SlideShare uma empresa Scribd logo

Unidade 5 10º e 11º encontro

Pauta enviada por Missial Design

1 de 6
Baixar para ler offline
PREFEITURA MUNICIPAL DE JACAREÍ
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
Gerência de Ensino Fundamental
PNAIC – Programa Nacional de Alfabetização na Idade Certa
Língua Portuguesa
Orientadora de Estudo: Elisabete Feliciano dos Santos
Email: bete.feliciano@hotmail.com

ANO 2 - CADERNO - V

10º ENCONTRO 21/09/2013

“O TRABALHO COM GÊNEROS TEXTUAISNA SALA DE AULA”
Pauta:
1-Leitura para deleite: “ Asas de papel” - Marcelo Xavier
2-Arvore do pacto: Quais as flores que surgiram ao longo das reflexões até unidade 4?
3- Apresentação e sugestão para cantinho de leitura
4-Tarefa do dia28/08

- Realizar a avaliação das crianças (Perfil da sala de aula) e preencher o quadro de
acompanhamento para discussãono próximo encontro (mês de agosto)
- Email – Sugestões de intervençõese de hipótese
5 -Planejar estratégias para ajudar as crianças a avançarem, (referente as dificuldades
encontrados no quadro de perfil da turma)
6 - Vídeo: Escrevendo o futuro. ITAÚ
7 – Através de slides, fazer reflexão da seção “Iniciando a conversa” e o texto 1 “Por que
ensinar gêneros textuais na escola?” e discutir a questão:
A) A importância de trabalhar com gêneros textuais na escola?
B) Montar um cartazcom um “Você sabia quê?, explicando a importância do ensino de
gênero em sala de aula;
C) Socializar as reflexões.
8 - Assistir ao programa “Para ser cidadão da cultura letrada”. (Série Letra Viva; 07)
Tarefa:
- Ler o texto 2 (Registro e análise da prática no 2º ano do Ensino Fundamental: os textos na sala de aula),
para identificar os gêneros textuais trabalhados em sala pela professora e analisar sua importância para o
estudo do tema proposto; refletir sobre a mediação da professora durante a vivência das atividades;
Socializar as reflexões por meio de cartazes (Página 11 à 29 do caderno 5).
- Avaliação do SIMEC
- Próximo encontro dia 28 de setembro
A Unidade 5 foi realizada no dia 21 de setembro de 2013 e iniciamos com a leitura
deleite“Asas de papel”, de Marcelo Xavier.
Dando continuidade a construção da nossa árvore do PACTO, fizemos uma reflexão
sobre as flores que surgiram ao longo das reflexões até a unidade 4. Entre essas flores as
cursistas destacaram um maior esclarecimento da práxis pedagógica, descoberta de novos
valores, repensar na importância dos jogos e brincadeiras, melhor organização da rotina,
troca de experiência, elaborar estratégias mais adequadas com aulas produtivas e melhor
direcionamento nos estudos. E mesmo com todo conhecimento adquirido nas formações já
disponibilizadas, é preciso estar aberto ao novo, refletir, mas principalmente ter confiança
naquilo que será trabalhado.
Montamos um cantinho com a magia da leitura (Sugestão da Orientadora Shirley). As
professoras puderam vivenciar e descobrir novas sugestões para o seu cantinho lá na
escola. Algumas questionaram quanto ao uso dos livros, a preocupação em usá-los e sumir,
outras não tem espaço na sala para montar o cantinho, algumas já têm o seu cantinho
montado na sala ou na escola e outras se comprometeram a montar o seu cantinho com os
alunos.
Tivemos a visita da nossa formadora da GTP do município – Célia Regina, ela refletiu
com as cursistas o uso do gênero na sala de aula. Foi um momento muito produtivo e gerou
novas reflexões em nossos professores alfabetizadores sobre a prática pedagógica e o
gênero textualnos trabalhos já realizados.
Assistimos o vídeo“Para ser cidadão da cultura letrada”. (Série Letra Viva; 07) e em
seguida fizemos uma discussão no grupo tentando esclarecer algumas questões: O que
chamamos de gêneros textuais? Como eles se manifestam nas variadas situações de uso da
linguagem? Como podemos desenvolver um trabalho na alfabetização em que os gêneros
textuais são entrelaçados às práticas de leitura, de produção de textos e conhecimentos
sobre a língua?
A partir daí foi proposto uma tarefa em grupo de análise sobre a importância de
trabalhar com gêneros textuais na escola. Os grupos montaram um cartazcom um “Você
sabia quê?, explicando a importância do ensino de gênero em sala de aula; (porque esse é
um dos nossos gêneros a ser trabalhado nesse semestre com os alunos do 2º ano). Não
tivemos tempo hábil de fazer a socialização, essa será realizada no próximo encontro.
Realizei o encaminhamento da tarefa e avaliação do dia. Várias manifestaram que o
encontro trouxe fortalecimento do conhecimento, ajuda na reflexão da prática, reavaliação
sobre gêneros textuais com novos esclarecimentos e o grande envolvimento do grupo.
Elisabete Feliciano dos Santos
PREFEITURA MUNICIPAL DE JACAREÍ
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
Gerência de Ensino Fundamental
PNAIC – Programa Nacional de Alfabetização na Idade Certa
Língua Portuguesa
Orientadora de Estudo: Elisabete Feliciano dos Santos
Email: bete.feliciano@hotmail.com

