Poluição e Desertificação - Manual página 92 - 103<br />Introdução:<br />Neste trabalho vamos falar dos diferentes tipos d...
Poluição e desertificao final
Poluição e desertificao final
Poluição e desertificao final
Poluição e desertificao final
Poluição e desertificao final
Poluição e desertificao final
Poluição e desertificao final
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Poluição e desertificao final

896 visualizações

Publicada em

Trabalho escrito, com respostas ao power point

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
896
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Poluição e desertificao final

  1. 1. Poluição e Desertificação - Manual página 92 - 103<br />Introdução:<br />Neste trabalho vamos falar dos diferentes tipos de Poluição, tanto atmosférica como aquática e dos solos. Vamos abordar as suas causas, e as suas consequências para o ambiente e para os seres vivos. <br />Desenvolvimento do Trabalho:<br />Poluição Atmosférica <br />O que é a poluição atmosférica? <br />A poluição atmosférica consiste na alteração das características do ar, através da contaminação do mesmo, a qual pode causar problemas ao ser humano e ao ambiente.<br />Quais as causas para a existência de poluição atmosférica?<br />Existem várias causas para a poluição atmosférica, mas as principais são:<br />Gases com efeito de estufa, (GEE)<br />Óxidos de Enxofre e de Azoto<br />Clorofluorcarbonetos (CFC)<br />Gases com efeito de Estufa – GEE<br />O que são e o que provocam?<br />Alguns dos gases que pertencem aos GEE são por exemplo o vapor de água, o dióxido de carbono e o metano. A actividade humana tem vindo cada vez mais a aumentar a emissão destes gases que provocam as temperaturas altas: a superfície da terra fica cerca de 30 ºC mais quente do que estaria sem a presença destes gases, o que pode provocar o degelo das calotes polares e períodos de seca que são algumas das consequências do efeito de estufa.<br />Um dos piores gases é o metano, cerca de 20 vezes mais potente que o dióxido de carbono, e que é produzido pela flatulência dos ovinos e bovinos. <br />O que é o efeito de estufa?<br />O efeito de estufa consiste num processo que ocorre quando uma parte da radiação infravermelha é reflectida pela superfície terrestre e é absorvida por gases presentes na atmosfera. Como consequência disso, o calor fica retido na atmosfera, não sendo libertado para o espaço, o que provoca o aquecimento global. <br />O efeito de estufa também é necessário para a existência de vida, pois sem ele não era possível garantir a manutenção desta, mas em excesso torna-se prejudicial à saúde de todos os seres vivos.<br />Porque é que ultimamente se ouve falar tanto do efeito de estufa?<br />Nos tempos que correm o efeito de estufa tem aumentado consideravelmente e pode vir a destabilizar o equilíbrio energético do planeta e originar um fenómeno conhecido como aquecimento global. <br />O IPCC  (Painel Intergovernamental para as Mudanças Climáticas) no seu relatório mais recente diz que a maior parte deste aquecimento, observado durante os últimos 50 anos, deve-se muito provavelmente a um aumento dos gases efeito de estufa.<br />Muitos países têm aderido ao Protocolo de Quioto que tenta por em prática uma menor emissão destes gases. <br />Óxidos de Enxofre e de Azoto:<br />O que são e o que provocam?<br />São os principais contribuintes para a formação das chuvas ácidas, e consequentemente da acidificação do meio, os quais provêem das emissões dos vulcões e de alguns processos biológicos que ocorrem nos solos, pântanos e oceanos.<br /> <br />A acção do ser humano no nosso planeta é também um grande responsável por este fenómeno. As principais fontes humanas desses gases são as indústrias, as centrais termoeléctricas e os veículos de transporte, situações onde ocorrem queima de combustíveis fósseis.<br />Geralmente a chuva ácida possui um pH à volta de 4,5,  podendo transformar por exemplo uma superfície de mármore em gesso.<br />Como se formam as chuvas ácidas?<br />Estes gases podem ser transportados para diferentes zonas do planeta durante algum tempo e percorrer muitos quilómetros na atmosfera antes de reagirem com partículas de água, originando ácidos que mais tarde se precipitam e que acidificam o meio.<br />Formam-se quando a concentração de dióxido de enxofre e óxidos de azoto é suficiente para reagir com as gotas de água suspensas no ar, ou seja as nuvens. Quando existem estas condições forma-se este tipo de precipitação que pode cair sob a forma de chuva, granizo ou neve.<br />Quais as consequências das chuvas ácidas?<br />As chuvas ácidas podem trazer problemas em muitos campos diferentes:<br />Para a Saúde:<br />A chuva ácida liberta metais tóxicos. Esses metais podem contaminar os rios e serem posteriormente utilizados pelo homem, por exemplo na sua alimentação, causando sérios problemas de saúde.