GRIPE A  (H1N1) Medidas de Prevenção e Controlo em Meio Escolar Informação para a Comunidade Educativa Agosto de 2009 Dire...
<ul><li>Gripe A (H1N1) </li></ul><ul><li>•  A Gripe A é uma doença infecto-contagiosa provocada por um novo subtipo de vír...
<ul><li>As Medidas de Prevenção e Controlo permitem: </li></ul><ul><li>•  Ganhar tempo até à existência de uma vacina </li...
<ul><li>Formas de Transmissão </li></ul><ul><li>•  Transmissão directa (pessoa a pessoa) </li></ul><ul><li>Através da sali...
<ul><li>Viabilidade/ Inactivação/ Incubação </li></ul><ul><li>- O vírus pode permanecer activo, durante várias horas (de 2...
<ul><li>Sintomas </li></ul><ul><li>•  Febre (em regra superior a 38.º) </li></ul><ul><li>•  Sintomas respiratórios (tosse,...
<ul><li>Principais medidas de protecção </li></ul><ul><li>•  Lavar frequentemente as mãos com água e sabão </li></ul><ul><...
 
<ul><li>Quando é que se devem lavar as mãos? </li></ul><ul><li>•  À chegada à escola </li></ul><ul><li>•  Após tossir, esp...
<ul><li>Como lavar as mãos (1) </li></ul>
<ul><li>Como lavar as mãos (2) </li></ul>
<ul><li>Como lavar as mãos (3) </li></ul>
<ul><li>Como lavar as mãos (4) </li></ul>
<ul><li>Como lavar as mãos (5) </li></ul>Os toalhetes de papel são preferíveis aos secadores de ar quente, porque permitem...
<ul><li>Como lavar as mãos (6) </li></ul>Agora que as suas mãos estão limpas, se tiver que tocar na maçaneta da porta da c...
<ul><li>Quando não é possível lavar as mãos </li></ul><ul><li>Sempre que não seja possível lavar as mãos, estas podem ser ...
<ul><li>Instalações e Equipamentos </li></ul><ul><li>-  Foram instalados dispositivos dispensadores de sabão líquido e de ...
<ul><li>Medidas de higiene do ambiente escolar </li></ul><ul><li>Limpeza de objectos e superfícies (1) </li></ul><ul><li>•...
<ul><li>Limpeza de objectos e superfícies (2) </li></ul><ul><li>•  O professor será a pessoa responsável por deixar as jan...
<ul><li>Limpeza de objectos e superfícies (3) </li></ul><ul><li>•  Os livros da biblioteca que forem objecto de empréstimo...
<ul><li>Procedimentos de Prevenção e Contenção </li></ul><ul><li>Afixação de cartazes e distribuição de folhetos informati...
<ul><li>Procedimentos em caso de suspeita da doença </li></ul><ul><li>1. O profissional que detectar os sintomas em algum ...
<ul><li>Procedimentos na sala de isolamento   </li></ul><ul><li>- Verificar a temperatura corporal </li></ul><ul><li>- Con...
<ul><li>Procedimentos em caso de confirmação de doença </li></ul><ul><li>- A equipa operativa deverá informar a Direcção d...
<ul><li>Cuidados a ter com o doente em casa </li></ul><ul><li>•  A pessoa doente deve ter um quarto e, idealmente, </li></...
<ul><li>Vigilância da Situação Clínica da Criança Doente </li></ul><ul><li>•  Medir a febre de manhã e à noite e registar ...
<ul><li>Agravamento dos Sintomas </li></ul><ul><li>•  Reaparecimento, aumento da febre, ou persistência da </li></ul><ul><...
<ul><li>Lavagem da Louça do Doente </li></ul><ul><li>• Não é necessário lavar à parte a </li></ul><ul><li>louça da pessoa ...
<ul><li>Tratamento de Roupas do Doente </li></ul><ul><li>•  As roupas do doente devem </li></ul><ul><li>ser lavadas, de pr...
<ul><li>Uso de Máscaras de Protecção (1) </li></ul><ul><li>•  A protecção conferida pela máscara depende da sua </li></ul>...
