José CoelhoNº21
Mykhaylo ShemliyNº32
AGRUPAMENTO DE ESCOLAS
TEMPLÁRIOS
ESCOLA SECUNDÁRIA DE JÁCOME
RATTON
Curso de Ciência...
[Escrevatexto]
1 | P á g i n a
José CoelhoNº21
Mykhaylo ShemliyNº32
Índice
Introdução:......................................................................
[Escrevatexto]
1 | P á g i n a
Introdução:
No âmbito da disciplina de Filosofia, a docente Maria Isabel André propôs a ela...
[Escrevatexto]
2 | P á g i n a
Dia Internacional da Mulher
 História e Criação:
Celebrado a 8 de Março, o dia da mulher f...
[Escrevatexto]
3 | P á g i n a
das Nações Unidas marcou oficialmente o dia 8 de Março como o dia Internacional
das Mulhere...
[Escrevatexto]
4 | P á g i n a
pelo menos 1 ano de tropa. Nesse dia passou a ser tradições todos, desde os mais
jovens até...
[Escrevatexto]
5 | P á g i n a
feminino, uma vez que apenas os homens tinham o direito de escolher os seus
representantes....
[Escrevatexto]
6 | P á g i n a
1906
Criação do 1º liceu para mulheres – Liceu Maria Pia
1969
A mulher casada pode transpor...
[Escrevatexto]
7 | P á g i n a
Opinião e Fundamentação
 Opinião do José
Na minha opinião o Dia Internacional das Mulheres...
[Escrevatexto]
8 | P á g i n a
mulheres e os seus direitos? Então porque e que apenas uma pequena minoria das
atividades d...
[Escrevatexto]
9 | P á g i n a
 Opinião do Mykhaylo:
Eu considero que o dia da mulher ou como é oficialmente é designado ...
[Escrevatexto]
10 | P á g i n a
Após a realização deste trabalho surgiu-me uma grande dúvida e questão que
provavelmente l...
[Escrevatexto]
11 | P á g i n a
Conclusão
Como jeito de conclusão, queremos dizer que não foi fácil a sua realização pois
...
[Escrevatexto]
12 | P á g i n a
Bibliografia
 https://ru.wikipedia.org/wiki/%D0%94%D0%B5%D0%BD%D1%8C_%D0%B7%D0%B
0%D1%89%...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Dia das mulheres e os seus direitos

204 visualizações

Publicada em

José Coelho e Mykhaylo Shemliy

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Dia das mulheres e os seus direitos

  1. 1. José CoelhoNº21 Mykhaylo ShemliyNº32 AGRUPAMENTO DE ESCOLAS TEMPLÁRIOS ESCOLA SECUNDÁRIA DE JÁCOME RATTON Curso de Ciências e Tecnologias Trabalho de Filosofia Prof.: Isabel André 10º Ano de Escolaridade – Turma A Dia das mulheres e os seus direitos
  2. 2. [Escrevatexto] 1 | P á g i n a
  3. 3. José CoelhoNº21 Mykhaylo ShemliyNº32 Índice Introdução:..........................................................................................................................1 Dia Internacional da Mulher..................................................................................................2  História e Criação:.....................................................................................................2  Esquecimentoe recuperação da tradição:...................................................................2 Dia do Homem.....................................................................................................................3  Origem e Motivos:.....................................................................................................3  Reaparecimento e novo significado:...........................................................................3 Direitos da Mulher: ..............................................................................................................4  Papel da mulher na sociedade noinício século XX: ......................................................4  Papel da mulher na sociedade nofinal século XX:........................................................5 ...........................................................................................................................................5 Opiniãoe Fundamentação....................................................................................................7  Opinião do José.........................................................................................................7  Opinião do Mykhaylo:................................................................................................9 Conclusão..........................................................................................................................11 Bibliografia.........................................................................................................................12
  4. 4. [Escrevatexto] 1 | P á g i n a Introdução: No âmbito da disciplina de Filosofia, a docente Maria Isabel André propôs a elaboração do presente trabalho para que pudéssemos refletir na importância dos temas e problemas do mundo contemporâneo. Para isso deu-nos a escolher entre dois temas: o dia da mulher e o dia da criança. A nosso entender estes são dois temas que, embora sejam recorrentes no nosso dia-a- dia, têm também um grande significado a que ninguém lhes deve ser indiferentes. A nossa escolha, embora tenha sido difícil, recaiu sobre duas principais linhas de pensamento: o facto de (na altura da escolha) o dia da Mulher ter sido celebrado há pouco tempo, e o nosso manual conter vários textos sobre os maus tratos a mulheres na religião islamita, nesse sentido podemos refletir sobre o papel do dia da mulher e se foi assim tão benéfico para todo o mundo como nos tentam transmitir. Ao longo do trabalho iremos, além de falar da história da criação do dia Mulher também apresentar a nossa opinião devidamente fundamentada.