ANO 2 - CADERNO - V

11º ENCONTRO 28/09/2013

“O TRABALHO COM GÊNEROS TEXTUAISNA SALA DE AULA”
Pauta:
1. Leitura para deleite: “Bom dia, todas as cores!” Ruth Rocha
2. Tarefa do dia21/08

A - Ler o texto 2 (Registro e análise da prática no 2º ano do Ensino Fundamental
B - Refletir sobre a mediação da professora durante a vivência das atividades;
C - Socializar as reflexões por meio de cartazes.
3. Apresentar ocartaz da aula anterior, com um “Você sabia quê?, explicando a
importância do ensino de gênero em sala de aula;

4. Analisar os quadros de diferentes gêneros e fazer o registro.
5. Slides: “Por que ensinar gêneros textuais na escola?”

6. Leitura do texto 3 (página 30 à 33)

Tarefa:
- Ler o texto:Os objetivos de leitura de acordo com Isabel Sole. Fazer Uma pequena

consideração sobre o tema.

(Será enviado por email)

- Fazer a leitura antecipada do caderno “6”. Planejando a alfabetização e dialogando
com diferentes áreas do conhecimento.
- Próximo encontro dia 05 de outubro
O segundo encontro da Unidade 5, realizada no dia 28 de setembro de 2013, com o
tema: “O TRABALHO COM GÊNEROS TEXTUAISNA SALA DE AULA”
Iniciamos como habitualmente com uma história deleite, que também serviu de
análise para as professoras alfabetizadoras: “Bom dia, todas as cores!” Ruth Rocha.
Retomamos a tarefa do encontro anterior, em que as cursistas tinham que ler o
texto 2, (Registro e análise da prática no 2º ano do Ensino Fundamental). Entre os vários
questionamentos levantaram o fato de a sequência ser longa e usar vários gêneros textuais;
no geral, acharam a sequência boa e que pode ser aplicada após alguns ajustes.
Dando sequência e fazendo associação com o tema do dia, as cursistas apresentaram
o cartaz da aula anterior, com um “Você sabia quê?” e explicaram a importância do ensino
de gênero em sala de aula.

Ouvimos relatos de experiências das professoras que realizaram com seus alunos
propostas de atividades de produção oral e escrita, foram relatos simples, objetivos, porém
muito importantes na prática pedagógica.
Em grupo fizeram analise dos quadros de diferentes gêneros (Sugerido em nossa
última formação por nossa formadora Gisele Barachati). Foi um momento muito rico,
levantaram dúvidas e várias discussões como: para que ano os textospodem ser usados?
Tiraram dúvidas quanto a resumo e sinopse e que gênero oferecer aos alunos para leitura e
escrita.
Refletimos o conteúdo do dia através do slide dialogado “Por que ensinar gêneros
textuais na escola? e, qual a diferença entre tipos e gêneros?Deu-se ênfase a produção de
textos escritos e produção de textos orais realizados em sala de aula, assim como seus
objetivos, as potencialidades e provocando novas reflexões como:
•

O que chamamos de gêneros textuais?

•

Como eles se manifestam nas variadas situações de uso da linguagem?

•

Como podemos desenvolver um trabalho na alfabetização em que os gêneros textuais

são entrelaçados às práticas de leitura, de produção de textos e conhecimentos sobre a
língua?
Refletimos sobre os suportes textuais e sobre os tipos textuais e suas
classificações e falamos que nossa rede municipal segue a do Pró Letramento.
A partir daí foi proposto uma tarefa de análise do texto: Os objetivos de leitura de
acordo com Isabel Sole e fazer uma pequena consideração sobre o tema.
Encerramos nossa manhã de reflexão confeccionando um marcador de livro. Todas
curtiram muito e se dedicaram para enfeitá-lo.

Recomendados

Pauta do 1º encontro cader1no
Pauta do 1º encontro cader1noPauta do 1º encontro cader1no
Pauta do 1º encontro cader1noBete Feliciano
 
Pnaic pauta resumida-3ª formação
Pnaic pauta resumida-3ª formaçãoPnaic pauta resumida-3ª formação
Pnaic pauta resumida-3ª formaçãoFatima Lima
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

2º encontro pnaic vânia 2015
2º encontro pnaic  vânia 20152º encontro pnaic  vânia 2015
2º encontro pnaic vânia 2015Wanya Castro
 
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014Claudio Pessoa
 
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE SÃO PEDRO NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE SÃO PEDRO NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE SÃO PEDRO NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE SÃO PEDRO NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014Claudio Pessoa
 
Unidade 4 parte 1, 2 e 3
Unidade 4   parte 1, 2 e 3Unidade 4   parte 1, 2 e 3
Unidade 4 parte 1, 2 e 3Bete Feliciano
 
