolutiva mais aceita hoje, as mitocôndrias, organelas celulares responsáveis pela produção de ATP em células eucariotas, assim como os cloroplastos, teriam sido originados de procariontes ancestrais que foram incorporados por células mais complexas. Uma característica da mitocôndria que sustenta essa teoria é a a) capacidade de produzir moléculas de ATP. b) presença de parede celular semelhante à de procariontes. c) presença de membranas envolvendo e separando a matriz mitocondrial do citoplasma. d) capacidade de autoduplicação dada por DNA circular próprio semelhante ao bacteriano. e) presença de um sistema enzimático eficiente às reações químicas do metabolismo aeróbio. Resolva (Enem 2013) Para a identificação de um rapaz vítima de acidente, fragmentos de tecidos foram retirados e submetidos à extração de DNA nuclear, para comparação com o DNA disponível dos possíveis familiares (pai, avô materno, avó materna, filho e filha). Como o teste com o DNA nuclear não foi conclusivo, os peritos optaram por usar também DNA mitocondrial, para dirimir dúvidas. Para identificar o corpo, os peritos devem verificar se há homologia entre o DNA mitocondrial do rapaz e o DNA mitocondrial do(a) a) pai. b) filho. c) filha. d) avó materna. e) avô materno.
  25. 25. Biotecnologia Dois pares de gêmeos descobrem após 25 anos que foram trocados entre si Colega de trabalho de um deles encontrou 'sósia' e iniciou investigação. Caso ocorrido na Colômbia foi tema de um estudo. Aos 25 anos de idade, dois pares de gêmeos colombianos finalmente descobriram por que nunca se acharam muito parecidos com seus próprios irmãos. Uma troca na maternidade os separou de seus verdadeiros irmãos, idênticos. Jorge Enrique Bernal Castro e Carlos Alberto Bernal Castro, que moram em Bogotá, descobriram no final do ano passado que ambos tinham “sósias”, também irmãos: William Cañas Velasco e Wilber Cañas Velasco. ᔥ G1 Gêmeos idênticos Gêmeos fraternos
  26. 26. Biotecnologia Técnica de clonagem Clones têm genética nuclear igual ao clonado, mas com mitocôndrias iguais a da doadora do óvulo. Técnica de transgenia Transgênicos são quaisquer seres que recebam genes de outro. Normalmente criam-se organismos transgênicos com a intenção de melhor produtividade ou, no caso do mosquito-da-dengue, diminuir sua fertilidade.
  27. 27. (Enem 2013) A estratégia de obtenção de plantas transgênicas pela inserção de transgenes em cloroplastos, em substituição à metodologia clássica de inserção do transgene no núcleo da célula hospedeira, resultou no aumento quantitativo da produção de proteínas recombinantes com diversas finalidades biotecnológicas. O mesmo tipo de estratégia poderia ser utilizada para produzir proteínas recombinantes em células de organismos eucarióticos não fotossintetizantes, como as leveduras, que são usadas para produção comercial de várias proteínas recombinantes e que podem ser cultivadas em grandes fermentadores. Considerando a estratégia metodológica descrita, qual organela celular poderia ser utilizada para inserção de transgenes em leveduras? a) Lisossomo. b) Mitocôndria. c) Peroxissomo. d) Complexo golgiense. e) Retículo endoplasmático. Resolva (Enem 2014) Em um laboratório de genética experimental, observou-se que determinada bactéria continha um gene que conferia resistência a pragas específicas de plantas. Em vista disso, os pesquisadores procederam de acordo com a figura. Do ponto de vista biotecnológico, como a planta representada na figura é classificada? a) Clone. b) Híbrida. c) Mutante. d) Adaptada. e) Transgênica.
  28. 28. Resolva (Enem 2012) O milho transgênico é produzido a partir da manipulação do milho original, com a transferência, para este, de um gene de interesse retirado de outro organismo de espécie diferente. A característica de interesse será manifestada em decorrência a) do incremento do DNA a partir da duplicação do gene transferido. b) da transcrição do RNA transportador a partir do gene transferido. c) da expressão de proteínas sintetizadas a partir do DNA não hibridizado. d) da síntese de carboidratos a partir da ativação do DNA do milho original. e) da tradução do RNA mensageiro sintetizado a partir do DNA recombinante.
  29. 29. https://www.facebook.com/biologiaprofgui Curta a página do professor Guilherme no Facebook

×