<br />Nas Casas, Prédios e outros edifícios<br />A chuva ácida também ajuda a corroer alguns dos materiais utilizados nas construções, danificando algumas estruturas, como as barragens e as turbinas de geração de energia.<br />Para o meio ambiente<br />Lagos: Os lagos podem ser os mais prejudicados com o efeito das chuvas ácidas, pois podem ficar totalmente acidificados perdendo toda a biodiversidade. Pode provocar por exemplo a morte de plâncton, moluscos, peixes e anfíbios.<br />Desflorestação: A chuva ácida provoca clareiras, queima as folhas e os ramos matando as árvores. Uma floresta, vai sendo progressivamente reduzida, podendo eventualmente ser destruída.<br />Agricultura: A chuva ácida afecta as plantações quase da mesma forma que as florestas,  no entanto a destruição é mais rápida, uma vez que as plantas são todas do mesmo tamanho e assim, igualmente atingidas pelas chuvas ácidas.<br /> <br />Clorofluorcarbonetos (CFC)<br />O que são e o que provocam?<br />Os Clorofluorcarbonetos também conhecidos como CFC são compostos sintéticos, gasosos e tóxicos que podem ser utilizados como solventes (gás usado em sprays), expansores de plásticos, como refrigerantes em frigoríficos, aparelhos de ar condicionado e frigoríficos.<br />São considerados o principal causador do buraco na camada de ozono e desde a descoberta da sua toxicidade na atmosfera (onde pode permanecer até 75 anos antes de ser destruído), são feitas tentativas de eliminar o uso deste gás.<br />O que acontece para se provocarem danos na camada de Ozono?<br />Calcula-se que os Clorofluorcarbonetos sejam 15.000 vezes mais nocivos e prejudiciais para a camada de ozono do que o dióxido de carbono. Quando os Clorofluorcarbonetos são libertados na atmosfera, concentram-se na zona da estratosfera (onde se encontra a camada de ozono). Na estratosfera os Clorofluorcarbonetos sofrem uma reacção chamada Fotólise quando submetidos à radiação ultravioleta proveniente do sol. Após a reacção que ocorre, os CFC decompõem-se libertando gases que em contacto com o ozono, danificam-no e decompõem-no em oxigénio gasoso e monóxido de cloro.<br /> <br />Poluição Aquática <br />O que é a poluição Aquática? <br />A poluição aquática é a alteração indesejável das características físicas, químicas e biológicas da água com consequências para os ecossistemas e para o ser humano.<br />Quais as causas para a existência de poluição Aquática?<br />Existem várias causas para a poluição aquática, mas as principais são:<br />Resíduos Sólidos Urbanos (RSU)<br />Petróleo Bruto – Marés negras<br />Pesticidas <br />Materiais pesados <br />Adubos e efluentes orgânicos <br />Resíduos Sólidos Urbanos (RSU)<br />O que são e o que provocam?<br />RSU são as iniciais de Resíduos Sólidos Urbanos que corresponde ao lixo doméstico que resulta do nosso dia-a-dia como consumidores. O termo RSU é utilizado porque é mais específico e menos abrangente, estando associado apenas a resíduos sólidos não recicláveis ou reaproveitáveis, enquanto o termo lixo significa tudo aquilo que consideramos necessário eliminar.<br />Estes tipos de resíduos são conhecidos por muitas vezes se acumularem nos mares, rios e oceanos, poluindo as águas.<br />Petróleo Bruto – Marés negras<br />O que são e o que provocam?<br />Chama-se maré negra a um acidente que ocorre geralmente em pleno oceano, em que é derramado petróleo para a água, contaminando-a e matando muitos dos seres vivos que nela habitam. Muitas vezes o petróleo acaba por chegar à costa, que é preciso ser bem limpa para evitar mais problemas futuros. <br />Porque é que as marés negras são tão prejudiciais para o ambiente? <br />Durante os acidentes em que são derramadas grandes quantidades de petróleo, este acaba por se alastrar por grandes distâncias devido às correntes marinhas, acabando por chegar às praias. Esta substância é muito perigosa para todos os seres vivos e muitas vezes causa problemas irreversíveis. <br />Os raios solares não ultrapassam a camada de petróleo que se forma na superfície da água, desta forma, os seres fotossintéticos como por exemplo as algas, não conseguem realizar a fotossíntese, o que faz com que morram sem alimento, para além de a água ficar sem oxigénio disponível para os outros seres vivos poderem respirar.<br />Pesticidas<br />O que são e o que provocam?<br />Um pesticida é uma substância química que é utilizada para aniquilar pragas que possam por exemplo estar a destruir uma plantação. É utilizada em diversas formas de seres vivos, tais como: insectos, ervas daninhas, moluscos, pássaros, entre outros.