Alho

951 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Alho

  1. 1. Alho – Beneficios e propriedades do alho na saúde e alimentaçãoNão há história de vampiros que se digne que não seja “cozinhada” com um ingredienteindispensável: o alho. Esta planta é, tradicionalmente, o precioso ajudante do herói da fita,que acaba sempre por combater e derrotar o vilão.Benefícios e propriedades medicinais do alho na saúde ealimentação:Não se sabe ao certo onde e quando nasceu este mito, mas o alho desempenha hoje umpapel de destaque no universo da medicina natural. No que toca ao mundo da saúde, osvampiros podem ser substituídos pelas doenças cardiovasculares, mas aqui, a eficácia doalho não tem nada de ficção.As propriedades terapêuticas e os beneficios do alho na prevenção e tratamento deperturbações cardíacas não são fruto da imaginação, mas sim dos compostos do alho. Estesfuncionam como obstáculos à produção de colesterol, para além de evitarem o enrijecer dasartérias.A somar a estes dois factores estão os reconhecidos efeitos anti-coagulantes do sangueprovocados por um consumo regular de alho. Mas não há bela sem senão, por isso, nada deexageros. Uma dose diária entre um e três dentes de alho – que podem ser utilizados naconfecção dos alimentos – é uma boa média. Se abusar, quem pode pagar é o estômago, apele e… o hálito.Outros benefícios do alho…O alho pode ser usado para tratar o colesterol alto, parasitas, problemas respiratórios e a mádigestão. Estudos sugerem que o alho quando ingerido regularmente ajuda a baixar apressão sanguínea, controla o açúcar no sangue, o colesterol e estimula o sistemaimunológico. Também foram encontradas algumas substâncias beneficas no alho que podemajudar a reduzir o risco de cancro no esófago, estómago e cancro do cólon.Note que não é recomendado tomar o alho na sua forma bruta (natural), uma vez que aenzima necessária para produzir alicina pode ser destruída no estômago antes de terqualquer efeito positivo. Por esta razão, o alho seco em pó, ou em capsulas é mais adequado
  2. 2. para tirar o maximo proveito das suas qualidades. Vários Estudos têm demonstrado aindaque outras formas de alho (cozido, em conserva, e o alho envelhecido) também sãobenéficos para a saúde.Usos de AlhoAlergiasO alho é conhecido por ter propriedades antivirais, o que ajuda o corpo a lutar contraalergias. Basta tomar um comprimido de suplemento de alho por dia durante 2 ou 3semanas antes da temporada das alergias (ex: primavera).TosseAs propriedades antibacteriana do alho tornam-no um excelente tratamento para tosses eoutras irritações de garganta. O alho também pode reduzir a gravidade das infecções dotrato respiratório.DiabetesO alho é considerado como um verdadeiro regulador dos níveis de açúcar no sangue,aumentando assim a liberação de insulina nos diabéticos. Portanto, se sobre de diabetes umbom remédio eficaz é tomar uma cápsula ou comprimido diário de alho.Pressão AltaEstudos clínicos demonstraram que um grupo de pessoas que sofriam de pressãoalta após um tratamento com cápsulas de alho diarias durante cinco meses baixaramdrasticamente os seus níveis de pressão arterial de forma tão eficaz como os pacientes quetomam medicamentos de prescrição medica para pressão arterial. A dosagem sugerida é de600-900mg cápsulas de alho por dia.Colesterol ElevadoEstudos têm demonstrado que tomar 600-900 mg diárias de alho reduz os níveis decolesterol e reduz a formação de placas arteriais por 5-18%. Portanto, se sofre de colesterol,sem dúvida que o tratamento natural eficaz é tomar um comprimido ou cápsula de alho(600-900mg) uma vez por dia.Dor de DentesCom todas as propriedades antibacterianas, analgésicas e anestésicas do alho pode ajudar aaliviar ou curar a dor de dentes. Basta colocar um pouco de óleo de alho ou um pedaço dedente de alho esmagado diretamente sobre o dente afetado e da gengiva para conseguir umalívio imediato.VerrugasDevido á sua capacidade para combater infecções e bactérias torna-o um remédio eficazpara verrugas e outros problemas de pele. Pegue um dente de alho fresco e corte-o.Esfregue a área cortada do dente de alho diretamente sobre a verruga durante algunssegundos. Repita este procedimento todas as noites antes de ir para a cama até que averruga desapareça. Se sentir qualquer tipo de irritação ou sensação de queimadura forte,basta lavar a área com água.Quais são os efeitos colaterais de alho?Para a maioria dos indivíduos, o alho não causa quaisquer efeitos secundários graves. Noentanto as pessoas que são alérgicas ao alho, ou que o consomem em grandes quantidades,