Sequencia didatica 1 ano_orientadoras monte mor
Sequencia didatica 1 ano_orientadoras monte morSequencia didatica 1 ano_orientadoras monte mor
Sequencia didatica 1 ano_orientadoras monte morTatiana Schiavon
 
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º anoSEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º anoIolanda Sá
 
Pauta Caderno 1 - Parte 2
Pauta Caderno 1 - Parte 2Pauta Caderno 1 - Parte 2
Pauta Caderno 1 - Parte 2Bete Feliciano
 
Sequência didática do livro viviana rainha do pijama
Sequência didática do livro viviana rainha do pijamaSequência didática do livro viviana rainha do pijama
Sequência didática do livro viviana rainha do pijamaBete Feliciano
 
Formação PNAIC-2016 Biguaçu
Formação PNAIC-2016 Biguaçu Formação PNAIC-2016 Biguaçu
Formação PNAIC-2016 Biguaçu Soleducador1
 
Plano de intervenção de português 2011
Plano de intervenção de português 2011Plano de intervenção de português 2011
Plano de intervenção de português 2011EDMIRSON OLIVEIIRA
 
Apresentação 17 turma mista
Apresentação 17 turma mistaApresentação 17 turma mista
Apresentação 17 turma mistaTatiana Schiavon
 
Anexos 1º ano unidade 7 (1)
Anexos 1º ano   unidade 7 (1)Anexos 1º ano   unidade 7 (1)
Anexos 1º ano unidade 7 (1)Naysa Taboada
 

Mais procurados (20)

Pauta de 30.11
Pauta de 30.11Pauta de 30.11
Pauta de 30.11
 
Pnaic encontro 1 20
Pnaic encontro 1 20Pnaic encontro 1 20
Pnaic encontro 1 20
 
Pauta pnaic
 Pauta pnaic Pauta pnaic
Pauta pnaic
 
2º encontro pnaic vânia 2015
2º encontro pnaic  vânia 20152º encontro pnaic  vânia 2015
2º encontro pnaic vânia 2015
 
Pnaic_ 1º encontro
Pnaic_ 1º encontroPnaic_ 1º encontro
Pnaic_ 1º encontro
 
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE TOUROS NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
 
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE SÃO PEDRO NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE SÃO PEDRO NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE SÃO PEDRO NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE SÃO PEDRO NO SEMINÁRIO FINAL DO PNAIC 2014
 
Unidade 4 parte 1, 2 e 3
Unidade 4   parte 1, 2 e 3Unidade 4   parte 1, 2 e 3
Unidade 4 parte 1, 2 e 3
 
Sequencia didatica 1 ano_orientadoras monte mor
Sequencia didatica 1 ano_orientadoras monte morSequencia didatica 1 ano_orientadoras monte mor
Sequencia didatica 1 ano_orientadoras monte mor
 
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º anoSEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
 
Pauta Caderno 1 - Parte 2
Pauta Caderno 1 - Parte 2Pauta Caderno 1 - Parte 2
Pauta Caderno 1 - Parte 2
 
Sequência didática do livro viviana rainha do pijama
Sequência didática do livro viviana rainha do pijamaSequência didática do livro viviana rainha do pijama
Sequência didática do livro viviana rainha do pijama
 
Formação PNAIC-2016 Biguaçu
Formação PNAIC-2016 Biguaçu Formação PNAIC-2016 Biguaçu
Formação PNAIC-2016 Biguaçu
 
Plano de intervenção de português 2011
Plano de intervenção de português 2011Plano de intervenção de português 2011
Plano de intervenção de português 2011
 
GÊNEROS TEXTUAIS
GÊNEROS TEXTUAISGÊNEROS TEXTUAIS
GÊNEROS TEXTUAIS
 
Pauta do 5º Encontro
Pauta do 5º EncontroPauta do 5º Encontro
Pauta do 5º Encontro
 
Projeto ReforçO
Projeto ReforçOProjeto ReforçO
Projeto ReforçO
 
plano de estudo
 plano de estudo  plano de estudo
plano de estudo
 
Apresentação 17 turma mista
Apresentação 17 turma mistaApresentação 17 turma mista
Apresentação 17 turma mista
 
Anexos 1º ano unidade 7 (1)
Anexos 1º ano   unidade 7 (1)Anexos 1º ano   unidade 7 (1)
Anexos 1º ano unidade 7 (1)
 

Destaque

11 encontro unidade 5 - a importância de trabalhar com gêneros textuais na
11 encontro   unidade 5 - a importância de trabalhar com gêneros textuais na11 encontro   unidade 5 - a importância de trabalhar com gêneros textuais na
11 encontro unidade 5 - a importância de trabalhar com gêneros textuais naBete Feliciano
 
Pnaic unidade 5 sintese dos cadernos
Pnaic unidade 5 sintese dos cadernosPnaic unidade 5 sintese dos cadernos
Pnaic unidade 5 sintese dos cadernostlfleite
 
PNAIC - Sintese unidade 6
PNAIC - Sintese  unidade 6PNAIC - Sintese  unidade 6
PNAIC - Sintese unidade 6ElieneDias
 
