Introdução
-Qual a importância de comemorar o dia da mulher?
Desenvolvimento
Teses:
-A favor da comemoração do dia da mulh...
-Qual a importância de comemorar o dia da mulher?
No dia 8 de março, comemora-se o Dia Internacional da Mulher.
Este dia é...
Numa tentativa de responder a esta pergunta, surgem
outras perguntas como “A comemoração do dia da mulher é
uma afirmação ...
A favor da
comemoração
do dia da
mulher
Contra a
comemoração
do dia da
mulher
Teses
Segundo esta perspetiva, o dia internacional da
mulher, foi, é, e deve continuar a ser celebrado, pois tem
como objetivo l...
Em ordem para reprimir esta manifestação, os protestantes
foram trancados dentro da fábrica, à qual foi incendiada
proposi...
Esta tese defende que esta comemoração é inútil,
pois como seres humanos que somos, temos todos os
mesmos direitos, que es...
-Este dia tem um valor histórico pois relembra a morte de
mulheres que lutavam por um direito que lhes era negado (direito...
Optámos por defender esta comemoração porque as
mulheres são consideradas inferiores pela sociedade apesar de não
existir ...
A discriminação entre géneros é comum, mesmo que não seja
aparente, pois algumas das suas manifestações, não são vistas po...
“Mais de 133 milhões de raparigas e mulheres foram vítimas de mutilação
genital, num total de 29 países africanos e na zon...
“Cerca de 2,5 milhões de pessoas são vendidas a cada
ano e destas, 80% são mulheres e vítimas do tráfico sexual.”
Fonte: O...
As pessoas responsáveis por este tráfico humano têm
muito a ganhar e pouco a perder. As mulheres são traficadas para
um pa...
“De acordo com uma revisão global feita em 2013,
35% das mulheres já foram intimidadas fisicamente e/ou
sexualmente por um...
A violação sexual é a prática não consensual de sexo imposto
por meio de violência ou grave ameaça de qualquer natureza. A...
Em termos físicos também podem ocorrer traumas como por
exemplo:
+Nódoas negras;
+Lacerações genitais;
+IST’s;
+Etc.
“A nível mundial, mais de 700 milhões de mulheres vivas na atualidade
foram casadas com uma idade inferior a 18 anos. Mais...
O casamento forçado ocorre quando os menores são
dados em matrimónio, muitas vezes antes da puberdade. São
bastante comuns...
Campanha contra o casamento precoce
“A maior parte dos casos de violência contra as mulheres não são
reportados. Por exemplo, um estudo feito pelos 28 estados...
A violência doméstica ocorre quando a vítima sofre
agressões por parte do seu cônjuge ou parceiro. Apesar de
Portugal ter ...
Como as mulheres são vítimas de violência, a ONU
decidiu acrescentar uma espécie de apêndice à Declaração
Universal dos Di...
-Segunda a tese que apoiamos, a igualdade de género é um
dos pilares desta mesma tese. Assim, para nos assumirmos como
igu...
-Encontramos uma necessidade de celebrar este dia pois a
igualdade ainda não foi atingida, ou seja, a celebração do dia da...
Disparidade Salarial:
Por outras palavras, pelo mesmo cargo, com as
mesmas tarefas, executadas com a mesma eficácia, um
ho...
“Mulheres que vivem em áreas urbanas de PD têm o dobro das
probabilidades de sofrerem algum tipo de violência do que os
ho...
wikipedia.com
apav.pt
ec.europa.eu
who.int
pt.slideshare.com
Ensaio argumentativo sobre a Importância do Dia da Mulher
Ensaio argumentativo sobre a Importância do Dia da Mulher
Ensaio argumentativo sobre a Importância do Dia da Mulher
Ensaio argumentativo sobre a Importância do Dia da Mulher
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ensaio argumentativo sobre a Importância do Dia da Mulher

265 visualizações

Publicada em

Afonso Santos e Sara Rodrigues

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
265
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ensaio argumentativo sobre a Importância do Dia da Mulher

  1. 1. Introdução -Qual a importância de comemorar o dia da mulher? Desenvolvimento Teses: -A favor da comemoração do dia da mulher -Contra a comemoração do dia da mulher Objecções à tese não apoiada Tese apoiada por nós: -Porquê? Objecções à tese apoiada. Resposta a todas as objeções Exemplo que justifique a tese por nós apoiada Conclusão: -Apresentar as conclusões Bibliografia/Webgrafia
  2. 2. -Qual a importância de comemorar o dia da mulher? No dia 8 de março, comemora-se o Dia Internacional da Mulher. Este dia é reconhecido por cerca de 67 nações a nível mundial. Apesar deste dia ter uma origem num acontecimento histórico, nos dias de hoje é um lembrete para a sociedade dos países desenvolvidos, alguns dos horrores e violação dos direitos humanos e dos direitos da mulher que hoje em dia têm lugar nalguns países. É importante sermos capazes de olhar à nossa volta e tentarmos compreender aquilo que acontece à nossa volta e portanto é isso que vamos fazer ao tentar responder a esta pergunta.
