Teóricos do absolutismo e iluminismo

2.143 visualizações

Publicada em

TEÓRICOS DO ABSOLUTISMO e ILUMINISMO

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.143
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.490
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Teóricos do absolutismo e iluminismo

  1. 1. TEÓRICOS DO Prof. Carlos (Bidu) ABSOLUTISMO e ILUMINISMO
  2. 2. FORMAÇÃO DOS ESTADOS NACIONAIS
  3. 3. - FATORES DETERMINANTES . As Cruzadas . Renascimento Comercial . Renascimento Urbano . Surgimento da burguesia . Crise do feudalismo e o enfraquecimento dos senhores feudais . Desintegração da servidão, que sustentava o feudalismo . Progressos técnicos nos armamentos militares, provocando a decadência da cavalaria . Surgimento dos exércitos reais ou profissionais
  4. 4. - PRINCIPAIS MONARQUIAS NACIONAIS EUROPÉIAS > PORTUGAL . Fim da Guerra da Reconquista > ESPANHA . Fim da Guerra da Reconquista . Casamento de Isabel e Fernando(Castela e Aragão) > FRANÇA . Guerra dos Cem Anos . Peste Negra > INGLATERRA . Guerra das Duas Rosas (Lancaster x York)
  5. 5. - ABSOLUTISMO MONÁRQUICO . Concentração total dos poderes nas mãos do rei. . O rei era visto como grande árbitro das questões nacionais. . Luxo e ostentação reforçavam a imagem do rei diante das massas miseráveis. . Cobrança cada vez maior de tributos, irritando burguesia e povão. . “casamento” da monarquia com a Igreja Católica.
  6. 6. JUSTIFICATIVAS PARA O ABSOLUTISMO • Nicolau Maquiavel: na obra “O Príncipe”, afirma que os poderes do rei são ilimitados, desde que seus objetivos sejam a grandeza do Estado. Os fins justificam os meios. • Thomas Hobbes: na obra “Leviatã”, menciona que é necessário o poder ilimitado do soberano para uma melhor organização e defesa da sociedade. Sem essa autoridade, a sociedade tende ao caos. • Jacques Bossuet: na obra “Política Segundo a Sagrada Família”, o rei é um representante de Deus na Terra e todos os súditos devem respeitá-lo.
  7. 7. Maquiavel: O Príncipe 1.Teorizou a conduta do Governante; 2.Utilização de metódos como: 1.Violência; 2.Suborno; 3.Eliminação; 3."Os fins justificam os meios"; 4.Proteção a propriedade privada.
  8. 8. Thomas Hobbes: Leviatã 1. O Estado é o protetor da Sociedade; 2. O Estado deve se tornar cada vez maior; 3. Estado Natural: desordem social; 4. Estado Civil: proteção e ordenamento; 5. O Poder Absoluto é fruto de um acordo coletivo (contrato social).
  9. 9. Jacques Bossuet: Direito Divino 1. A Monarquia é criação de Deus; 2. O Rei possui direitos por ter sido escolhido por Deus; 3. Todo o reinado e as ações existem no Rei.
  10. 10. Jean Bodin: Seis Livros da República 1. O Estado é uma extensão da família; 2. O Direito do Rei está ligado a Deus, mas não provém dele; 3. Criações divinas: 1.Ordem; 2.Razão; 3.Natureza.
  11. 11. Política Econômica: MERCANTILISMO • Intervencionismo; • Balança comercial Favorável; • Protecionismo; • Monopolismo; • Pacto Colonial.
  12. 12. ILUMINISMO PROF. CARLOS BIDU

×