Unidade 4 - PNAIC - Ludicidade
Unidade 4 - PNAIC - LudicidadeUnidade 4 - PNAIC - Ludicidade
Unidade 4 - PNAIC - LudicidadeElaine Cruz
 
A oralidade e a escrita prof roberta scheibe1
A oralidade e a escrita   prof roberta scheibe1A oralidade e a escrita   prof roberta scheibe1
A oralidade e a escrita prof roberta scheibe1Roberta Scheibe
 
Reflexões sobre a organização do trabalho - Ed. Campo
Reflexões sobre a organização do trabalho - Ed. CampoReflexões sobre a organização do trabalho - Ed. Campo
Reflexões sobre a organização do trabalho - Ed. CampoNaysa Taboada
 
Desenvolvimento da oralidade
Desenvolvimento da oralidadeDesenvolvimento da oralidade
Desenvolvimento da oralidadeDenise Oliveira
 
Inter relacoes entre oralidade e escrita Caderno 5
Inter relacoes entre oralidade e escrita Caderno 5Inter relacoes entre oralidade e escrita Caderno 5
Inter relacoes entre oralidade e escrita Caderno 5Denise Oliveira
 
RELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAIC
RELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAICRELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAIC
RELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAICServiço público
 
Abrindo caminho-de-ana-maria-machado
Abrindo caminho-de-ana-maria-machadoAbrindo caminho-de-ana-maria-machado
Abrindo caminho-de-ana-maria-machadoNaysa Taboada
 
Direitos de aprendizagem oralidade
Direitos de aprendizagem   oralidadeDireitos de aprendizagem   oralidade
Direitos de aprendizagem oralidademariaelidias
 

Destaque (19)

11 encontro unidade 5 - a importância de trabalhar com gêneros textuais na
11 encontro   unidade 5 - a importância de trabalhar com gêneros textuais na11 encontro   unidade 5 - a importância de trabalhar com gêneros textuais na
11 encontro unidade 5 - a importância de trabalhar com gêneros textuais na
 
Pnaic unidade 5 sintese dos cadernos
Pnaic unidade 5 sintese dos cadernosPnaic unidade 5 sintese dos cadernos
Pnaic unidade 5 sintese dos cadernos
 
PNAIC - Sintese unidade 6
PNAIC - Sintese  unidade 6PNAIC - Sintese  unidade 6
PNAIC - Sintese unidade 6
 
Unidade 4 - PNAIC - Ludicidade
Unidade 4 - PNAIC - LudicidadeUnidade 4 - PNAIC - Ludicidade
Unidade 4 - PNAIC - Ludicidade
 
Pnaic caderno 6
Pnaic caderno 6Pnaic caderno 6
Pnaic caderno 6
 
A oralidade e a escrita prof roberta scheibe1
A oralidade e a escrita   prof roberta scheibe1A oralidade e a escrita   prof roberta scheibe1
A oralidade e a escrita prof roberta scheibe1
 
Reflexões sobre a organização do trabalho - Ed. Campo
Reflexões sobre a organização do trabalho - Ed. CampoReflexões sobre a organização do trabalho - Ed. Campo
Reflexões sobre a organização do trabalho - Ed. Campo
 
Desenvolvimento da oralidade
Desenvolvimento da oralidadeDesenvolvimento da oralidade
Desenvolvimento da oralidade
 
Inter relacoes entre oralidade e escrita Caderno 5
Inter relacoes entre oralidade e escrita Caderno 5Inter relacoes entre oralidade e escrita Caderno 5
Inter relacoes entre oralidade e escrita Caderno 5
 
RELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAIC
RELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAICRELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAIC
RELATORIO - FORMAÇÃO - III - PNAIC
 
Pnaic caderno 4
Pnaic caderno 4Pnaic caderno 4
Pnaic caderno 4
 
Pnaic caderno 5
Pnaic caderno 5Pnaic caderno 5
Pnaic caderno 5
 
24 de novembro
24 de novembro24 de novembro
24 de novembro
 
Pnaic 17 novembro
Pnaic 17 novembroPnaic 17 novembro
Pnaic 17 novembro
 
Pnaic 26 de outubro
Pnaic 26 de outubroPnaic 26 de outubro
Pnaic 26 de outubro
 
Pnaic 27 de outubro
Pnaic 27 de outubroPnaic 27 de outubro
Pnaic 27 de outubro
 
Pnaic 2º encontro
Pnaic 2º encontroPnaic 2º encontro
Pnaic 2º encontro
 
Abrindo caminho-de-ana-maria-machado
Abrindo caminho-de-ana-maria-machadoAbrindo caminho-de-ana-maria-machado
Abrindo caminho-de-ana-maria-machado
 
Direitos de aprendizagem oralidade
Direitos de aprendizagem   oralidadeDireitos de aprendizagem   oralidade
Direitos de aprendizagem oralidade
 