  3. 3. Numa tentativa de responder a esta pergunta, surgem outras perguntas como “A comemoração do dia da mulher é uma afirmação de que as mulheres são o sexo inferior?” ou como por exemplo “Será que apesar de uma comemoração histórica, nos dias que correm, tornou-se algo mais?”, ou ainda “Se as mulheres querem afirmar-se como iguais aos homens, porque existem direitos universais do Homem, e dentro deste uma declaração dedicada exclusivamente às mulheres?” Durante este trabalho vamos expor a nossa perspetiva, de modo a tentar responder a estas mesmas perguntas.
  4. 4. A favor da comemoração do dia da mulher Contra a comemoração do dia da mulher Teses
  5. 5. Segundo esta perspetiva, o dia internacional da mulher, foi, é, e deve continuar a ser celebrado, pois tem como objetivo lembrar nos que devemos lutar pelos nossos direitos humanos mas também pelos direitos das mulheres em si, que são maltratadas por todo o mundo. A sua origem remonta a uma greve de trabalhadores de uma fábrica de tecelagem situada em Nova Iorque, estado de Nova Iorque, EUA, no início do séc. XX. Sendo grande parte dos seus operários mulheres, estas decidiram fazer greve como forma de protesto pela carga horária excessiva que lhes era atribuída (16 horas diárias), salários iguais ao dos operários do sexo masculino, que chegavam a receber três vezes mais do que uma mulher pela mesma tarefa e por boas condições no ambiente de trabalho.
  6. 6. Em ordem para reprimir esta manifestação, os protestantes foram trancados dentro da fábrica, à qual foi incendiada propositadamente, ceifando assim 146 vidas (125 mulheres e 21 homens). Assim esta data não serve só para nos lembrar as atrocidades cometidas no passado mas também as que são cometidas no presente. Mesmo no nosso país, que não tem uma taxa muito elevada de crimes cometidos contra as mulheres comparado com outros, já são promovidas imensas campanhas em ordem para sensibilizar a sociedade daquilo que é uma realidade que escolhemos ignorar.
  7. 7. Esta tese defende que esta comemoração é inútil, pois como seres humanos que somos, temos todos os mesmos direitos, que estão estabelecidos na Declaração Universal dos Direitos Humanos. A igualdade de géneros é a base desta tese, ou seja, se somos todos iguais, qual a necessidade de existir um dia específico para felicitar o facto de ser ou de existirem as mulheres. Na sua ideia principal, segundo esta tese, as pessoas que são contra a discriminação devido ao género, mas optam por comemorar este dia, são hipócritas, pois só a comemoração deste dia é uma afirmação de que as mulheres precisam de um dia só para si, em que são cuidadas e bem tratadas, demonstra que são inferiores em relação aos homens.
  8. 8. -Este dia tem um valor histórico pois relembra a morte de mulheres que lutavam por um direito que lhes era negado (direito à greve); -Este dia lembra-nos que mesmo tão evoluídos e avançados como nos julgamos, uma coisa tão básica como igualdade entre géneros, ainda é bastante desrespeitada tão frequentemente nos dias de hoje.
  9. 9. Optámos por defender esta comemoração porque as mulheres são consideradas inferiores pela sociedade apesar de não existir motivo para tal. Assim este dia serve para lembrar a todos, que as mulheres unem-se para lutar pelos seus direitos, para alcançarem a sua igualdade de género e para acabarem com as injustiças das quais são vítimas.
