O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Pibid letras - Variação Linguística

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Próximos SlideShares
Variedades Linguísticas
Variedades Linguísticas
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 27 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (20)

Quem viu também gostou (20)

Anúncio

Semelhante a Pibid letras - Variação Linguística (20)

Anúncio

Mais recentes (20)

Pibid letras - Variação Linguística

  1. 1. Variação Linguística
  2. 2. Os dialetos na dimensão territorial, geográfica ou regional representam a variação que acontece entre pessoas de diferentes regiões em que se fala a mesma língua.
  3. 3. variação que ocorre de acordo com a classe social a que pertencem os usuários da língua, isso porque há uma “tendência para maior semelhança entre os dois atos verbais dos membros de um mesmo setor sócio-cultural da comunidade” (Camacho,1988:32).
  4. 4. representa as variações decorrentes da diferença no modo de usar a língua de pessoas de idades diferentes, normalmente em faixa etárias diversas.
  5. 5. representam as variações de acordo como sexo de quem fala. Algumas diferenças são determinadas por razões gramaticais, como certos fatos de concordância, assim, por exemplo, um homem não diria a frase: Estou tão preocupada com a festa.
  6. 6. Cara ,tô azarando uma mina que é muito gata. Amiga, conheci um cara que é um deus, acho que tô gostando dele!
  7. 7. Os dialetos na dimensão da geração representam estágios no desenvolvimento da língua. Alguns estudiosos preferem falar em variações históricas. As variantes históricas dificilmente coexistem e são mais percebidas na língua escrita.
  8. 8. “Antigamente as moças chamavam-se mademoiselles e eram todas mimosas e muito prendadas. Não faziam anos: completavam primaveras , em geral dezoito.” [...] Carlos Drummond de Andrade
  9. 9. Os dialetos na dimensão da função representam as variações na língua decorrente da função que o falante desempenha. Um exemplo dessa variação seria o plural majestático, em que governantes ou altas autoridades expressam seus desejos ou intenções com o pronome “nós”, sinalizando sua posição de representantes do povo.
  10. 10. é a denominação dada à uma das variedades lingüísticas, está é usada para reger a escrita e a fala em situações mais formais em que se exige do interlocutor um certo grau de formalismo.
  11. 11. é o julgamento negativo que é feito dos falantes em função da variedade que utilizam.
  12. 12. Apresentam cada uma um conjunto próprio de variedades de grau de formalismo. As variedades de grau de formalismo da língua apresentam uma tendência para maior regularidade e geralmente maior formalidade que as línguas faladas, todavia importa lembrar que em cada caso existe uma mesma relação entre os níveis de grau de formalismo proposto para a língua falada e para a escrita.
  13. 13. Variação de registro  Solene: discurso de posse de um Presidente.  Muito formal: discurso de um deputado.  Formal: sala de aula.  Menos formal: conversa  Coloquial: conversa entre amigos.  Familiar: pessoal
  14. 14.  Hiperformal: uma poesia que segue estritamente os padrões formais, como o soneto.  Formal: é o caso da escrita de jornais e revistas por exemplo.  Semiformal:escrita encontrada em cartas comerciais e de recomendação, declarações, etc.  Informal:é o caso de correspondência entre membros de uma família ou amigos íntimos.  Pessoal: quase sempre notas para uso próprio , como recado, bilhete lista de compras, etc.

×