AS CRUZADAS     PROF. CARLOS BENJOINO (BIDU)
Porque as pessoas participavam       dessas Cruzadas?• As cruzadas são vistas como uma  "válvula de escape" para a crise  ...
Principais Cruzadas •    Foram realizadas ao todo NOVE cruzadas      oficiais, num período de cerca de duzentos           ...
As Cruzadas Antecedentes ◦ Domínio turco seldjúcida sobre a Palestina e conquista de   Jerusalém em 1078    Proíbem a en...
As Cruzadas• Cruzada Popular ou dos Mendigos (1096)  – extra-oficial que consistiu em um movimento    popular  – Convocada...
As Cruzadas• Primeira Cruzada (1096-1099)   – 30 mil homens   – Os turcos estavam desorganizados   – Entre 1097/1098 os cr...
As Cruzadas• Segunda Cruzada (1145)  – Motivada pela perda de Edessa para os turcos  – Convocada por São Bernardo  – Lider...
As Cruzadas• Terceira Cruzada (1189 – 1192)  – Reação a queda de Jerusalém em 1187 pelo sultão    Saladino  – A Cruzada do...
As Cruzadas• Quarta Cruzada (1202 – 1204)  – A Cruzada comercial  – Liderada por Veneza  – se desviaram de Jerusalém e ata...
5º. Cruzada: Diante das constantes derrotas das cruzadas, difundiu-se a  lenda de que o Santo Sepulcro, só      poderia se...
As Cruzadas• Resultados  – Motivos do fracasso     • Os europeus eram minoria na região     • Opressão às populações locai...
As Cruzadas
As Cruzadas
As Cruzadas
As Cruzadas
As Cruzadas
As Cruzadas
As Cruzadas
As Cruzadas
As Cruzadas
As Cruzadas
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

As Cruzadas

18.971 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
2 comentários
13 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
18.971
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.538
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.044
Comentários
2
Gostaram
13
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

As Cruzadas

  1. 1. AS CRUZADAS PROF. CARLOS BENJOINO (BIDU)
  2. 2. Porque as pessoas participavam dessas Cruzadas?• As cruzadas são vistas como uma "válvula de escape" para a crise provocada pela marginalização sócio econômica. Milhares de europeus marcharam em direção à "Terra Santa" obedecendo ao chamado da Igreja Católica, mas ao mesmo tempo, movidos pelo interesse na possibilidade de saque ou de conquista de terras.
  3. 3. Principais Cruzadas • Foram realizadas ao todo NOVE cruzadas oficiais, num período de cerca de duzentos anos. As principais foram:1º. Cruzada: Essa primeira cruzada obteve algum êxito. Essa cruzada expulsou os turcos de grande parte da Terra Santa e fundou o reino de Jerusalém.Contudo, dos 300 mil cruzados que partiram de Constantinopla, apenas 40 mil chegaram à Palestina. Os demais morreram no caminho, em combate ou vítimas de doenças, fome, sede e calor.
  4. 4. As Cruzadas Antecedentes ◦ Domínio turco seldjúcida sobre a Palestina e conquista de Jerusalém em 1078  Proíbem a entrada de cristãos em Jerusalém ◦ O imperador bizantino Aleixo I pede ajuda ao ocidente para combater a expansão seldjúcida ◦ Em 1095 o papa Urbano II convoca a população européia para libertar a Terra Santa  Guerra Santa  Penitência cristã  remissão dos pecados ◦ Crescimento populacional europeu  Excesso de nobres e falta de terras  guerras constantes  Direcionar a vontade de fazer guerra contra os muçulmanos  Nobres  conquistar terras, fama e saquear  Plebeus  remissão dos pecados e saquear
  5. 5. As Cruzadas• Cruzada Popular ou dos Mendigos (1096) – extra-oficial que consistiu em um movimento popular – Convocada pelo monge Pedro, o Eremita – Ainda no caminho, seus seguidores tinham criado tumultos, massacrando comunidades judaicas na atual Alemanha – Foi um desastre, pois a Cruzada dos Mendigos chegou muito enfraquecida à Ásia Menor, onde foi arrasada pelos turcos
  6. 6. As Cruzadas• Primeira Cruzada (1096-1099) – 30 mil homens – Os turcos estavam desorganizados – Entre 1097/1098 os cruzados tomaram Nicéia e Antióquia  massacres – Em 1099 conquistam Jerusalém • Massacre da população – Organização das conquistas • Condado de Edessa, o Principado de Antióquia, o Condado de Trípoli, e o Reino de Jerusalém. – Transposição do feudalismo para o Oriente • Distribuição de feudos aos cavaleiros – Reabertura do Mediterrâneo aos europeus
  7. 7. As Cruzadas• Segunda Cruzada (1145) – Motivada pela perda de Edessa para os turcos – Convocada por São Bernardo – Liderada pelos reis Luís VII da França e Conrado III do Sacro Império – Várias derrotas para os muçulmanos – Poucos resultados – Reação islâmica • Liderados por Saladino • Batalha de Hattin 1187 – Derrota cristã e perda de Jerusalém
  8. 8. As Cruzadas• Terceira Cruzada (1189 – 1192) – Reação a queda de Jerusalém em 1187 pelo sultão Saladino – A Cruzada dos Reis • Filipe Augusto (França), Frederico Barbaruiva (Sacro Império Romano-Germânico) e Ricardo Coração de Leão (Inglaterra). • Morte de Frederico Barbaruiva (afogado) • Retirada de Filipe • Acordo entre Ricardo e Saladino – Manter a conquistas cristãs – Acesso aos peregrinos cristãos à Jerusalém
  9. 9. As Cruzadas• Quarta Cruzada (1202 – 1204) – A Cruzada comercial – Liderada por Veneza – se desviaram de Jerusalém e atacaram, saquearam e conquistaram Constantinopla – Império Veneziano • Controle do Mediterrâneo Oriental • Rotas de especiarias para a Europa • Levaram muitos tesouros para a Europa
  10. 10. 5º. Cruzada: Diante das constantes derrotas das cruzadas, difundiu-se a lenda de que o Santo Sepulcro, só poderia ser conquistado por crianças, pois elas eram isentas de pecado. Em 1202, 20 mil crianças germânicas e 30 mil francas foram a Jerusalém. Muitas acabaram morrendo pelo caminho, outras foram assassinadas ou aprisionadas e vendidas como escravas.
  11. 11. As Cruzadas• Resultados – Motivos do fracasso • Os europeus eram minoria na região • Opressão às populações locais • Lutas entre os cristãos • Massacre de Judeus e cristãos • O papado era incapaz de controlar o movimento – Hostilidade entre cristãos e muçulmanos – Contatos comerciais e novos produtos chegaram a Europa • Estimulo a economia européia • Aprenderam as técnicas bancárias do mundo islâmico – Acesso dos europeus aos conhecimentos orientais • Influencia o renascimento

×