  10. 10. A discriminação entre géneros é comum, mesmo que não seja aparente, pois algumas das suas manifestações, não são vistas por nós diariamente, ou não estão sequer presentes na comunidade à qual pertencemos. Esta discriminação existe nas mais variadas formas. Entre elas estão: -Mutilação genital feminina -O tráfico de mulheres -A violação -O casamento forçado -Violência doméstica
  11. 11. “Mais de 133 milhões de raparigas e mulheres foram vítimas de mutilação genital, num total de 29 países africanos e na zona do Médio Oriente, onde esta é uma prática comum. Estas raparigas correm um sério risco de vir a sofrer de hemorragias, infeções, infertilidade, complicações na gravidez e morte.” Fonte: OMS (Organização Mundial de Saúde) Esta prática é comum, apesar de não existir no nosso país, em África é tida como uma tradição e condição prévia do casamento. Se uma mulher não for mutilada, esta irá ser excluída da sociedade e encarada como uma prostituta, pois não é considerada pura. Esta mutilação é executada para, segundo as suas crenças, assegurar a castidade da mulher e porque acham que uma mulher que não foi mutilada não consegue dar à luz, pois o contato com o clitóris é fatal à criança.
  12. 12. “Cerca de 2,5 milhões de pessoas são vendidas a cada ano e destas, 80% são mulheres e vítimas do tráfico sexual.” Fonte: OMS(Organização Mundial de Saúde) “Cerca de 500 mil pessoas são traficadas de países mais pobres para este continente por ano. Quanto ao tráfico de pessoas para fins sexuais, estima-se que 98% das vítimas em todo o mundo são mulheres.” Fonte: IECPC(Instituto Europeu de Prevenção do Crime) Esta dura realidade, demonstra como, principalmente as mulheres são tratadas como objetos, tanto como força de trabalho mas também como objetos sexuais. As mulheres que são traficadas para estes fins, normalmente provêm de classes sociais e económicas baixas, e são seduzidas por oportunidades de
  13. 13. As pessoas responsáveis por este tráfico humano têm muito a ganhar e pouco a perder. As mulheres são traficadas para um país com visto de turista e nos seus registos afirmam que praticam ações legais como modelos, baby-sitters, empregadas de mesa ou dançarinas.
  14. 14. “De acordo com uma revisão global feita em 2013, 35% das mulheres já foram intimidadas fisicamente e/ou sexualmente por um parceiro violento ou não violento. Todavia alguns estudos feitos nos Estados Unidos mostram que 70% das mulheres já experienciaram algum tipo de violência na sua vida por parte de um parceiro íntimo.” “À volta de 120 milhões de todo o mundo, pouco mais do que uma em cada dez mulheres, já experienciou relações sexuais forçadas, com ou sem penetração, nalgum ponto das suas vidas.” Fonte: OMS (Organização Mundial de Saúde)
  15. 15. A violação sexual é a prática não consensual de sexo imposto por meio de violência ou grave ameaça de qualquer natureza. As vítimas podem ser homens ou mulheres. Muitas das vezes a vítima é julgada pela sociedade pois tem determinados comportamentos que podem incitar à violação por parte do agressor, o que é absolutamente absurdo pois cada um é livre de se vestir e comportar como bem entender, não devendo ser culpabilizado pelas ações de outros. Este tipo de violência pode causar vários danos nas suas vítimas como: +Dificuldade em lembrar-se do momento em que ocorreu a violação; +Ter pesadelos, pensamentos ou memórias dolorosas com partes da violação; +Evitar sair de casa, ir a alguns locais que lhe tragam memórias da violação; +Ansiedade e aumento do estado alerta; +Dificuldades em dormir e em concentrar-se; +Etc.
  16. 16. Em termos físicos também podem ocorrer traumas como por exemplo: +Nódoas negras; +Lacerações genitais; +IST’s; +Etc.
  17. 17. “A nível mundial, mais de 700 milhões de mulheres vivas na atualidade foram casadas com uma idade inferior a 18 anos. Mais de 30 por cento (250 milhões) com idades inferiores a 15 anos. Crianças-noiva são frequentemente negociadas pela hipótese de sexo seguro, tornando-se vulneráveis a ISTs, incluindo VIH, também como gravidez na adolescência. O facto de as raparigas não serem maturas o suficiente para darem à luz, coloca-as em risco assim como os seus bebes. Raparigas pobres têm 2,5% mais probabilidade de casarem na sua infância do que as crianças que vivem num ambiente saudável.” “Uma em cada cinco adolescentes indianas é obrigada a casar antes dos 15 anos, e metade antes dos 18.” Fonte: OMS (Organização Mundial de Saúde)
  18. 18. O casamento forçado ocorre quando os menores são dados em matrimónio, muitas vezes antes da puberdade. São bastante comuns em muitas partes do mundo, especialmente em partes da Ásia e da África. A ONU afirma que os casamentos infantis são mais comuns no Níger, Chade, República Centro Africano, Bangladesh, Guiné, Moçambique, Mali, Burkina Faso, Sudão do Sul e Malawi. Em aldeias rurais da Índia, o casamento infantil ainda é praticado, com os pais, às vezes, arranjando o casamento, por vezes antes mesmo de a criança nascer. Esta prática passou a ser considera ilegal, depois da promulgação da Lei de Restrição do Casamento Infantil, de 1929.