  3. 3. podem sofrer de irritação do estômago, azia ou flatulência. O alho parece ser seguro durantea gravidez e amamentação. Na verdade, dois estudos realizados demonstraram que osbebés aderem melhor ao leite materno em mães que comem regularmente alho.Note que devido ao alho ter um efeito de anti-coagulação do sangue e propriedadesadelgaçantes, as pessoas que tomam medicamentos anti-coagulantes ou que estãoprogramadas para uma cirurgia devem sempre consultar o seu médico antes de tomarqualquer suplemento de alho.Onde e Como Comprar AlhoO alho em pó ou alho em cápsulas já pode ser comprado e encontrado em qualquerhipermercado. Os suplementos de alho estão disponíveis na forma de comprimidos,cápsulas, extratos e óleos e tambem podem ser comprados em lojas de produtos naturais(onde a qualidade poderá ser melhor). Informações e Curiosidades do AlhoO alho nas duas guerras mundiaisEm Inglaterra o alho gozava de grande reputação entre os ervanários muito antes doaparecimento dos medicamentos. Em 1665 quando a peste dizimou dezenas de milhares depessoas, todos os ocupantes de uma casa em Chester conseguiram sobreviver. A explicaçãoavançada é a de que a habitação possuía uma ampla provisão de alho na cave, o quemantinha os habitantes imunes aos efeitos mortíferos da peste.Os primeiros estudos académicos sérios publicados sobre o alho são da autoria de AlexisFedchenko, um naturalista e viajante russo do início do século XIX. As suas DescobertasBotânicas, foram publicadas pelo Governo Russo. Já no período da Grande Guerra (1914-1918), o alho era utilizado com algum sucesso no tratamento dos feridos em combatesaéreos. No desenrolar da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), mais uma vez o alhodesempenhou o seu papel, sendo utilizado às toneladas pelos Serviços Médicos.Diariamente é utilizado em todo o mundo, mais de meio dente de alho por pessoa.Anualmente a produção de alho suplanta, a nível mundial, as duas mil e quinhentastoneladas, uma parte substancial vinda da China. Entre outros países exportadores de alhoencontram-se a Espanha, a Coreia do Sul, a Tailândia, o Egipto, o México e o BrasilA primeira greve da HistóriaOs antigos egípcios desde épocas remotas conheciam a planta cultivando-a e consumido-a apar das cebolas, das chalotas e do alho-porro. Este povo fez do alho um dos alimentos baseda sua alimentação e simultaneamente num remédio, acreditando mesmo que contrariava ossintomas do envelhecimento. Nos mitos egípcios, o alho era uma das ervas com poderessobrenaturais e mágicos. Os arqueólogos encontraram nas pirâmides algumas inscriçõesque, ao que tudo indica, referem-se ao alho. Consta que esta planta, juntamente com osrabanetes, era fornecida em quantidade razoável aos trabalhadores, crendo-se que seria umexcelente revigorante.Segundo alguns investigadores uma das primeiras greves da humanidade foi iniciada porestes trabalhadores ao construírem a Pirâmide de Keops. Fizeram-no porque lhes tinha sidoretirado o alho da alimentação diária. Quando o túmulo de Toutankhamon foi aberto,encontrou-se alho entre os tesouros sepultados com o Rei. Este era parte integrante dosmantimentos colocados com o soberano para a sua longa viagem em direcção ao outromundo. Também os papiros nos trazem algumas referências ao alho. No tempo de RamsésIII, o alho era utilizado para conservar os corpos.Para além do Egipto, muitas outras civilizações anteriores à era cristã incluíram o alho na suaalimentação Cerca de 3.000 a.C., no Mediterrâneo Oriental, os babilónios usavam o alho
  4. 4. atribuindo-lhe virtudes miraculosas. Empregavam-no na alimentação e simultaneamentecomo tratamento para as doenças respiratórias, problemas de pele, entre outros.O alho com as legiões romanasCom o Império Romano a cultura do alho prosperou. Os ímpetos belicistas e de conquistaromana, levaram as suas legiões até regiões remotas, bem longe do centro do império.Chegaram tão longe como as Ilhas Britânicas, às portas da Ásia e ao Norte de África. Com astropas viajou o alho. Virgílio, poeta romano (70-19 a.C.) deteve-se bastante sobre as artesda agricultura, da criação de gado e de abelhas. No que dizia respeito ao alho afirmava “éessencial para manter as forças dos homens que trabalham no campo”.Galeno, um dos mais