Relatório pibic 2009 10

856 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
856
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Prof. Alex Weymer
  • Relatório pibic 2009 10

    1. 1. A Adoção da Tecnologia SMS na Prestação de Serviços Públicos: a perspectiva do governo <ul><li>Aluno Bolsista: Diego Kozak de Queiroz </li></ul><ul><li>Orientadora: Maria Alexandra Cunha </li></ul><ul><li>Administração - CCSA </li></ul>
    2. 2. Agenda <ul><li>Introdução </li></ul><ul><li>M-Gov </li></ul><ul><li>Metáfora da Hospitalidade </li></ul><ul><li>Materiais e Métodos </li></ul><ul><li>Resultados </li></ul><ul><li>Referências </li></ul>
    3. 3. 1. Introdução <ul><li>Uso do celular para aplicações comerciais </li></ul><ul><li>Uso do celular para aplicações governamentais </li></ul><ul><li>Importante canal para a prestação de serviços públicos: </li></ul><ul><li>187 milhões de telefones celulares (ANATEL, 2010) </li></ul><ul><li>- Utilização do m-Gov </li></ul><ul><li>Problema </li></ul><ul><li>Identificação dos aspectos relevantes da adoção de tecnologia pelas instituições governamentais e prestadores de serviços públicos através do telefone celular, especificamente pelo SMS. </li></ul>
    4. 4. 1. Introdução Justificativa Ponto de vista empírico : Avanço da compreensão do uso da tecnologia pelo governo no Brasil e características de restrição de infraestrutura Ponto de vista teórico : Mostrar o uso e implicações sociais do uso da tecnologia através de uma teoria multidisciplinar. Foi usada a Metáfora da Hospitalidade proposta por Claudio Ciborra (1998; 1999).
    5. 5. 2. M-Gov M-Gov, ou mobile government , é a utilização de dispositivos móveis - como celulares, PDAs e quaisquer outros equipamentos portáteis - para a oferta de serviços públicos, preferindo representá-lo através da tradução livre de “Cidadania Móvel”. DINIZ E CUNHA (2009) Estratégia e implementação de serviços públicos aos usuários, cidadãos e servidores públicos através de plataformas móveis com o objetivo de beneficiá-los com serviços e informações a qualquer hora em qualquer lugar. KUSHCHU E YU (2007), ANTOVSKI E GUSEV (2005), SHENG E TRIMI (2008)
    6. 6. 2. M-Gov <ul><li>M-Gov, ou mobile government , é a utilização de dispositivos móveis - como celulares, PDAs e quaisquer outros equipamentos portáteis - para a oferta de serviços públicos, preferindo representá-lo através da tradução livre de “Cidadania Móvel”. </li></ul><ul><li>DINIZ E CUNHA (2009) </li></ul><ul><li>Estratégia e implementação de serviços públicos aos usuários, cidadãos e servidores públicos através de plataformas móveis com o objetivo de beneficiá-los com serviços e informações a qualquer hora em qualquer lugar. </li></ul><ul><li>KUSHCHU E YU (2007), ANTOVSKI E GUSEV (2005), SHENG E TRIMI (2008) </li></ul><ul><li>Características do m-Gov: </li></ul><ul><li>Pessoalidade </li></ul><ul><li>Conectividade </li></ul><ul><li>Mobilidade </li></ul>
    7. 7. <ul><li>Proposta por Claudio Ciborra (1998; 1999) </li></ul><ul><li>Dimensões: </li></ul><ul><li>Aprender Fazendo </li></ul><ul><li>Tecnologia à deriva </li></ul><ul><li>Emoções / Sentimentos </li></ul><ul><li>Caráter Dúbio </li></ul><ul><li>Reinterpretação do ator </li></ul>3. Metáfora da Hospitalidade
    8. 8. <ul><li>Construção da base teórica </li></ul><ul><li>Pesquisa das aplicações da tecnologia no Brasil e exterior </li></ul><ul><li>Estudo da Metáfora da Hospitalidade </li></ul><ul><li>Construção do instrumento de pesquisa (roteiro de entrevista) </li></ul><ul><li>Realização das entrevistas (4 entrevistas) </li></ul><ul><li>Transcrição das entrevistas </li></ul><ul><li>Tratamento do conteúdo (Atlas.TI) </li></ul>4. Materiais e Métodos
    9. 9. 5. Resultados
    10. 10. Aprender Fazendo
    11. 11. Tecnologia à Deriva
    12. 12. Emoções e Sentimentos
    13. 13. Caráter Dúbio
    14. 14. Reinterpretação do ator A reinterpretação do ator refere-se a readequação do hospedeiro após a ter hospedado uma nova tecnologia. E nas entrevistas, não pode ser verificada esta mudança. Em todas as entrevistas comentou-se que a adoção da tecnologia SMS não alterou significativamente a rotina dos atores.
