SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 68
Usando a Unity em Game 
Jams 
Bruno Campagnolo de Paula 
Global Game Jam 
http://globalgamejam.org 
http://ggjcwb.com
Sumário 
• O que são Game Jams? 
• O que não são Game Jams? 
• Quais são os benefícios de participar de uma jam? 
• Estudo de caso: Global Game Jam 
• Unity em Game Jams – resultado de pesquisa com jammers: 
• Ferramentas / recursos e dicas para uso da Unity em Game Jams; 
• O que você NÃO deve usar do Unity; 
• Conselhos gerais para se dar bem em uma jam.
Público alvo 
• Iniciantes em Unity, que querem usar uma jam para 
fortalecer seus conhecimentos em Unity; 
• Intermediários, com pouca experiência em jams; 
•Quem já participou em jams e não se deu bem… 
•Quem gostaria de entender melhor Game Jams.
Quem sou eu? 
•Bruno Campagnolo de Paula 
•bruno@globalgamejam.org 
•brunodepaula@gmail.com 
•http://ggjcwb.com 
•http://www.brunocampagnolo.com/ 
•@bcp / @ggjpucpr
Quem sou eu?
Jogos
Global Game Jam Curitiba 2010 
• 40 participantes; 
• 8 jogos;
Global Game Jam Curitiba 2014 
• + 350 participantes; 
• + de 60 jogos; 
• Maior sede do Brasil e segunda maior sede do mundo; 
• Coordenador Regional Brasil.
O QUE SÃO GAME JAMS? 
Como assim 48 horas para criar um jogo?!
Game jams? 
Encontro de desenvolvedores de jogos com o objetivo de desenvolver 
jogos
Características de uma game jam 
Curta duração: 24, 48, 72 horas
Características de uma game jam 
• Geralmente envolvem um TEMA e RESTRIÇÕES 
• Restrições são essencias!
The enemy of art is the absence 
of limitations 
Orson Welles
Quando e Onde? 
Existem DEZENAS de game jams tanto presenciais quanto à distância
NÃO 
O QUE SÃO GAME JAMS?
Maratona de Jogatina
Big Brother
Startup Weekend
BENEFÍCIOS DE PARTICIPAR DE 
UMA JAM 
Serve pra que mesmo?
Olhe para o seu lado?!
Benefícios para indivíduos 
Testar limites conhecer e superá-los, gerar portfolio, conhecer 
pessoas, conhecer ideias novas, priorizar, focar, calcular horas / 
minutos é mais fácil do que dias / meses, APRENDIZADO geral, 
terminar um jogo (aprender a limitar), receber feedback 
Conhecer novas ferramentas, saber trabalhar sobre pressão, portfolio, nunca 
havia feito um game, percebeu o que gosta de fazer (ou não), aumenta chance 
de contratação, amizades, conhecer bons profissionais e buscar inspiração 
para melhorar cada vez mais, experiência global.
Benefícios para equipes 
Melhorar a sintonia e respeito mútuo, experiência de um projeto 
completo, 
Contatos, teste de protótipos diferentes do que se está acostumado 
(Amnesia Fortnight / Infinity Blade Dungeons), experimentar ideias 
novas ou esquisitas, troca de experiências, vitórias em concursos, 
aprender a trabalhar com pessoas de diferentes visões, experiência 
global
Benefícios para instituições promotoras e 
empresas 
Visibilidade, apoio ao seu público alvo, teste de novos produtos, divulgação 
de tecnologias, 
Experiência global, feira de empregos, observação das pessoas trabalhando 
em grupos.
ESTUDO DE CASO 
Global Game Jam
Global Game Jam é todo ano! 
Evento ANUAL, na última semana de JANEIRO... A MELHOR época e a 
PIOR época para organizar um evento...