Semelhante a Unidade 5 10º e 11º encontro

Pacto nacional pela alfabetização na idade certa
Pacto nacional pela alfabetização na idade certaPacto nacional pela alfabetização na idade certa
Pacto nacional pela alfabetização na idade certaCida Nenê Leite
 
Relatorio de formmacao_de_1o_mes_da_4a_etapa
Relatorio de formmacao_de_1o_mes_da_4a_etapaRelatorio de formmacao_de_1o_mes_da_4a_etapa
Relatorio de formmacao_de_1o_mes_da_4a_etapaGivanildo Sousa oliveira
 
Organização do Trabalho Pedagógico - Parte 1
Organização do Trabalho Pedagógico - Parte 1Organização do Trabalho Pedagógico - Parte 1
Organização do Trabalho Pedagógico - Parte 1Bete Feliciano
 
Organização do Trabalho Pedagógico - Caderno 1 - Parte 1
Organização do Trabalho Pedagógico - Caderno 1 - Parte 1Organização do Trabalho Pedagógico - Caderno 1 - Parte 1
Organização do Trabalho Pedagógico - Caderno 1 - Parte 1Bete Feliciano
 
PNAIC - Unidade 5 geral
PNAIC - Unidade 5   geralPNAIC - Unidade 5   geral
PNAIC - Unidade 5 geralElieneDias
 
7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj
7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj
7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rjelannialins
 
7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj
7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj
7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rjelannialins
 
Dialogo sobre AlfabetizAÇÃO- SLIDES.ppt
Dialogo sobre AlfabetizAÇÃO- SLIDES.pptDialogo sobre AlfabetizAÇÃO- SLIDES.ppt
Dialogo sobre AlfabetizAÇÃO- SLIDES.pptEdileneBarbosa18
 
interdisciplinaridade
interdisciplinaridadeinterdisciplinaridade
interdisciplinaridadeRhaykaisa
 

Semelhante a Unidade 5 10º e 11º encontro (20)

Pacto nacional pela alfabetização na idade certa
Pacto nacional pela alfabetização na idade certaPacto nacional pela alfabetização na idade certa
Pacto nacional pela alfabetização na idade certa
 
Apresentação unidade 5
Apresentação unidade 5Apresentação unidade 5
Apresentação unidade 5
 
Ano 3 unidade_5_miolo
Ano 3 unidade_5_mioloAno 3 unidade_5_miolo
Ano 3 unidade_5_miolo
 
Educacao no campo_unidade_5_miolo
Educacao no campo_unidade_5_mioloEducacao no campo_unidade_5_miolo
Educacao no campo_unidade_5_miolo
 
10 encontro
10 encontro10 encontro
10 encontro
 
Ano 3 unidade_5
Ano 3 unidade_5Ano 3 unidade_5
Ano 3 unidade_5
 
SLIDE AULA 5.pdf
SLIDE AULA 5.pdfSLIDE AULA 5.pdf
SLIDE AULA 5.pdf
 
Relatorio de formmacao_de_1o_mes_da_4a_etapa
Relatorio de formmacao_de_1o_mes_da_4a_etapaRelatorio de formmacao_de_1o_mes_da_4a_etapa
Relatorio de formmacao_de_1o_mes_da_4a_etapa
 
Organização do Trabalho Pedagógico - Parte 1
Organização do Trabalho Pedagógico - Parte 1Organização do Trabalho Pedagógico - Parte 1
Organização do Trabalho Pedagógico - Parte 1
 
Organização do Trabalho Pedagógico - Caderno 1 - Parte 1
Organização do Trabalho Pedagógico - Caderno 1 - Parte 1Organização do Trabalho Pedagógico - Caderno 1 - Parte 1
Organização do Trabalho Pedagógico - Caderno 1 - Parte 1
 
PNAIC - Unidade 5 geral
PNAIC - Unidade 5   geralPNAIC - Unidade 5   geral
PNAIC - Unidade 5 geral
 
7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj
7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj
7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj
 
7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj
7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj
7 anolp prof2caderno de apoio didático de língua portuguesa - professor - rj
 
Dialogo sobre AlfabetizAÇÃO- SLIDES.ppt
Dialogo sobre AlfabetizAÇÃO- SLIDES.pptDialogo sobre AlfabetizAÇÃO- SLIDES.ppt
Dialogo sobre AlfabetizAÇÃO- SLIDES.ppt
 
5º encontro
5º encontro5º encontro
5º encontro
 
Unidade 7
Unidade 7Unidade 7
Unidade 7
 
2 encontro 1 momento pnaic matematica
2 encontro 1 momento pnaic matematica2 encontro 1 momento pnaic matematica
2 encontro 1 momento pnaic matematica
 
Os gêneros na sala de aula
Os gêneros na sala de aulaOs gêneros na sala de aula
Os gêneros na sala de aula
 
interdisciplinaridade
interdisciplinaridadeinterdisciplinaridade
interdisciplinaridade
 
Ano 1 unidade_7_miolo
Ano 1 unidade_7_mioloAno 1 unidade_7_miolo
Ano 1 unidade_7_miolo
 