notáveis médicos daquele período apelidou o alho de “melaço dospobres”, aconselhando-o como antídoto contra os venenos. Avançamos na linha do tempo eo alho continua sempre presente. No ano 1100 d.C, Roberto da Normandia afirmou acercadesta planta: “O alho tem poder para salvar da morte. Suportem-no apesar de produzir umhálito desagradável.Em França é ainda hoje consumido o “Vinagre dos Quatro Ladrões”, envolto numa históriapouco fundamentada. Em 1721 a peste afligia Marselha. Não existindo quem enterrasse osmortos, foram abertas as portas das prisões e os condenados executaram a tarefa. Apóssemanas do mórbido trabalho, poucos eram os que tinham morrido. Em troca da liberdadefoi-lhes exigido que revelassem o segredo da sua imunidade. Esta devia-se a um preparadoque misturava vinho com alho macerado. Franklin escreveu na La Vie d´Autrefois quedurante o século XVI os habitantes de Paris consumiam alho com manteiga no decurso daPrimavera. Era também comum uma sopa à base de alho e cebolas (Soupe à Lyvriogne).O alho OlímpicoNa mitologia da Grécia Antiga, o alho era venerado como uma planta com poderessobrenaturais. Algumas cabeças de alho impediam os demónios errantes de entrar nascasas. A planta encontrava-se ligada ao plano sobrenatural. Colocavam uma cabeça de alhosobre um monte de pedras nos cruzamentos pensando estar a fazer uma oferta à deusa dossortilégios, Hecate.Homero acreditou nas capacidades místicas do alho ao descrever a forma como Ulisses seserviu dele para se proteger das pragas de Circe. Os marinheiros do barco de Ulissestransformaram-se em porcos devido a uma maldição de Circe, mas Ulisses evitou oencantamento porque, seguindo o conselho de Hermes, defendeu-se do canto da sereia deCirce com pó de alho.Ainda no plano da mitologia, acreditava-se que Cibele, a mãe dos deuses do Olimpo,detestava tanto o cheiro do alho que quem o tivesse ingerido ficava proibido de entrar notemplo. Os gregos eram igualmente grandes apreciadores do alho à mesa, dadas as suasexcelentes propriedades alimentares. O filósofo grego Aristóteles (384 a.C.) afirmou acercado alho: “É um remédio para a hidrofobia e um tónico e laxativo, sendo no entanto mau paraos olhos”. Hipócrates (460 a.C.), um dos pais da medicina, também gabava os méritos doalho, que considerava como um soporífero. Aristófanes (444 a.C.), um comediante e autordramático, tinha uma opinião tão boa do alho que defendia a sua capacidade para restaurara virilidade nos homens.Os atletas gregos utilizavam-no bastante, nomeadamente no decorrer dos Jogos Olímpicos.Terão sido provavelmente os Fenícios um dos povos que mais contribuiu para a disseminaçãodo alho. Habitavam uma estreita faixa de terra entre a costa mediterrânica e as montanhasao Ocidente do rio Jordão. A terra era fértil, apta ao cultivo do alho. Como habilidososmarinheiros que eram, contactaram com os povos da Península Itálica, Península Ibérica,França e Inglaterra. A bordo das suas embarcações levavam o alho, alimento que utilizavamabundantemente na sua dieta. É provável que ao tocarem os diversos portos, no seuintercâmbio comercial, tenham deixado algumas cabeças e sementes de alho. Cogumelo
  5. 5. Planta Guiné Spa Caseiro - Receitas para fazer em casa Receita de Rolinhos de peru com molho de espinafres Alicina - Substância presente no AlhoSpa Caseiro – Receitas para fazer em casaSpa Caseiro – Receitas para fazer em casa:É fácil preparar pratos leves e sumos especiais que renovam a sua energia e garantem saúdee bem-estar.As toxinas acumuladas no corpo pelo consumo de alimentos inadequados e pelo estressepodem ser eliminadas por meio de receitas simples e naturais.“Existem várias frutas e verduras com poder de limpar o organismo. Algumas delas: maçã,laranja, cenoura, abacaxi, melão, manga, tomate, beterraba, clorofila, agrião, limão,mamão, caqui, couve, agrião, pepino, morango e ervas medicinais”, diz Fátima Pinsard,consultora de alimentação natural e gastronomia saudável do Spa Ponto de Luz, emJoanópolis (SP).Consuma esses alimentos em forma de sumos naturais e sempre logo após a suapreparação, para que não se percam os seus efeitos nutritivos e terapêuticos.Procure utilizar vegetais orgânicos e evite adoçantes nas receitas. Os sumos podem serfeitos em centrífugadora e liquidificador ou por meio da maceração (pilar o vegetal atéformar um sumo, adicionar um pouco de água e beber). Utilize água mineral e tome trêsvezes ao dia.