  5. 5. [Escrevatexto] 2 | P á g i n a Dia Internacional da Mulher  História e Criação: Celebrado a 8 de Março, o dia da mulher foi criado no início do seculo XX nos Estados Unidos e na Europa, A necessidade de criar este dia surgiu no contexto de lutas femininas por melhores condições de vida e trabalho. O aparecimento deste dia foi progressivo, uma vez que demorou vários anos até que fosse oficialmente criado. O primeiro sinal de revolta foi em 1857, quando um grupo de mulheres operárias de uma fábrica de tecidos de Nova-Iorque, fizeram uma grande greve reivindicando melhores condições de trabalho e a redução do número de horas de trabalho para 10 (ao contrario das 16 horas diárias a que eram obrigadas a cumprir). Para além destes motivos as trabalhadoras também defendiam que deveriam ser igualmente remuneradas em relação aos homens, em vez de chegarem a receber apenas um terço do que recebia o sexo masculino, executando o mesmo tipo de trabalho. Este protesto foi altamente reprimido pelas autoridades, tendo as mulheres sido presas no interior da fábrica, que foi posteriormente incendiada, morrendo assim cerca de 130 funcionárias. No dia 8 de março de 1908 em sede de recurso da organização feminina social- democrata de Nova Iorque realizou-se uma manifestação com o objetivo principal de fornecer a igualdade a todas as mulheres. Nesse dia cerca de 15 000 marcharam ao longo da cidade apelando ao direito de voto e a outras injustiças em relação a elas. Apesar da grande violência contra as mulheres e deste acontecimento ter sido bastante falado, apenas em 1910, na conferência de Copenhaga (Dinamarca), foi proposto a criação deste dia, em homenagem às vítimas de 1857. Uma das grandes defensoras da criação do dia da Mulher foi a líder socialista Alemã, Clara Zetkin.  Esquecimento e recuperação da tradição: Após 10 anos de celebrações do dia da mulher (1910-1920), este foi totalmente esquecido. Apenas na década de 1960, um movimento feminista relembrou a data, em 1975 foi designado o Ano Internacional da Mulher e em 1977 a Organização
  6. 6. [Escrevatexto] 3 | P á g i n a das Nações Unidas marcou oficialmente o dia 8 de Março como o dia Internacional das Mulheres. Atualmente este dia perdeu um pouco do seu significado e é usado, na maioria das vezes, como um meio comercial e festivo. É celebrado em cerca de 70 países, espalhados pelos 5 continentes. Dia do Homem  Origeme Motivos: O dia do homem (ou “O dia do protetor da pátria”) é celebrado a 23 de fevereiro ou 14 de outubro, dependendo do país. Esta celebração apenas é comemorada em alguns países da antiga União Soviética (URSS). A ideia de criar este dia surgiu apos os soldados soviéticos terem defendido corajosamente o pais (pois apos a revolução de outubro o pais estava em pobreza), dos ataques do império Alemão e Austro-Húngaro, que romperam o tratado de paz em 1917. Como não havia armas nem tropas em quantidade suficiente para participar na guerra, surgiu uma grande mobilização de todo o país. O dia 23 de fevereiro foi o dia onde se registou o maior número de inscrições para as forças armadas soviéticas. Após esse dia foi possível para a estrela vermelha demonstrar a sua força militar na 1ª Guerra Mundial. Ao longo dos anos este feriado foi esquecido, mas no entanto, nas comemorações do 5º e 10º aniversário esta data e o seu valor voltou a ser lembrado, em grande parte por motivos de propaganda politica.  Reaparecimento e novo significado: Em 1942, já após o início da 2ªGrande Guerra, Josef Stalin renovou totalmente este dia fazendo com que fosse um dos mais importantes feriados do país e mudou o nome para o que é usado atualmente, “Dia do protetor da pátria”. A partir dessa mudança todos os anos foi comemorado esse dia que ao longo dos anos se transformou no dia do Homem, uma vez que todos os homens tinham que frequenta