Na Global Game Jam a gente se ajuda! 
Colaborativo e pouco competitivo
Global Game Jam é flexível! 
Voltado ao desenvolvimento de jogos de qualquer tipo
Global Game Jam tem restrições! 
Dado um tema, 48 horas para desenvolver um novo jogo
Global Game Jam é mundial! 
Acontece simultaneamente no mundo todo
Global Game Jam
Mote da 
Global Game Jam 
Ao invés de FALAR sobre jogos, vamos FAZER jogos
Objetivo da 
Global Game Jam 
Gerar portfolio para todos os envolvidos
Tamanho do evento 
Maior jam do mundo 
Brasil é o segundo maior em sedes (58 locais / 1500 pessoas / 300 
jogos em 2014) 
2009 2010 2011 2012 2013 2014 
Participantes 1.600 4.000 6.500 10.000 ~15.000 23.000 
Locais 53 138 169 242 319 488 
Países 23 39 44 47 63 72 
Jogos 370 900 1.500 2.200 3.200 4.200
Curitiba: segunda maior sede do 
mundo em 2014!
Unity na Global Game Jam 
• Patrocinador de diversas sedes da jam ao redor do mundo; 
• Uma grande proporção dos jogos da ggj foi desenvolvido em Unity 
(~50%!); 
• Patrocinador da GGJ 2015; 
# Projetos # Projetos em Unity 
Mundo 4.289 2.290 
Brasil 356 162 
Curitiba 76 30
UNITY EM GAME JAMS 
Boas e más práticas
Make it Work 
Make it Right 
Make it Fast 
Kent Beck, guru da XP
Make it Work 
Make it Right 
Make it Fast 
The Game Jam Way
Boas práticas 
1. Tenha mais de uma pessoa trabalhando em Unity; 
2. Conheça os scripts e assets que já vem com o Unity; 
3. Criar animações simples usando o Animation View; 
4. 2D >>>>>>>> 3D; 
5. Bibliotecas: PlayMaker, 2D Toolkit, NGUI; 
6. Entender corotinas e Invoke; 
7. Usar as ferramentas da Unity Patterns e Prime31; 
8. Entender como aplicar Debug.DrawLine e Debug.DrawRay; 
9. Physics.Raycast para checar distâncias e colisões;
1. Tenha mais de uma pessoa que conheça o 
Unity 
artistas 
programadores 
Game 
designers
2. Conheça os scripts e assets que já vem 
com o Unity 
• Third Person 
Controller, First Person 
Controller, Particles, 
Scripts, Pathfinder, etc; 
• Os controllers dá para 
configurar 
completamente, 
travando eixos, rotação 
para jogos 2D.
3. Usar o Animation View 
• Similar ao Flash; 
• Útil para animações simples, cutscenes, etc.
4. 2D>>>>>>>>3D 
• Jogos em 3D são muito mais complexos de criar em 48 horas!
5. Bibliotecas: PlayMaker, 2D 
Toolkit, NGUI 
• Máquina de estados, GUI, etc; 
• Observe que as novas versões da Unity já substituem algumas das 
funções desejadas.
6. Entender Invoke e Corrotinas 
• Bom para criar sequencias de ações, eventos, comandos, etc. 
using UnityEngine; 
using System.Collections; 
public class InvokeScript : MonoBehaviour 
{ 
public GameObject target; 
void Start() { 
Invoke ("SpawnObject", 2); 
} 
void SpawnObject() { 
Instantiate(target, new Vector3(0, 2, 0), Quaternion.identity); 
} 
}
7. Conhecer recursos do 
UnityPatterns e Prime31 
• http://unitypatterns.com (object pool) 
• https://github.com/prime31 (TouchKit)
8. Debug.DrawLine e 
Debug.DrawRay 
• Essencial para depuração; 
using UnityEngine; 
using System.Collections; 
public class ExampleClass : MonoBehaviour { 
void OnCollisionEnter(Collision collision) { 
foreach (ContactPoint contact in collision.contacts) { 
