Linha do Tempo: Brasil

26.449 visualizações

Publicada em

linha do tempo BRASIL

Publicada em: Educação
0 comentários
15 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
26.449
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4.874
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
478
Comentários
0
Gostaram
15
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Linha do Tempo: Brasil

  1. 1. Linha do tempo: Brasil
  2. 2. Presidentes do Brasil
  3. 3. datas comentadas
  4. 4. 1492> Chegada de Colombo 1494> Tordesilhas 1500> Chegada dos Portugueses e tomada de posse 1500 – 1530> Período Pré-colonial 1530> Colonização Oficial
  5. 5. 1530 – É instituído o regime de capitanias hereditárias por Dom João III. A expedição colonizadora de Martim Afonso chega ao Brasil. 1532 – Fundada a Vila de São Vicente, primeira vila do Brasil por Martim Afonso. 1534 - O Brasil é dividido em capitanias hereditárias. 1548 – Criado o governo-geral com o objetivo de centralizar a administração da Colônia. 1549 – A cidade de Salvador é fundada. é constituído o primeiro governo geral do Brasil com Tomé de Souza.
  6. 6. 1808 – Chegada de D. João à Bahia, dando início ao PERÍODO JOANINO (1808/21). Carta-régia determina a abertura dos portos brasileiros “a todas as nações amigas”. Fim do “exclusivo” metropolitano e enfraquecimento do Pacto Colonial. Passagem do Brasil para a órbita direta do capitalismo industrial inglês, em substituição ao anacrônico colonialismo mercantilista português. – Alvará de Liberdade Industrial, revogando as proibições impostas por D. Maria I em 1785. Medida de pouco alcance prático, dada a falta de tecnologia e de capitais no Brasil. – Instalação da Imprensa Régia e publicação do primeiro jornal brasileiro. – Criação de escolas de Medicina (primeiros cursos superiores instalados no Brasil) no Rio de Janeiro e em Salvador. 1810 - Início da pressão inglesa para extinção do tráfico negreiro no Brasil. 1815 - Elevação do Brasil à categoria de Reino Unido ao de Portugal e Algarves.
  7. 7. 1818 - O príncipe regente torna-se rei, com o título de Dom João VI. Criada a colônia suíça de Nova Friburgo, no Rio de Janeiro. 1820 - Chega ao Brasil a notícia da Revolução do Porto. 1821 – Fim do absolutismo no Brasil. D. João VI aceita submeter-se à autoridade das Cortes. Juntas Provisórias de Governo substituem os governadores das províncias (nova denominação das capitanias) nomeados pelo rei. – Por pressão das Cortes de Lisboa, D. João VI retorna a Portugal, deixando o príncipe-herdeiro D. Pedro como regente do Brasil. – As Cortes exigem o retorno de D. Pedro a Portugal. 1822 – Dia do Fico (9 de janeiro) - D. Pedro recusa-se a obedecer às Cortes e decide permanecer no Brasil. A partir daí, acelera-se o processo da Independência. 1822 – Dom Pedro proclama a independência do Brasil. (7 de setembro)
  8. 8. 1822 – Aclamação do príncipe D. Pedro como imperador do Brasil, com o nome de D. Pedro I. 1823 – É instalada, a Assembléia Constituinte encarregada de elaborar a primeira Constituição do Brasil. 1824 – D. Pedro I outorga uma Constituição centralizadora: unitarismo (ausência de autonomia provincial), quadripartição de poderes (sendo o Poder Moderador privativo do monarca), voto censitário e subordinação da Igreja ao Estado. – Os Estados Unidos reconhecem a independência do Brasil. 1825 – Portugal e Grã-Bretanha (Inglaterra) reconhecem a independência do Brasil. 1826 - Brasil e Inglaterra constituem uma convenção sobre a extinção do tráfico negreiro. 1826 – Morre D. João VI. D. Pedro I é reconhecido como rei de Portugal (D. Pedro IV). 1828 – Chega ao fim a Guerra da Cisplatina entre Brasil e Argentina, resultando em um Tratado de paz onde ambos os países aceitam a independência da Província Cisplatina, com o nome de “República Oriental do Uruguai”. 1834 – Morre em Portugal D. Pedro I.
  9. 9. 1835 - Início da Regência Una do padre Feijó. No Pará, deflagrada a Cabanagem; no Sul, a Revolução Farroupilha. Revolta dos Malês na Bahia. 1837 – Na Bahia, inicia a Sabinada (tentativa de separatismo temporário). 1840 - Dom Pedro de Alcântara tem antecipada sua maioridade e se torna o segundo Imperador do Brasil. 1848 – Tem início a Revolução Praieira. 1865 – Tem início a Guerra do Paraguai. 1870 - Fim da Guerra do Paraguai. 1873 - É fundado o Partido Republicano Paulista, na Convenção de Itu, em São Paulo. 1874 - Inicia a corrente imigratória italiana para o Brasil. 1889 – Chega ao fim o período do Império
