PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                 Mestrado em AdministraçãoA influência da Colaboração na Inovati...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                         Mestrado em Administraçãoa forma como indivíduos se rel...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                        Mestrado em AdministraçãoEnvolve uma compreensão da infl...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                                Mestrado em AdministraçãoPergunta de PesquisaA p...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                         Mestrado em AdministraçãoObjetivo GeralVerificar de que...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                             Mestrado em AdministraçãoObjetivos Específicos•  om...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                                        Mestrado em AdministraçãoFundamentação T...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                                Mestrado em AdministraçãoFundamentação Teórica: ...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                                     Mestrado em Administração     Definição con...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                                 Mestrado em Administração Núcleo temático/ Esqu...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                                                 Mestrado em Administração  Defi...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                                             Mestrado em AdministraçãoDefinição ...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                                                         Mestrado em Administraç...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                             Mestrado em AdministraçãoMetodologiaA unidade de an...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                                  Mestrado em AdministraçãoProcedimentos de Cole...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                                                                                ...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                               Mestrado em AdministraçãoObjetivos Específicos: 1...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                                       Mestrado em AdministraçãoObjetivos Especí...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                                                   Mestrado em AdministraçãoObje...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                                Mestrado em AdministraçãoAnálise dos dadosA anál...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                                   Mestrado em AdministraçãoDefinição de sistema...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                             Mestrado em AdministraçãoCronograma                ...
Escola deNegócios
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                                                Mestrado em Administração Referê...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                                               Mestrado em Administração   Funda...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                                  Mestrado em AdministraçãoFundamentação Teórica...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                              Mestrado em AdministraçãoPressupostosA inovativida...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                                         Mestrado em Administração      Inovativ...
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO                         Mestrado em AdministraçãocontribuiçãoHá uma oportunidad...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A influência da Colaboração na Inovatividade: um estudo de caso no processo de desenvolvimento de novos produtos em empresa de grande porte

1.080 visualizações

Publicada em

A influência da Colaboração na Inovatividade: um estudo de caso no processo de desenvolvimento de novos produtos em empresa de grande porte.
Por Marcelo Castilho.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.080
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A influência da Colaboração na Inovatividade: um estudo de caso no processo de desenvolvimento de novos produtos em empresa de grande porte

