TEORIA DA BUROCRACIA

3.704 visualizações

Publicada em

TEORIA DA BUROCRACIA

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.704
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.128
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
155
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

TEORIA DA BUROCRACIA

  1. 1. PROF. CARLOS BIDU
  2. 2. Max Weber Sociólogo alemão, foi o criador da Sociologia da Burocracia. Foi professor das universidades de Friburgo e de Heidelberg e ficou famoso pela teoria das estruturas de autoridade.
  3. 3. Origens da Burocracia Max Weber Buscava racionalidade técnica para construir um sistema administrativo Estrutura de relacionamentos humanos necessários para expandir a produtividade Definição de burocracia:trabalho baseado em papéis e documentos, movimentados em seqüência contínua entre as várias unidades componentes da estrutura organizacional Organização burocrática: exercício do controle com base no conhecimento
  4. 4. Origens da Burocracia “A burocracia é uma forma de organização humana que se baseia na racionalidade, isto é, na adequação dos meios aos objetivos (fins) pretendidos, a fim de garantir a máxima eficiência possível no alcance desses objetivos”.
  5. 5. Tipos de sociedade a)Sociedade Tradicional b)Sociedade Carismática c) Sociedade legal, racional ou burocrática
  6. 6. Tipos de Sociedade Características Exemplos Tradicional Patriarcal e patrimonialista. Conservantismo Clã, tribo, família, sociedade medieval Carismática Personalista, mística e arbitrária. Revolucionária Grupos revolucionários, partidos políticos, nações em revolução Legal, racional ou burocrática Racionalidade dos meios e dos objetivos Estados modernos, grandes empresas, exércitos
  7. 7. Tipos de Autoridade Para Weber, cada tipo de sociedade corresponde um tipo de autoridade. “Autoridade significa a probabilidade de que um comando ou ordem especifica seja obedecido. A autoridade representa o poder institucionalizado e oficializado.
  8. 8. Tipos de Autoridade a) Autoridade Tradicional O domínio patriarcal do pai de família, do chefe do clâ, o despotismo real representam apenas o tipo mais puro de autoridade tradicional . O poder tradicional, pode ser transmitido por herança e é extremamente conservador. A dominação tradicional, pode assumir duas formas de aparato administrativo para garantir sua sobrevivência. 1. Forma Patrimonial 2. Forma Feudal
  9. 9. b) Autoridade Carismática O poder carismático é um poder sem base racional, é instável e facilmente adquire característica revolucionarias. Não pode ser delegado, nem recebido em herança, como o tradicional.
  10. 10. c) Autoridade Legal, racional ou burocrática É o tipo de autoridade técnica, meritocrática e administrada. A ideia básica fundamenta-se no fato de que as leis podem ser promulgadas e regulamentadas através de procedimentos formais e corretos. O conjunto governante é eleito e exerce o comando de autoridade sobre seus comandos, seguindo certas normas e leis. O aparato administrativo na dominação legal é a burocracia.
  11. 11. Weber identifica três fatores para o desenvolvimento da burocracia 1. Desenvolvimento da economia 2. Crescimento quantitativo e qualitativo das tarefas administrativas do Estado moderno 3. A superioridade técnica do modelo burocrático - em termos de eficiência.
  12. 12. A burocracia é baseada em: 1. Caráter legal das normas 2. Caráter formal das comunicações 3. Divisão do trabalho 4. Impessoalidade no relacionamento 5. Hierarquização da autoridade 6. Rotinas e procedimentos 7. Competência técnica mérito 8. Especialização da administração 9. Profissionalização 10. Previsibilidade do funcionamento Consequências previstas: Previsibilidade do comportamento humano. Padronização do desempenho dos participantes Objetivo Máxima eficiência da organização
