é para ler e relfetir sobre a criação dos nossos filhos, que por sinal não é nada fácil, digo a todos que temos que ser co...
10 – Seguindo todas as dicas desta apostila, você irá torna brevemente seu querido filhoum delinqüente e deverá preparar-s...
que se espera é de outra ordem. "O papel do pai e da mãe é estimular o comportamento deestudante nos filhos, mostrando int...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Reunião de pais

288 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
288
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reunião de pais

  1. 1. é para ler e relfetir sobre a criação dos nossos filhos, que por sinal não é nada fácil, digo a todos que temos que ser como uma casa, até os dois anos, sou o alicerce e tambem acobertura, após essa idade serei sempre o alicerce, mas não a cobertura. Não posso ser oescudo para meus filhos, mas sou a base, eu e meu marido somos então a raiz. Portanto tentamos fortalecer cada vez mais esse alicerse com respeito, carinho, amor, e dando a ele responsabilidades a serem cumpridas, uma das coisas mais importante durante acrianção de um filho, se você impôs alguma regra dentro de casa, como, não colocar os pés sujos no sofá, cumpra e cobre, se não for assim de nada adianta uma regra dada quando não se é cobrada.No decorrer de minha criação, como posso tornar meu filho querido um delinquente?1 – No decorrer da infância, comece a dar ao seu filho tudo o que ele quiser. Assimquando crescer, ele vai acreditar que todos têm obrigação de lhe dar tudo que deseja.2 – Quando seu filho disser diversos palavrões, ache bastante graça e nunca o repreenda.Isso o fará considerar-se interessante. Ele vai crescer chamando os outros da forma quedesejar, afinal a família sempre riu do que ele falava.3 – Em sua família nunca fale de religião achando que não é correto impor qualquer tipode religião ao seu querido filho. Espere até que ele chegue aos 18 anos e decida por simesmo. Isso com certeza irá ajudar seu filho a não respeitar os valores religiosos.4 – Continue apanhe tudo o que seu filho deixar jogado: livros, sapatos, roupas, etc...Faça tudo para ele, para que aprenda a jogar sobre os outros toda a responsabilidade desuas ações incorretas. Saiba que a primeira da lista a responder pelas irresponsabilidadespor seu filho, será você.5 – Para tornar um filho delinqüente e indiferente, os pais devem discuta comfreqüência na presença dele. Assim, não ficará muito chocado, quando o lar se desfizermais tarde.6 – Mesmo a família não tendo condições, dê-lhe todo o dinheiro que ele quiser. Nuncao deixe ganhar seu próprio dinheiro. Por que terá ele que passar pelas mesmasdificuldades que você passou ou passa?7 – Satisfaça todos os seus desejos de seu filho, afinal negar algo a um filho muitoquerido, pode acarretar em frustrações prejudiciais. Então pense sempre em seu filho efaça TUDO que ele pedir. Isso com certeza estraga um filho.8 – Seu filho nunca está errado, afinal você o cria para isso, por tanto, tome semprepartido dele contra os vizinhos, sua família, professores, policiais e qualquer pessoa queesteja no caminho do seu querido. Lembre-se: todos têm má vontade com seu filho e sóvocê o compreende e o cria bem.9 – Você assiste, cria e educa seu filho dando e fazendo tudo que ele quer, mas quandoele se meter em alguma encrenca, dê uma desculpa para as pessoas perdoarem, diga-lhes: “Nunca consegui dominá-lo”.
