A SOCIEDADE FEUDAL
ORIGENS DOFEUDALISMO
O FEUDALISMO PODE SER DEFINIDOCOMO UMA FORMA DE ORGANIZAÇÃOSOCIAL POLÍTICA E ECONÔMICABASEADA NA RELAÇÃO DE FIDELIDADEE DE...
COMEÇOU A SER FORMAR COM A CRISEDO IMPÉRIO ROMANO E ENTROU EMDECLÍNIO NO SÉCULO XIV
O MODELO CLÁSSICO DO FEUDALISMOVERIFICOU-SE EM PARTES DA FRANÇA E DAALEMANHA, QUE FORMARAM O IMPÉRIOCAROLÍNGIO.TAMBÉM ESTE...
DEPOIS DA DESINTEGRAÇÃO DO IMPÉRIOCAROLÍNGIO OS REIS PERDERAM GRANDEPARTE DE SEU PODER PARA OS MEMBROS DANOBREZA.
A FIM DE ASSEGURAR A LEALDADE DOSNOBRES OS REIS FAZIAM COM ELESALIANÇAS INDIVIDUAIS, POR MEIO DASQUAIS JURAVAM FIDELIDADE ...
NA MAIORIA DESSES COMPROMISSOERA SELADO COM A DOAÇÃO DE UMBENEFÍCIO – O FEUDO – EM GERALTERRAS , POR PARTE DO REI.
OS REIS AO CONCEDEREM O FEUDO SOBFORMA DE TERRAS , CEDIAM TAMBÉMAOS SENHORES OS DIREITOS SOBRE APOPULAÇÃO ALI EXISTENTE
CARACTERÍSTICAS DOFEUDALISMO
ENFRAQUECIMENTO DOPODER CENTRAL.
FRAGMENTAÇÃO DO TERRITÓRIOEM DIVERSOS FEUDOS: PODER DOSNOBRES; LAÇOS DE DEPENDÊNCIAPESSOAL
ECONOMIA AGRÍCOLA DESUBSISTÊNCIA.
O FEUDO O FEUDO ERA UM BENEFÍCIO,  MUITAS VEZES UMA ÁREA  TERRITORIAL, QUE O SENHOR  DOAVA A UM NOBRE. QUEM DOAVA ERA CH...
FEUDO
SUSERANO E VASSALO
 O VASSALO NÃO ERA PROPRIETÁRIO DO  FEUDO – ELE PODIA USUFRUIR DESSE BEM. MAS ESTAVA PROIBIDO DE VENDER A TERRA. A PART...
O VASSALO NÃO ERA PROPRIETÁRIO DOFEUDO – ELE PODIA USUFRUIR DESSEBEM.MAS ESTAVA PROIBIDO DE VENDER ATERRA
ELE PODIA ENTÃO DOAR PARTE DESSASTERRAS A UM OUTRO HOMEM, E ASSIMTORNAR-SE TAMBÉM SUSERANO OUSENHOR
A ORGANIZAÇÃO DOSENHORIO O SENHORIO ERA A TÍPICA UNIDADE DE  PRODUÇÃO FEUDAL. CONCEDIDO PELO REI A UM SENHOR,  CONSISTIA...
A ORGANIZAÇÃO DOSENHORIO
RESERVAS SENHORIAIS TERRAS EXCLUSIVAS DO  SENHOR CULTIVADAS  PELOS CAMPONESES  DURANTE ALGUNS DIAS  DA SEMANA EM  BENEFÍC...
RESERVAS SENHORIAIS
MANSOS SERVIS PEQUENAS FAIXAS DE  TERRA CEDIDAS AOS  CAMPONESES PARA  QUE CULTIVASSEM  PARA SEU PRÓPRIO  SUSTENTO.
MANSOS SERVIS
TERRAS COMUNAIS TERRAS USADAS TANTO  PELO SENHOR QUANTO  PELOS CAMPONESES,  PRINCIPALMENTE PARA A  PASTAGEM DOS ANIMAIS, ...