  19. 19. Campanha contra o casamento precoce
  20. 20. “A maior parte dos casos de violência contra as mulheres não são reportados. Por exemplo, um estudo feito pelos 28 estados membros da união europeia baseado em entrevistas com 42 mil mulheres revelou que apenas 14 por cento das mulheres reportaram os seus casos de violência dos parceiros íntimos à polícia e 13 por cento reportou apenas os casos mais graves de violência física por parte de não parceiros.” Fonte: OMS (Organização Mundial de Saúde)
  21. 21. A violência doméstica ocorre quando a vítima sofre agressões por parte do seu cônjuge ou parceiro. Apesar de Portugal ter das taxas de casos de violência doméstica mais baixos da Europa, continua a assumir valores preocupantes. Em Portugal existem várias organizações que se preocupam em ajudar estas vítimas, como a APAV (Associação Portuguesa de Apoio à Vítima), também responsáveis pelas campanhas de sensibilização. Os casos de violência doméstica ficam por vezes em segredo porque as suas vítimas têm vergonha, medo ou dependem financeiramente dos seus agressores, sujeitando-se assim aos seus maus tratos.
  22. 22. Como as mulheres são vítimas de violência, a ONU decidiu acrescentar uma espécie de apêndice à Declaração Universal dos Direitos Humanos, mas dedicada às mulheres, onde consta que: Direito à vida. Direito à liberdade e à segurança pessoal. Direito à igualdade e a estar livre de todas as formas de discriminação. Direito à liberdade de pensamento. Direito à informação e à educação. Direito à privacidade. Direito à saúde e à proteção desta. Direito a construir relacionamento conjugal e a planejar sua família. Direito a decidir ter ou não ter filhos e quando tê-los. Direito aos benefícios do progresso científico. Direito à liberdade de reunião e participação política Direito a não ser submetida a torturas e maltrato
  23. 23. -Segunda a tese que apoiamos, a igualdade de género é um dos pilares desta mesma tese. Assim, para nos assumirmos como iguais, não deveria ser necessária a existência deste dia. -Naquela fábrica que ardeu em Nova Iorque, estavam homens lá dentro. Sendo assim porque o comemoramos como dia da mulher?
  24. 24. -Encontramos uma necessidade de celebrar este dia pois a igualdade ainda não foi atingida, ou seja, a celebração do dia da mulher pode ser vista como um meio para atingir um fim. -Apesar de estarem homens lá dentro, a sua grande maioria eram mulheres, e nos dias de hoje, esta comemoração histórica lembra não só os que faleceram, mas também aqueles que continuam a perecer por não verem os seus direitos postos em prática. Na atualidade o dia da mulher é mais do que isso: é um dia em que nos lembramos que há pessoas e organizações a lutar por aqueles que ainda sofrem e são inferiorizados apenas porque nasceram mulheres.
  25. 25. Disparidade Salarial: Por outras palavras, pelo mesmo cargo, com as mesmas tarefas, executadas com a mesma eficácia, um homem pode receber mais do que uma mulher. As mulheres têm qualificações iguais ou superiores às dos homens, mas por vezes não são valorizadas o que faz com que a progressão na carreira seja mais lenta e que faz com que um homem ganhe uma média de 16% mais salário que uma mulher na União Europeia (o Brasil pode chegar aos 30%).
  26. 26. “Mulheres que vivem em áreas urbanas de PD têm o dobro das probabilidades de sofrerem algum tipo de violência do que os homens.” Fonte: OMS(Organização Mundial de Saúde) Porque tem de ser assim? A nível biológico, enquanto seres humanos, está provado que enquanto os homens têm mais capacidades para uma coisa, as mulheres têm para outra, ou seja, geneticamente, não à um “sexo forte ou um sexo fraco”, o que significa que a superioridade ou inferioridade de géneros só existe na nossa cabeça. Devido a todas estas atrocidades cometidas contra as mulheres, o dia da mulher é e deve continuar a ser comemorado pois para além de lembrar um acontecimento histórico, sensibiliza a sociedade para a violência de que as mulheres são vítimas ainda nos nossos dias.
  27. 27. wikipedia.com apav.pt ec.europa.eu who.int pt.slideshare.com

×