Bioenergias

938 visualizações

Publicada em

Energias adquiridas através de processos biológicos.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
938
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
47
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bioenergias

  1. 1. BIOENERGIA E BIOCOMBUSTÍVEIS SEMINÁRIO DE MICROBIOLOGIA Integrantes: Isabella Galdino R. Carlos Isabela Costa Rodrigues Graduandas em Engenharia Ambiental – Newton Paiva Novembro 2012
  2. 2. BIOENERGIA E BIOCOMBUSTÍVEIS Bioenergia:  Biocombustíveis: Neste contexto é: Obtenção  Vetores bioenergéticos de energia através de adequados para uso em processos biológicos. motores de combustão. Pode ser gerado a partir de  Exemplos: bioetanol, biogás qualquer formação de e biodiesel. biomassa recentes. A Biomassa será o insumo utilizado para fornecer matéria orgânica,na geração energia, os chamados Biocombustíveis. Exemplo: Cana de açúcar, milho, soja e até decomposição de resíduos.
  3. 3. BIOENERGIA E BIOCOMBUSTÍVEIS A bioenergia é um recurso, que em tese, pode ser a âncora do desenvolvimento sustentável do planeta devido o grande potencial científico e tecnológico acumulado na produção de biomassa, é a denominação genérica para matérias de origem vegetal ou animal que podem ser aproveitadas como fonte de produção de energia, mais comumente na forma de calor ou eletricidade.
  4. 4. MATRIZ ENERGÉTICA BRASILEIRA BIOMASSA BIOCOMBUSTÍVEISBiodiesel Bioetanol
  5. 5. BIOENERGIA Biomassa é a energia  Diversidade de produzida a partir de materiais material orgânico  Não contribui para regenerativo emissões de SO2 (renovável). (chuvaácida)  Previne a emissão de Renovável, CO2. potencialmente sustentável e uma fonte de energia relativamente ambientalmente amigável.
  6. 6. BIOENERGIA E BIOCOMBUSTÍVEIS
  7. 7. SUSTENTABILIDADE DO ETANOL DE CANA A agroindústria canavieira é eficiente devido à alta conversão fotossintética da cana, uso e reciclo de sub-produtos e gestão integrada da produção. Como consequência de sua elevada eficiência, a produção e uso de etanol apresenta baixas emissões de carbono, permitindo que o etanol de cana seja considerado um biocombustível avançado.
  8. 8. AGROINDUSTRIA DO BIOETANOL Uso da Vinhaça como fertilizante Colheita mecanizada da canaTransporte da matéria prima para as Geração de energia elétrica comusinas bagaço
  9. 9. PRODUÇÃO DE ETANOL NO BRASIL Brasil não é mais o  No entanto, é o país maior produtor de que conseguiu etanol. Em 2010, substituir 44,5% da produziu 27,4 bilhões gasolina por etanol, de litros , enquanto os enquanto os EUA Estados Unidos atingiram apenas produziram 50,1 9,5%. bilhões de litros, a partir domilho.
  10. 10. BIOENERGIA E BIOCOMBUSTÍVEISPara evitar desabastecimento durante o período deentressafra de cana-de-açúcar, no início de 2012, opaís buscou no exterior cerca de 650 milhões delitros,multiplicando por nove o volume importado em2010(75,6milhões de litros).De janeiro ajunho deste ano, 406,9 milhões de litrosdo combustível entraram no país, mais que o dobrodo volume total importado entre 2000 e 2009, deacordo a Secretaria de Comércio Exterior.
  11. 11. DEMANDA DE ETANOL NO BRASIL Set/2011: Inaugurada a maior planta do mundo para produção de etenoderivado do etanol da cana-de- açúcar,com capacidade produtiva anual de 200 mil toneladas e consumo anual em torno de 460milhões de litros (1,8%daproduçãobrasileira). Out/2011: Anunciada a construção da planta de propeno verde de capacidade mínima anual de 30mil toneladas,partindo no final de 2013.
  12. 12. EUCALIPTO COMO FONTE ALTERNATIVA DEENERGIA O Brasil deixa no campo até 45 toneladas de galhos e cascas de eucalipto por hectare plantado. Cerca de 5% dessa biomassa se refere a diferentes tipos de açúcares, como frutose, sacarose, glicose e galactose, que poderiam ser transformados em álcool por meio de processos de fermentação. Hoje, o plantio encontra-se muito disseminado, desde o nível do mar até os 2.000 metros de altitude, tanto em solos extremamente pobres quanto em solos ricos, secos e alagados.
  13. 13. BIOGÁS Outra fonte de energia a ser considerada é o biogás,originado  A produção do biogás é dos gases de decomposição de baseada no processo de lixo ou de gases de suínos e biodigestão bovinos. (Metano CH4). anaeróbica,consistindo na O biogás apresenta-se como decomposição biológica de mais uma das fontes de energia matéria orgânica,requerendo alternativa renovável,tratando-se uma mistura de bactérias,as de um combustível gasoso com quais dependem para o seu um conteúdo energético elevado crescimento, da ocorrência semelhante ao gás de quatro reações: natural,composto principalmente por hidrocarbonetos.  Hidrólise Sua utilização,em propriedades  Acidogênese rurais,tem focado a produção de energia elétrica,térmica ou  Acidogênise mecânica,diminuindo os custos  Metanogênese de produção,além de ser de grande importância no saneamento rural.
  14. 14. BIOENERGIA E BIOCOMBUSTÍVEIS
  15. 15. BIOCOMBUSTÍVEIS X ALIMENTOS “Queimar comida” para produzir biocombustível?
  16. 16. ALTERNATIVASCELULOSE MICRO ALGAS
  17. 17. HIDRÓLISE E FERMENTAÇÃO REATORES ENZIMÁTICOS FERMENTADORES
  18. 18. BIOENERGIA E BIOCOMBUSTÍVEIS Existem gradientes  Dificuldade na medida diversos de umidade e e no controle dos temperatura, os quais níveis de umidade, podem influenciar temperatura, pH, negativamente na oxigênio dissolvido e produção dos concentrações do metabólitos. substrato e do produto Dificuldade de formado. remoção do calor gerado pelo processo de respiração do microrganismo(mecani smo de evaporação).
  19. 19. CONSIDERAÇÕES FINAIS As recentes discussões  Foco: competitividade do sobre bioenergia, produto brasileiro simbolizada nos  O desenvolvimento biocombustíveis, mostram a sustentável está ligado ao sua importância em ajudar na crescimento com solução dos problemas responsabilidade, e para que ambientais. haja crescimento é A busca de soluções para necessária muita energia, reduzir o impacto do que deve ser gerada de aumento do custo e da fontes limpas e renováveis. insegurança do Os países desenvolvidos não abastecimento de energia têm terras agricultáveis em passa pela diversificação da quantidade e com as matriz energética; condições climáticas necessárias para a A escolha pela diversificação otimização do plantio da deve ter como foco as matéria-prima necessária especificidades do País e as para a produção de vantagens comparativas de bioenergia. que dispomos
  20. 20. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS•NOGUEIRA, L. A. A bioenergia da cana de açúcar: evolução, perspectivas eregulação; IV Conferência da RELOP:Reguladores de Energia dos Países deLíngua Oficial Portuguesa; Brasília, junho de 2011.•EMBRAPA, disponível em:http://www.embrapa.br/imprensa/noticias/2009/junho/4a-semana/bioenergia-meio-ambiente-e-a-situacao-atual-da-cana-de-acucar-foram-discutidos-em-simposio/

×