CHAPADA DOS GUIMARÃES-MT  BRASIL
Fundação Chapada dos Guimarães   <ul><li>A fundação oficial do núcleo que originou o atual município de Chapada dos Guimar...
Igreja de Santana <ul><li>Alguns autores tem atribuído aos jesuítas a construção da igreja e até mesmo aventado a hipótese...
Igreja de Santana – 2010 Igreja de Santana – 1929
Parque Nacional <ul><li>Em 12 de abril de 1989 foi criado o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, abrangendo 32.630 ha...
Fauna do Parque Nacional   <ul><li>A fauna do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães é bastante diversificada e abrange ...
Ninfa de insetos Caninana ( Spilotes pullatus )  Fauna do Parque Nacional
Fauna do Parque Nacional <ul><li>Soma-se até o momento 242 espécies avistadas dentro dos limites do Parque e 257 em seus a...
Fauna do Parque Nacional Fêmea de besourinho-de-bico-vermelho Ema   Tamanduá-bandeira
Fauna do Parque Nacional  Tatu-peludo     Jabuti Saí-andorinha
Vegetação e Flora no Parque Nacional   <ul><li>Predominam, as formações abertas, tipo savana, caracterizadas por vegetação...
Vegetação e Flora no Parque Nacional   Mata seca semidecídua
Vegetação e Flora no Parque Nacional <ul><li>Mata ciliar   </li></ul><ul><li>A mata ciliar ocorre em vales com canais de d...
Vegetação e Flora no Parque Nacional <ul><li>Cerradão </li></ul><ul><li>Também chamado savana arbórea densa ou savana flor...
Vegetação e Flora no Parque Nacional <ul><li>Cerrado sentido restrito   </li></ul><ul><li>Formado por elementos arbustivos...
Vegetação e Flora no Parque Nacional <ul><li>Também chamado savana gramíneo-lenhosa, na qual prevalecem gramados entremead...
Vegetação e Flora no Parque Nacional <ul><li>Campo limpo </li></ul><ul><li>Caracterizada pela presença de apenas dois estr...
Vegetação e Flora no Parque Nacional <ul><li>Campo rupestre </li></ul><ul><li>Ocorrem em afloramentos rochosos acima de 80...
Hidrografia do Parque Nacional   <ul><li>Os rios que cortam o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães integram a Bacia do...
Hidrografia do Parque Nacional   <ul><li>Ao norte, destacam-se: Ribeirão do Forte e córregos Água Fria e Estiva (ambos afl...
Véu de Noiva A trilha que leva ao Mirante do Véu de Noiva possui 550 m de extensão
 
Hidrografia do Parque Nacional <ul><li>O córrego Independência, afluente do rio Coxipó, também ao sul da Unidade, forma as...
Cachoeira Sete de Setembro
Cachoeira do Pulo
Cachoeirinha <ul><li>Formada pelo Rio Coxípó, deságua formando a Cachoeira dos Namorados e depois a Cachoeira Véu de Noiva...
Entorno do Parque Nacional Lojas de artesanato e serviços Praça Don Wunibaldo Coxipó do Ouro
Entorno do Parque Nacional Caverna Aroe Jari
Entorno do Parque Nacional Lagoa Azul
Mirante
Restaurante e loja de artesanato do Ibama na Cachoeira Véu de Noivas
Morro dos Ventos
Morro dos Ventos
Morro dos Ventos
Cachoeirinha Balneário e Restaurante
<ul><li>Texto: internet </li></ul><ul><li>Edição do texto: Gisely Kleinschmitt </li></ul><ul><li>Formatação: Gisely Kleins...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Chapada dos guimaraes_mt

705 visualizações

Publicada em

Fotos De Chapada Dos guimarães

Publicada em: Arte e fotografia
1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
705
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
60
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Chapada dos guimaraes_mt