TERRAS COMUNAIS
NO CENTRO DOS DOMÍNIOS SENHORIAISFICAVA A RESIDÊNCIA DO SENHOR: OCASTELO (OU ABADIA, NO CASO DE OSENHORIO TER SIDO CONCEDI...
UMA SOCIEDADEDIVIDIDA
SEGUNDO O BISPO ADALBERON, A ESTRUTURADA SOCIEDADE FEUDAL FOI DIVIDA EM CLERO,NOBREZA E CAMPESINATO E NÃO PODERIA SERMODIF...
ESSA ESTRUTURA ERA REFLEXO DAESTRUTURA CELESTE, REPRESENTADAPELO PAI FILHO E PELO ESPÍRITOSANTO, ALTERÁ-LA SERIA O MESMO Q...
 PORTANTO QUEM NASCIA  NUMA FAMÍLIA DE SERVOS OU  DE NOBRES DEVERIAM  PERMANECER NESSAS  CONDIÇÕES PARA SEMPRE, O  MESMO ...
OS QUE LUTAVAM
OS NOBRES ERAM OS ÚNICOS QUEPODIAM RECEBER FEUDOS.
A NOBREZA DIVIDIA-SE EM VÁRIOS GRAUS DEIMPORTÂNCIA, DETERMINADA PELO TÍTULO DONOBRE: CONDE,DUQUE, MARQUES ECAVALEIRO.ESSES...
O REI ERA O MAIS IMPORTANTEDOS NOBRES.
EM TEMPOS DE PAZ ERAPROMOVIDOS TORNEIOS QUESIMULAVAM COMBATES
COM O PASSAR DO TEMPO A IGREJACRIOU REGRAS PARA ESSES TORNEIOS,A FIM DE EVITAR PERDAS DE VIDAS EDESTRUIÇÃO DAS PLANTAÇÕES.
OS QUE ORAVAM
OS QUE ORAVAM O CLERO DIVIDIA-SE EM DOIS  GRUPOS PRINCIPAIS: O ALTO CLERO  E O BAIXO CLERO. O ALTO CLERO ERA FORMADO, EM...
O ALTO CLERO ERA FORMADO,EM SUA MAIORIA POR PESSOASNASCIDAS NAS FAMÍLIASNOBRES
O ALTO CLERO CUIDAVA DA ADMINISTRAÇÃODOS FEUDOS, POIS ERA, EM GERAL, OS ÚNICOSALFABETIZADOS.
POR SEREM CONSIDERADOSINTERMEDIÁRIOS ENTRE OS HOMENS EDEUS, ERAM RESPONSÁVEIS PORCONDUZIR AS ALMAS NO CAMINHO DASALVAÇÃO
AO BAIXO CLERO, CABIA O TRABALHOBRAÇAL NAS PARÓQUIAS E OATENDIMENTO AOS POBRES ENECESSITADOS
OS QUETRABALHAVAM
O SERVO, OU SERVO DA GLEBA,ERA A PRINCIPAL FORÇA DETRABALHO DO SISTEMA FEUDAL.
EM TROCA DE PROTEÇÃO E DOUSUFRUTO DA TERRA, O SERVO DEVIACULTIVAR OS TERRENOS RECEBIDOS EAS TERRAS PESSOAIS DO SENHOR.
ALÉM DISSO PAGAVA IMPOSTOS EFAZIA VÁRIAS OUTRAS TAREFASCOMO CONSERTAR PONTES,ESTRADAS, ETC.
A RELAÇÃO ENTRE OS SERVOS APOIAVA-SE NA SOLIDARIDADE.
OS VILÕES ERAM CAMPONESES LIVRES QUE  VIVIAM NAS VILAS. ELES SE ORIGINARAM DOS  TRABALHADORES LIVRES DO  IMPÉRIO ROMANO ...
OS VILÕES ERAM CAMPONESESLIVRES QUE VIVIAM NAS VILAS.
ASSIM COMO A ROUPA, O MODO DECOMER CARNE, NA IDADE MEDIA,TAMBEM ERA INDICADOR DO STATUSSOCIAL DA CADA INDIVIDUO.