  2. 2. 10 – Seguindo todas as dicas desta apostila, você irá torna brevemente seu querido filhoum delinqüente e deverá preparar-se para uma vida de desgosto. Afinal você construiu oseu merecido destino. Pense e reflita! Reflexões:1. De acordo com os itens estabelecidos , quais não correspondem ao seu julgamento devalor quanto a pergunta central do contexto em estudo.2. Quais os riscos para a vida familiar quando um pai ou mãe estabelece como norma decriação algum item negativo composto nesta apostila?http://simonehelendrumond.blogspot.com.br/search/label/Matem%C3%A1ticando%20com%20Simone%20Helen%20DrumondO grande lema desde o jardim é “Leiam para seus filhos, todos os dias, mesmo queestejam cansado, leaim sempre, tornem a leitura acessivel, pode ser receitas, escala dotime de futebol, revistas, jornais, o que for, desde que eles leiam sempre, é assim que seformam os leitores!”A escola foi criada para servir à sociedade. Por isso, ela tem a obrigação de prestar contas doseu trabalho, explicar o que faz e como conduz a aprendizagem das crianças e criarmecanismos para que a família acompanhe a vida escolar dos filhos. "Os educadores precisamdeixar de lado o medo de perder a autoridade e aprender a trabalhar de forma colaborativa",afirma Heloisa Szymanski, do Departamento de Psicologia da Educação da PontifíciaUniversidade Católica de São Paulo (assista à entrevista completa com Heloisa em vídeo)Um estudo realizado pelo Convênio Andrés Bello - acordo internacional que reúne 12 paísesdas Américas - chamado A Eficácia Escolar Ibero-Americana, de 2006, estimou que o "efeitofamília" é responsável por 70% do sucesso escolar. "O envolvimento dos adultos com aEducação dá às crianças um suporte emocional e afetivo que se reflete no desempenho",afirma Maria Amália de Almeida, do Observatório Sociológico Família-Escola, da UniversidadeFederal de Minas Gerais (UFMG).Mas o que significa uma parceria saudável entre essas duas instituições? Os pais devem ajudarno ensino dos conteúdos e os professores no dos bons modos? Claro que não. A colaboração
  3. 3. que se espera é de outra ordem. "O papel do pai e da mãe é estimular o comportamento deestudante nos filhos, mostrando interesse pelo que eles aprendem e incentivando a pesquisa ea leitura", diz Antônio Carlos Gomes da Costa, pedagogo mineiro e um dos redatores doECA(leia sobre o que a família pode fazer para ajudar na Educação dos filhos no quadroabaixo). Para isso, é preciso orientar os pais e subsidiá-los com informações sobre o processode ensino e de aprendizagem, colocá-los a par dos objetivos da escola e dos projetosdesenvolvidos e criar momentos em que essa colaboração possa se efetivar.Quando o assunto é aprendizagem, o papel de cada um está bem claro - da escola, ensinar, edos pais, acompanhar e fazer sugestões. Porém, se o tema é comportamento, as ações exigemcumplicidade redobrada. Ao perceber que existem problemas pessoais que se refletem ematitudes que atrapalham o desempenho em sala de aula, os pais devem ser chamados eouvidos, e as soluções, construídas em conjunto, sem julgamento ou atribuição de culpa. "Umbom começo é ter um diálogo baseado no respeito e na crença de que é possível resolver aquestão", acredita Márcia Gallo, diretora da EME Professora Alcina Dantas Feijão, em SãoCaetano do Sul, SP, e autora do livro A Parceria Presente: A Relação Família-Escola numaEscola de Periferia de São Paulo.Visando ajudar você a dar os passos necessários para cumprir o dever legal e social de ter umrelacionamento de qualidade com as famílias, NOVA ESCOLA GESTÃO ESCOLAR elaborou umalista com 13 ações, que vão desde o acolhimento no começo do ano letivo até as atividades deintegração social. Dê sua opinião sobre o assunto no final desta página, em "comentários". Aconsultora Márcia Gallo responderá suas dúvidas.Entre as dicas, estão:- Ler para as crianças ou pedir para que elas leiam para eles.- Conversar sempre com os filhos sobre assuntos da escola.- Acompanhar as lições de casa e mostrar interesse pelos conteúdos estudados.- Verificar se o material escolar está completo e em ordem.- Zelar pelo cumprimento das regras da escola.- Participar das reuniões sempre que convocados.- Conversar com os professores.

×