Debug.DrawLine(contact.point, contact.point+contact.normal, Color.green, 2, false); 
} 
} 
}
9. Physics.RayCast 
• Checagem de distâncias e colisões; 
using UnityEngine; 
using System.Collections; 
public class ExampleClass : MonoBehaviour { 
void Update() { 
Vector3 fwd = transform.TransformDirection(Vector3.forward); 
if (Physics.Raycast(transform.position, fwd, 10)) 
print("There is something in front of the object!"); 
} 
}
Mais boas práticas citadas pelos jammers 
10. Conhecer bem as classes Transform, Vector3, Quaternion, Color e Mathf; 
11. Acabamento gráfico: Deferred rendering, lightmaps, camera effects; 
12. Modo debug do Inspector; 
13. Saiba usar múltiplas câmeras, útil, por exemplo para criação rápida de menu popup; 
14. Vertex/Index buffers (classe Mesh), para criação de vértices dinâmicos; 
15. Shaders e Lights são rápidas de colocar e deixam o jogo com uma cara legal; 
16. Sistemas de partículas; 
17. Render layers, Tags, Colliders. 
18. Deixar seu ambiente configurado ANTES da jam: Cores, Atalhos, etc;
Más práticas: 
Evitar em uma game jam 
1. Depender do editor de terrenos e dos assets associados a ele, deixa o jogo com "cara de 
jogo em Unity"; 
2. Dropbox para controle de versão; 
3. Criar plugins nativos em C++ (dlls); 
4. Depender da física padrão do Unity; 
5. Usar algo diferente da física padrão do Unity; 
6. Evitar texturas dinâmicas muito grandes, método Apply é muito lento; 
7. LOD, recursos de otimização, etc. 
8. Trabalhar com rede independente da ferramenta; 
9. Usar a GUI padrão do Unity, se usar, pelo menos mude as fontes! 
10.Mais importante que TUDO:
Premature optimization is the 
root of all evil 
Donald Knuth
CONSELHOS GERAIS PARA JAMS
Conselhos 
1. Conheça jogos desenvolvidos em Jams, para saber o que é possível fazer; 
2. Conheça bem suas ferramentas; 
3. Ninguém vai ligar para matemática avançada de sua engine; 
4. Saiba se comunicar e mostrar seu jogo; 
5. Prototipe o mais rápido possível, chegue rapidamente ao core gameplay, 
20% do tempo deve estar pronto; 
6. Água + Sono + Conforto são essenciais; 
7. Jam é sobre jogo completo e não sobre ideia! 
8. Não vai dar tempo de fazer tudo, saiba CORTAR. 
9. Divirta-se e faça amigos!
1. Conheça jogos 
• Saiba o que é possível fazer durante uma jam!
Surgeon Simulator 
Global Game Jam 2013 Londres (Bossa Studios) 
Sucesso na Internet e Steam.
Lovers in Dangerous Spacetime 
Global Game Jam 2012 Toronto; 
Concorrente IGF 2013.
McPixel 
Ludum Dare 21 
Primeiro jogo aprovado Steam Greenlight.
Mirror Moon 
Global Game Jam 2012 Genova; 
Experimental Gameplay Workshop, Ouya.
Mushroom 11 
Global Game Jam 2012 New York; 
Fundeado pelo Indie Fund.
Tied 
Global Game Jam Curitiba 2013; 
Primeiro jogo da ggj13 publicado na Apple Store;
Planetary Plan C 
Global Game Jam Curitiba 2011 (06); 
Miniboss; 
Showcase na Casual Connect 2011.
2. Conheça bem suas ferramentas 
• Não aprenda nada durante a jam; 
• Não faça engines, use a Unity; 
• Aprenda ANTES da jam.
9. Divirta-se e faça amigos!
Obrigado! 
• bruno@globalgamejam.org 
• brunodepaula@gmail.com 
• http://ggjcwb.com 
• http://www.brunocampagnolo.com/ 
• @bcp / @ggjpucpr