  10. 10. 1889 – Proclamação da República. Banimento da Família Imperial e formação de um Governo Provisório chefiado por Deodoro. – Primeiras medidas do novo governo: modificação da Bandeira Nacional, liberdade de cultos, separação entre Igreja e Estado, criação do Registro Civil e secularização dos cemitérios 1891 - Promulgada a primeira Constituição da República. Deodoro é eleito presidente da República pelo Congresso nacional e Floriano Peixoto vice. 1894 –Fim da República da Espada (1889/94) e início da República das Oligarquias (1894/1930). – Eleição do civil Prudente de Morais para a Presidência da República.
  11. 11. 1930 – Inicia no Rio Grande do Sul e no nordeste a Revolução de 1930, dando fim à Primeira República (ou República das Oligarquias) e início da Era Vargas. 1932 - Novo Código Eleitoral estabelece o voto secreto e o direito das mulheres votarem e serem votadas. - Tem início a Revolução Constitucionalista de São Paulo: movimento armado com o objetivo de apressar a reconstitucionalização do País (tentativa da oligarquia paulista de retomar o poder). 1934 - É promulgada a segunda Constituição da República , que incorpora a legislação trabalhista e os recentes aperfeiçoamentos eleitorais; – Vargas é eleito indiretamente para a Presidência da República, com um mandato de quatro anos.
  12. 12. ESTADO NOVO 1937 - Uma nova Constituição é imposta ao país. Golpe de Estado de Vargas, com apoio das Forças Armadas e da maior parte dos setores conservadores. Dissolução do Congresso Nacional e outorga de uma Constituição autoritária (a “Polaca”). 1944 - Participação da Força Expedicionária Brasileira (FEB), do Exército, e de um destacamento da Força Aérea na luta contra os alemães na Itália. 1945 - Vargas é deposto por um golpe militar. José Linhares, presidente do Supremo Tribunal Federal, assume interinamente a Presidência da República.
  13. 13. 1950 - Eleições presidenciais. Vitória de Getúlio Vargas. 1954 - - Suicídio de Getúlio Vargas em 24 de agosto. 1954 - - Suicídio de Getúlio Vargas em 24 de agosto. “Sigo o destino que me é imposto. Depois de decênios de domínio e espoliação dos grupos econômicos e financeiros internacionais, fiz-me chefe de uma revolução e venci. Iniciei o trabalho de libertação e instaurei o regime de liberdade social. Tive de renunciar. Voltei ao governo nos braços do povo.”
  14. 14. 1955 - Juscelino Kubitschek é eleito presidente da República. 1960 - Inauguração da cidade de Brasília.
  15. 15. 1961 - O presidente Jânio Quadros toma posse em janeiro e renuncia em agosto. – Crise institucional. A cúpula das Forças Armadas se opõe à posse do vice João Goulart na Presidência. Solução de compromisso: Ato Adicional à Constituição de 1946, instituindo o sistema parlamentarista. – Posse de João Goulart (“Jango”).
  16. 16. 1963- – Referendo restabelece o sistema presidencialista. – Jango propõe as “Reformas de Base” (agrária, bancária, administrativa, universitária e das Forças Armadas). 1964 - É deflagrado o golpe político-militar que afasta João Goulart (Jango). Ato Institucional suspende direitos políticos de centenas de pessoas.
  17. 17. 1968 - Movimentos de oposição são reprimidos com violência. - O governo edita o Ato Institucional nº5, que concede ao presidente da República poderes excepcionais por tempo indeterminado.
  18. 18. 1984 - O país se mobiliza, reivindicando eleições diretas. A Campanha “Diretas-Já” reúne multidões nas principais capitais do País; mas a emenda Dante de Oliveira, que as instituiria, é rejeitada no Congresso. 1985 - Em eleições indiretas para a Presidência da República o candidato da oposição Tancredo Neves é eleito o novo Presidente do Brasil, entretanto devido a problemas de saúde não assume e em 21 de abril, é anunciada a sua morte. Sarney assume em seu lugar.
  19. 19. 1988 - Promulgada a oitava Constituição do Brasil. 1989 - Fernando Collor de Mello é o primeiro presidente eleito pelo voto direto desde 1960. 1992 - Fernando Collor renuncia à Presidência pouco antes de sofrer impeachment pelo Congresso, que o declara inelegível por oito anos. O vice-presidente, Itamar Franco, torna-se presidente efetivo.
  20. 20. 1994 - Lançada uma nova moeda, o real. O ministro da Fazenda, Fernando Henrique Cardoso, candidata-se à Presidência da República e vence. 1998 - Fernando Henrique é reeleito e uma nova bancada no Congresso assume em 1999.
  21. 21. 2000 - O país “comemora” os 500 anos do descobrimento.
  22. 22. 2002 – Vitória do candidato de oposição Luís Inácio Lula da Silva (PT) à presidência da República. 2003 - O presidente Lula discursa na Assembléia Geral da ONU propondo a criação de um fundo mundial de combate à fome. 2007- Início do segundo mandato de Luís Inácio Lula da Silva.
  23. 23. 2011 - Dilma Vana Rousseff, foi empossada a primeira mulher presidente da República do Brasil. 2014 - Dilma Vana Rousseff, foi reeleita presidente da República do Brasil.

×