  1. 1. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em AdministraçãoA influência da Colaboração na Inovatividade: um estudo de caso no processo de desenvolvimento de novos produtos em empresa de grande porte Marcelo Castilho Escola de Negócios
  2. 2. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em Administraçãoa forma como indivíduos se relacionam emprocessos de concepção e desenvolvimento denovos produtos influencia a capacidade de umaorganização em introduzir novos produtos e abrirnovos mercados. Há uma oportunidade de investigação que aprofunde a compreensão de como a colaboração impacta na inovatividade de uma organização. Escola de Negócios
  3. 3. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em AdministraçãoEnvolve uma compreensão da influência de práticascolaborativas na inovatividade das organizações no contexto deuma empresa multinacional sueca de grande porte comsubsidiária no Brasil, vinculada a indústria de transformação ecom uma competência local em desenvolvimento de novosprodutos.Variáveis de colaboração e de seu impacto na inovatividade. Escola de Negócios
  4. 4. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em AdministraçãoPergunta de PesquisaA partir da relação entre colaboração inserida em um contexto de compartilhamento deconhecimento, cultura e inovatividade, são formuladas as seguintes perguntas de pesquisa:•  e que forma a colaboração se manifesta nas distintas fases do processo de desenvolvimento Dde novos produtos?•  omo essa manifestação ocorre no nível do individuo participante de times multifuncionais Cnesse processo?•  omo a colaboração entre esses indivíduos impacta nas distintas dimensões da inovatividade Cda organização? Escola de Negócios
  5. 5. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em AdministraçãoObjetivo GeralVerificar de que forma a colaboração no processo de desenvolvimento denovos produtos impacta a inovatividade de uma organização. Escola de Negócios
  6. 6. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em AdministraçãoObjetivos Específicos•  ompreender como a colaboração se manifesta nas distintas fases do processo de Cdesenvolvimento de novos produtos;•  erificar de que forma a colaboração se evidencia nos indivíduos participantes de Vtimes multifuncionais envolvidos em processos de desenvolvimento de novosprodutos;•  ompreender como a colaboração entre esses indivíduos impacta nas distintas Cdimensões da inovatividade da organização. Escola de  Negócios
  7. 7. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em AdministraçãoFundamentação Teórica: InovatividadeCapacidade da empresa em adotar novas idéias, processos ou produtos de forma bem sucedida. (BURNS AND STALKER,1961);Habilidade de inovar antes que os outros (ROGERS, 1983)Capacidade de gerar inovações, refletido na quantidade de inovações que uma organização adota (COHEN e LEVINTHAL,1990)Um fenômeno cultural, um aspecto da cultura da firma relacionado a abertura a novas idéias e dessa forma, abertura para ainovação (HURLEY; HULT, 1998); (CRESPELL, 2006)Capacidade da organização em introduzir novos produtos e abrir novos mercados, combinando orientação estratégica comprocesso e comportamento inovador. (WANG e AMED, 2004)Criação não só de produtos, serviços e processos mas também de sistemas de negócios (KNOWLES 2007).Uma orientação estratégica e competitiva multidimensional (TANG, 1999); (LYNCH 2010); (QUANDT, 2011) Escola de Negócios
  8. 8. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em AdministraçãoFundamentação Teórica: ColaboraçãoDistintas perspectivas exploradas de forma construtiva além da visão do que é possível para cadaindivíduo isoladamente (GRAY, 1989)Medida de ajuda mútua (HURLEY e HULT, 1998)Um processo de negociação envolvendo formulação compartilhada de regras via interações mutuamentebenéficas. (THOMSON, 2006)Coalizão de indivíduos com habilidades sociais no trato de expectativas e valores em um processo decriação compartilhada não visualizado anteriormente e incapaz de ser obtido individualmente (DALKIR,2005)Um processo dinâmico envolto em tensões e contradições que admite um compartilhamento e revisãocontínua de objetivos distintos que não necessariamente evidenciam uma visão comum. (HUXHAM, 2005) Escola de Negócios