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mecânica de jogos digitais: documentando com Behaviour Driven Developemnt (BD...
Mecânica de jogos digitais: documentando com Behaviour Driven Developemnt (BD...Mecânica de jogos digitais: documentando com Behaviour Driven Developemnt (BD...
Mecânica de jogos digitais: documentando com Behaviour Driven Developemnt (BD...Potiguar Indie Games
 
1484850831[pdj]e book gameengine
1484850831[pdj]e book gameengine1484850831[pdj]e book gameengine
1484850831[pdj]e book gameengineLuis Caio
 
TDC2016SP - Evoluindo aplicações mobile com o Google VR SDK
TDC2016SP - Evoluindo aplicações mobile com o Google VR SDKTDC2016SP - Evoluindo aplicações mobile com o Google VR SDK
TDC2016SP - Evoluindo aplicações mobile com o Google VR SDKtdc-globalcode
 
Gamification, Gaming Concepts & Game Design
Gamification, Gaming Concepts & Game DesignGamification, Gaming Concepts & Game Design
Gamification, Gaming Concepts & Game Designvincevader
 
O que Campbell e o Game Design podem nos falar sobre UX
O que Campbell e o Game Design podem nos falar sobre UXO que Campbell e o Game Design podem nos falar sobre UX
O que Campbell e o Game Design podem nos falar sobre UXJulio Matos
 
Engine 2D para criação de Jogos em Java - Veja como é fácil criar um RPG 2D e...
Engine 2D para criação de Jogos em Java - Veja como é fácil criar um RPG 2D e...Engine 2D para criação de Jogos em Java - Veja como é fácil criar um RPG 2D e...
Engine 2D para criação de Jogos em Java - Veja como é fácil criar um RPG 2D e...Michel Montenegro
 
Realidade Aumentada + Android : Oficina SESC
Realidade Aumentada + Android : Oficina SESCRealidade Aumentada + Android : Oficina SESC
Realidade Aumentada + Android : Oficina SESCOdair Bonin Borges
 
Aula 01 criação de jogos
Aula 01 criação de jogosAula 01 criação de jogos
Aula 01 criação de jogosRicardo neves
 
Desenvolvimento de Jogos em Java
Desenvolvimento de Jogos em JavaDesenvolvimento de Jogos em Java
Desenvolvimento de Jogos em JavaBruno Croci
 
Introdução ao Desenvolvimento de Jogos
Introdução ao Desenvolvimento de JogosIntrodução ao Desenvolvimento de Jogos
Introdução ao Desenvolvimento de JogosGabriel Giordano Medina
 
Conectando Conceitos a partir dos Jogos
Conectando Conceitos a partir dos JogosConectando Conceitos a partir dos Jogos
Conectando Conceitos a partir dos JogosJulio Matos
 
Palestra - Introdução ao desenvolvimento de Jogos
Palestra - Introdução ao desenvolvimento de JogosPalestra - Introdução ao desenvolvimento de Jogos
Palestra - Introdução ao desenvolvimento de Jogosjuliocoopergames
 
Game Design para quem não é Game Designer
Game Design para quem não é Game DesignerGame Design para quem não é Game Designer
Game Design para quem não é Game DesignerAndré Kishimoto
 
Aprendendo a Construir jogos com o Construct 2
Aprendendo a Construir jogos com o Construct 2 Aprendendo a Construir jogos com o Construct 2
Aprendendo a Construir jogos com o Construct 2 Diogo Padilha
 
Construção de jogos com o motor unity3d (2013)
Construção de jogos com o motor unity3d (2013)Construção de jogos com o motor unity3d (2013)
Construção de jogos com o motor unity3d (2013)Eduardo Bonfandini
 
Advergames e game design
Advergames e game designAdvergames e game design
Advergames e game designMauro Berimbau
 

Mais procurados (20)

Apostila Jogos
Apostila Jogos Apostila Jogos
Apostila Jogos
 
Mecânica de jogos digitais: documentando com Behaviour Driven Developemnt (BD...
Mecânica de jogos digitais: documentando com Behaviour Driven Developemnt (BD...Mecânica de jogos digitais: documentando com Behaviour Driven Developemnt (BD...
Mecânica de jogos digitais: documentando com Behaviour Driven Developemnt (BD...
 
1484850831[pdj]e book gameengine
1484850831[pdj]e book gameengine1484850831[pdj]e book gameengine
1484850831[pdj]e book gameengine
 
TDC2016SP - Evoluindo aplicações mobile com o Google VR SDK
TDC2016SP - Evoluindo aplicações mobile com o Google VR SDKTDC2016SP - Evoluindo aplicações mobile com o Google VR SDK
TDC2016SP - Evoluindo aplicações mobile com o Google VR SDK
 
Gamification, Gaming Concepts & Game Design
Gamification, Gaming Concepts & Game DesignGamification, Gaming Concepts & Game Design
Gamification, Gaming Concepts & Game Design
 