<br />Não são necessariamente venenos, de qualquer forma são extremamente tóxicos para o ambiente e para o ser humano. Se os pesticidas forem mal utilizados podem provocar contaminações através da infiltração no solo ou até mesmo provocar a desertificação do terreno.<br />Metais Pesados <br />O que são e o que provocam?<br />Encontram-se em muitos produtos, tanto usados como produzidos na indústria, e são considerados os mais tóxicos de todos os poluentes devido aos problemas que causam na saúde. Alguns dos metais são por exemplo o alumínio, o chumbo, o cobalto, o mercúrio e o níquel.<br /> Que tipo de doenças podem provocar?<br />O metal alumínio pode provocar anemia que implica falta de ferro no sangue, o cobalto pode provocar uma doença nos pulmões chamada fibrose pulmonar que endurece os pulmões e pode levar à morte. Os metais pesados podem ainda provocar cancros e intoxicações.<br />Adubos e efluentes orgânicos<br />O que são e o que provocam?<br />Fertilizantes ou adubos são compostos químicos que visam completar as deficiências em substâncias dos solos para poder haver a sobrevivência dos vegetais. São aplicados na agricultura com o objectivo de melhorar a produção.<br />As plantas necessitam de diversos elementos químicos (nutrientes) que existem disponíveis no meio ambiente e são diretamente absorvidos pelas plantas. Aos elementos necessários e que são normalmente adicionados pelos agricultores às suas plantações para colmatar essas deficiências e aumentar a produtividade, chamamos adubos.<br />Antes de se aplicar qualquer tipo de adubo ao solo, deve-se antes fazer uma análise química para que, dessa forma, se saiba se há falta de algum composto químico nesse solo e que seja necessário à planta.<br />Os adubos, não desvalorizando o seu mérito na agricultura, podem causar poluição de solos e cursos de água.<br />Os efluentes orgânicos são os esgotos resultantes da atividade humana causando também poluição.<br />O que é a Eutrofização?<br />Eutrofização é o enriquecimento exagerado e prejudicial das águas de ecossistemas aquáticos, através do aumento da concentração de nutrientes, principalmente azoto e fósforo. Este processo pode ocorrer naturalmente ou ser induzido pela acção do homem. Quando ocorre de forma natural o processo é lento e é um resultado do acumular de nutrientes trazidos pelas chuvas e águas superficiais. Quando esse processo é induzido pelo homem, ele acontece de maneira rápida e a Eutrofização passa a ser uma doença para os reservatórios de água doce.<br />Poluição dos Solos:<br />O que é a poluição dos Solos? <br />A poluição dos solos é a alteração indesejável nas características físicas, químicas e biológicas do solo, com consequências para os ecossistemas e para o ser humano.<br />Quais as causas para a existência de poluição dos Solos?<br />A principal causa de poluição nos solos está muito relacionada com a aquática e com a atmosférica, pois é destas que provêm os químicos, resíduos, agroquímicos (usados para controlar pragas), entre outros que alteram a qualidade dos solos e provocam um problema cada vez mais comum em todo o mundo designado por desertificação. <br />Poluentes da atmosfera e da água:<br />O que é a Desertificação?<br />Desertificação é um fenómeno em que um determinado solo é transformado em deserto, através da acção humana ou de um processo natural, como por exemplo as alterações climáticas. No processo de desertificação, a vegetação reduz-se consideravelmente ou acaba por desaparecer totalmente. Nesta transformação, o solo perde as suas propriedades, tornando-se infértil. <br />Como podemos proteger os solos da desertificação?<br />Uma das maneiras de impedir que os solos desertifiquem é praticando uma agricultura sustentável, que provoca menos poluição e evita a destruição da Natureza. <br />Outra estratégia utilizada para impedir a perda de solo fértil é a conservação do solo, que consiste em técnicas agrícolas, como por exemplo a rotatividade de culturas, em que se evita repetir a plantação de dois géneros de plantas no mesmo local. Estas técnicas abrandam o processo de desertificação e mantém a produtividade dos solos.<br />A agricultura biológica é um tipo de agricultura que não usa agroquímicos e por essa mesma razão não cansa tanto os solos. A prática desta agricultura é muito vantajosa e provoca melhorias a longo prazo na fertilidade dos solos. A falta de minerais nestes solos não é resolvida com produtos químicos, mas sim com naturais, como adubos ou fertilizantes orgânicos, ou então através do semeio de leguminosas. As pragas são aniquiladas com produtos naturais.<br />Conclusão: <br />Neste trabalho ficámos a conhecer melhor as diferentes causas dos vários tipos de poluição que afectam a vida na terra, assim como pudemos também ficar a saber maneiras de parar de poluir ou então a saber distinguir o que fazemos mal e que prejudica o ambiente. <br />

×