  9. 9. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em Administração Definição constitutiva e operacional Definição constitutiva Definição operacional Inovatividade> Uma orientação estratégica e competitiva 10 variáveis relativas à colaboração e sua multidimensional (LYNCH 2010) (QUANDT, manifestação em dimensões da inovatividade 2009) (TANG, 1999) na organização. (QUANDT, 2011) Colaboração> Um processo de criação compartilhada 20 variáveis relativas a componentes de uma incapaz de ser obtido individualmente cultura colaborativa (SVEIBY, 2002 e 12 (DALKIR, 2005); uma habilidade em construir variáveis relativas a barreiras para colaboração e gerenciar relações baseadas em confiança na organização (HANSEN, 2004). mútua, comunicação e compromisso. (BLOMQVIST, 2006)* Escola de Negócios
  10. 10. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em Administração Núcleo temático/ Esquema conceitual INOVATIVIDADE COLABORAÇÃO   CULTURA COMPARTILHAMENTO  DO   CONHECIMENTO      Tanto a inovatividade como a cultura são influenciadas e influenciam a colaboração,que se manifesta com maior intensidade no compartilhamento de conhecimento. Acolaboração potencializa a inovatividade. Escola de Negócios
  11. 11. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em Administração Definição operacional: Sveiby (2002) O que habilita a colaboração é um conjunto de características da cultura organizacional: •  stímulo a confiança; E •  ncorajar o compartilhamento de conhecimento em ações e não somente em palavras; E •  romover a introdução de conhecimento novo; P •  stimular os empregados a dizer o que pensam; E •  onstruir canais de comunicação por toda a organização C CULTURA SUPERVISOR IMEDIATO ATITUDE DO SUPORTE DO GRUPO DE ORGANIZACIONAL EMPREGADO TRABALHO 20 variáveis em 04 perspectivas distintasSVEIBY, K. SIMONS, R. Collaborative Climate and Effectiveness of Knowledge Work – an Empirical Study, Journal of Knowledge Management, Vol. 6 No. 5, 2002. Escola de Negócios
  12. 12. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em AdministraçãoDefinição operacional: Hansen (2004) Falta de disposição para buscar informações e aprender com os outros Mesmo quando preciso de ajuda, não estou disposto a procurá-la fora da minha unidade organizacional. Quando confrontados com problemas, me esforço para resolvê-lo por mim mesmo, sem pedir ajuda externa de pessoas de outras áreas ou departamentos Há uma atitude prevalecente em meu departamento que as pessoas devem corrigir seus próprios problemas e não contar com a ajuda de outras pessoas fora da unidade. 12 variáveis relativas a barreiras para colaboração na organização, estruturada em 04 dimensões: Falta de disposição para buscar informações e aprender com os outros; Incapacidade de buscar e encontrar conhecimento; Relutância em ajudar; Incapacidade de trabalhar em conjunto para transferir conhecimento. HANSEN,M; NOHRIA, N. How to build a collaborative advantage. Mit Sloan Management Review, 2005. Escola de Negócios
  13. 13. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em Administração Definição operacional: Quandt (2011)Dimensão Variáveis vinculadas a colaboração Adaptação da variável para o contexto do indivíduo/ JustificativaEstratégia A empresa tem um senso claro da sua visão estratégica, que é Percebo que há um esforço da empresa para comunicada amplamente para todos os níveis organizacionais. compartilhar a sua visão e estratégica de negócios.Liderança Os líderes promovem o comportamento de compartilhar e Meus líderes demonstram pelo próprio exemplo a aprender, demonstrando isso pelo próprio exemplo. importância da aprendizagem e do compartilhamento de idéias.Estrutura Organizacional Os ambientes da empresa favorecem a socialização e o Percebo um ambiente favorável para socialização e intercâmbio de idéias entre pessoas de áreas diferentes. intercambio de idéias entre pessoas de áreas diferentesProcessos O conhecimento relevante está amplamente disseminado em Reconheço nessa empresa processos que apóiam o redes organizacionais e não tem um único “dono”. compartilhamento e disseminação do que foi criado e aprendido.Pessoas A empresa promove o compartilhamento interno através de Sou recompensado ao criar e compartilhar conhecimento na mecanismos para registrar o que foi aprendido, validar e empresa. disseminar esse conhecimento na organização; 10 variáveis em 10 dimensões distintasQUANDT, C. As dez dimensões da inovação. Arquivos pessoais do autor. 2011 Escola de Negócios