O que Campbell e o Game Design podem nos falar sobre UX
O que Campbell e o Game Design podem nos falar sobre UXO que Campbell e o Game Design podem nos falar sobre UX
O que Campbell e o Game Design podem nos falar sobre UX
 
Comparativo entre Engines de Jogos em 3d
Comparativo entre Engines de Jogos em 3dComparativo entre Engines de Jogos em 3d
Comparativo entre Engines de Jogos em 3d
 
Engine 2D para criação de Jogos em Java - Veja como é fácil criar um RPG 2D e...
Engine 2D para criação de Jogos em Java - Veja como é fácil criar um RPG 2D e...Engine 2D para criação de Jogos em Java - Veja como é fácil criar um RPG 2D e...
Engine 2D para criação de Jogos em Java - Veja como é fácil criar um RPG 2D e...
 
Exemplo de GDD
Exemplo de GDDExemplo de GDD
Exemplo de GDD
 
Realidade Aumentada + Android : Oficina SESC
Realidade Aumentada + Android : Oficina SESCRealidade Aumentada + Android : Oficina SESC
Realidade Aumentada + Android : Oficina SESC
 
Aula 01 criação de jogos
Aula 01 criação de jogosAula 01 criação de jogos
Aula 01 criação de jogos
 
Desenvolvimento de Jogos em Java
Desenvolvimento de Jogos em JavaDesenvolvimento de Jogos em Java
Desenvolvimento de Jogos em Java
 
Introdução ao Desenvolvimento de Jogos
Introdução ao Desenvolvimento de JogosIntrodução ao Desenvolvimento de Jogos
Introdução ao Desenvolvimento de Jogos
 
Conectando Conceitos a partir dos Jogos
Conectando Conceitos a partir dos JogosConectando Conceitos a partir dos Jogos
Conectando Conceitos a partir dos Jogos
 
Palestra - Introdução ao desenvolvimento de Jogos
Palestra - Introdução ao desenvolvimento de JogosPalestra - Introdução ao desenvolvimento de Jogos
Palestra - Introdução ao desenvolvimento de Jogos
 
Game Design para quem não é Game Designer
Game Design para quem não é Game DesignerGame Design para quem não é Game Designer
Game Design para quem não é Game Designer
 
Aprendendo a Construir jogos com o Construct 2
Aprendendo a Construir jogos com o Construct 2 Aprendendo a Construir jogos com o Construct 2
Aprendendo a Construir jogos com o Construct 2
 
Introdução ao desenvolvimento de jogos com unity3d
Introdução ao desenvolvimento de jogos com unity3dIntrodução ao desenvolvimento de jogos com unity3d
Introdução ao desenvolvimento de jogos com unity3d
 
Construção de jogos com o motor unity3d (2013)
Construção de jogos com o motor unity3d (2013)Construção de jogos com o motor unity3d (2013)
Construção de jogos com o motor unity3d (2013)
 
Advergames e game design
Advergames e game designAdvergames e game design
Advergames e game design
 

Destaque

Aplicando Game Jams como exercício de estímulo para a criação de jogos
Aplicando Game Jams como exercício de estímulo para a criação de jogosAplicando Game Jams como exercício de estímulo para a criação de jogos
Aplicando Game Jams como exercício de estímulo para a criação de jogosBruno Campagnolo
 
Workshop de prototipação de jogos (“microjam”) - FAUUSP
Workshop de prototipação de jogos (“microjam”) - FAUUSPWorkshop de prototipação de jogos (“microjam”) - FAUUSP
Workshop de prototipação de jogos (“microjam”) - FAUUSPBruno Campagnolo
 
Utilizando Game Jams como exercício de fomento para o desenvolvimento de jogos
Utilizando Game Jams como exercício de fomento para o desenvolvimento de jogosUtilizando Game Jams como exercício de fomento para o desenvolvimento de jogos
Utilizando Game Jams como exercício de fomento para o desenvolvimento de jogosBruno Campagnolo
 
Workshop de Prototipação (microjam)
Workshop de Prototipação (microjam)Workshop de Prototipação (microjam)
Workshop de Prototipação (microjam)Bruno Campagnolo
 
