Perspectivas da Sociedade da   Informação na Pesquisa deTecnologia da Informação no Setor  Público Brasileiro: um Estudo  ...
Objetivo de Artigo•  Verificar a perspectiva teórica da pesquisa   em Tecnologia da Informação no setor   público brasilei...
Considerações Teóricas•  Webster (2006)  – A informação é característica do mundo    contemporâneo  – Por vezes conceitua-...
O papel da informação na           sociedade atualRevolucionária                    Evolucionária•  uma nova sociedade    ...
Autores e pontos de estudos das      correntes de estudos                  Revolucionária	                         Evoluci...
Metodologia•  Dados da pesquisa: origem documental.•  A coleta dos dados: manipulação dos artigos.•  A perspectiva sobre o...
Apresentação dos dadosArtigos analisados•  eriódicos: 2008, 41,7% dos artigos analisados. P•  ventos: 2007 com 22,5% do to...
Apresentação dos dadosObjeto do estudo•  eriódicos P  – Administração direta - 66,7%  – Administração indireta – 33,3%  – ...
Apresentação dos dadosTipo de estudos•  redomínio de trabalhos empíricos. P•  uando observado apenas os ensaios, há uma Qp...
Abordagem Teórica•  Periódicos - abordagem teórica evolucionária.•  Eventos       - perspectiva teórica evolucionária (62,...
Abordagem Teórica•  Esfera federal - predomínio da corrente revolucionária.•  Esfera estadual - evolucionária•  Esfera mun...
Conclusões•  Os dados sugerem...  – Tendência de aumento na produção acadêmica    no tema tanto em eventos quanto em perió...
ConclusõesOs dados sugerem que...–  corrente teórica evolucionária que apregoa a informação acomo uma continuidade das rel...
ConclusõesOs dados sugerem...–  ue a corrente evolucionária domina o pensamento  qteórico dos autores brasileiros, não só ...
Conclusões•  É possível afirmar, então, que os   pesquisadores brasileiros adotam   predominantemente a perspectiva   evol...
Obrigada!•  juliocolla@gmail.com•  alexandra.cunha@pucpr.br
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Perspectivas da Sociedade da Informação na Pesquisa de Tecnologia da Informação no Setor Público Brasileiro: um Estudo Bibliométrico

855 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
855
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Perspectivas da Sociedade da Informação na Pesquisa de Tecnologia da Informação no Setor Público Brasileiro: um Estudo Bibliométrico