<ul><li>Uso de Máscaras de Protecção (2) </li></ul><ul><li>•  O doente deve usar máscara, de tipo cirúrgico, sempre que sa...
<ul><li>Cuidados a ter pelo doente, a fim de </li></ul><ul><li>evitar a transmissão da Gripe </li></ul><ul><li>•  Limitar ...
<ul><li>Para mais informação: </li></ul><ul><li>microsite  da GRIPE : www.dgs.pt </li></ul>
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Gripe A Power Point

4.997 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre Gripe A para pais, alunos, funcionários e docentes da EB Pintor

Publicada em: Educação, Saúde e medicina
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.997
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
57
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
151
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gripe A Power Point

  1. 1. GRIPE A (H1N1) Medidas de Prevenção e Controlo em Meio Escolar Informação para a Comunidade Educativa Agosto de 2009 Direcção-Geral da Saúde (www.dgs.pt) Direcção de Serviços de Promoção e Protecção da Saúde
  2. 2. <ul><li>Gripe A (H1N1) </li></ul><ul><li>• A Gripe A é uma doença infecto-contagiosa provocada por um novo subtipo de vírus (H1N1) </li></ul><ul><li>• Esta nova estirpe, contém genes das variantes </li></ul><ul><li>humana, aviária e suína do vírus da Gripe, numa combinação genética nunca antes observada e que é transmissível entre os seres humanos </li></ul>
  3. 3. <ul><li>As Medidas de Prevenção e Controlo permitem: </li></ul><ul><li>• Ganhar tempo até à existência de uma vacina </li></ul><ul><li>• Melhorar a preparação para enfrentar a fase pandémica </li></ul><ul><li>• Diminuir o número de doentes </li></ul><ul><li>• Diminuir o número de mortes </li></ul><ul><li>• Diminuir a sobrecarga nos serviços de saúde devido a </li></ul><ul><li>excesso de procura </li></ul><ul><li>• Diminuir a sobrecarga nas escolas, empresas e </li></ul><ul><li>serviços sociais devido ao excesso de absentismo </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Formas de Transmissão </li></ul><ul><li>• Transmissão directa (pessoa a pessoa) </li></ul><ul><li>Através da saliva, tosse ou do espirro de </li></ul><ul><li>indivíduos doentes </li></ul><ul><li>• Transmissão indirecta </li></ul><ul><li>Através das mãos, quando levadas à boca, </li></ul><ul><li>ao nariz ou aos olhos , após contacto com objectos ou superfícies contaminados </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Viabilidade/ Inactivação/ Incubação </li></ul><ul><li>- O vírus pode permanecer activo, durante várias horas (de 2 a 8), em superfícies contaminadas. </li></ul><ul><li>O vírus pode ser destruído com qualquer produto comum de desinfecção doméstica (ex.: água e sabão, lixívia, detergentes, álcool) ou pela acção do calor – 75º C. </li></ul><ul><li>O tempo entre o momento em que uma pessoa é infectada e o aparecimento dos primeiros sintomas, pode variar entre 1 e 7 dias. </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Sintomas </li></ul><ul><li>• Febre (em regra superior a 38.