CRASE
*baseado no livro Oficina de texto, de Carlos Alberto Faraco e Cristovão Tezza
Bem, a lei geral você já está cansado de
saber, ano após ano: crase é a contração
da preposição “a” com o artigo “a”,
marc...
A crase é especificamente um
problema de regência. Isto é,
para saber se há ou não há
crase, temos que saber se a
regência...
No português do Brasil, é também um
problema exclusivo da escrita. Para os
falantes brasileiros, não há rigorosamente
nenh...
Talvez o melhor modo de dominar
a crase seja apreendê-la ao
contrário, eliminando por princípio
e para sempre os casos em ...
REGRA DO “AO”
Quando tiver dúvidas quanto ao uso (ou não) da
crase, faça o seguinte teste:
Devido ___ quantidade de passa...
REGRA DA “VOLTA”
Com lugares, faça a volta:
Irei __ Curitiba.
VOLTO DE CURITIBA
Faço questão de ir __ Itália com você.
V...
1. JAMAIS use crase
diante de verbo.
Ele ficou a ver navios.
Limitou-se a comprar o mínimo indispensável.
Começo a entende...
1. JAMAIS use crase
diante de palavra masculina
Andou a cavalo.
Escreveu a lápis.
Passeou de barco a vapor.
Atenção!!!
O ...
Exercitando...
Livro p. 349 (2ª e 3ª questões)
PARA CASA
Apostila de
redação p. 19 (somente os
itens que se referem à crase) e 31.
Crase
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Crase

1.218 visualizações

Publicada em

Aprenda crase sem dramas!

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.218
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
250
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
45
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Crase

  1. 1. CRASE *baseado no livro Oficina de texto, de Carlos Alberto Faraco e Cristovão Tezza
  2. 2. Bem, a lei geral você já está cansado de saber, ano após ano: crase é a contração da preposição “a” com o artigo “a”, marcado na escrita pelo acento grave (`). Isso, é claro, não ajuda muito, né?
  3. 3. A crase é especificamente um problema de regência. Isto é, para saber se há ou não há crase, temos que saber se a regência da palavra anterior exige ou não a preposição a.
  4. 4. No português do Brasil, é também um problema exclusivo da escrita. Para os falantes brasileiros, não há rigorosamente nenhuma diferença entre o som de a, quando preposição, e o som de a, quando artigo. Esse é o primeiro motivo da dificuldade em acertar a crase – nós não ouvimos a crase! A outra razão é a distância entre a regência de muitas palavras na variedade oral da língua e a regência do padrão escrito.
  5. 5. Talvez o melhor modo de dominar a crase seja apreendê-la ao contrário, eliminando por princípio e para sempre os casos em que ela NÃO é usada.
  6. 6. REGRA DO “AO” Quando tiver dúvidas quanto ao uso (ou não) da crase, faça o seguinte teste: Devido ___ quantidade de passageiros, o motorista se recusou a trabalhar. É preciso levar __ tecnologia __ agricultura. Eles não fizeram nenhuma referência __ questão.
  7. 7. REGRA DA “VOLTA” Com lugares, faça a volta: Irei __ Curitiba. VOLTO DE CURITIBA Faço questão de ir __ Itália com você. VOLTO DA ITÁLIA Semana passada, fomos ___ Itaitinga. VOLTO DE ITAITINGA
  8. 8. 1. JAMAIS use crase diante de verbo. Ele ficou a ver navios. Limitou-se a comprar o mínimo indispensável. Começo a entender o fenômeno da crase.
  9. 9. 1. JAMAIS use crase diante de palavra masculina Andou a cavalo. Escreveu a lápis. Passeou de barco a vapor. Atenção!!! O governador reclamou àquele (a + aquele) mesmo secretário que havia nomeado. Contou uma piada à Jô Soares.
  10. 10. Exercitando... Livro p. 349 (2ª e 3ª questões)
  11. 11. PARA CASA Apostila de redação p. 19 (somente os itens que se referem à crase) e 31.

×