  6. 6. Sumo desintoxicante1 cenoura crua1/2 beterraba crua1/2 xícara (chá) de talos e folhas de hortelãSumo de 1 limão e raspas da cascaÁgua mineralSumo desintoxicante e calmante1 cenoura crua1 maçã1/2 maço de alface (talo incluso)Sumo de 1 limão e raspas da cascaÁgua mineralSumo desintoxicante e digestivo1 xícara (chá) de abacaxi em cubos1 cenoura1 xícara (chá) de talos de erva doceSumo de 1 limão e raspas da cascaÁgua mineralSumo desintoxicante e energético4 cenouras1 maçã1 copo de sumo de limão (feito com casca)2 laranjas1 pedaço de gengibreApós tomar o sumo, Ma Deva Suvalia, gerente de terapias do Ponto de Luz, sugere reservarum momento para relaxar e meditar. “Uma dica preciosa é ficar consciente da suarespiração. Para esta prática deite em um lugar confortável e observe o ar que entra e quesai. Observe este delicado fio que o liga à vida. Esta simples observação conscienteproporciona saúde e vitalidade”.Reeducação alimentarEstimular mudanças saudáveis na vida das pessoas é o principal objetivo do Spa MedSorocaba Campus, em Sorocaba (SP), Brasil. E uma das propostas é controlar o consumo desal e de alimentos industrializados, por meio de uma dieta hipossódica.Para dar sabor aos alimentos os especialistas recorrem a temperos naturais, como cebola,alho, manjericão, orégano, cheiro-verde e pimentas, entre outros. Os pratos também sãoelaborados sem óleo – no lugar é utilizado água. Igualmente as sobremesas têm água comobase, e são feitas sem margarina, açúcar, leite e gorduras. Confira receitas saborosas esaudáveis.Bolo de Chocolate DietIngredientesBolo6 ovos2 colheres (sopa) de adoçante para uso culinário100 ml de água3 colheres rasas (sopa) de achocolatado em pó diet3 colheres (sopa) de farinha de trigo1 colher (sobremesa) de fermento em póEssência de baunilha a gostoCobertura250 ml de leite desnatado1/2 caixa de pudim de chocolate diet
  7. 7. PreparaçãoBata os ovos na batedeira, em velocidade rápida, até formar uma espuma cremosa.Acrescente o adoçante, a água, o achocolatado, a baunilha e a farinha de trigo. Por último,misture o fermento. Asse em forma untada e esfarinhada em forno médio (180°), pré-aquecido, até dourar. Para a cobertura, misture o pudim com o leite e leve ao fogo brandoaté formar um creme. Espalhe sobre o bolo.Quibe AssadoIngredientes1 xícara (chá) de trigo para quibe300 gramas de carne magra moída1 dente de alho moído1/2 unidade de cebola cortada em cubos2 xícaras (chá) de água quente1 colher (chá) rasa de salHortelã a gostoPreparação:Coloque o trigo em uma vasilha, acrescente a água quente para hidratar e deixe por 20minutos. Passe o trigo na peneira para escorrer o excesso de água. Junte o trigo com a carnemoída, o alho, a cebola, o hortelã, o sal. Misture tudo, arrume em uma assadeira e leve paraassar. Spa em casa - Segredos Reeducação alimentar deve começar em casa

×