Desenvolvimento de jogos usando dispositivos alternativos
Desenvolvimento de jogos usando dispositivos alternativosDesenvolvimento de jogos usando dispositivos alternativos
Desenvolvimento de jogos usando dispositivos alternativosBruno Campagnolo
 
48 horas para criar um jogo?! Utilizando game jams para acelerar o processo d...
48 horas para criar um jogo?! Utilizando game jams para acelerar o processo d...48 horas para criar um jogo?! Utilizando game jams para acelerar o processo d...
48 horas para criar um jogo?! Utilizando game jams para acelerar o processo d...Bruno Campagnolo
 
Desenvolvendo Aplicativos para o Kinect
Desenvolvendo Aplicativos para o KinectDesenvolvendo Aplicativos para o Kinect
Desenvolvendo Aplicativos para o KinectBruno Campagnolo
 
Melhorar a performance de times scrum com gamificação colaborativa
Melhorar a performance de times scrum com gamificação colaborativaMelhorar a performance de times scrum com gamificação colaborativa
Melhorar a performance de times scrum com gamificação colaborativaAnderson Diniz Hummel
 
AgileBrazil - Fazendo do Scrum um Game para melhor adoção do framework
AgileBrazil - Fazendo do Scrum um Game para melhor adoção do frameworkAgileBrazil - Fazendo do Scrum um Game para melhor adoção do framework
AgileBrazil - Fazendo do Scrum um Game para melhor adoção do frameworkMarlon Luz
 
Introdução ao desenvolvimento de jogos educativos HTML5 ( MoodleMoot Brasília...
Introdução ao desenvolvimento de jogos educativos HTML5 ( MoodleMoot Brasília...Introdução ao desenvolvimento de jogos educativos HTML5 ( MoodleMoot Brasília...
Introdução ao desenvolvimento de jogos educativos HTML5 ( MoodleMoot Brasília...David Luz
 
Visões do Game Design #1
Visões do Game Design #1Visões do Game Design #1
Visões do Game Design #1Rodrigo
 
Gamificação, muito além de pontos e medalhas
Gamificação, muito além de pontos e medalhasGamificação, muito além de pontos e medalhas
Gamificação, muito além de pontos e medalhasCayo Medeiros
 
Palestra Introdução ao Game Design
Palestra Introdução ao Game DesignPalestra Introdução ao Game Design
Palestra Introdução ao Game DesignLeonardo Zamprogno
 
Desenvolvendo jogos com unity
Desenvolvendo jogos com unityDesenvolvendo jogos com unity
Desenvolvendo jogos com unityErick Mendonça
 
Abordagem humanística da administração
Abordagem humanística da administraçãoAbordagem humanística da administração
Abordagem humanística da administraçãoHélia
 

Destaque (20)

Aplicando Game Jams como exercício de estímulo para a criação de jogos
Aplicando Game Jams como exercício de estímulo para a criação de jogosAplicando Game Jams como exercício de estímulo para a criação de jogos
Aplicando Game Jams como exercício de estímulo para a criação de jogos
 
Workshop de prototipação de jogos (“microjam”) - FAUUSP
Workshop de prototipação de jogos (“microjam”) - FAUUSPWorkshop de prototipação de jogos (“microjam”) - FAUUSP
Workshop de prototipação de jogos (“microjam”) - FAUUSP
 
Utilizando Game Jams como exercício de fomento para o desenvolvimento de jogos
Utilizando Game Jams como exercício de fomento para o desenvolvimento de jogosUtilizando Game Jams como exercício de fomento para o desenvolvimento de jogos
Utilizando Game Jams como exercício de fomento para o desenvolvimento de jogos
 
Workshop de Prototipação (microjam)
Workshop de Prototipação (microjam)Workshop de Prototipação (microjam)
Workshop de Prototipação (microjam)
 
Desenvolvimento de jogos usando dispositivos alternativos
Desenvolvimento de jogos usando dispositivos alternativosDesenvolvimento de jogos usando dispositivos alternativos
Desenvolvimento de jogos usando dispositivos alternativos
 
48 horas para criar um jogo?! Utilizando game jams para acelerar o processo d...
48 horas para criar um jogo?! Utilizando game jams para acelerar o processo d...48 horas para criar um jogo?! Utilizando game jams para acelerar o processo d...
48 horas para criar um jogo?! Utilizando game jams para acelerar o processo d...
 
