Ambientes Pessoais de Aprendizagem Online

2.791 visualizações

Publicada em

Relato da experiência lectiva com a unidade curricular Hiperespaços de Aprendizagem, do mestrado em Comunicação Educacional Multimédia da Universidade Aberta, relativo ao ano lectivo de 2009-2010.

2 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.791
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
538
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
2
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ambientes Pessoais de Aprendizagem Online

  1. 1. ambientes pessoais de aprendizagem na uchiperespaços de aprendizagem<br />LEaD2010<br />José Bidarra, 2010<br />
  2. 2. objectivos (investigação)<br />importância do contexto actual<br />PLE (PersonalLearningEnvironment)<br />modalidades de aprendizagem<br />desafios para o futuro<br />conclusões<br />José Bidarra, 2010<br />tópicos<br />
  3. 3. acompanhar os estudantes no contexto de uma sociedade, interligada em rede, em interacção constante, rápida nas decisões, globalmente informada e baseada na integração de vários media digitais<br />desenvolver modelos de aprendizagem para o século XXI, que podem incluir redes sociais e ambientes virtuais, interligando diversos recursos e media digitais (essencialmente no ensino online passou a haver “proximidade” onde havia “distância”)<br />José Bidarra, 2010<br />objectivos<br />
  4. 4. José Bidarra, 2010<br />contexto presencial…<br />
  5. 5. José Bidarra, 2010<br />contexto virtual…<br />
  6. 6. José Bidarra, 2010<br />novos hiperespaços…<br />
  7. 7. José Bidarra, 2010<br />novos media…<br />
  8. 8. PersonalLearningEnvironment(PLE) é um ambiente de aprendizagem pessoal constituído por várias componentes operacionais que se constituem como recursos de aprendizagem adequados às competências a adquirir por cada estudante<br />cada estudante é detentor de um perfil de aprendizagem individual, ou seja, prefere uma abordagem pedagógica específica num determinado contexto, o que implica o uso de PLEs que o próprio estudante pode configurar e controlar para efeitos da sua aprendizagem<br />José Bidarra, 2010<br />conceito de PLE<br />
  9. 9. Firefox e extensões<br />Google Docs<br />Delicio-us<br />Facebook<br />Twitter<br />Skype<br />Picasa<br />Flickr<br />Paint Net<br />Audacity<br />José Bidarra, 2010<br />exemplo de PLE<br />
  10. 10. José Bidarra, 2010<br />mobilidade e acesso<br /><ul><li> Redes sem fios
  11. 11. PDAs e Smartphones
  12. 12. Partilha de recursos
  13. 13. Ambientes imersivos
  14. 14. Aplicações na nuvem
  15. 15. Virtualização
  16. 16. Portabilidade
  17. 17. Redes sociais
  18. 18. Software livre
  19. 19. OER</li></ul>…<br />
  20. 20. progressão metodológica do MCEM:<br />presencial (com apoio online; nos anos 90)<br />construtivista (em grupos online; a partir de 2000)<br />integrada (fazendo a ponte com os novos media)<br />a plataforma MOODLE serve de base<br />o modelo pedagógico defende a flexibilidade, a autonomia, a interacção e a colaboração <br />surgem as primeiras experiências com novos media (blogs, wikis, podcasts, screencasts, social bookmarking, Slideshare, Voicethread, Facebook, Twitter, SecondLife)<br />José Bidarra, 2010<br />historial do MCEM<br />
  21. 21. José Bidarra, 2010<br />modalidades de aprendizagem<br />
  22. 22. José Bidarra, 2010<br />unidade curricular<br />
  23. 23. José Bidarra, 2010<br />roteiro de conteúdos<br />
  24. 24. José Bidarra, 2010<br />módulos temáticos<br />
  25. 25. José Bidarra, 2010<br />mapeamento de conceitos<br />
  26. 26. José Bidarra, 2010<br />Facebook<br />
  27. 27. José Bidarra, 2010<br />recursos<br />
  28. 28. José Bidarra, 2010<br />discussão<br />
  29. 29. José Bidarra, 2010<br />Twitter<br />
  30. 30. José Bidarra, 2010<br />canal de notícias<br />
  31. 31. Privacidade<br />Segurança<br />Controlo<br />Apoio institucional<br />Acompanhamento dos estudantes<br />Motivação e ritmo de estudo<br />Concentração em actividades<br />José Bidarra, 2010<br />desafios<br />
  32. 32. José Bidarra, 2010<br />o futuro<br />
  33. 33. José Bidarra, 2010<br />colaborações e orientações<br />
  34. 34. José Bidarra, 2010<br />aplicações educacionais<br />
  35. 35. José Bidarra, 2010<br />aprendizagem com jogos<br />
  36. 36. verifica-se maior investimento nos PLE do que no Moodle por parte dos alunos (pesquisa, edição de texto, mapas conceptuais, criação e edição de materiais online, comunicação e colaboração)<br />a responsabilidade dos estudantes é maior em termos da independência na aprendizagem e do cumprimento de objectivos pedagógicos<br />a responsabilidade das instituições e professores é maior no que respeita a definir o contexto certo para as aprendizagens ocorrerem<br />José Bidarra, 2010<br />conclusões<br />
  37. 37. José Bidarra, 2010<br />agradecimento<br />
  38. 38. José Bidarra, 2010<br />fim<br />

×