REINO MONERA
GRUPOS:
 ARQUEOBACTÉRIAS
 EUBACTÉRIAS
 CIANOBACTÉRIAS
CARACTERÍSTICAS DO REINO
MONERA:
 Reúne seres vivos unicelulares procariontes.
 O material genético corresponde a uma só...
ESTRUTURA BACTERIANA
CLASSIFICAÇÃO
ARQUEOBACTÉRIAS:
 Surgiram há cerca de 3 bilhões de anos.
 São bactérias que vivem em ambientes normalment...
CLASSIFICAÇÃO
EUBACTÉRIAS( BACTÉRIAS
PROPRIAMENTE DITAS)
 São as mais conhecidas , incluindo milhares de
espécies, que va...
MORFOLOGIA DAS BACTÉRIAS
1) Cocos: São as arredondadas, geralmente esféricas,
mas com representantes ovóides.
2) Bacilos: ...
BACTÉRIAS GRAM-POSITIVAS E
GRAM-NEGATIVAS
a) Gram-positivas: a parede celular de peptideoglicano
é espessa que retêm um co...
REPRODUÇÃO
Assexuada:
 Divisão binária: a célula bacteriana duplica seu
cromossomo e se divide ao meio, originando duas n...
REPRODUÇÃO
Sexuada
 Transdução: moléculas de DNA são transferidas de
uma bactéria a outra por meio de vírus bacteriófagos...
REPRODUÇÃO
Sexuada
• Conjugação bacteriana: pedaços de DNA passam
diretamente de uma bactéria doadora para uma
receptora. ...
REPRODUÇÃO
NUTRIÇÃO DAS EUBACTÉRIAS
 A maioria é heterotrófica, isto é, alimenta-se de
moléculas orgânicas produzidas por outros ser...
IMPORTÂNCIA DAS BACTÉRIAS:
 Ambiente (Processo de decomposição e ciclo do
nitrogênio)
 Indústria alimentícia (Iogurtes, ...
DOENÇAS CAUSADAS POR BACTÉRIAS
 Tétano
 Difteria
 Coqueluche
 Botulismo
 Tuberculose
 Hanseníase
 Pneumonia
 Escar...
DOENÇAS CAUSADAS POR BACTÉRIAS
 Febre tifóide
 Cólera
 Gonorréia
 Sífilis
 Tracoma
 Conjuntivite
CIANOBACTÉRIAS
 Apresenta no citoplasma periférico um conjunto de
lamelas com pigmentos fotossintetizantes (clorofila,
fi...
Reino monera
Reino monera
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Reino monera

6.528 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.528
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
898
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
127
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reino monera