º) </li></ul><ul><li>• Sintomas respiratórios (tosse, nariz entupido) </li></ul><ul><li>• Dor de garganta </li></ul><ul><li>• Possibilidade de ocorrência de outros sintomas: </li></ul><ul><li>- Dores corporais ou musculares </li></ul><ul><li>- Dor de cabeça </li></ul><ul><li>- Arrepios </li></ul><ul><li>- Fadiga </li></ul><ul><li>- Por vezes, vómitos ou diarreia </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Principais medidas de protecção </li></ul><ul><li>• Lavar frequentemente as mãos com água e sabão </li></ul><ul><li>• Usar lenço de papel quando tossir ou espirrar </li></ul><ul><li>• Deitar os lenços usados no caixote do lixo </li></ul><ul><li>• Se não tiver lenço, tossir para o antebraço, nunca para as mãos! </li></ul><ul><li>• Evitar tocar na boca, no nariz ou nos olhos, sem ter as mãos lavadas </li></ul><ul><li>• Evitar a proximidade de pessoas com sinais de doença gripal </li></ul><ul><li>(manter uma distância superior a 1 metro) </li></ul><ul><li>• Evitar locais muito frequentados </li></ul><ul><li>• Higienizar frequentemente as superfícies de trabalho, teclados, brinquedos, maçanetas de porta, corrimãos, etc. </li></ul><ul><li>• Arejar as salas e espaços interiores </li></ul>
  8. 9. <ul><li>Quando é que se devem lavar as mãos? </li></ul><ul><li>• À chegada à escola </li></ul><ul><li>• Após tossir, espirrar ou assoar o nariz </li></ul><ul><li>• A seguir à utilização de brinquedos, teclados e ratos de </li></ul><ul><li>computador ou outros materiais escolares de uso partilhado </li></ul><ul><li>• Antes das refeições </li></ul><ul><li>• Após a ida à casa de banho </li></ul><ul><li>• À chegada a casa, vindos da rua </li></ul><ul><li>• Após contacto com uma pessoa doente com sintomas </li></ul><ul><li>gripais, ou com roupas ou objectos manuseados pelo </li></ul><ul><li>doente </li></ul>
  9. 10. <ul><li>Como lavar as mãos (1) </li></ul>
  10. 11. <ul><li>Como lavar as mãos (2) </li></ul>
  11. 12. <ul><li>Como lavar as mãos (3) </li></ul>
  12. 13. <ul><li>Como lavar as mãos (4) </li></ul>
  13. 14. <ul><li>Como lavar as mãos (5) </li></ul>Os toalhetes de papel são preferíveis aos secadores de ar quente, porque permitem limpar melhor a pele
  14. 15. <ul><li>Como lavar as mãos (6) </li></ul>Agora que as suas mãos estão limpas, se tiver que tocar na maçaneta da porta da casa de banho, use também o toalhete de papel. Deite-o, em seguida, num balde de lixo.
  15. 16. <ul><li>Quando não é possível lavar as mãos </li></ul><ul><li>Sempre que não seja possível lavar as mãos, estas podem ser higienizadas com uma Solução Anti-séptica de Base Alcoólica </li></ul><ul><li>Atenção! </li></ul><ul><li>Estas soluções não devem usar-se em bebés e crianças </li></ul><ul><li>pequenas, pelo risco de ingestão do produto quando as mãos são levadas à boca ou aos olhos. </li></ul><ul><li>A sua eventual utilização por crianças mais velhas deve ser sempre supervisionada por um adulto. </li></ul>
  16. 17. <ul><li>Instalações e Equipamentos </li></ul><ul><li>- Foram instalados dispositivos dispensadores de sabão líquido e de papel, em locais específicos e devidamente assinalados </li></ul><ul><li>- Foram também instalados dispositivos dispensadores de solução anti-séptica de base alcoólica em locais específicos e devidamente assinalados </li></ul><ul><li>- Na secretária de cada sala de aula haverá luvas, máscaras e solução anti-séptica à base de álcool. </li></ul><ul><li>- A assistente operacional de cada sector disporá, na secretária do respectivo corredor, de luvas, máscaras e bata descartável. </li></ul><ul><li>- No caso da EB Alta de Lisboa, este material estará disponível nas secretárias de cada sala de aula . </li></ul>
  17. 18. <ul><li>Medidas de higiene do ambiente escolar </li></ul><ul><li>Limpeza de objectos e superfícies (1) </li></ul><ul><li>• A limpeza e arejamento de todos os espaços utilizados pela comunidade educativa deverá ser feita diariamente . </li></ul><ul><li>• Sempre que haja suspeita de infecção, o espaço e possíveis objectos serão de imediato desinfectados. Durante a desinfecção o espaço estará interdito à comunidade educativa </li></ul><ul><li>• Limpeza de corrimãos e maçanetas, 2 vezes de manhã e 2 vezes à tarde, a efectuar pela assistente operacional de cada sector. </li></ul><ul><li>• Cinco minutos antes do fim da aula cada aluno e respectivo professor farão a limpeza/desinfecção das suas mesas de trabalho com toalhetes de limpeza ou algodão e álcool </li></ul>