Mais de Bete Feliciano

Leitura Deleite: O Tempo
Leitura Deleite: O TempoLeitura Deleite: O Tempo
Leitura Deleite: O TempoBete Feliciano
 
Organizacão do Trabalho Pedagógico - parte 2
Organizacão do Trabalho Pedagógico - parte 2Organizacão do Trabalho Pedagógico - parte 2
Organizacão do Trabalho Pedagógico - parte 2Bete Feliciano
 
Leitura Deleite: Como começa
Leitura Deleite: Como começaLeitura Deleite: Como começa
Leitura Deleite: Como começaBete Feliciano
 
Branca de Neve e os Sete Anões
Branca de Neve e os Sete AnõesBranca de Neve e os Sete Anões
Branca de Neve e os Sete AnõesBete Feliciano
 
Quadros de monitoramento de atividades realizadas
Quadros de monitoramento de atividades realizadasQuadros de monitoramento de atividades realizadas
Quadros de monitoramento de atividades realizadasBete Feliciano
 
Folha com as perguntas para os grupos
Folha com as perguntas para os gruposFolha com as perguntas para os grupos
Folha com as perguntas para os gruposBete Feliciano
 
Diversidade - Tatiana Belinky
Diversidade - Tatiana BelinkyDiversidade - Tatiana Belinky
Diversidade - Tatiana BelinkyBete Feliciano
 
Portifólio do PACTO - Orientações
Portifólio do PACTO - OrientaçõesPortifólio do PACTO - Orientações
Portifólio do PACTO - OrientaçõesBete Feliciano
 
Objetivos de Leitura de acordo com Isabel Solé
Objetivos de Leitura de acordo com Isabel SoléObjetivos de Leitura de acordo com Isabel Solé
Objetivos de Leitura de acordo com Isabel SoléBete Feliciano
 
10 encontro unidade 5 cantinho da leitura e gêneros textuais
10 encontro   unidade 5 cantinho da leitura e gêneros textuais10 encontro   unidade 5 cantinho da leitura e gêneros textuais
10 encontro unidade 5 cantinho da leitura e gêneros textuaisBete Feliciano
 
12 encontro unidadade 6 - oficina de brinquedos
12 encontro   unidadade 6 - oficina de brinquedos12 encontro   unidadade 6 - oficina de brinquedos
12 encontro unidadade 6 - oficina de brinquedosBete Feliciano
 

Mais de Bete Feliciano (20)

Leitura Deleite: O Tempo
Leitura Deleite: O TempoLeitura Deleite: O Tempo
Leitura Deleite: O Tempo
 
Organizacão do Trabalho Pedagógico - parte 2
Organizacão do Trabalho Pedagógico - parte 2Organizacão do Trabalho Pedagógico - parte 2
Organizacão do Trabalho Pedagógico - parte 2
 
JOGO DO NIM
JOGO DO NIMJOGO DO NIM
JOGO DO NIM
 
Leitura Deleite: Como começa
Leitura Deleite: Como começaLeitura Deleite: Como começa
Leitura Deleite: Como começa
 
Calendário 2014
Calendário 2014Calendário 2014
Calendário 2014
 
Slides Unidade 8
Slides Unidade 8Slides Unidade 8
Slides Unidade 8
 
Cinderela
CinderelaCinderela
Cinderela
 
Branca de Neve e os Sete Anões
Branca de Neve e os Sete AnõesBranca de Neve e os Sete Anões
Branca de Neve e os Sete Anões
 
Quadros de monitoramento de atividades realizadas
Quadros de monitoramento de atividades realizadasQuadros de monitoramento de atividades realizadas
Quadros de monitoramento de atividades realizadas
 
Folha com as perguntas para os grupos
Folha com as perguntas para os gruposFolha com as perguntas para os grupos
Folha com as perguntas para os grupos
 
Diversidade - Tatiana Belinky
Diversidade - Tatiana BelinkyDiversidade - Tatiana Belinky
Diversidade - Tatiana Belinky
 
Portifólio do PACTO - Orientações
Portifólio do PACTO - OrientaçõesPortifólio do PACTO - Orientações
Portifólio do PACTO - Orientações
 
Amigo chocolate
Amigo chocolateAmigo chocolate
Amigo chocolate
 
Slides
SlidesSlides
Slides
 
Objetivos de Leitura de acordo com Isabel Solé
Objetivos de Leitura de acordo com Isabel SoléObjetivos de Leitura de acordo com Isabel Solé
Objetivos de Leitura de acordo com Isabel Solé
 
Unidade 5 - parte 2
Unidade 5 - parte 2Unidade 5 - parte 2
Unidade 5 - parte 2
 
Unidade 5 - parte 1
Unidade 5 - parte 1Unidade 5 - parte 1
Unidade 5 - parte 1
 
Asa de Papel
Asa de PapelAsa de Papel
Asa de Papel
 
10 encontro unidade 5 cantinho da leitura e gêneros textuais
10 encontro   unidade 5 cantinho da leitura e gêneros textuais10 encontro   unidade 5 cantinho da leitura e gêneros textuais
10 encontro unidade 5 cantinho da leitura e gêneros textuais
 
