A piada que_d_sorte

164 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
164
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Vendre est idée représente un défi. Il consiste d'abord à obtenir l'accord de vos auditeurs sur votre message et ensuite à les inciter à agir. Utilisez la « Formule Motivante » mise en évidence par Dale Carnegie Training® pour que vos présentations incitent à une action : Preuve - Action - Bienfait.
  • Commencez votre présentation en relatant un événement qui suscite l'attention. Choisissez un événement qui concerne l'assistance. L'événement est la preuve qui vient appuyer l'action et qui prouve ses bienfaits. En commençant par un événement motivant, vous préparez votre assistance à l'action qui va suivre.
  • Énoncez l'action. Elle doit être spécifique, claire et brève. Assurez-vous que vous pouvez visualiser l'assistance exécutant l'action. Si vous ne le pouvez, l'assistance ne le pourra pas non plus. Parlez avec confiance de l'action pour mieux motiver l'assistance pour agir.
  • Pour compléter la formule Preuve - Action - Bienfait de Dale Carnegie Training®, faites suivre l'énoncé de l'action des bienfaits qu'elle apportera. Tenez compte des intérêts, besoins et préférences de l'assistance. Crédibilisez les bienfaits par des preuves, par exemple, des statistiques, démonstrations, témoignages qualifiés, événements ou aides visuelles (objets, photos et documents).
  • Pour conclure, rappelez l'action que vous recommandez et terminez par ses bienfaits. Parlez avec conviction et confiance pour vendre votre idée.
  • A piada que_d_sorte

    1. 1. A piada que dá sorte Isto funciona sempre... Esta piada dar-lhe-á sorte! 24/12/13 1 Copyright 1996-99 © Dale Carnegie & Associates, Inc.
    2. 2. Uma velha senhora apresenta-se um dia no Banco do Canadá com uma sacola cheia de dinheiro. A velha senhora insiste em falar com o Presidente do banco, querendo abrir uma poupança porque, diz ela, tem muito dinheiro. 24/12/13 2
    3. 3. Após muita discussão, um funcionário leva-a à mesa do Presidente. O Presidente pergunta-lhe então quanto ela quer depositar. E ela responde: - 165000 € - colocando o saco de dinheiro em cima da mesa. 24/12/13 3
    4. 4. Curioso, ele pergunta-lhe como ela conseguiu economizar tanto dinheiro. A velha senhora responde-lhe que fazia apostas. Surpreso, o presidente pergunta-lhe: - Que tipo de apostas? A velha senhora respondeu: - Do tipo assim: eu aposto que seus testículos são quadrados. 24/12/13 4
    5. 5. O Presidente riu, dizendo que é impossível ganhar este tipo de aposta. Então a velha senhora respondeu: - Quer apostar que eu ganho? - Claro - respondeu ele aposto 25.000 € que os meus testículos não são quadrados. 24/12/13 5
    6. 6. A velha senhora respondeu então: - Estamos combinados. Mas visto a quantia envolvida, volto amanhã às 10h com meu advogado como testemunha, isto se não tiver nada contra. - Sem problema - respondeu confiante o Presidente do banco. 24/12/13 6
    7. 7. À noite, o Presidente ficou muito preocupado com a aposta e passou um longo tempo frente ao espelho examinando seus testículos, virando eles para todos os lados, muitas e muitas vezes, para se assegurar, sem possibilidade de erro, que os malditos testículos não poderiam ser considerados quadrados e ter certeza assim que ele ganharia a aposta. 24/12/13 7
    8. 8. No dia seguinte, às 10h em ponto, a velha senhora apresenta-se com seu advogado na mesa do Presidente do banco para confirmar a aposta de 25 000 € de que os testículos dele eram quadrados. O Presidente confirma então que a aposta está de pé, conforme o combinado no dia anterior. 24/12/13 8
    9. 9. A velha senhora pedelhe então para baixar as calças e tudo o resto, para que ela e seu advogado pudessem ver tudo, com o que o Presidente concordou de livre e espontânea vontade. A velha senhora aproximou-se então e perguntou se podia tocá-los. 24/12/13 9
    10. 10. - É claro minha senhora disse o Presidente levando em consideração a quantia de dinheiro envolvida, a senhora tem que ter 100% de certeza. 24/12/13 10
    11. 11. E assim a velha senhora começou a fazê-lo com um leve soriso. 24/12/13 11
    12. 12. O Presidente percebeu então que o advogado estava batendo a cabeça contra a parede, e perguntou à velha senhora porque ele estava fazendo isto... 24/12/13 12
    13. 13. E ela respondeu: - Provavelmente, porque apostei com ele 100 000 € que, por volta das 10h, estaria segurando nas minhas mãos os testículos do Presidente do Banco do Canadá! 24/12/13 13
    14. 14. A origem desta história é desconhecida, mas ela traz sorte a todos os que a recebem. A pessoa que quebrar a corrente ficará com azar. Não guarde esta carta. Principalmente não mande dinheiro, mande-a só para 5 amigos a quem deseja sorte. Verá que algo especialmente bom acontecer-lhe-á nos próximos 4 dias. Se a cadeia não for quebrada terá sorte nos 4 dias seguintes. Enfim, nem que seja para divertir seus amigos, mande-a. Se a mandar para mais de 5 pessoas, terá sorte durante os próximos 5 anos, além da sorte que lhe chegará após 4 dias. Bem que se diz, é uma piada que traz sorte.". 24/12/13 14

    ×