    15. 15. Propósito
    16. 16. Desafios
    17. 17. Vantagens
    18. 18. Usos
    19. 19. Acomodação dos atores à tecnologia
    20. 20. Participantes da adoção
    21. 21. Aceitação
    22. 22. 6. Referências Anatel. Dados do Sistema Móvel Pessoal. Disponível em: http://www.anatel.gov.br/Portal/exibirPortalInternet.do Acesso em: 27 jul. de 2010. ANTOVSKI, L.; GUSEV, M. M-Government Framework. In Ibrahim Kushchu and M. Halid Kuscu (Eds.), The Proceedings of the First European Mobile Government Conference (Euro mGov 2005). Brighton, UK , 10-12 July, Mobile Government Consortium International Pub., UK. pp. 36-44. CIBORRA, C. Notes on improvisation and time in organizations. Accounting, Management and Information Technologies, vol. 9, no. 2, p 77-94, 1999b. CIBORRA, C; HANSETH, O. From tool to Gestell: agendas for managing the informational infrastructure. Information Technology and People, vol. 11, no. 04, p. 305-327,1998. CUNHA, M. A. Por que o m-gov não decola?. Revista Amanhã. Diponível em: http://www.amanha.com.br/NoticiaDetalhe.aspx?NoticiaID=ff88fd8c-dfe9-4751-bcf8-6dc04376e116 Acesso em: 17 ago. de 2009. CUNHA, M. A. V. C. ; TEIXEIRA, J. B. . Participação cidadã em telecentros - havendo canais, ela é exercida?. In: II Congresso CONSAD de Gestão Pública, 2009, Brasília. II Congresso CONSAD de Gestão Pública, 2009. v. 1. p. 1-29. DERRIDA, Jacques. Of Hospitality. Anne Dufourmantelle invites Jacques Derrida to respond. 1a.ed. Stanford: Stanford University Press, 2000, p. 160. DINIZ, V.; CUNHA, M. A. M-Gov ou Cidadania Móvel. CONIP. 2009. Disponível em: http://www.clad.org.ve/documentos/otros-documentos/foro-iberoamericano-sobre-estrategias-para-implementar-la-carta-iberoamericana-de-gobierno-electronico-gobierno-movil Acesso em: 17 ago. De 2009. DINIZ, V.; GREGÓRIO, A. Do e-gov Governo Eletrônico para o m-Gov Cidadania Móvel in KNIGHT, P.; FERNANDES, C.; CUNHA, M. A. (org.). e-Desenvolvimento no Brasil e no mundo – subsidios e Programa e-Brasil. São Paulo: Editora Yendis, 2007. Capítulo 31, pag. 688. DREYFUS, Hubert L. Being-in-the-world. A commentary on Heidegger.s Being and Time, Division I. 5a. ed. Boston: MIT Press, 1994, p. 370.
    23. 23. 6. Referências GARCIA, O. ; CUNHA, M. A. V. C. . Decorrências da Tecnologia Móvel e Sem Fio em uma Concessionária de Energia Elétrica. In: CONTECSI International Conference on Information Systems and Technology Management, 2009, São Paulo. CONTECSI International Conference on Information Systems and Technology Management. São Paulo : TECSI EAC FEA USP, 2009. v. 1. p. 2662-2678. KAUFMAN, E. La telefonía móvil y los servicios para ciudades. In FINQUELIEVICH, S. (coord.) La innovación ya no es lo que era: Impactos meta-tecnológicos en áreas metropolitanas. Buenos Aires: Editora Dunken. 2007. KUSCU, M. H.; KUSHCHU, I.; YU, B. Introducing Mobile Government. In KUSHCHU, I. Mobile government: An emerging direction in E-government. IGI Publishing. 2007. KUSHCHU, I.; BORUCKI, C. Impact of Mobile Technologies on Governments. In the proceedings of European conference on e-Government, Trinity College, Dublin, June 2004. NAQVI, S. J.; AL-SHIHI, H. M-Government Services Initiatives in Oman. Informing Science and Information Technology, 2009. Vol. 6. SACCOL, A.I.C.Z. A Teoria da Hospitalidade e o processo de adoção de tecnologias da informação móveis e sem fio. São Paulo, 2005. Tese, Administração, Faculdade de Economia. SCHOLL, H. J. J. Mobile computing in the public sector: practices, opportunities, and arduous challenges, Proceedings of the 10th Annual International Conference on Digital Government Research: May 17-20, 2009. SHENG, H.; TRIMI, S. M-government: technologies, applications and challenges. Electronic Government, An International Journal, 2008. Vol. 5, No. 1, pp.1 –18. TEIXEIRA, J. B. ; CUNHA, M. A. V. C. . Relação entre sociedade organizada e governo através de infocentros sob a luz da teoria da hospitalidade: estudo de caso. In: ENANPAD - 32 Encontro da ANPAD, 2008, Rio de Janeiro. Anais do 32 ENANPAD. Rio de Janeiro : ANPAD - Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, 2008. v. 1. p. 1-16.

    ×