  13. 13. Vantagens da Burocracia 1. Racionalidade 2. Precisão na definição do cargo e na operação 3. Rapidez nas decisões 4. Univocidade de interpretação 5. Uniformidade de rotinas e procedimentos 6. Continuidade da organização 7. Redução do atrito entre as pessoas 8. Constância 9. Confiabilidade 10.Benefícios para as pessoas
  14. 14. SOCIEDADE BUROCRÁTICA: DIVISÃO DA PRODUÇÃO E ORGANIZAÇÃO
  15. 15. A BUROCRACIA DE WEBER • Divisão do trabalho: Tarefas simples para qualquer pessoa se especializar em tempo mínimo • Hierarquia de autoridade: Cadeia de comando com responsabilidades, deveres e privilégios específicos • Racionalidade: Seleção, promoção, adequação do desempenho do trabalho às qualificações • Regras e padrões: Decisões guiadas por regras, disciplina e controles • Compromisso profissional: administradores ganham salários fixos e não são donos dos negócios; gerente treinados para melhor qualificação e eficiência organizacional • Registros escritos: continuidade e uniformidade de ação sobre transações da organização • Impessoalidade: regras e procedimentos aplicados de modo uniforme e imparcial
  16. 16. TEORIA DA AUTORIDADE (SISTEmA DE cOnTROlE SOcIAl) • Poder: é a probabilidade de o indivíduo executar sua vontade apesar das resistências opostas (controle mediante ameaças, coações, manipulação das condições) ≠ autoridade (obediência voluntária) • Persuasão: É a faculdade de o indivíduo influenciar a decisão ou ação de outro, mediante a razão, a lógica e a argumentação • Tipos puros de autoridade – Tradicional: ordem social sagrada. Direito divino, tradição cultural, herança. Ex: tribo, clã, sociedade medievais, família. – Carismática: rejeição à tradição e contra ordem social vigente. Ordem encarnada numa pessoa. Ex: partidos políticos, revolucionários, grupos religiosos – Racional: Baseada em normas sociais, administradas pela meritocracia, com traços impessoais, técnicos e racionais. Exemplo: exércitos, administração pública e empresas
  17. 17. Exemplo de Organização Burocrática
  18. 18. PROFISSIONALIZAÇÃO DOS PARTICIPANTES Cada funcionário da burocracia é um profissional, pois: É um especialista.É um especialista. Cada funcionário é especializado nas atividades do seu cargo. É assalariado.É assalariado. Os funcionários da burocracia participam da organização e recebem salários em função do cargo que ocupam. É ocupante de cargo.É ocupante de cargo. O funcionário da burocracia é um ocupante de cargo e seu cargo é sua principal atividade dentro da organização. É nomeado pelo superior hierárquico.É nomeado pelo superior hierárquico. O funcionário é um profissional selecionado, nomeado, assalariado, promovido ou demitido da organização pelo seu superior hierárquico. Seu mandato é por tempo indeterminado.Seu mandato é por tempo indeterminado. Quando um funcionário ocupa um cargo, seu tempo de permanência é indefinido e indeterminado.
  19. 19.  Segue carreira dentro da organização.Segue carreira dentro da organização. Na medida em que um funcionário demonstra mérito, capacidade e competência, ele pode ser promovido para cargos superiores.  Não possui a propriedade dos meios de produção e administração.Não possui a propriedade dos meios de produção e administração. O administrador gere a organização em nome dos proprietários e o funcionário, para trabalhar, precisa de máquinas e equipamentos que não são de sua propriedade.  É fiel ao cargo e identifica-se com os objetivos da empresa.É fiel ao cargo e identifica-se com os objetivos da empresa. O funcionário defende os interesses do cargo e da organização em detrimento dos demais interesses envolvidos.
  20. 20. A consequência desejada da burocracia é a previsibilidade do comportamento dos seus membros. O modelo burocrático pressupõe que o comportamento dos membros da organização é perfeitamente previsível: todos deverão comportar-se de acordo com as normas e os regulamentos da organização, a fim de que esta atinja a máxima eficiência possível. . PREVISIBILIDADE DO COMPORTAMENTO
  21. 21. Lentidão: Qualidade do que é lento, qualidade daquilo que podendo acontecer num tempo mais breve estende-se num tempo prolongado

×