A força da menta nas organizações

281 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
281
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A força da menta nas organizações

  1. 1. A FORÇA DA MENTE NAS ORGANIZAÇÕESPensamento acelerado, stress, fobias, ansiedade, instabilidade e insegurançaemocional.Eis alguns dos sintomas da dificuldade de adaptação ao meioambiente atual. Ora isto é já considerado um problema social (e político) nassociedades mais avançadas, especialmente nas grandes metrópoles daEuropa, Ásia e América.A mente humana – com todos os atributos, potencialidades e mistérios que lhesão reconhecidos – continua a ser um tema sedutor e aberto às mais variadosabordagens (filosóficas, biológicas, neuropsicológicas, etc.). Produto daatividade concertada de grandes aglomerações de células cerebrais altamenteespecializadas e de um complexo metabolismo que só agora começa a sercompreendida, a mente humana cumpre numerosas funções que se exprimemem diferentes planos.Graças à evolução bem sucedida do sistema cérebro-mente, a história daHumanidade é um percurso empolgante de conquistas. Em não muitos milhõesde anos vencemos uma série de etapas evolutivas e, chegados ao século XXI,observamos de uma sociedade multifacetada, complexa e altamentecompetitiva - produto, afinal, da dinâmica interação entre o exercício dopensamento e os desafios da vida.As capacidades possíveisA história da humanidade reflete assim, desde os seus primórdios, o resultadoda nossa inteligência criativa. Em poucos milénios desbravámos territóriosinóspitos e levantámos civilizações. Em pouco tempo percebemos quetínhamos o poder de exercer transformações no que antes parecia imutável. Acriatividade tornou-se a grande força da nossa inteligência. De simplesrecoletores e caçadores passámos rapidamente a inventores, técnicos eartistas. E com isso modificamos completamente a face do planeta e a históriado nosso Mundo. Av. Visconde de Albuquerque, 603 - Madalena - Recife - PE CEP: 50610-090 Fone: (81) 3227-1699 | www.berconsultoria.com.br
  2. 2. Agora, em plena Era do Conhecimento, o intelecto perfila-se como um capitalde valor inestimável. Já ninguém duvida que a riqueza das nações, dascomunidades e de todas as organizações (seja de que tipo forem) dependemais dos recursos intelectuais – inteligência, criatividade e conhecimento – doque qualquer bem tradicional, incluindo o próprio dinheiro. De fato, a forçamuscular e o trabalho das máquinas estão rapidamente sendo substituídospela inteligência e o saber.Torna-se, por conseguinte, naturalmente aceite que cuidemos do cérebro comocuidamos do resto do corpo. Esta certeza assenta em três princípiosfundamentais:- O cérebro é um órgão que tem a capacidade para se renovar a si mesmo.- O cérebro tem capacidade ilimitada de aprendizagem e pode aumentar a suaeficiência através do exercício.- O cérebro responde eficazmente à atividade física, ao treino mental e aoestilo de vida, podendo manter-se ágil durante toda a vida.Um sistema dinâmicoUma característica vital do cérebro é chamada de neuroplasticidade. Aquireside o segredo do poder mental. A neuroplasticidade (ou plasticidade neural)refere-se à capacidade dos neurónios se transformarem e adaptarem a suaestrutura e função em resposta às exigências externas e internas doorganismo.De fato, toda a exigência que desafie ou estimule o cérebro (por exemplo,aprender um novo idioma) produz mudanças anatómicas muito significativas anível celular como o aumento das dendrites (filamentos que se ramificam apartir do centro da célula para contatarem outros neurónios), o aumento nonúmero de espinhas dendríticas, a formação de novas sinapses (junçõesespecializadas existentes nos neurónios através das quais estes conectamentre si), o aumento da atividade das neuroglias (células que apoiam osneurónios) e alterações no metabolismo celular (transformações químicas queestão no centro do trabalho cerebral). Av. Visconde de Albuquerque, 603 - Madalena - Recife - PE CEP: 50610-090 Fone: (81) 3227-1699 | www.berconsultoria.com.br
  3. 3. É lícito acreditar (na verdade, está cientificamente demonstrado) que umcérebro ativo e estimulado por diferentes desafios se revele mais perspicaz,mais hábil e naturalmente mais capaz de responder às solicitações dopensamento e do meio ambiente.É preciso levar em conta essas potencialidades. Um cérebro que é estimuladopela experiência e a aprendizagem consegue operar uma atividade mental comalto rendimento. Assim, na exigente sociedade de hoje só as pessoas queinvistam seriamente no seu capital cognitivo e intelectual (inteligência,criatividade e conhecimento) poderão aspirar a lugares destacados no mundodo trabalho.Aprender mais e mais e durante toda a vida tornou-se, por conseguinte, numaexigência da Era do Conhecimento. Para tal temos de estar na melhor formamental. A “potência cerebral ótima” pode ser atingida através de um estilo devida sadio, uma alimentação equilibrada e uma verdadeira (e regular) ginásticacerebral.As dúvidasMas....é lícito questionar: de que maneira vai a mente humana evoluir comtanta informação e tantos estímulos sensoriais à sua volta?Repare-se: as estruturas do cérebro humano atual, responsáveis pelacapacidade de gerar os padrões de energia e de informações que estãopresentes nos processos e estados mentais, têm uma história de pouco maisde 50 mil anos quando a nossa espécie surgiu (a qual seria, acrescente-se,seria a última de uma série de espécies hominídeas - pelo menosque viveramna Terra nos últimos 4 milhões de anos).Dizem-nos os neurobiólogos que a atual capacidade do cérebro permite-lheadaptar-se a ambientes crescentemente complexos. Isso mesmo temacontecido, sobretudo nos últimos 5 mil anos e, mais ainda, nos últimos 100anos. Mas a complexidade da sociedade tecnológica está a aumentar a umritmo impensável até há pouco tempo atrás. Av. Visconde de Albuquerque, 603 - Madalena - Recife - PE CEP: 50610-090 Fone: (81) 3227-1699 | www.berconsultoria.com.br
  4. 4. Atualmente vivemos um período de transformações profundas e de maiorconectividade social. A produção de informação cresce de forma impensável,imediatista e ao mesmo tempo efémera. Uma pergunta parece-nos entãoóbvia: teremos capacidade para lidar com tanta informação e estímulos emsimultâneo à mistura com sentimentos de incerteza e de ambiguidade?Afinal, muitas pessoas (cada vez mais, na verdade) revelam síndromespreocupantes: pensamento acelerado, estados depressivos, ansiedadepatológica, instabilidade, agressividade, inquietude e medos.Tudo isto é um mau presságio. E há quem faça a advertência: as sociedadesmodernas estão em risco de uma grave ruptura psicológica e social. Os sinaisestão à vista: cresce o número de pessoas com perturbações emocionais ecognitivas.Estaremos então no limite das nossas capacidades mentais? Ou estaremosapenas não preparados para acompanhar o ritmo de transformações (sociais,tecnológicas e culturais) e a torrente de informação que todos os dias e a todaa hora nos cerca e invade? Av. Visconde de Albuquerque, 603 - Madalena - Recife - PE CEP: 50610-090 Fone: (81) 3227-1699 | www.berconsultoria.com.br

×