  14. 14. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em AdministraçãoMetodologiaA unidade de análise é o indivíduo inserido em times multidisciplinares no contextofirma.Trata-se de uma abordagem exploratória em um estudo de caso intrínseco, poisenvolve a compreensão aprofundada desse caso em particular pelo reconhecimentode sua singularidade e relevância (STAKE, 2001) em torno do fenômeno que sedeseja investigar, visando expor as variáveis da colaboração no contexto de suarelação com o compartilhamento de conhecimento e a inovatividade.No contexto de estudos de caso interpretativos, entrevistas são o melhorinstrumento para capturar a subjetividade dos participantes e da interpretação dessesparticipantes em relação a outros participantes. (WALSHAM, 1995) Escola de Negócios
  15. 15. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em AdministraçãoProcedimentos de Coleta de Dados SupervisoresEntrevistas em profundidade fundamentadas emHara (2003); Hansen (2004); Pessoas das áreasSveiby & Simons (2002) e Quandt(2009) funcionais de Marketing, P&D e Design Especialistas Diretores ANÁLISE DOCUMENTAL Processo de desenvolvimento de novos produtos Modelos de organização de times de projeto multidepartamentais Organograma multidepartamental Escola de Negócios
  16. 16. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em Administração Roteiro de entrevistas: Hara (2003) Quanto às percepções da Colaboração em Geral: ● Você poderia compartilhar comigo um exemplo de uma colaboração bem-sucedida que você participou? ● O que a tornou bem sucedida? ● Você poderia descrever um exemplo de uma colaboração que não foi bem-sucedida? ● O que o tornou mal sucedida, na sua opinião? 14 perguntas em 03 fatores: percepções da Colaboração no Processo de desenvolvimento de novos produtos; Contexto Organizacional de Colaboração; percepções da Colaboração em GeralHARA, N. An Emerging View of Scientific Collaboration: Scientists’Perspectives on Collaboration and Factors that Impact Collaboration. Journal of the american Society for Information Science and Technology, 54(10):952–965, 2003 Escola de Negócios
  17. 17. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em AdministraçãoObjetivos Específicos: 1 de 3Compreender como a Em qual(is) fase(s) do processo de Análise documentalcolaboração se manifesta nas desenvolvimento de novos produtos a e entrevistas emdistintas fases do processo colaboração se evidencia? profundidadede desenvolvimento de novosprodutos  Escola de Negócios
  18. 18. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em AdministraçãoObjetivos Específicos: 2 de 3Verificar de que forma a Como essa colaboração secolaboração se evidencia nos manifesta? Qual o tipo de ação Entrevistas emindivíduos participantes de times das pessoas que colaboram? O profundidademultifuncionais envolvidos em que há no comportamentoprocessos de desenvolvimento desses indivíduos que faz comde novos produtos; que colaborem? COMO A COLABORAÇÃO ACONTECE NA EMPRESA PERFORMANCE DA COM O TIME COM O SUPERIOR COM O GERENTE ORGANIZAÇÃO DEPROJETOS  PESSOAS DA AREA EM OUTRAS ÁREA FUNCIONAL FUNCIONAIS NA VIDA PESSOAL: AMIGOS, FAMÍLIA E COMUNIDADE Escola de Negócios
  19. 19. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em AdministraçãoObjetivos Específicos•  ompreender como a C Como a colaboração se manifesta nas Entrevistas emcolaboração entre esses dimensões de estratégia, liderança, profundidadeindivíduos impacta nas distintas estrutura organizacional, processos,dimensões da inovatividade da pessoas, relacionamento/ networking,organização. infra-estrutura/ tecnologia, mensuração e aprendizagem e cultura? INFRA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL APRENDIZAGEM RELACIONMTO MENSURAÇÃO NETWORKING TECNOLOGIA PROCESSOS ESTRATÉGIA LIDERANÇA ESTRTURA PESSOAS CULTURA  COLABORAÇÃO Escola de Negócios
  20. 20. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em AdministraçãoAnálise dos dadosA análise das entrevistas utilizará a análise de conteúdo clássica decompondo os textos emcategorias e explicitando a lógica do encadeamento de idéias (BARDIN, 1977)A codificação é um procedimento de classificação de dados brutos a ser feito por meio dosoftware ATLAS TI, propício às pesquisas qualitativas .Organiza dados contribuindo nadefinição de um caminho estruturadopara identificação e cruzamento de variáveis. Escola de Negócios