  1. 1. Perspectivas da Sociedade da Informação na Pesquisa deTecnologia da Informação no Setor Público Brasileiro: um Estudo Bibliométrico Julio Ernesto Colla Maria Alexandra Viegas Cortez da Cunha Pontifícia Universidade Católica do Paraná Brasil
  2. 2. Objetivo de Artigo•  Verificar a perspectiva teórica da pesquisa em Tecnologia da Informação no setor público brasileiro por meio de um estudo bibliométrico entre os anos de 2005 a 2010.
  3. 3. Considerações Teóricas•  Webster (2006) – A informação é característica do mundo contemporâneo – Por vezes conceitua-se a sociedade por meio dela, o que gera posições distintas dos cientistas. – Duas vertentes distintas: evolucionária e revolucionária.
  4. 4. O papel da informação na sociedade atualRevolucionária Evolucionária•  uma nova sociedade •  a informatização é uma continuação das relações surgiu por meio da sociais informação. •  é uma extensão das atividades•  defende a noção de uma de comunicação por outro sociedade da informação. veículo,•  um novo tipo de sociedade •  insistem e que só temos tido que emergiu da antiga. a informatização das relações•  a corrente revolucionária estabelecidas. apregoa que a sociedade •  a corrente evolucionária acredita evolui em rupturas em uma modernização reflexiva. distintas.
  5. 5. Autores e pontos de estudos das correntes de estudos Revolucionária Evolucionária Pós-industrialismo D a n i e l B e l l e New-marxismo Herbert Schiller seguidoresPós-modernismo Jean Baudrillard e Teoria da regulação Michael Anglieta e Mark Poster Alain LipietzE s p e c i a l i z a ç ã o Michael Piore, Acumulação flexível David Harveyflexível Charles Sabel, Larry HirschhornModo informacional Manuel Castells M o d e r n i z a ç ã o Anthony Giddensde desenvolvimento reflexiva Esfera pública Jurgen Habermas e Nicolas Garnham Fonte: Webster, 2006
  6. 6. Metodologia•  Dados da pesquisa: origem documental.•  A coleta dos dados: manipulação dos artigos.•  A perspectiva sobre o papel da informação dos autores dos artigos estudados não acontece sempre de forma deliberada : fundamentação teórica e posição analítica dos autores dos artigos analisados.•  4,91 artigos em eventos (59) / 1 em periódico (12). Eventos são artigos em processo de formação, por vezes apresentados em mais de um evento.
  7. 7. Apresentação dos dadosArtigos analisados•  eriódicos: 2008, 41,7% dos artigos analisados. P•  ventos: 2007 com 22,5% do total dos artigos analisados. E•  bom desempenho nas publicações em eventos nos anos de O2006 e 2007 talvez explique o bom desempenho de publicaçãode artigos em periódicos no ano de 2008.Esfera de estudos•  sfera municipal – 38% do total (50% em periódicos e 35% em Eeventos)•  sfera federal - 21,1% E•  sfera estadual - 22,5% E
  8. 8. Apresentação dos dadosObjeto do estudo•  eriódicos P – Administração direta - 66,7% – Administração indireta – 33,3% – Não houve publicações de artigos que estudassem TI em empresas públicas.•  ventos E – Administração direta - 55,9% do total de artigos apresentados em eventos – Administração indireta – 44,1%
  9. 9. Apresentação dos dadosTipo de estudos•  redomínio de trabalhos empíricos. P•  uando observado apenas os ensaios, há uma Qproporção maior desses nos eventos frente aosperiódicos.Abordagem dos estudos•  aior volume de trabalhos declarados exploratórios. M•  stágio inicial do campo pesquisado na academia Ebrasileira ou, ainda, o isolamento das pesquisas na área,ou seja, o não engajamento das publicações como parteintegrante de projetos mais robustos.
  10. 10. Abordagem Teórica•  Periódicos - abordagem teórica evolucionária.•  Eventos - perspectiva teórica evolucionária (62,7%) - perspectiva teórica revolucionária (37,35)•  Produção acadêmica brasileira de 2005 a 2008: –  Perspectiva teórica evolucionária - 69% –  Perspectiva teórica revolucionária – 31%•  Abordagem exploratória –  Perspectiva teórica evolucionária - 73% –  Perspectiva teórica revolucionária – 26,7%•  Com relação aos que não tinham cunho exploratório –  Perspectiva teórica evolucionária – 61,5% –  Perspectiva teórica revolucionária 38,5%
  11. 11. Abordagem Teórica•  Esfera federal - predomínio da corrente revolucionária.•  Esfera estadual - evolucionária•  Esfera municipal - evolucionária.•  Quando os artigos analisados não apresentavam uma esfera clara de análise, pois consistiam principalmente de ensaios teóricos, a predominância ocorreu com a base teórica evolucionária.•  As correntes teóricas utilizadas como lente para a observação do uso de TIC no setor público pela academia brasileira, por tipo de trabalho, foram predominantemente influenciadas pela perspectiva evolucionária.
  12. 12. Conclusões•  Os dados sugerem... – Tendência de aumento na produção acadêmica no tema tanto em eventos quanto em periódicos, – Maior número de publicações em eventos num ano reflete-se em maior número de publicações em artigos em periódicos no período seguinte. – Pequeno número de trabalhos na forma de ensaio teórico. – A academia nacional como ainda consumidora de conhecimento no tema. Tal fato é corroborado pela grande quantidade, maioria dos trabalhos, com abordagem exploratória.
  13. 13. ConclusõesOs dados sugerem que...–  corrente teórica evolucionária que apregoa a informação acomo uma continuidade das relações sociais já existentespor meio da extensão das atividades de comunicação é aúnica nos artigos expostos nos periódicos nacionais;–  s estudos adeptos da perspectiva evolucionária são opredominantemente exploratórios;–  entre as esferas governamentais, a corrente evolucionária dsomente não foi predominante nos estudos quepesquisavam a esfera federal;– anto em artigos empíricos quanto ensaios há predomínio tda corrente evolucionária entre os autores nacionais;
  14. 14. ConclusõesOs dados sugerem...–  ue a corrente evolucionária domina o pensamento qteórico dos autores brasileiros, não só em quantidadecomo também em relevância.–  relevância da corrente evolucionária pode ser aentendida pelo fato de que não foi encontradonenhum artigo da corrente revolucionária nosperiódicos analisados.–  corrente teórica revolucionária, somente foi aencontrado pequena superioridade na quantidade deartigos que tinha a esfera federal como objeto deestudo.
  15. 15. Conclusões•  É possível afirmar, então, que os pesquisadores brasileiros adotam predominantemente a perspectiva evolucionária para a observação do fenômeno da TI no setor público brasileiro•  Acreditam que a Tecnologia da Informação está subordinada às práticas estabelecidas pela sociedade ao longo do tempo.
  16. 16. Obrigada!•  juliocolla@gmail.com•  alexandra.cunha@pucpr.br

×