12 encontro unidadade 6 - oficina de brinquedos
12 encontro   unidadade 6 - oficina de brinquedos12 encontro   unidadade 6 - oficina de brinquedos
12 encontro unidadade 6 - oficina de brinquedos
 

Último

Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba InicialTeresaCosta92
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;azulassessoriaacadem3
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...excellenceeducaciona
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...azulassessoriaacadem3
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024excellenceeducaciona
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...excellenceeducaciona
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxJean Carlos Nunes Paixão
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...azulassessoriaacadem3
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba InicialDomínio da Linguagem  Oral Classificação Sílaba Inicial
Domínio da Linguagem Oral Classificação Sílaba Inicial
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
Sendo assim, desenvolva um breve texto que possa evidenciar a importância da ...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
01. Considerando as informações da imagem acima, explique de formas simples e...
 
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docxGABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
GABARITO CRUZADINHA PATRIM E FONTES.docx
 
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
5. ​Agora suponha que esse mesmo aluno é do sexo feminino, você irá utilizar ...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
 
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
A hermenêutica jurídica envolve diversos métodos e técnicas interpretativas, ...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docxCRUZADINA  E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
CRUZADINA E CAÇA-PALAVRAS SOBRE PATRIMONIO HISTÓRICO.docx
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 

Unidade 5 10º e 11º encontro

  • 1. PREFEITURA MUNICIPAL DE JACAREÍ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Gerência de Ensino Fundamental PNAIC – Programa Nacional de Alfabetização na Idade Certa Língua Portuguesa Orientadora de Estudo: Elisabete Feliciano dos Santos Email: bete.feliciano@hotmail.com ANO 2 - CADERNO - V 10º ENCONTRO 21/09/2013 “O TRABALHO COM GÊNEROS TEXTUAISNA SALA DE AULA” Pauta: 1-Leitura para deleite: “ Asas de papel” - Marcelo Xavier 2-Arvore do pacto: Quais as flores que surgiram ao longo das reflexões até unidade 4? 3- Apresentação e sugestão para cantinho de leitura 4-Tarefa do dia28/08 - Realizar a avaliação das crianças (Perfil da sala de aula) e preencher o quadro de acompanhamento para discussãono próximo encontro (mês de agosto) - Email – Sugestões de intervençõese de hipótese 5 -Planejar estratégias para ajudar as crianças a avançarem, (referente as dificuldades encontrados no quadro de perfil da turma) 6 - Vídeo: Escrevendo o futuro. ITAÚ 7 – Através de slides, fazer reflexão da seção “Iniciando a conversa” e o texto 1 “Por que ensinar gêneros textuais na escola?” e discutir a questão: A) A importância de trabalhar com gêneros textuais na escola? B) Montar um cartazcom um “Você sabia quê?, explicando a importância do ensino de gênero em sala de aula; C) Socializar as reflexões. 8 - Assistir ao programa “Para ser cidadão da cultura letrada”. (Série Letra Viva; 07) Tarefa: - Ler o texto 2 (Registro e análise da prática no 2º ano do Ensino Fundamental: os textos na sala de aula), para identificar os gêneros textuais trabalhados em sala pela professora e analisar sua importância para o estudo do tema proposto; refletir sobre a mediação da professora durante a vivência das atividades; Socializar as reflexões por meio de cartazes (Página 11 à 29 do caderno 5). - Avaliação do SIMEC - Próximo encontro dia 28 de setembro
  • 2. A Unidade 5 foi realizada no dia 21 de setembro de 2013 e iniciamos com a leitura deleite“Asas de papel”, de Marcelo Xavier. Dando continuidade a construção da nossa árvore do PACTO, fizemos uma reflexão sobre as flores que surgiram ao longo das reflexões até a unidade 4. Entre essas flores as cursistas destacaram um maior esclarecimento da práxis pedagógica, descoberta de novos valores, repensar na importância dos jogos e brincadeiras, melhor organização da rotina, troca de experiência, elaborar estratégias mais adequadas com aulas produtivas e melhor direcionamento nos estudos. E mesmo com todo conhecimento adquirido nas formações já disponibilizadas, é preciso estar aberto ao novo, refletir, mas principalmente ter confiança naquilo que será trabalhado. Montamos um cantinho com a magia da leitura (Sugestão da Orientadora Shirley). As professoras puderam vivenciar e descobrir novas sugestões para o seu cantinho lá na escola. Algumas questionaram quanto ao uso dos livros, a preocupação em usá-los e sumir, outras não tem espaço na sala para montar o cantinho, algumas já têm o seu cantinho montado na sala ou na escola e outras se comprometeram a montar o seu cantinho com os alunos. Tivemos a visita da nossa formadora da GTP