Prestigio revistas2014

1.726 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.726
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
73
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Prestigio revistas2014

  1. 1. PRESTÍGIO DAS REVISTAS CIENTÍFICAS: INDICADORES MAIS USADOS Bibliotecas da Universidade de Aveiro 2014
  2. 2. Sumário  Contagem de citações  Indicadores com base em citações  Fator de impacto – consulta no JCR  Eigenfactor - consulta no JCR  SCImago Journal Rank (SJR) indicator – consulta no Scimago JR ou SCOPUS  H-index  Métricas alternativas Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  3. 3. Contagem de citações
  4. 4.  Número de vezes que um artigo é citado por outros artigos científicos.  Baseia-se na natureza cumulativa da ciência, conceito sedimentado na década de 70 do século 20 :  ‘‘If I have seen a little further it is by standing on ye shoulders of Giants’’ Newton Contagem de citações Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  5. 5.  Ferramenta mais usada para a avaliação de publicações científicas e de investigadores, sendo a base de cálculo para a maioria dos indicadores bibliométricos. Contagem de citações Ter em conta a abrangência temporal das bases de dados, que traz variações ao nível da contagem de citações: por exemplo na SCOPUS são contadas as citações a partir de 1996. Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  6. 6.  Web of Science - http://webofknowledge.com/WOS Science Citation Index e Social Science Citation  SCOPUS - http://www.scopus.com/  Google Scholar - http://scholar.google.com Contagem de citações Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  7. 7. Indicadores mais usados Fator de impacto
  8. 8. Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  9. 9. Fator de Impacto  criado por Eugene Garfield, fundador do ISI – Institute of Scientific Information, num artigo de 1955 publicado na revista Science.  Inicialmente usado apenas para determinar que publicações incluir no Science Citation Index (Web of Science).  Tornou-se o indicador bibliométrico mais usado internacionalmente. Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  10. 10. medida de frequência com que o “artigo médio” de uma revista foi citado. divisão do número de citações correntes a artigos publicados nos últimos dois anos pelo número total de artigos publicados nesse mesmo período. Fator de Impacto Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  11. 11.  Consulta no Journal of Citation Reports (THOMSON REUTERS)  http://isiknowledge.com/JCR  edição 2012  Atualizado todos os anos, em meados do ano civil.  Baseia-se nos dados de citação da Web of Science – THOMSON REUTERS Fator de Impacto Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  12. 12.  Consulta no Journal of Citation Reports (THOMSON REUTERS)  http://isiknowledge.com/JCR  Conteúdos:  Science Edition  Social Sciences Edition  Cerca de 232 disciplinas Fator de Impacto Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  13. 13.  Consulta no Journal of Citation Reports (THOMSON REUTERS)  http://isiknowledge.com/JCR  Mais informação:  http://wokinfo.com/products_tools/analytical/jcr//  http://ip-science.thomsonreuters.com/m/pdfs/mgr/jcr_qrc_pt.pdf Fator de Impacto Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  14. 14.  Comparar sempre revistas apenas dentro da mesma área científica;  As auto-citações (dentro de uma mesma publicação) são incluídas no cálculo do fator de impacto. Fator de Impacto Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  15. 15. Muitas revistas publicam uma grande quantidade de artigos de revisão (review articles), que são muito mais citados e durante mais tempo , o que aumenta o fator de impacto de uma publicação. Um artigo de revisão:  - it cites more than 100 references  - it appears in a review publication or a review section of a journal  - the word review or overview appears in its title  - the abstract states that it is a review Fator de Impacto Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  16. 16.  Comparar sempre revistas apenas dentro da mesma área científica;  As auto-citações (dentro de uma mesma publicação) são incluídas no cálculo do fator de impacto. Fator de Impacto Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  17. 17.  Comparar sempre revistas apenas dentro da mesma área científica;  As auto-citações (dentro de uma mesma publicação) são incluídas no cálculo do fator de impacto. Fator de Impacto Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  18. 18. Indicadores mais usados EigenFactor Score
  19. 19.  Consulta no Journal of Citation Reports (THOMSON REUTERS)  http://isiknowledge.com/JCR  Baseia-se número de vezes que os artigos publicados numa revista nos cinco anos anteriores foram citados no ano mais recente, levando também em consideração o prestígio da revista.  Não contabiliza as auto-citações (mesma revista) EigenFactor Score Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  20. 20.  Consulta no Journal of Citation Reports (THOMSON REUTERS)  http://isiknowledge.com/JCR  “References from one article in a journal to another article from the same journal are removed, so that Eigenfactor Scores are not influenced by journal self-citation.” - http://www.eigenfactor.org/ EigenFactor Score Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  21. 21. Indicadores mais usados SCImago Journal Rank Indicator