  7. 7. [Escrevatexto] 4 | P á g i n a pelo menos 1 ano de tropa. Nesse dia passou a ser tradições todos, desde os mais jovens até aos mais idosos receberem, prendas das mulheres e filhos. Atualmente o dia é comemorado a 23 de fevereiro pela Russia, Bielo-russia Tajiquistão, Quiriguistõ e Republica da Moldavia, e no dia 14 de outubro somente pela Ucrânia, que por questões politicas decidiu em 2014 mudar a data. Direitos da Mulher: Ao falarmos do dia da mulher teremos de falar obrigatoriamente dos seus direitos, uma vez que este surgiu de inúmeras revoltas e tentativas femininas para que os seus direitos fossem igualados aos do homem. Durante o século vinte, Portugal atravessou quatro tipos de regimes políticos: monarquia, I república, ditadura e democracia. Como é óbvio o papel da mulher na sociedade foi também sendo adaptado á medida que estes novos regimes iam surgido. É esse aspeto que vamos seguidamente analisar. Para facilitar a sua análise vamos nos seguir maioritariamente por um dos direitos que mais sofreu alteração ao longo deste seculo: a lei do divórcio.  Papel da mulher na sociedade no início século XX: No início do seculo XX a mulher Portuguesa era vista como um meio de reprodução e como uma dona de casa. Segundo a constituição, a mulher não poderia comprar ou adquirir bens ou sair do país sem a autorização do marido, e era obrigada a obedecer e respeitar o seu parceiro. O divórcio apenas poderia ser pedido pela mulher se fosse comprovado adultério e este fosse considerado um escândalo público, a pena do homem adúltero seria apenas de 3 meses a 3 anos sem rendimentos. Enquanto no caso do homem bastava alegar que a mulher o teria traído, e a pena da esposa poderia ser de prisão até 3 anos. Com o início do regime republicano (1910) as mulheres viram os seus direitos a serem expandidos, embora em pouca quantidade. Uma das vantagens que o sexo feminino viu neste regime foi a igualdade entre sexos no que toca á lei do divórcio. Contudo, a primeira democracia nunca foi capaz de acabar com o sufrágio
  8. 8. [Escrevatexto] 5 | P á g i n a feminino, uma vez que apenas os homens tinham o direito de escolher os seus representantes. No estado novo (1933-1974) a situação das mulheres regrediu. Uma vez que o lema de Salazar era “Pátria, Nação e Família”, os homens e mulheres eram vistos apenas como membros de família e não como indivíduos singulares. Neste sentido enquanto os homens passavam o dia todo a trabalhar para que trouxessem dinheiro para casa, as mulheres ocupavam-se com trabalhos domésticos e na educação dos filhos. Quando ao divórcio, Salazar, proibiu totalmente a sua concretização em qualquer tipo de situação.  Papel da mulher na sociedade no final século XX: Apos o período do Estado Novo e com o começo da II Republica (1974), a situação das mulheres melhorou substancialmente e aproximou-se bastante ao que acontece hoje em dia. Esta mudança deveu-se em grande parte devido a uma alteração na mentalidade feminina e à criação do dia internacional da mulher, em 1977. Grande parte das leis ligadas às mulheres foram progressivamente sofrendo alterações até á situação contemporânea.  Como é possível verificar no quadro da página seguinte, a maior parte e as mais importantes das mudanças realizadas nos estatutos das mulheres podem ser observadas após a entra da II Republica (1974). E durante a fase do Novo estado apenas ouve 3 alterações. Tabela apenas na próxima seguindo devido à falta de espaço nesta página.