  21. 21. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em AdministraçãoDefinição de sistema de codificaçãoA codificação é uma representação do conteúdo por meio da transformação dos dados brutos em unidades. Códigos de Como cada colaborador percebe a sua área e a contexto organização Códigos de acontecimento Fatos direta ou indiretamente ligados ao objeto da pesquisa Códigos de percepção Pontos de vista do sujeito a respeito de si próprio e dos outros Escola de Negócios
  22. 22. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em AdministraçãoCronograma Jul Ago Set Out Nov Dez Jan Fev Mar 2012 2012 2012 2012 2012 2012 2013 2013 2013 Estruturação instrumento de coleta de dados x Validação do instrumento de coleta de dados x Execução entrevistas x x Análise entrevistas x x Redação x x x Preparação para Defesa x Defesa x Escola de Negócios
  23. 23. Escola deNegócios
  24. 24. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em Administração Referências para entrevistas em profundidade:Entrevistas em profundidade sobre percepção de colaboração na organização:CLIMA COLABORATIVO (SVEIBY SIMONS 20 variáveis em 04 blocos de variáveis cada: atitude do empregado, cultura organizacional,2002) supervisao imediata e suporte do grupo de trabalho.VANTAGEM COLABORATIVA ( HANSEN 2004) 12 variáveis em 04 blocos de 03 variáveis cada: pouca disposição para contribuiçãoBarreiras a colaboração entre unidades de uma externa e pouca abertura para aprendizado; dificuldade em oferecer e buscarmesma organização conhecimento; relutância em compartilhar conhecimento; perceber o outro como um estranho.COLABORAÇÃO ENTRE MEMBROS DE 04 fatores: compatibilidade; conexões; incentivos; infra estrutra sócio técnica. Guia deUNIDADES DE PESQUISA ENVOLVENDO 04 perguntas sobre contexto organizacional, percepções dos indivíduos e em torno dos gruposUNIVERSIDADES (HARA 2003). de pesquisaDIMENSOES DA INOVATIVIDADE (QUANDT, 14 variáveis relativas as dimensões de liderança, estrutura organizacional, processos,2011) aprendizado e cultura. Escola de Negócios
  25. 25. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em Administração Fundamentação Teórica: colaboração e sua relação com outros construtos Colaboração Para Lynch ( 2010), inovatividade é uma orientação estratégica e competitiva e inovação é o veiculo para se obter umaInovação e vantagem competitiva.inovatividade A inovação é o resultado, ou seja os processos, produtos e negócios criados a partir da capacidade uma organização em inovar (Damanpour, 1991; Hurley et al., 1998). e de sua inovatividade ou propensãopara inovar. (HURLEY; HULT, XXXX) ) a inovação é um processo social que integra pessoas com habilidades distintas por meio da colaboração e do trabalho conjunto. (BELBIN, xxxx) (ROBERTS, xxx) In employing a stage-gate approach, new product development processes are usually modeled by dividing design activities into a number of sequential phases or stages andNPD (New Product separating the stages by milestones called gates (e.g., Cooper, 1990; Ulrich and Eppinger, 2004).Development) Collaboration is defined as the degree to which the members of the NPD team work together to accomplish specific tasks (Jassawalla and Sashittal 1998; Pinto, Pinto and Prescott 1993). A much broader construct indicative of general integrative and supportive interpersonal cooperation among team members. While some overlap is expected with functional conflict resolution strategies, collaboration is considered to be a distinct but related component of the internal dynamics of NPD teams. (SARIN, XXX) In executing the design tasks in multi-institutional product development collaborations, most commonly a number of units distributed over the involved institutions are responsible for designing the components of the final product (Sosa et al., 2004). A colaboração, junto com aprendizado, decisão participativa e compartilhamento de poder, são antecedentes dessa abertura,Cultura dessa receptividade para inovar. A colaboração é, portanto, uma característica da cultura da firma e sustenta a abertura a novas idéias, que é a base do processo de inovação em sua fase de iniciação.(HRLEY; HULT, 1998) Para Sveiby and Simons (2002) , o que habilita a colaboração é um conjunto de características da cultura organizacional: • Estímulo a confiança; • Encorajar o compartilhamento de conhecimento em ações e não somente em palavras; • Promover a introdução de conhecimento novo; • Estimular os empregados a dizer o que pensam; • Construir canais de comunicação por toda a organização Escola de Negócios