  1. 1. REINO MONERA GRUPOS:  ARQUEOBACTÉRIAS  EUBACTÉRIAS  CIANOBACTÉRIAS
  2. 2. CARACTERÍSTICAS DO REINO MONERA:  Reúne seres vivos unicelulares procariontes.  O material genético corresponde a uma só molécula de DNA circular localizado formando o nucleóide.  Além de DNA presente na região podem existir de uma a muitas moléculas pequenas e circulares de DNA: plasmídeos( estes contêm genes relacionados à resistência das bactérias a antibióticos.
  3. 3. ESTRUTURA BACTERIANA
  4. 4. CLASSIFICAÇÃO ARQUEOBACTÉRIAS:  Surgiram há cerca de 3 bilhões de anos.  São bactérias que vivem em ambientes normalmente desfavoráveis à vida, tais como fontes termais, lodo de pântanos, ambientes de alta acidez ou salinidade. EXEMPLOS: a) Metanogênicas: aeróbias e produtoras de metano que vive no estômago de ruminantes, nos materiais de esgoto e sedimentos nos fundos de lagos e mares. b) halófitas:aeróbias e que vivem em ambientes com alta concentração de sais. c) Termoacidófilas: São aquelas que suportam as altas temperaturas (até 90- 100 ºC) e a grande acidez (pH de 1 a 2) do meio em que vivem.
  5. 5. CLASSIFICAÇÃO EUBACTÉRIAS( BACTÉRIAS PROPRIAMENTE DITAS)  São as mais conhecidas , incluindo milhares de espécies, que variam quanto ao metabolismo, ao habitat e à forma das células. Ocorrem em praticamente todos os ambientes: ar, solo, água, materiais em decomposição, objetos, do lado de fora e de dentro de quase todos os seres vivos. Podem apresentar-se isoladamente ou em colônias globosas e filamentares.  Apresentam parede celular espessa formada por uma associação de um carboidrato a um peptídeo.
  6. 6. MORFOLOGIA DAS BACTÉRIAS 1) Cocos: São as arredondadas, geralmente esféricas, mas com representantes ovóides. 2) Bacilos: São células cilíndricas, alongadas, como bastonetes. 3) Espirilos: São filamentos longos, relativamente rígidos e espiralados. 4) Espiroquetas: São também filamentos longos e espiralados, porém mais flexíveis do que os espirilos. 5) Vibriões: Possuem aspecto que lembra um bastonete curvo, ou uma vírgula.
  7. 7. BACTÉRIAS GRAM-POSITIVAS E GRAM-NEGATIVAS a) Gram-positivas: a parede celular de peptideoglicano é espessa que retêm um corante especial, de cor violeta. b) Gram-negativas: a parede celular é de peptideoglicano, mas há uma camada externa espessa, semelhante à membrana plasmática com lipopolissacarídeo. Portanto, não retêm o corante violeta.
  8. 8. REPRODUÇÃO Assexuada:  Divisão binária: a célula bacteriana duplica seu cromossomo e se divide ao meio, originando duas novas bactérias idênticas a ela. Sexuada:  Transformação bacteriana: a bactéria simplesmente absorve moléculas de DNA dispersas no meio. Essas moléculas podem ser provenientes de bactérias mortas e decompostas.
  9. 9. REPRODUÇÃO Sexuada  Transdução: moléculas de DNA são transferidas de uma bactéria a outra por meio de vírus bacteriófagos. Estes, quando se formam no interior das células hospedeiras, podem eventualmente incorporar pedaços de DNA bacteriano.Ao infectar uma outra bactéria, o bacteriófago injeta nela os genes bacterianos incorporados e a bactéria transduzida pode incluir os genes recebidos de outra bactéria em seu cromossomo.
  10. 10. REPRODUÇÃO Sexuada • Conjugação bacteriana: pedaços de DNA passam diretamente de uma bactéria doadora para uma receptora. Isso ocorre através de microscópicos pêlos sexuais, que as bactérias possuem em sua superfície. O fragmento de DNA é inserido no cromossomo da bactéria, produzindo uma nova mistura genética.
  11. 11. REPRODUÇÃO
  12. 12. NUTRIÇÃO DAS EUBACTÉRIAS  A maioria é heterotrófica, isto é, alimenta-se de moléculas orgânicas produzidas por outros seres vivos. Para extrair energia das substâncias orgânicas do alimento, as bactérias heterotróficas utilizam à respiração aeróbia, anaeróbia e a fermentação.  Outras: saprofágicas, parasitas, comensais e mutuais  Autotróficas: sulfurosas púrpuras e verdes: utilizam gás carbônico e gás sulfídrico em sua fotossíntese. Quimiossintetizantes: Nitrobactérias e Nitrosomonas.
  13. 13. IMPORTÂNCIA DAS BACTÉRIAS:  Ambiente (Processo de decomposição e ciclo do nitrogênio)  Indústria alimentícia (Iogurtes, queijos e derivados)  Síntese de vitaminas  Biotecnologia (bactérias produtores de hormônios)
  14. 14. DOENÇAS CAUSADAS POR BACTÉRIAS  Tétano  Difteria  Coqueluche  Botulismo  Tuberculose  Hanseníase  Pneumonia  Escarlatina  Leptospirose
  15. 15. DOENÇAS CAUSADAS POR BACTÉRIAS  Febre tifóide  Cólera  Gonorréia  Sífilis  Tracoma  Conjuntivite
  16. 16. CIANOBACTÉRIAS  Apresenta no citoplasma periférico um conjunto de lamelas com pigmentos fotossintetizantes (clorofila, ficocianina e ficoeritrina.)  Realizam fotossíntese, apesar de não terem cloroplastos, da mesma maneira que as algas e plantas, utilizando gás carbônico e água como matéria prima para a fotossíntese. Portanto são autótrofas.  Destacam-se ecologicamente, por serem fixadores de nitrogênio, principalmente no ambiente aquático

×