001

322 visualizações

Publicada em

Teste

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
322
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

001

  1. 1. Seção 1: Iniciativa Hospital Amigo da Criança Parte da Estratégia Global UNICEF/OMS Promoção e Apoio à Amamerntação em um Hospital Amigo da Criança - Curso de 20 horas - 2006
  2. 2. ESTRATÉGIA GLOBAL PARA A ALIMENTAÇÃO DE LACTENTES ECRIANÇAS DE PRIMEIRA INFÂNCIA UNICEF/OMS Promoção e Apoio à Amamerntação em um Hospital Amigo da Criança - Curso de 20 horas - 2006
  3. 3. Objetivo da Estratégia Global Melhorar, através da alimentação ótima,as condições nutricionais, de crescimento e desenvolvimento, saúde e, assim, a sobrevida de lactentes e crianças da primeira infância.
  4. 4. Fatos sobre a alimentação de lactentes e crianças de primeira infância Estima-se que cerca de 2 milhões de mortes de crianças poderiam ser evitadas a cada ano por meio de práticas eficazes de amamentação. Lactentes que se alimentam exclusivamente com leite materno têm pelo menos 2 ½ menos ocorrências de doenças do que lactentes alimentados com substitutos do leite materno. Os lactentes têm um risco 25 vezes maior de morrer de diarréia nos 6 primeiros meses de vida, se não forem exclusivamente amamentados. De: Jones, 2003; Chandra, 1979; Feachem, 1984; e Victora, 1987.
  5. 5. Fatos sobre a alimentação de lactentes e crianças de primeira infância Entre crianças com menos de 1 ano de idade, aquelas que não mamam têm um risco 3 vezes maior de morrer de infecções respiratórias do que as que são amamentadas exclusivamente.  De: Jones, 2003; Chandra, 1979; Feachem, 1984; e Victora, 1987.■O auge do período de desnutrição ocorre entre os 6 e 28 meses de vida.■A desnutrição contribui para cerca de metade das mortes de crianças menores de 5 anos, e um terço desses casos ocorre em virtude de práticas alimentares inadequadas.
  6. 6. Fatos sobre a alimentação de lactentes e crianças de primeira infância Lactentes que mamam exclusivamente por 4 meses ou mais apresentam 50% menos chances de ter crises de otite aguda do que aqueles que não mamam. Em comunidades de baixa renda, o custo do leite de vaca ou em pó, além de mamadeiras, bicos e combustível, pode consumir de 25% a 50% da renda familiar. A amamentação contribui naturalmente para o espaçamento entre as gestações; proporciona 30% mais proteção contra a concepção do que os programas de planejamento familiar existentes nos países em desenvolvimento.  De: Duncan et al, 1993; Unicef/OMS/UNESCO/UNFPAA, 1993; e Kleinman, 1987.
  7. 7. Fatos sobre a alimentação de lactentes e crianças de primeira infância O aconselhamento em amamentação e alimentação complementar contribui para as boas práticas alimentares, bem como para a melhoria na ingestão alimentar e no crescimento. O aconselhamento em amamentação e alimentação complementar contribui para a diminuição na incidência de diarréia.
  8. 8. Recomendações da OMS para a alimentaçãode lactentes e crianças de primeira infância Iniciar a amamentação até 1 hora depois do parto. Amamentar exclusivamente nos 6 primeiros meses (180 dias) de vida. Em seguida, oferecer alimentos complementares nutritivos e seguros a todas as crianças. Continuar a amamentação até os 2 anos de idade ou mais.  Adaptado do “the Global Strategy”.
  9. 9. Termos e definições relacionados àalimentação de lactentes e crianças deprimeira infância  AMAMENTAÇÃO EXCLUSIVA: o lactente é alimentado apenas com leite materno; não lhe são oferecidos alimentos, água ou outros líquidos, com exceção de remédios, vitaminas ou minerais em gotas.  AMAMENTAÇÃO PARCIAL ou ALIMENTAÇÃO MISTA: o lactente mama e recebe também alimentação artificial seja com leite, cereais, outros alimentos ou água.  ALIMENTAÇÃO COM MAMADEIRA: o lactente é alimentado com mamadeira, independentemente do conteúdo, que também pode ser leite materno extraído da mãe.
  10. 10. Termos e definições relacionados àalimentação de lactentes e crianças deprimeira infância  ALIMENTAÇÃO ARTIFICIAL: o lactente é alimentado com substitutos do leite materno e não recebe leite de peito.  SUBSTITUIÇÃO ADEQUADA DA AMAMENTAÇÃO: processo de alimentar os filhos de mães HIV positivas que não recebem leite materno com uma dieta que proporcione todos os nutrientes de que a criança necessita.  ALIMENTAÇÃO COMPLEMENTAR: processo de oferecer à criança alimentos como complemento ao leite materno ou a fórmulas infantis, quando estes forem insuficientes para atender às suas necessidades nutricionais.
  11. 11. Principais parâmetros para comparar asituação nacional com as recomendações daOMS para a alimentação de lactentes ecrianças de primeira infância Proporção de bebês que mamam exclusivamente nos 6 primeiros meses (180 dias) de vida. Proporção de bebês mamam exclusivamente, por mês, até os 6 meses de vida. Proporção de bebês que recebem alimentação complementar adequada. Duração mediana da amamentação (em meses).
  12. 12. Principais parâmetros para comparar osdados da unidade de saúde com asrecomendações da OMS Inicio da amamentação: Proporção de bebês que começam a amamentar até 1 hora depois do parto Alojamento conjunto: Proporção de bebês que ficam em alojamento conjunto em tempo integral (24 h/dia) com as mães depois do parto Amamentação exclusiva: Proporção de bebês que são amamentados exclusivamente, do nascimento à alta Alimentação com mamadeira: Proporção de bebês que recebam qualquer tipo de alimento em mamadeiras, entre o nascimento e a alta.
  13. 13. Seção 1: Iniciativa Hospital Amigo da Criança Parte da Estratégia Global UNICEF/OMS Promoção e Apoio à Amamerntação em um Hospital Amigo da Criança - Curso de 20 horas - 2006
  14. 14. Iniciativa global da Organização Mundial da Saúde e do UNICEF que visa oferecer a todos os bebês o melhor começo de vida possível ao criar um ambiente de atendimento à saúde que tenhacomo norma o apoio ao aleitamento materno
  15. 15. OBJETIVOS:♦ Implementar os Dez Passos♦ Pôr fim à prática de distribuiçãogratuita ou a baixo custo desubstitutos do leite materno aunidades de saúde.
  16. 16. Promoção e Apoio à Amamentação em umHospital Amigo da Criança CURSO DE 20 HORAS PARA EQUIPES DE SAÚDE DE MATERNIDADES, ATUALIZADO E EXPANDIDO 2006 “Maternity”, 1963, © 2003 Estate of Pablo Picasso/Artists Rights Society (ARS), New York
  17. 17. 1/3OBJETIVOS DO CURSO • Capacitar toda a equipe do serviço de saúde para apoiar as mães no início precoce da amamentação exclusiva; • Ajudar o serviço a caminhar na direção da obtenção do título “Hospital Amigo da Criança”. UNICEF/OMS Promoção e Apoio à Amamerntação em um Hospital Amigo da Criança - Curso de 20 horas - 2006

×