  22. 22.  Consulta no SCImago Journal Rank http://www.scimagojr.com/ e SCOPUS – http://www.scopus.com  Grupo de investigação de topo na área da bibliometria do CSIC – “Consejo Superior de Investigaciones Científicas (CSIC)” das Universidades de Granada, Estremadura, Carlos III (Madrid) e Alcalá de Henares - http://www.scimago.es/  inclui indicadores científicos relativos a revistas e países, com dados retirados da base de dados de artigos científicos Scopus SCImago Journal Rank Indicator Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  23. 23.  Consulta no SCImago Journal Rank http://www.scimagojr.com/ e SCOPUS – http://www.scopus.com  SCImago Journal Rank (SJR) indicator - desenvolvido pelo grupo SCImago, baseado no algoritmo Google PageRank  Este indicador consiste numa medida de visibilidade das revistas científicas (dados a partir de 1996) - "journal prestige“  Mede a “influência científica” média dos artigos de uma revista SCImago Journal Rank Indicator Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  24. 24.  Consulta no SCImago Journal Rank http://www.scimagojr.com/ e SCOPUS – http://www.scopus.com  Baseia-se na ideia de que ‘all citations are not created equal’ - a área temática, qualidade e reputação científica de uma revista têm um efeito direto nas citações que são feitas  “A major difference is that instead of each citation being counted as one, as with the Impact Factor, the SCImago Journal Rank assigns each citation a value greater or less than one based on the rank of the citing journal” SCImago Journal Rank Indicator Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  25. 25.  Expressa o número médio de citações “positivas” recebidas no ano selecionado pelos artigos de uma dada revista.  “The Scimago Journal Rank (SJR) is based on the transfer of prestige from a journal to another one; such prestige is tranfered through the references that a journal do to the rest of the journals and to itself.” http://www.scimagojr.com/SCImagoJournalRank.pdf SCImago Journal Rank Indicator Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  26. 26.  Consulta no SCImago Journal Rank http://www.scimagojr.com/ e SCOPUS – http://www.scopus.com  Limita o efeito das auto-citações a 33%:  “It restricts a journal's self-citation to a maximum of 33% of its issued references, so that excessive self-citation will not involve artificially inflating a journal's value, but without touching the normal process of self-citation”. SCImago Journal Rank Indicator Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  27. 27. Indicadores mais usados H-Index
  28. 28.  Métrica proposta em 2005, pelo Professor Jorge Hirsch, como uma forma de avaliar a produção científica de investigadores.  Pode também ser aplicada a revistas científicas, quantificando tanto a produtividade científica de uma publicação como o seu impacto.  Expressa o nº de artigos de uma revista (h) que receberam pelo menos h citações.  http://scholar.google.com/citations?view_op=top_venues&hl=en H-Index Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  29. 29.  Google Scholar Metrics  Cálculos de H-index e H-index (5 anos) e criação de ranking de revistas com base neste indicador http://scholar.google.com/citations?view_op=top_venues &hl=en  Mais informação http://scholar.google.com/intl/en/scholar/metrics.html H-Index Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  30. 30.  Métrica proposta em 2005, pelo Professor Jorge Hirsch, como uma forma de avaliar a produção científica de investigadores.  Aplicada a revistas científicas, quantifica a produtividade científica de uma publicação como o seu impacto.  Expressa o nº de artigos de uma revista (h) que receberam pelo menos h citações.  http://scholar.google.com/citations?view_op=top_venues&hl=en H-Index Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  31. 31. Métricas alternativas
  32. 32.  Atualmente, com os vários meios de publicação científica, potenciados pelas redes sociais, considera-se que as métricas baseadas em contagem de citações são insuficientes para avaliar o impacto de uma publicação no meio académico:  … a 1ª citação a um artigo pode levar anos…  … artigos de relevância para o avanço do conhecimento podem nunca vir a ser citados…  … a contagem de citações não tem em conta o impacto fora do circuito científico e académico… Métricas alternativas Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  33. 33.  altmetrics: a manifesto - http://altmetrics.org/manifesto/  “is the creation and study of new metrics based on the Social Web for analyzing, and informing scholarship.”  Atualmente muitos autores defendem que as métricas alternativas devem ser complementares à contagem de citações. Métricas alternativas Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  34. 34.  altmetrics: a manifesto - http://altmetrics.org/manifesto/  Algumas ferramentas para avaliação por métricas alternativas: http://altmetrics.org/tools/ Métricas alternativas Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  35. 35. Métricas alternativas Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  36. 36.  altmetrics: a manifesto - http://altmetrics.org/manifesto/  Exs: Contagem do nº de bookmarks de um artigo, referências num blogue, ou wikis  Mais informação: http://citationculture.wordpress.com/page/2/ Métricas alternativas Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  37. 37. Página Web Biblioteca para Investigadores: http://www.ua.pt/sbidm/biblioteca/PageImage.aspx?id=14497 Boletim “Biblioteca Informa” Especial Investigadores http://blogs.ua.pt/bibliotecainforma/?cat=155 Bibliotecas Universidade de Aveiro - 2014
  38. 38. BIBLIOTECAS DA UA 2014 http://www.ua.pt/sbidm/biblioteca sbidm-biblioteca@ua.pt Estes conteúdos estão protegidos por uma licença Creative Commons: Divulgação Apoio Literacia Informacional 2013|2014

×