O papel de agentes naturais e do 
homem na disseminação de pragas 
agrícolas: uma análise histórica dos 
casos do Brasil 
...
Utilidade de dados históricos 
Revistar a história de invasões de pragas 
traria algum benefício para políticas de 
defesa...
A disseminação das pragas é mais um 
processo natural ou ligado diretamente as 
atividades humanas ? 
Quem tem o papel pre...
Como interpretar e reinterpretar as 
invasões de pragas agrícolas?
Como as pragas chegaram ? 
Lopes-da-Silva et al. 2014
O papel ativo do homem no histórico de 
invasões de pragas de alto impacto 
O papel do homem em alguns eventos de introduç...
Exemplo de uma introdução intencional 
Mariposa-Cigana (Portheria dispar) 
Introduzida nos EUA pelo naturalista 
francês T...
Determinantes históricas de uma invasão 
de pragas 
Registros anteriores ao registro no Brasil 
Distribuição geográfica 
M...
Bicudo-do-algodoeiro (Anthonomus grandis) 
Movimentos registrados do bicudo do 
algodoeiro antes de chegar ao Brasil 
1843...
Subespécies do bicudo (3) 
A. g. thurberiae A. g. grandis 
Warner, 1966
Distribuição das subespécies de 
A. grandis em 1966 
Warner 1966
Introdução de Anthonomus grandis no Brasil 
1983 detectado perto de Campinas – SP 
em fevereiro 
1983 detectado em Ingá –P...
Hipóteses para a introdução do bicudo do algodoeiro 
- Ramalho & Santos (1994) – Introdução direta dos EUA, 
provavelmente...
Uma praga quase cosmopolita: a mosca-do-mediterrâneo 
(Ceratitis capitata) 
Fonte: WIKIPEDIA Fonte: INRA
Os origens de Ceratitis capitata 
A distribuição presumida da mosca-do-mediterrâneo até por 
volta de 1840s 
Provável orig...
As primeiras invasões de C. capitata (1842-1875)
Panorama atual 
1800s
Chegada da C. capitata ao Brasil
Um fato relacionado (?) 
A doença dos marinheiros (piratas) “escorbuto” 
ceifava vidas durante as grandes navegações
Um novo hábito na marinha no século XIX 
• Em 1747 o médico escocês James Lind descobre que 
o suco de frutas cítricas pre...
A mosca-do-mediterrâneo aparece para o mundo 
• 1824 Wiedmann descreve Tephritis capitata a partir de 
exemplares capturad...
Distribuição da diversidade de DNA 
mitocondrial de Ceratitis capitata 
Gasparich et al. 1997
Ferrugem asiática da soja (Phakopsora pachyrhizi)
Histórico da ferrugem asiática da soja no mundo 
Soares (2013)
Sistema de predição de circulação de esporos do 
fungo da ferrugem a partir dos surtos na América do Sul 
para os Estados ...
Modelo conceitual de transporte da ferrugem da 
soja 
Isard et al. 2005
Eventos de dispersão de fungos no mundo 
Brown & Hovmoller 2002
Ferrugem alaranjada da cana-de-açúcar 
- Transporte de esporos 
por massas de ar 
- Transporte por roupas, 
objetos e calç...
Pragas desconhecidas que se tornam conhecidas com 
os eventos de invasão 
Thaumastocoris peregrinus 
2002 Austrália 
2003 ...
A invasão recente mais impactante na 
agricultura brasileira 
Helicoverpa armigera
Diversidade genética de Helicoverpa armigera 
Mastrangelo et al. (2014)
O número de registros de pragas novas para a 
agricultura brasileira está aumentando 
Sugayama 2013 
Lopes-da-Silva et al....
Visão panorâmica das invasões 
Primeiros registros 
Argentina 
Venezuela 
Brasil 
Desconhecidos 
outros
Tipo de dispersão 
dispersão ativa 
dispersão passiva
Espécies com probabilidade de dispersão ativa que 
entraram primeiramente pelo Brasil 
Dispersaram por voo 
Outro tipo de ...
Tipo de vias de ingresso 
Mediação humana 
natureza 
indefinida
As taxas de invasão de pragas tenderão a 
aumentar no século XXI 
marcelo.lopes.silva@embrapa.br
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O papel de agentes naturais e do homem na disseminação de pragas agrícolas: uma análise histórica dos casos do Brasil

427 visualizações

Publicada em

Workshop realizado pela SBDA e SEAPA em 11 de setembro de 2014, em Bento Gonçalves, RS.

Publicada em: Ciências
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
427
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
33
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O papel de agentes naturais e do homem na disseminação de pragas agrícolas: uma análise histórica dos casos do Brasil