  18. 19. <ul><li>Limpeza de objectos e superfícies (2) </li></ul><ul><li>• O professor será a pessoa responsável por deixar as janelas abertas durante os intervalos. </li></ul><ul><li>• O equipamento informático será devidamente limpo e desinfectado, com toalhetes à base de álcool, após cada utilização. </li></ul><ul><li>Os teclados terão uma cobertura de película aderente que será inutilizada no final de cada aula . </li></ul>
  19. 20. <ul><li>Limpeza de objectos e superfícies (3) </li></ul><ul><li>• Os livros da biblioteca que forem objecto de empréstimo domiciliário, ou utilizados na sala de aula, só poderão voltar a ser colocados nas estantes para empréstimo 24 horas após a sua devolução. </li></ul><ul><li>• A limpeza dos balneários do pavilhão desportivo será realizada de 90 em 90 minutos pelas assistentes operacionais responsáveis por esse espaço. </li></ul><ul><li>• Nos JI, as técnicas, juntamente com as educadoras da sala, procederão à limpeza e desinfecção das mesas, 2 vezes ao dia. Os brinquedos da sala serão distribuídos por dois sacos e utilizados alternadamente por semana, depois de limpos e desinfectados </li></ul>
  20. 21. <ul><li>Procedimentos de Prevenção e Contenção </li></ul><ul><li>Afixação de cartazes e distribuição de folhetos informativos </li></ul><ul><li>Sessões de esclarecimento e sensibilização </li></ul><ul><li>Esclarecimento dos alunos em contexto de sala de aula/ realização de trabalhos sobre a Gripe A / regras gerais de higiene </li></ul><ul><li>Instituir rotinas de lavagem das mãos </li></ul><ul><li>Será destacada uma assistente operacional junto dos refeitórios para supervisionar a lavagem das mãos dos alunos e a manutenção do respectivo material de desinfecção </li></ul><ul><li>Limpeza e desinfecção do ambiente escolar </li></ul>
  21. 22. <ul><li>Procedimentos em caso de suspeita da doença </li></ul><ul><li>1. O profissional que detectar os sintomas em algum aluno deve colocar-lhe uma máscara e informar a assistente operacional do sector </li></ul><ul><li>2. Esta contacta o elemento da equipa operativa destacado nesse horário </li></ul><ul><li>3. O elemento da equipa operativa deverá equipar-se com máscara, luvas e bata descartável, que solicitará a uma assistente operacional, e encaminhar-se-á com o aluno para a sala de isolamento </li></ul><ul><li>4. O local onde o aluno com sintomas se encontrava deve ser imediatamente desinfectado pela assistente operacional do sector </li></ul>
  22. 23. <ul><li>Procedimentos na sala de isolamento </li></ul><ul><li>- Verificar a temperatura corporal </li></ul><ul><li>- Contactar a linha de Saúde 24 (808242424) ou a linha de saúde escolar do Centro de Saúde (21 7527110) e seguir as orientações emanadas </li></ul><ul><li>- Contactar o Encarregado de Educação: </li></ul><ul><li>- Confirmar a existência de problemas de saúde (respiratórios, alergias a medicamentos, etc.) </li></ul><ul><li>- Solicitar a vinda imediata à escola </li></ul><ul><li>- Retirar a roupa em excesso </li></ul><ul><li>- Arejar a sala, mantendo sempre a porta fechada </li></ul><ul><li>- Proceder ao preenchimento do questionário </li></ul><ul><li>- Em caso de febre elevada (39º ou +) e ausência de alergias medicamentosas: </li></ul><ul><li>- administrar ben-u-ron e/ ou </li></ul><ul><li>- colocar toalhas húmidas na testa </li></ul><ul><li>- ir controlando a temperatura </li></ul><ul><li>. </li></ul><ul><li>- Após a saída do aluno, o elemento da equipa operativa retira o equipamento e coloca-o, em saco de plástico fechado, no caixote com tampa de pedal existente e deverá higienizar as mãos </li></ul><ul><li>- A sala será imediatamente desinfectada por uma assistente operacional devidamente equipada </li></ul>
  23. 24. <ul><li>Procedimentos em caso de confirmação de doença </li></ul><ul><li>- A equipa operativa deverá informar a Direcção do Agrupamento e o director de turma/ professor titular do aluno </li></ul><ul><li>- O docente certificar-se-á de que o aluno não compareça na escola durante um período de, pelo menos, 7 dias </li></ul><ul><li>Atenção! </li></ul><ul><li> Os profissionais com Gripe não devem ir à escola durante um período de 7 dias, ou até à alta clínica. </li></ul>
  24. 25. <ul><li>Cuidados a ter com o doente em casa </li></ul><ul><li>• A pessoa doente deve ter um quarto e, idealmente, </li></ul><ul><li>uma casa de banho só para si </li></ul><ul><li>• À excepção da pessoa que cuida do doente, deve </li></ul><ul><li>impedir-se a entrada neste quarto de outros </li></ul><ul><li>elementos da família ou de visitas </li></ul><ul><li>• O quarto deve permanecer, sempre que possível, </li></ul><ul><li>com a porta fechada </li></ul><ul><li>• Deve ser promovido o arejamento deste quarto </li></ul><ul><li>abrindo a janela, mantendo a porta fechada </li></ul><ul><li>• Os objectos e roupas manuseados pelo doente não </li></ul><ul><li>devem ser partilhados com outros elementos da </li></ul><ul><li>família, antes de lavados ou higienizados </li></ul><ul><li>• As zonas comuns da habitação devem manter-se arejadas </li></ul>
  25. 26. <ul><li>Vigilância da Situação Clínica da Criança Doente </li></ul><ul><li>• Medir a febre de manhã e à noite e registar as temperaturas numa folha de registo </li></ul><ul><li>• Controlar a febre, se necessário </li></ul><ul><li>• Oferecer líquidos, para manter a hidratação </li></ul><ul><li>Atenção! </li></ul><ul><li>-> Dificuldade respiratória, vómitos </li></ul><ul><li>persistentes, prostração, pele </li></ul><ul><li>arroxeada, irritabilidade, dores ou mal </li></ul><ul><li>estar intenso, recusa alimentar, ou </li></ul><ul><li>reaparecimento da febre, indicam um </li></ul><ul><li>agravamento da doença: </li></ul><ul><li>TELEFONAR para a linha Saúde 24 </li></ul><ul><li>(808 24 24 24) e seguir as orientações </li></ul>
  26. 27. <ul><li>Agravamento dos Sintomas </li></ul><ul><li>• Reaparecimento, aumento da febre, ou persistência da </li></ul><ul><li>febre durante mais de 4 dias </li></ul><ul><li>• Dores de cabeça muito fortes ou alteração do estado de </li></ul><ul><li>consciência (por exemplo: confusão, perda de </li></ul><ul><li>consciência, desmaios) </li></ul><ul><li>• Dificuldade respiratória ou falta de ar </li></ul><ul><li>• Dor no peito ou nas costas </li></ul><ul><li>• Fadiga intensa e anormal </li></ul><ul><li>• Expectoração com sangue </li></ul><ul><li>TELEFONAR para a Linha Saúde 24 (808 24 24 24) </li></ul><ul><li>e seguir as orientações </li></ul>
  27. 28. <ul><li>Lavagem da Louça do Doente </li></ul><ul><li>• Não é necessário lavar à parte a </li></ul><ul><li>louça da pessoa doente </li></ul><ul><li>• A louça do doente pode ser lavada </li></ul><ul><li>como habitualmente, à mão com </li></ul><ul><li>detergente de louça, ou na máquina </li></ul><ul><li>de lavar louça </li></ul>