  26. 26. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em AdministraçãoFundamentação Teórica: colaboração e sua relação com outros construtos (cont) There are many possible representations of social capital. Broad social capital can be seen in terms of five dimensions: first, Colaboração networks-lateral associations that vary in density and size, and occur among both individuals and groups; second, reciprocity-Conhecimento e Se o conhecimento é um importante recurso estratégico que permite as organizações obtenção de vantagem expectation that in short or long term kindness and services will b competitiva (Chen 2010), esse conhecimento pode ser operacionalizado por meio da colaboração.Capital Social Desmarest (1997) define duas orientações básicas para a gestão do conhecimento: aquela guiada por informaçãoinitiatives (or risk) in a so returned; third, trust-willingness to take e a guiada por indivíduos. Na perspectiva da informação o foco principal é abased on assumption that others will respond as expecte context captura e codificação de conhecimento. Na perspectiva do indivíduos, o foco é com o contexto social em que o conhecimento se apresenta, ou seja fourth, social norms-the unwritten shared values that direct beha indivíduos e recursos sociais e o conhecimento comum entre os indivíduos. Corresponde a uma visão social construtivista do conhecimento, não como uma entidade objetiva masinteraction; and produzido a partir de umcollective efficacy-the acti and um artefato social, fifth, personal and entendimento compartilhado que emerge das interações sociais, a medida emengagement of citizens within participative community and willing que esse grupo se comunica e exercem influência uns sobre os outros. Dessa forma os indivíduos, ao interagirem, mudam a realidade, poisb; Onyx and Bullen, 2000; (Bourdieu, 1983; Coleman, 1988a, essa é socialmente construída. Nessa perspectiva, como o conhecimento é socialmente dependente, a aprendizagem Paxton, 2002). These five dimensions manifest themselves in começa no indivíduo e depende da interação social. (DALKIR ,pag. 114). various combinations and shape the interaction amongst the Interações sociais facilitam o compartilhamento de informações members of a group, organization, community, society or simply tácitas e explícitas entre barreiras departamentais. A tradução do conhecimento em inovatividade só ocorre atravésnetwork and can be (DE CLERCQ), XXXX) do esforço colaborativo. studied through various perspectives.Capacidade a colaboração como uma capacidade dinâmica. Como a colaboração (tanto interna como externa) contribui para níveis superiores de produtividade e satisfação. (ALRED, 2011)Dinâmica Escola de Negócios
  27. 27. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em AdministraçãoPressupostosA inovatividade é um construto multidimensional permeado pela colaboração. (QUANDT, 2009)A inovatividade de uma organização é dependente de uma cultura voltada a colaboração.(HURLEY & HULT, 1998).A colaboração se manifesta com maior intensidade no processo de compartilhamento deconhecimento. (DALKIR, 2005)A colaboração é uma capacidade que viabiliza a combinação de conhecimento interno eexterno em ambientes complexos e incertos (BLOMQVIST, 2006) que demandam colaboraçãointensa, como P&D (TEECE, 2007) e que contribui para níveis superiores de produtividade esatisfação. (ALRED, 2011)No desenvolvimento de produtos há uma grande intensidade de conhecimento tácito; por issoé um processo altamente dependente de interação social (DALKIR, 2005) Escola de Negócios
  28. 28. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em Administração Inovatividade: um construto multi dimensional (QUANDT, 2009) A propensão ou orientação para inovar pode ser expressa por dimensões da inovatividade- sua cultura, processo, estratégia e pessoas, entre outras. INOVATIVIDADE CULTURA PERFORMANCE  DA   PROCESSOS ORGANIZAÇÃO COLABORAÇÃO COLABORAÇÃOcondições para a Y o resultado desseempresa inovar X processo: ESTRATEGIA PESSOAS IMPACTO  NA   COLABORAÇÃO COLABORAÇÃO PERFORMANCE  DA   ORGANIZAÇÃO Escola de Negócios
  29. 29. PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO Mestrado em AdministraçãocontribuiçãoHá uma oportunidade de investigação que vincule a colaboração e ainovatividade no contexto dos processos essenciais, mais especificamente naconcepção e desenvolvimento de novos produtos e que contribua naconstrução de indicadores de colaboração vinculados aos processoscompetitivos. Escola de Negócios

×