EM GERAL, OS SERVOS CONSUMIAM A CARNECOZIDAS, COMO UM COMPLEMENTO PARA ASSOPAS E PAPAS DE CEREAIS E LEGUMES.ALIMENTAÇÃO DE...
OS SENHORES COMIAM ACARNE PREFERENCIALMENTEASSADA OU GRELHADA.
ROUPAS DA IDADE MEDIA
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A Sociedade Feudal

10.584 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

A Sociedade Feudal

  1. 1. A SOCIEDADE FEUDAL
  2. 2. ORIGENS DOFEUDALISMO
  3. 3. O FEUDALISMO PODE SER DEFINIDOCOMO UMA FORMA DE ORGANIZAÇÃOSOCIAL POLÍTICA E ECONÔMICABASEADA NA RELAÇÃO DE FIDELIDADEE DEPENDÊNCIA ENTRE OS HOMENS
  4. 4. COMEÇOU A SER FORMAR COM A CRISEDO IMPÉRIO ROMANO E ENTROU EMDECLÍNIO NO SÉCULO XIV
  5. 5. O MODELO CLÁSSICO DO FEUDALISMOVERIFICOU-SE EM PARTES DA FRANÇA E DAALEMANHA, QUE FORMARAM O IMPÉRIOCAROLÍNGIO.TAMBÉM ESTEVE PRESENTE NAITÁLIA NA ESPANHA E NA INGLATERRA.
  6. 6. DEPOIS DA DESINTEGRAÇÃO DO IMPÉRIOCAROLÍNGIO OS REIS PERDERAM GRANDEPARTE DE SEU PODER PARA OS MEMBROS DANOBREZA.
  7. 7. A FIM DE ASSEGURAR A LEALDADE DOSNOBRES OS REIS FAZIAM COM ELESALIANÇAS INDIVIDUAIS, POR MEIO DASQUAIS JURAVAM FIDELIDADE DE UM AOOUTRO.
  8. 8. NA MAIORIA DESSES COMPROMISSOERA SELADO COM A DOAÇÃO DE UMBENEFÍCIO – O FEUDO – EM GERALTERRAS , POR PARTE DO REI.
  9. 9. OS REIS AO CONCEDEREM O FEUDO SOBFORMA DE TERRAS , CEDIAM TAMBÉMAOS SENHORES OS DIREITOS SOBRE APOPULAÇÃO ALI EXISTENTE
  10. 10. CARACTERÍSTICAS DOFEUDALISMO
  11. 11. ENFRAQUECIMENTO DOPODER CENTRAL.
  12. 12. FRAGMENTAÇÃO DO TERRITÓRIOEM DIVERSOS FEUDOS: PODER DOSNOBRES; LAÇOS DE DEPENDÊNCIAPESSOAL
  13. 13. ECONOMIA AGRÍCOLA DESUBSISTÊNCIA.
  14. 14. O FEUDO O FEUDO ERA UM BENEFÍCIO, MUITAS VEZES UMA ÁREA TERRITORIAL, QUE O SENHOR DOAVA A UM NOBRE. QUEM DOAVA ERA CHAMADO DE SUSERANO OU SENHOR QUE RECEBIA A DOAÇÃO CHAMAVA- SE VASSALO.
  15. 15. FEUDO
  16. 16. SUSERANO E VASSALO
  17. 17.  O VASSALO NÃO ERA PROPRIETÁRIO DO FEUDO – ELE PODIA USUFRUIR DESSE BEM. MAS ESTAVA PROIBIDO DE VENDER A TERRA. A PARTIR DO SÉCULO IX, O FEUDO TORNOU-SE UM BEM HEREDITÁRIO. AO RECEBER AS TERRAS O VASSALO TORNAVA-SE SENHOR DAS TERRAS, QUE RECEBIA. ELE PODIA ENTÃO DOAR PARTE DESSAS TERRAS A UM OUTRO HOMEM, E ASSIM TORNAR-SE TAMBÉM SUSERANO OU SENHOR. TAL PROCEDIMENTO PODERIA OCORRER DIVERSAS VEZES.PORTANTO ERA COMUM UM HOMEM SER SENHOR E VASSALO DE DIFERENTES PESSOAS.