  1. 1. O papel de agentes naturais e do homem na disseminação de pragas agrícolas: uma análise histórica dos casos do Brasil Marcelo Lopes da Silva Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia Brasília/DF
  2. 2. Utilidade de dados históricos Revistar a história de invasões de pragas traria algum benefício para políticas de defesa fitossanitária? (Podemos aprender algo com o passado para aplicar no futuro ?)
  3. 3. A disseminação das pragas é mais um processo natural ou ligado diretamente as atividades humanas ? Quem tem o papel preponderante na história das invasões biológicas ? HOMEM x NATUREZA uma dicotomia difícil de interpretar
  4. 4. Como interpretar e reinterpretar as invasões de pragas agrícolas?
  5. 5. Como as pragas chegaram ? Lopes-da-Silva et al. 2014
  6. 6. O papel ativo do homem no histórico de invasões de pragas de alto impacto O papel do homem em alguns eventos de introdução são bem conhecidos • Filoxera na França • Mariposa cigana nos Estados Unidos • Requeima da batata na Irlanda • Mosca do mediterrâneo • Bicudo do algodoeiro • Ferrugem da soja • Helicoverpa armigera HOMEM ?
  7. 7. Exemplo de uma introdução intencional Mariposa-Cigana (Portheria dispar) Introduzida nos EUA pelo naturalista francês Trouvelot com objetivo de produção de seda, transformou-se na pior praga florestal da América do Norte.
  8. 8. Determinantes históricas de uma invasão de pragas Registros anteriores ao registro no Brasil Distribuição geográfica Modos de disseminação da praga Condições para estabelecimento I = f(g, d, e)
  9. 9. Bicudo-do-algodoeiro (Anthonomus grandis) Movimentos registrados do bicudo do algodoeiro antes de chegar ao Brasil 1843 Descrição por Boheman (México) 1871 Cuba 1894 Estados Unidos 1906 Costa Rica 1914-1917 O Brasil estava livre do bicudo do algodoeiro 1932 Haiti 1949 Venezuela 1950 Colombia 1953 El Salvador 1960 Nicarágua
  10. 10. Subespécies do bicudo (3) A. g. thurberiae A. g. grandis Warner, 1966
  11. 11. Distribuição das subespécies de A. grandis em 1966 Warner 1966
  12. 12. Introdução de Anthonomus grandis no Brasil 1983 detectado perto de Campinas – SP em fevereiro 1983 detectado em Ingá –PB em julho 1983 Pernambuco 1984 Rio Grande do Norte 1985 Ceará 1985 Minas Gerais 1986 Alagoas 1986 Bahia 1986 Piauí 1986 Maranhão Paraná 1987 Mato Grosso do Sul 1990 Mato Grosso 1993 Goiás 1996 (Ramalho et al. , 2001)
  13. 13. Hipóteses para a introdução do bicudo do algodoeiro - Ramalho & Santos (1994) – Introdução direta dos EUA, provavelmente por via aérea. Suportada pelos registros das detecções. - Scataglini et al. (2000) – Propõe que houve uma introdução anterior ao cultivo de algodão. Suportada por dados de DNA. - Nuzman et al. (2007) define que houve uma invasão recente (provavelmente o evento do Brasil) e uma invasão antiga
  14. 14. Uma praga quase cosmopolita: a mosca-do-mediterrâneo (Ceratitis capitata) Fonte: WIKIPEDIA Fonte: INRA
  15. 15. Os origens de Ceratitis capitata A distribuição presumida da mosca-do-mediterrâneo até por volta de 1840s Provável origem africana : Quênia (baseado em Malacrida et al. 2007)
  16. 16. As primeiras invasões de C. capitata (1842-1875)
  17. 17. Panorama atual 1800s
  18. 18. Chegada da C. capitata ao Brasil
  19. 19. Um fato relacionado (?) A doença dos marinheiros (piratas) “escorbuto” ceifava vidas durante as grandes navegações
  20. 20. Um novo hábito na marinha no século XIX • Em 1747 o médico escocês James Lind descobre que o suco de frutas cítricas previne o escorbuto • Em 1793 a marinha real britânica torna obrigatório o consumo de frutas cítricas à bordo
  21. 21. A mosca-do-mediterrâneo aparece para o mundo • 1824 Wiedmann descreve Tephritis capitata a partir de exemplares capturados em um navio no Oceano Índico. • 1829 MacLeay descreve Ceratitis citriperda MacLeay “Notice of Ceratitis citriperda, an insect very destructive to oranges, . Zoological Journal, London, 4:475-482.” Ilhas dos Açores
  22. 22. Distribuição da diversidade de DNA mitocondrial de Ceratitis capitata Gasparich et al. 1997
  23. 23. Ferrugem asiática da soja (Phakopsora pachyrhizi)
  24. 24. Histórico da ferrugem asiática da soja no mundo Soares (2013)
  25. 25. Sistema de predição de circulação de esporos do fungo da ferrugem a partir dos surtos na América do Sul para os Estados Unidos Isard et al. 2005
  26. 26. Modelo conceitual de transporte da ferrugem da soja Isard et al. 2005
  27. 27. Eventos de dispersão de fungos no mundo Brown & Hovmoller 2002
  28. 28. Ferrugem alaranjada da cana-de-açúcar - Transporte de esporos por massas de ar - Transporte por roupas, objetos e calçados - Transporte de material vegetal infectado - Foi constatada na África (Costa do Marfim e Camarões) em 2011
  29. 29. Pragas desconhecidas que se tornam conhecidas com os eventos de invasão Thaumastocoris peregrinus 2002 Austrália 2003 África do Sul 2005 Argentina (a espécie foi redescrita em 2006) 2007 Uruguai 2007 Zimbábue 2008 Malawi 2009 Quênia 2009 Brasil Vias de ingresso Acidental (roupas) Transporte de mudas Ventos fortes
  30. 30. A invasão recente mais impactante na agricultura brasileira Helicoverpa armigera
  31. 31. Diversidade genética de Helicoverpa armigera Mastrangelo et al. (2014)
  32. 32. O número de registros de pragas novas para a agricultura brasileira está aumentando Sugayama 2013 Lopes-da-Silva et al. 2014
  33. 33. Visão panorâmica das invasões Primeiros registros Argentina Venezuela Brasil Desconhecidos outros
  34. 34. Tipo de dispersão dispersão ativa dispersão passiva
  35. 35. Espécies com probabilidade de dispersão ativa que entraram primeiramente pelo Brasil Dispersaram por voo Outro tipo de dispersão
  36. 36. Tipo de vias de ingresso Mediação humana natureza indefinida
  37. 37. As taxas de invasão de pragas tenderão a aumentar no século XXI marcelo.lopes.silva@embrapa.br

×