  28. 29. <ul><li>Tratamento de Roupas do Doente </li></ul><ul><li>• As roupas do doente devem </li></ul><ul><li>ser lavadas, de preferência, </li></ul><ul><li>na máquina de lavar roupa e </li></ul><ul><li>não devem ser partilhadas </li></ul><ul><li>com outras pessoas antes de </li></ul><ul><li>Lavadas </li></ul><ul><li>• É conveniente o uso de </li></ul><ul><li>máscara de protecção, </li></ul><ul><li>durante a colocação da roupa </li></ul><ul><li>na máquina </li></ul><ul><li>• Lavar as mãos, em seguida </li></ul>
  29. 30. <ul><li>Uso de Máscaras de Protecção (1) </li></ul><ul><li>• A protecção conferida pela máscara depende da sua </li></ul><ul><li>correcta utilização. Se a máscara for mal colocada ou </li></ul><ul><li>inadequadamente removida pode aumentar o risco de </li></ul><ul><li>contágio, em vez de o diminuir </li></ul><ul><li>• A máscara deve cobrir bem o nariz e a boca, devendo </li></ul><ul><li>ficar bem ajustada à face, evitando folgas que </li></ul><ul><li>permitam a passagem de ar não filtrado pela máscara </li></ul><ul><li>• As máscaras devem possuir atilhos, ou elásticos, que </li></ul><ul><li>prendam a máscara na face posterior da cabeça e do </li></ul><ul><li>pescoço, dado que permitem o melhor ajustamento </li></ul><ul><li>da máscara à face. </li></ul><ul><li>• São de evitar máscaras que fiquem largas ou que não </li></ul><ul><li>possibilitem o seu ajustamento ao nariz e à face </li></ul><ul><li>• Nas crianças, usar máscaras adaptadas ao seu </li></ul><ul><li>tamanho </li></ul>
  30. 31. <ul><li>Uso de Máscaras de Protecção (2) </li></ul><ul><li>• O doente deve usar máscara, de tipo cirúrgico, sempre que saia </li></ul><ul><li>do seu quarto, ou esteja na proximidade de outras pessoas </li></ul><ul><li>• A pessoa que cuida do doente deve usar máscara, de tipo </li></ul><ul><li>cirúrgico, sempre que permaneça no quarto do doente, sempre </li></ul><ul><li>que esteja próximo deste, ou sempre que manuseie as suas </li></ul><ul><li>roupas depois de usadas </li></ul><ul><li>• Cada máscara deve ser usada uma única vez, devendo ser </li></ul><ul><li>substituída sempre que se encontre húmida </li></ul><ul><li>• Depois de colocada, não levar as mãos à máscara </li></ul><ul><li>• Ao retirar a máscara, deve tocar-se apenas nos atilhos, </li></ul><ul><li>desprendendo primeiro os atilhos inferiores e só depois os </li></ul><ul><li>superiores, evitando tocar na restante superfície da máscara. </li></ul><ul><li>• Deitar a máscara usada no lixo, em saco bem fechado. Lavar </li></ul><ul><li>as mãos em seguida. </li></ul>
  31. 32. <ul><li>Cuidados a ter pelo doente, a fim de </li></ul><ul><li>evitar a transmissão da Gripe </li></ul><ul><li>• Limitar o contacto próximo com outras </li></ul><ul><li>pessoas </li></ul><ul><li>• Permanecer em casa durante 7 dias, ou até </li></ul><ul><li>que os sintomas desapareçam, se estes </li></ul><ul><li>persistirem </li></ul><ul><li>• Cobrir a boca e o nariz quando espirrar ou </li></ul><ul><li>tossir, usando um lenço de papel e a seguir </li></ul><ul><li>lavar as mãos </li></ul><ul><li>• Lavar frequentemente as mãos com água e </li></ul><ul><li>sabão ou friccioná-las com uma solução de </li></ul><ul><li>base alcoólica, no caso de não as poder </li></ul><ul><li>lavar </li></ul><ul><li>• Usar máscara cirúrgica, quando estiver na </li></ul><ul><li>proximidade de outras pessoas </li></ul>
  32. 33. <ul><li>Para mais informação: </li></ul><ul><li>microsite da GRIPE : www.dgs.pt </li></ul>

×