Desenvolvendo Aplicativos para o Kinect
Desenvolvendo Aplicativos para o KinectDesenvolvendo Aplicativos para o Kinect
Desenvolvendo Aplicativos para o Kinect
 
Desenvolvimento de jogos com Unity
Desenvolvimento de jogos com UnityDesenvolvimento de jogos com Unity
Desenvolvimento de jogos com Unity
 
Melhorar a performance de times scrum com gamificação colaborativa
Melhorar a performance de times scrum com gamificação colaborativaMelhorar a performance de times scrum com gamificação colaborativa
Melhorar a performance de times scrum com gamificação colaborativa
 
AgileBrazil - Fazendo do Scrum um Game para melhor adoção do framework
AgileBrazil - Fazendo do Scrum um Game para melhor adoção do frameworkAgileBrazil - Fazendo do Scrum um Game para melhor adoção do framework
AgileBrazil - Fazendo do Scrum um Game para melhor adoção do framework
 
TIPOS DE GAMES
TIPOS DE GAMESTIPOS DE GAMES
TIPOS DE GAMES
 
Introdução ao desenvolvimento de jogos educativos HTML5 ( MoodleMoot Brasília...
Introdução ao desenvolvimento de jogos educativos HTML5 ( MoodleMoot Brasília...Introdução ao desenvolvimento de jogos educativos HTML5 ( MoodleMoot Brasília...
Introdução ao desenvolvimento de jogos educativos HTML5 ( MoodleMoot Brasília...
 
Visões do Game Design #1
Visões do Game Design #1Visões do Game Design #1
Visões do Game Design #1
 
Gamificação, muito além de pontos e medalhas
Gamificação, muito além de pontos e medalhasGamificação, muito além de pontos e medalhas
Gamificação, muito além de pontos e medalhas
 
Palestra Introdução ao Game Design
Palestra Introdução ao Game DesignPalestra Introdução ao Game Design
Palestra Introdução ao Game Design
 
Desenvolvendo jogos com unity
Desenvolvendo jogos com unityDesenvolvendo jogos com unity
Desenvolvendo jogos com unity
 
Apostila Redes
Apostila RedesApostila Redes
Apostila Redes
 
Abordagem humanística da administração
Abordagem humanística da administraçãoAbordagem humanística da administração
Abordagem humanística da administração
 
Apostila Photoshop
Apostila Photoshop Apostila Photoshop
Apostila Photoshop
 
Pie Chart PowerPoint Template
Pie Chart PowerPoint TemplatePie Chart PowerPoint Template
Pie Chart PowerPoint Template
 

Semelhante a Unite 2014 - Usando a Unity em Game Jams

Quer fazer jogos? Conheça as tecnologias utilizadas pelo Izyplay Game Studio
Quer fazer jogos? Conheça as tecnologias utilizadas pelo Izyplay Game StudioQuer fazer jogos? Conheça as tecnologias utilizadas pelo Izyplay Game Studio
Quer fazer jogos? Conheça as tecnologias utilizadas pelo Izyplay Game StudioLuiz Nörnberg
 
TechParty FACCAT 2017 - Desenvolvimento de jogos digitais, por onde começar
TechParty FACCAT 2017 - Desenvolvimento de jogos digitais, por onde começarTechParty FACCAT 2017 - Desenvolvimento de jogos digitais, por onde começar
TechParty FACCAT 2017 - Desenvolvimento de jogos digitais, por onde começarLuiz Nörnberg
 
Workshop kodu
Workshop kodu Workshop kodu
Workshop kodu ejml
 
Avaliação de Usabilidade e Jogabilidade em Jogos: Métodos, Técnicas e Ferra...
Avaliação de Usabilidade  e Jogabilidade em Jogos:  Métodos, Técnicas e Ferra...Avaliação de Usabilidade  e Jogabilidade em Jogos:  Métodos, Técnicas e Ferra...
Avaliação de Usabilidade e Jogabilidade em Jogos: Métodos, Técnicas e Ferra...Jerry Medeiros
 