do município – Célia Regina, ela refletiu com as cursistas o uso do gênero na sala de aula. Foi um momento muito produtivo e gerou novas reflexões em nossos professores alfabetizadores sobre a prática pedagógica e o gênero textualnos trabalhos já realizados. Assistimos o vídeo“Para ser cidadão da cultura letrada”. (Série Letra Viva; 07) e em seguida fizemos uma discussão no grupo tentando esclarecer algumas questões: O que chamamos de gêneros textuais? Como eles se manifestam nas variadas situações de uso da linguagem? Como podemos desenvolver um trabalho na alfabetização em que os gêneros textuais são entrelaçados às práticas de leitura, de produção de textos e conhecimentos sobre a língua? A partir daí foi proposto uma tarefa em grupo de análise sobre a importância de trabalhar com gêneros textuais na escola. Os grupos montaram um cartazcom um “Você sabia quê?, explicando a importância do ensino de gênero em sala de aula; (porque esse é
  • 3. um dos nossos gêneros a ser trabalhado nesse semestre com os alunos do 2º ano). Não tivemos tempo hábil de fazer a socialização, essa será realizada no próximo encontro. Realizei o encaminhamento da tarefa e avaliação do dia. Várias manifestaram que o encontro trouxe fortalecimento do conhecimento, ajuda na reflexão da prática, reavaliação sobre gêneros textuais com novos esclarecimentos e o grande envolvimento do grupo. Elisabete Feliciano dos Santos
  • 4. PREFEITURA MUNICIPAL DE JACAREÍ SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Gerência de Ensino Fundamental PNAIC – Programa Nacional de Alfabetização na Idade Certa Língua Portuguesa Orientadora de Estudo: Elisabete Feliciano dos Santos Email: bete.feliciano@hotmail.com ANO 2 - CADERNO - V 11º ENCONTRO 28/09/2013 “O TRABALHO COM GÊNEROS TEXTUAISNA SALA DE AULA” Pauta: 1. Leitura para deleite: “Bom dia, todas as cores!” Ruth Rocha 2. Tarefa do dia21/08 A - Ler o texto 2 (Registro e análise da prática no 2º ano do Ensino Fundamental B - Refletir sobre a mediação da professora durante a vivência das atividades; C - Socializar as reflexões por meio de cartazes. 3. Apresentar ocartaz da aula anterior, com um “Você sabia quê?, explicando a importância do ensino de gênero em sala de aula; 4. Analisar os quadros de diferentes gêneros e fazer o registro. 5. Slides: “Por que ensinar gêneros textuais na escola?” 6. Leitura do texto 3 (página 30 à 33) Tarefa: - Ler o texto:Os objetivos de leitura de acordo com Isabel Sole. Fazer Uma pequena consideração sobre o tema. (Será enviado por email) - Fazer a leitura antecipada do caderno “6”. Planejando a alfabetização e dialogando com diferentes áreas do conhecimento. - Próximo encontro dia 05 de outubro
  • 5. O segundo encontro da Unidade 5, realizada no dia 28 de setembro de 2013, com o tema: “O TRABALHO COM GÊNEROS TEXTUAISNA SALA DE AULA” Iniciamos como habitualmente com uma história deleite, que também serviu de análise para as professoras alfabetizadoras: “Bom dia, todas as cores!” Ruth Rocha. Retomamos a tarefa do encontro anterior, em que as cursistas tinham que ler o texto 2, (Registro e análise da prática no 2º ano do Ensino Fundamental). Entre os vários questionamentos levantaram o fato de a sequência ser longa e usar vários gêneros textuais; no geral, acharam a sequência boa e que pode ser aplicada após alguns ajustes. Dando sequência e fazendo associação com o tema do dia, as cursistas apresentaram o cartaz da aula anterior, com um “Você sabia quê?” e explicaram a importância do ensino de gênero em sala de aula. Ouvimos relatos de experiências das professoras que realizaram com seus alunos propostas de atividades de produção oral e escrita, foram relatos simples, objetivos, porém muito importantes na prática pedagógica. Em grupo fizeram analise dos quadros de diferentes gêneros (Sugerido em nossa última formação por nossa formadora Gisele Barachati). Foi um momento muito rico, levantaram dúvidas e várias discussões como: para que ano os textospodem ser usados? Tiraram dúvidas quanto a resumo e sinopse e que gênero oferecer aos alunos para leitura e escrita. Refletimos o conteúdo do dia através do slide dialogado “Por que ensinar gêneros textuais na escola? e, qual a diferença entre tipos e gêneros?Deu-se ênfase a produção de
  • 6. textos escritos e produção de textos orais realizados em sala de aula, assim como seus objetivos, as potencialidades e provocando novas reflexões como: • O que chamamos de gêneros textuais? • Como eles se manifestam nas variadas situações de uso da linguagem? • Como podemos desenvolver um trabalho na alfabetização em que os gêneros textuais são entrelaçados às práticas de leitura, de produção de textos e conhecimentos sobre a língua? Refletimos sobre os suportes textuais e sobre os tipos textuais e suas classificações e falamos que nossa rede municipal segue a do Pró Letramento. A partir daí foi proposto uma tarefa de análise do texto: Os objetivos de leitura de acordo com Isabel Sole e fazer uma pequena consideração sobre o tema. Encerramos nossa manhã de reflexão confeccionando um marcador de livro. Todas curtiram muito e se dedicaram para enfeitá-lo.