  1. 1. CHAPADA DOS GUIMARÃES-MT BRASIL
  2. 2. Fundação Chapada dos Guimarães <ul><li>A fundação oficial do núcleo que originou o atual município de Chapada dos Guimarães deu-se no ano de 1751. O município, com o nome de Chapada dos Guimarães, foi criado em 15 de dezembro de 1953. A instalação oficial do município foi no dia 6 de fevereiro de 1955. </li></ul>
  3. 3. Igreja de Santana <ul><li>Alguns autores tem atribuído aos jesuítas a construção da igreja e até mesmo aventado a hipótese de colaboração de mão de obra indígena, por eles preparada, na feitura dos retábulos e de mais obras de talha. </li></ul>
  4. 4. Igreja de Santana – 2010 Igreja de Santana – 1929
  5. 5. Parque Nacional <ul><li>Em 12 de abril de 1989 foi criado o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, abrangendo 32.630 ha, com objetivo de proteger amostras significativas dos ecossistemas locais, assegurando a preservação dos recursos naturais e dos sítios arqueológicos existentes e proporcionando uso adequado para visitação, educação e pesquisa. </li></ul>
  6. 6. Fauna do Parque Nacional <ul><li>A fauna do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães é bastante diversificada e abrange algumas espécies raras, endêmicas e sensíveis. </li></ul><ul><li>Há uma grande variedade de insetos e outros invertebrados, ainda pouco estudados. </li></ul><ul><li>Alguns estudos indicaram a presença de 13 famílias de peixes, sendo que até o momento foram identificadas 31 espécies. Há diversas espécies de lagartos e serpentes registrados Também há registros de jabuti, cágado-do-cerrado e jacaré-coroa. </li></ul>
  7. 7. Ninfa de insetos Caninana ( Spilotes pullatus ) Fauna do Parque Nacional
  8. 8. Fauna do Parque Nacional <ul><li>Soma-se até o momento 242 espécies avistadas dentro dos limites do Parque e 257 em seus arredores. </li></ul>Urubu-rei Pegada de onça-parda
  9. 9. Fauna do Parque Nacional Fêmea de besourinho-de-bico-vermelho Ema Tamanduá-bandeira
  10. 10. Fauna do Parque Nacional Tatu-peludo   Jabuti Saí-andorinha
  11. 11. Vegetação e Flora no Parque Nacional <ul><li>Predominam, as formações abertas, tipo savana, caracterizadas por vegetação adaptada à sazonalidade típica da região. Até hoje, as pesquisas realizadas no Parque registraram 659 espécies vegetais e 192 registros apenas em nível genérico. </li></ul>
  12. 12. Vegetação e Flora no Parque Nacional Mata seca semidecídua
  13. 13. Vegetação e Flora no Parque Nacional <ul><li>Mata ciliar </li></ul><ul><li>A mata ciliar ocorre em vales com canais de drenagem bem definidos. Algumas das espécies mais freqüentes são: ingá-de-beira-de-rio, gomeira-de-macaco, pindaíba-preta e pau-pombo. Nas áreas de nascentes surgem buritizais. </li></ul>
  14. 14. Vegetação e Flora no Parque Nacional <ul><li>Cerradão </li></ul><ul><li>Também chamado savana arbórea densa ou savana florestada, surge em capões nas áreas de cerrado sentido restrito e nas bordas da mata semidecídua. </li></ul>
  15. 15. Vegetação e Flora no Parque Nacional <ul><li>Cerrado sentido restrito </li></ul><ul><li>Formado por elementos arbustivos e arbóreos com cerca de 5 m de altura, com troncos finos e tortos, distribuindo-se de modo esparso sobre um estrato herbáceo contínuo, entremeado de plantas lenhosas raquíticas e palmeiras acaules. </li></ul>
  16. 16. Vegetação e Flora no Parque Nacional <ul><li>Também chamado savana gramíneo-lenhosa, na qual prevalecem gramados entremeados por plantas lenhosas raquíticas e palmeiras acaules. </li></ul>Campo Sujo
  17. 17. Vegetação e Flora no Parque Nacional <ul><li>Campo limpo </li></ul><ul><li>Caracterizada pela presença de apenas dois estratos (arbustivo de 1 a 4 m e herbáceo), esta formação, também denominada savana parque, é composta por gramíneas e ciperáceas, entremeadas por acantáceas, genitáceas e convolvuláceas. </li></ul>
  18. 18. Vegetação e Flora no Parque Nacional <ul><li>Campo rupestre </li></ul><ul><li>Ocorrem em afloramentos rochosos acima de 800 m de altitude, com distribuição restrita a poucas áreas do Parque. Os indivíduos não ultrapassam 1 m de altura.   </li></ul>
  19. 19. Hidrografia do Parque Nacional <ul><li>Os rios que cortam o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães integram a Bacia do Alto Paraguai e são tributários do rio Cuiabá, um dos principais formadores da Planície Pantaneira. </li></ul>
  20. 20. Hidrografia do Parque Nacional <ul><li>Ao norte, destacam-se: Ribeirão do Forte e córregos Água Fria e Estiva (ambos afluentes do rio Quilombo). Ao sul, os cursos mais importantes são: Coxipó (forma as quedas Cachoeirinha e Véu de Noiva), Claro, Mutuca e Paciência. </li></ul><ul><li>  </li></ul>
  21. 21. Véu de Noiva A trilha que leva ao Mirante do Véu de Noiva possui 550 m de extensão
  22. 23. Hidrografia do Parque Nacional <ul><li>O córrego Independência, afluente do rio Coxipó, também ao sul da Unidade, forma as cachoeiras Sete de Setembro, Sonrizal, Pulo, Degraus, Andorinhas e Independência. Alguns rios nascem dentro do Parque, como o Aricá e seus afluentes. </li></ul>
  23. 24. Cachoeira Sete de Setembro
  24. 25. Cachoeira do Pulo
  25. 26. Cachoeirinha <ul><li>Formada pelo Rio Coxípó, deságua formando a Cachoeira dos Namorados e depois a Cachoeira Véu de Noivas. </li></ul>
  26. 27. Entorno do Parque Nacional Lojas de artesanato e serviços Praça Don Wunibaldo Coxipó do Ouro
  27. 28. Entorno do Parque Nacional Caverna Aroe Jari
  28. 29. Entorno do Parque Nacional Lagoa Azul
  29. 30. Mirante
  30. 31. Restaurante e loja de artesanato do Ibama na Cachoeira Véu de Noivas
  31. 32. Morro dos Ventos
  32. 33. Morro dos Ventos
  33. 34. Morro dos Ventos
  34. 35. Cachoeirinha Balneário e Restaurante
  35. 36. <ul><li>Texto: internet </li></ul><ul><li>Edição do texto: Gisely Kleinschmitt </li></ul><ul><li>Formatação: Gisely Kleinschmitt </li></ul>

×