  18. 18. O VASSALO NÃO ERA PROPRIETÁRIO DOFEUDO – ELE PODIA USUFRUIR DESSEBEM.MAS ESTAVA PROIBIDO DE VENDER ATERRA
  19. 19. ELE PODIA ENTÃO DOAR PARTE DESSASTERRAS A UM OUTRO HOMEM, E ASSIMTORNAR-SE TAMBÉM SUSERANO OUSENHOR
  20. 20. A ORGANIZAÇÃO DOSENHORIO O SENHORIO ERA A TÍPICA UNIDADE DE PRODUÇÃO FEUDAL. CONCEDIDO PELO REI A UM SENHOR, CONSISTIA EM UM DOMÍNIO FORMADO PELA TERRAS E PELA AUTORIDADE SOBRE SEUS HABITANTES PARA FAZER JUSTIÇA, COBRAR IMPOSTOS E ORGANIZAR A DEFESA MILITAR. ERA DIVIDO EM TRÊS PARTES – RESERVAS SENHORIAS, MANSOS SERVIS E TERRAS COMUNAIS
  21. 21. A ORGANIZAÇÃO DOSENHORIO
  22. 22. RESERVAS SENHORIAIS TERRAS EXCLUSIVAS DO SENHOR CULTIVADAS PELOS CAMPONESES DURANTE ALGUNS DIAS DA SEMANA EM BENEFÍCIO DO SENHOR FEUDAL
  23. 23. RESERVAS SENHORIAIS
  24. 24. MANSOS SERVIS PEQUENAS FAIXAS DE TERRA CEDIDAS AOS CAMPONESES PARA QUE CULTIVASSEM PARA SEU PRÓPRIO SUSTENTO.
  25. 25. MANSOS SERVIS
  26. 26. TERRAS COMUNAIS TERRAS USADAS TANTO PELO SENHOR QUANTO PELOS CAMPONESES, PRINCIPALMENTE PARA A PASTAGEM DOS ANIMAIS, A COLETA DE FRUTOS E A EXTRAÇÃO DE MADEIRA
  27. 27. TERRAS COMUNAIS
  28. 28. NO CENTRO DOS DOMÍNIOS SENHORIAISFICAVA A RESIDÊNCIA DO SENHOR: OCASTELO (OU ABADIA, NO CASO DE OSENHORIO TER SIDO CONCEDIDO AIGREJA)
  29. 29. UMA SOCIEDADEDIVIDIDA
  30. 30. SEGUNDO O BISPO ADALBERON, A ESTRUTURADA SOCIEDADE FEUDAL FOI DIVIDA EM CLERO,NOBREZA E CAMPESINATO E NÃO PODERIA SERMODIFICADA, PORQUE ESSA ESTRUTURA ERAREFLEXO DA ESTRUTURA CELESTE
  31. 31. ESSA ESTRUTURA ERA REFLEXO DAESTRUTURA CELESTE, REPRESENTADAPELO PAI FILHO E PELO ESPÍRITOSANTO, ALTERÁ-LA SERIA O MESMO QUEIR CONTRA VONTADE DE DEUS.
  32. 32.  PORTANTO QUEM NASCIA NUMA FAMÍLIA DE SERVOS OU DE NOBRES DEVERIAM PERMANECER NESSAS CONDIÇÕES PARA SEMPRE, O MESMO ACONTECENDO COM GERAÇÕES SEGUINTES
  33. 33. OS QUE LUTAVAM
  34. 34. OS NOBRES ERAM OS ÚNICOS QUEPODIAM RECEBER FEUDOS.
  35. 35. A NOBREZA DIVIDIA-SE EM VÁRIOS GRAUS DEIMPORTÂNCIA, DETERMINADA PELO TÍTULO DONOBRE: CONDE,DUQUE, MARQUES ECAVALEIRO.ESSES TITULOS PASSAVAM DE PAIPARA FILHO
  36. 36. O REI ERA O MAIS IMPORTANTEDOS NOBRES.