  9. 9. [Escrevatexto] 6 | P á g i n a 1906 Criação do 1º liceu para mulheres – Liceu Maria Pia 1969 A mulher casada pode transpor a fronteira sem a autorização do marido 1911 As mulheres ganham o direito a trabalhar na função pública 1926 As mulheres passam a puder lecionar em liceus masculinos 1966 Igualdade na remuneração mensal 1971 Primeira mulher no governo 1976 Abolido o direito do marido abrir a correspondência direcionada a mulher Igualdade entre homens e mulheres em todos os domínios
  10. 10. [Escrevatexto] 7 | P á g i n a Opinião e Fundamentação  Opinião do José Na minha opinião o Dia Internacional das Mulheres, nos modos como hoje em dia é celebrado, é uma data sem importância e que até poderá ser interpretado como um pedido de “esmola” por parte das mulheres que exigem que lhes seja direcionado pelo menos um “Feliz dia!”. Vamos então por partes para que esta minha opinião não seja interpretada como machista, como acontece sempre que algum homem surge com uma opinião contrária à ideia de que a mulher deve ser venerada durante essas 24 horas, das cerca de 8750 de que um ano dispõem. (É caso para se perguntar se é nestas poucas horas que o ser humano consegue “lavar as mãos” deste problema apenas desejando um feliz dia a todas a mulheres com que se cruza. Porque a meu ver é nesse sentido que os muitos homens contribuem neste dia, quase como uma descarga de consciência). Como já foi neste trabalho referido, o dia das mulheres foi criado como forma de homenagem às inúmeras figuras femininas que morreram devido às suas manifestações contra a injustiça e desigualdade a que as mulheres eram sujeitas. Se concordo com a ideia original deste dia? Claramente que sim, estas mulheres morreram de forma gloriosa, a tentar que o seu sexo tivesse melhores condições de vida, mesmo estando cientes do perigo que estavam a correr. Qual é então o meu problema com esta celebração? É, sem dúvida, a maneira como é celerado. Vamos então pensar como decorrem as horas deste dia (para as mulheres que o apoiam, claro. Pois para quem não o faz este dia decorre de maneira igual aos outros). Começando pela manhã poderemos ter dois tipos de atividades: a mulher a receber um pequeno-almoço na cama, ou a mulher a reclamar como marido por ele não se ter lembrado do dia ou não se ter esforçado em surpreende-la (surpreende-la porque? Para que? Com que sentido?). Seguidamente o dia decorre com inúmeras promoções em lojas, cabeleireiros, cosméticas e, lá no meio, até se ouve falar, embora muito vagamente, de uma ou duas campanhas sobre os direitos das mulheres ou algo desse género, na verdade trata-se nesse assunto tão superficialmente que nem se chega a perceber realmente o que é. (É caso para perguntar: Para que foi realmente criado este dia? Não foi para homenagear as
  11. 11. [Escrevatexto] 8 | P á g i n a mulheres e os seus direitos? Então porque e que apenas uma pequena minoria das atividades deste dia são efetivamente sobre esse tema?). Continuando com decorrer do dia, e já ao início da noite, começamos a ver restaurantes cheios e as chamadas Girls Night em muitas discotecas. É nestas alturas que as mulheres se aglomeram em grupos de 10 ou 20 “amigas” e aproveitam para fazer um balanço sobre o seu papel no mundo e se compararem aos homens. É daqui que surgem brilhantes teorias como: “Sem a mulher o mundo não existiria”, “os homens são todos iguais”, na verdade esta frase já foi melhorada para “Os homens não são todos iguais, cada um é pior do que outro!” ou até “Os homens devem ter sido todos comprados no mesmo mercado, porque são todos farinha do mesmo saco”. Poderia estar aqui muito tempo a demonstrar como as mulheres neste tipo de jantares gostam de se marcar como o sexo forte, mas acho que isso já é de conhecimento geral. Um dos direitos pelo que as mulheres lutaram foi pelo direito da igualdade, um direito que a meu ver é obviamente importante e impossível de ser refutado por argumentos sólidos. Mas será que ao haver um dia apenas para a mulher (e nenhum para os homens), a imposição da ideia de sexo forte pelas mulheres, esta união estre as mesmas que as leva á formação de ideias menos corretas em relação ao homem, realmente levará à igualdade entre sexos? Fazendo um resumo, e rematando a minha justificação, temos na nossa história dois tipos de dia da mulher: O dia de homenagem ás Mulheres (o original) e o dia do aproveitamento comercial/veneração/adoração das mulheres (o atual). Mais uma vez relembro que esta não é uma opinião machista, porque se assim o fosse apoiaria mais o dia da mulher atual em vez da homenagem às mulheres que morreram a tentar mais direitos.