  37. 37. EM TEMPOS DE PAZ ERAPROMOVIDOS TORNEIOS QUESIMULAVAM COMBATES
  38. 38. COM O PASSAR DO TEMPO A IGREJACRIOU REGRAS PARA ESSES TORNEIOS,A FIM DE EVITAR PERDAS DE VIDAS EDESTRUIÇÃO DAS PLANTAÇÕES.
  39. 39. OS QUE ORAVAM
  40. 40. OS QUE ORAVAM O CLERO DIVIDIA-SE EM DOIS GRUPOS PRINCIPAIS: O ALTO CLERO E O BAIXO CLERO. O ALTO CLERO ERA FORMADO, EM SUA MAIORIA POR PESSOAS NASCIDAS NAS FAMÍLIAS NOBRES. SEUS MEMBROS TINHAM MUITO PODER E TERRAS E ASSUMIAM AS SEGUINTES TAREFAS:
  41. 41. O ALTO CLERO ERA FORMADO,EM SUA MAIORIA POR PESSOASNASCIDAS NAS FAMÍLIASNOBRES
  42. 42. O ALTO CLERO CUIDAVA DA ADMINISTRAÇÃODOS FEUDOS, POIS ERA, EM GERAL, OS ÚNICOSALFABETIZADOS.
  43. 43. POR SEREM CONSIDERADOSINTERMEDIÁRIOS ENTRE OS HOMENS EDEUS, ERAM RESPONSÁVEIS PORCONDUZIR AS ALMAS NO CAMINHO DASALVAÇÃO
  44. 44. AO BAIXO CLERO, CABIA O TRABALHOBRAÇAL NAS PARÓQUIAS E OATENDIMENTO AOS POBRES ENECESSITADOS
  45. 45. OS QUETRABALHAVAM
  46. 46. O SERVO, OU SERVO DA GLEBA,ERA A PRINCIPAL FORÇA DETRABALHO DO SISTEMA FEUDAL.
  47. 47. EM TROCA DE PROTEÇÃO E DOUSUFRUTO DA TERRA, O SERVO DEVIACULTIVAR OS TERRENOS RECEBIDOS EAS TERRAS PESSOAIS DO SENHOR.
  48. 48. ALÉM DISSO PAGAVA IMPOSTOS EFAZIA VÁRIAS OUTRAS TAREFASCOMO CONSERTAR PONTES,ESTRADAS, ETC.
  49. 49. A RELAÇÃO ENTRE OS SERVOS APOIAVA-SE NA SOLIDARIDADE.
  50. 50. OS VILÕES ERAM CAMPONESES LIVRES QUE VIVIAM NAS VILAS. ELES SE ORIGINARAM DOS TRABALHADORES LIVRES DO IMPÉRIO ROMANO QUE CONSEGUIRAM COMPRAR PEQUENOS LOTES DE TERRA. COM PASSAR DO TEMPO MUITO VILÕES FORAM OBRIGADOS A CEDER SUAS PROPRIEDADES PARA OS SENHORES EM TROCA DE PROTEÇÃO
  51. 51. OS VILÕES ERAM CAMPONESESLIVRES QUE VIVIAM NAS VILAS.
  52. 52. ASSIM COMO A ROUPA, O MODO DECOMER CARNE, NA IDADE MEDIA,TAMBEM ERA INDICADOR DO STATUSSOCIAL DA CADA INDIVIDUO.
  53. 53. EM GERAL, OS SERVOS CONSUMIAM A CARNECOZIDAS, COMO UM COMPLEMENTO PARA ASSOPAS E PAPAS DE CEREAIS E LEGUMES.ALIMENTAÇÃO DELES ERA BOA PARTEVEGETARIANA.
  54. 54. OS SENHORES COMIAM ACARNE PREFERENCIALMENTEASSADA OU GRELHADA.
  55. 55. ROUPAS DA IDADE MEDIA

×