  12. 12. [Escrevatexto] 9 | P á g i n a  Opinião do Mykhaylo: Eu considero que o dia da mulher ou como é oficialmente é designado “Dia Internacional da Mulher” é muito útil, pois, em primeiro, havendo a existência desse dia estamos a sobrevalorizar o sexo feminino e a relembrar factos históricos e heroicos das conquistas de todas as mulheres. É também uma maneira de unir grande parte das mulheres de todo mundo, uma vez que este dia é celebrado pela quase totalidade dos países desenvolvidos e uma parte dos países em desenvolvimento. Mas, infelizmente muitos consideram o dia da mulher uma injustiça, pois não existe um dia só para o sexo masculino. Muitos irão questionar-se acerca do porquê de eu ter uma opinião tão, digamos, diferente em relação as mulheres. Para poder fazer uma consideração dessas deveria de ter realmente uma boa justificação. E tenho. O anteriormente referenciado “Dia do Homem0” que infelizmente existe somente em alguns países da antiga URSS. Embora a ONU (Organização das Nações Unidas) tentasse organizar um dia internacional do homem em 1999,que supostamente deveria ser celebrado a 19 de novembro todos os anos, acabou por não se conseguir realizar durante muito tempo, acabando assim por completo em 2006, apesar de ter sido introduzido em muitos países Como cresci na Ucrânia, cheguei a celebrar durante muitos anos o dito “Dia do Protetor da Pátria” ou vulgarmente designado por dia do homem, e a diferença na celebração é totalmente diferente de um país para outro (Portugal e Ucrânia). No meu país as pessoas dão mais importância e valor a estes dias (sendo até feriado), pois há uma certa igualdade entre sexos em que existe respeito mútuo entre eles. Oferecem-se presentes, tanto as mulheres como aos homens. Enquanto em Portugal e basicamente na Europa ocidental toda o dia é muito “pobre”, sugerindo simplesmente uma boa comercialização. Neste dia as mulheres, basicamente todas, em vez de andarem bem-dispostas, andam a reclamar e a apelar a injustiça.
  13. 13. [Escrevatexto] 10 | P á g i n a Após a realização deste trabalho surgiu-me uma grande dúvida e questão que provavelmente levará a um grande debate. - Porquê que é que as mulheres que em 1910 tanto queriam um dia só para elas e tanto lutaram para isso, agora ignoram-no e usam-no, por vezes, como forma de serem veneradas sem nenhum motivo aparente? Será que esqueceram por aquilo que lutaram tanto tempo? Será que simplesmente consideram que os feitos gloriosos daqueles tempos não merecem ser relembrados? Na minha opinião o dia do Homem só não foi realizado com sucesso porque as autoridades não querem que isso aconteça devido aos variados conflitos entre os dois antigos blocos (da guerra fria). Enfim, o melhor é ter os dois dias (um para cada sexo) e estar o mundo equilibrado. Em que todos se sintam sobrevalorizados e não o contrário.
  14. 14. [Escrevatexto] 11 | P á g i n a Conclusão Como jeito de conclusão, queremos dizer que não foi fácil a sua realização pois este criou alguma discussão, uma vez que as nossas opiniões diferem, deste modo ficou decidido apresentarmos cada um a sua opinião. Ao realizarmos variadas pesquizas sobre o tema aprendemos vários factos históricos e políticos relacionados com a história do dia da mulher, os seus direitos e o dia do protetor da pátria. Achamos que os objetivos deste trabalho foi por nos alcançado, assim como o que propusemos fazer na introdução Embora tenhamos opiniões diferentes conseguimos chegar a uma mesma conclusão.
  15. 15. [Escrevatexto] 12 | P á g i n a Bibliografia  https://ru.wikipedia.org/wiki/%D0%94%D0%B5%D0%BD%D1%8C_%D0%B7%D0%B 0%D1%89%D0%B8%D1%82%D0%BD%D0%B8%D0%BA%D0%B0_%D0%9E%D1%82 %D0%B5%D1%87%D0%B5%D1%81%D1%82%D0%B2%D0%B0  http://pt.wikipedia.org/wiki/Direitos_da_mulher  http://pt.wikipedia.org/wiki/Direitos_da_mulher  http://jugular.blogs.sapo.pt/1472030.html  http://www.infopedia.pt/$historia-dos-direitos-da-mulher

×