Game jams e Impacto na indústria local - Campus Party Natal 2018
Game jams e Impacto na indústria local - Campus Party Natal 2018Game jams e Impacto na indústria local - Campus Party Natal 2018
Game jams e Impacto na indústria local - Campus Party Natal 2018Potiguar Indie Games
 
FLISoL'11: Desenvolvendo Games para Android
FLISoL'11: Desenvolvendo Games para AndroidFLISoL'11: Desenvolvendo Games para Android
FLISoL'11: Desenvolvendo Games para AndroidMaurílio Silva
 
Sessao 1 - Formação Unity
Sessao 1 -  Formação UnitySessao 1 -  Formação Unity
Sessao 1 - Formação UnityClara Ferreira
 
Conversa com alunos da computação da UFPel (Abril 2015)
Conversa com alunos da computação da UFPel (Abril 2015)Conversa com alunos da computação da UFPel (Abril 2015)
Conversa com alunos da computação da UFPel (Abril 2015)Luiz Nörnberg
 
Trabalho Gerencia de Projetos
Trabalho Gerencia de ProjetosTrabalho Gerencia de Projetos
Trabalho Gerencia de ProjetosDiego BBahia
 
Frameworks Formais de Game Design.
Frameworks Formais de Game Design.Frameworks Formais de Game Design.
Frameworks Formais de Game Design.Pedro Emil Freme
 
E dá para desenvolver webgames com Django?
E dá para desenvolver webgames com Django?E dá para desenvolver webgames com Django?
E dá para desenvolver webgames com Django?Guilherme Medeiros
 
Quer fazer um jogo? Começe aqui!
Quer fazer um jogo? Começe aqui!Quer fazer um jogo? Começe aqui!
Quer fazer um jogo? Começe aqui!Luiz Nörnberg
 
Workshop na WMcCann
Workshop na WMcCannWorkshop na WMcCann
Workshop na WMcCannvincevader
 
Apostila minicurso-unity
Apostila minicurso-unityApostila minicurso-unity
Apostila minicurso-unityJennifer Sousa
 
Android o que é para que isso serve
Android   o que é  para que isso serveAndroid   o que é  para que isso serve
Android o que é para que isso serveJoe Pinheiro
 
Framework de GameAnalytics para Jogos Moveis 2D Tipo Plataforma
Framework de GameAnalytics para Jogos Moveis 2D Tipo PlataformaFramework de GameAnalytics para Jogos Moveis 2D Tipo Plataforma
Framework de GameAnalytics para Jogos Moveis 2D Tipo PlataformaBeatriz Vaz Pinto
 
Post mortem da Global Game Jam em Curitiba - sede PUCPR
Post mortem da Global Game Jam em Curitiba - sede PUCPRPost mortem da Global Game Jam em Curitiba - sede PUCPR
Post mortem da Global Game Jam em Curitiba - sede PUCPRBruno Campagnolo
 

Semelhante a Unite 2014 - Usando a Unity em Game Jams (20)

Quer fazer jogos? Conheça as tecnologias utilizadas pelo Izyplay Game Studio
Quer fazer jogos? Conheça as tecnologias utilizadas pelo Izyplay Game StudioQuer fazer jogos? Conheça as tecnologias utilizadas pelo Izyplay Game Studio
Quer fazer jogos? Conheça as tecnologias utilizadas pelo Izyplay Game Studio
 
TechParty FACCAT 2017 - Desenvolvimento de jogos digitais, por onde começar
TechParty FACCAT 2017 - Desenvolvimento de jogos digitais, por onde começarTechParty FACCAT 2017 - Desenvolvimento de jogos digitais, por onde começar
TechParty FACCAT 2017 - Desenvolvimento de jogos digitais, por onde começar
 
Workshop kodu
Workshop kodu Workshop kodu
Workshop kodu
 
Avaliação de Usabilidade e Jogabilidade em Jogos: Métodos, Técnicas e Ferra...
Avaliação de Usabilidade  e Jogabilidade em Jogos:  Métodos, Técnicas e Ferra...Avaliação de Usabilidade  e Jogabilidade em Jogos:  Métodos, Técnicas e Ferra...
Avaliação de Usabilidade e Jogabilidade em Jogos: Métodos, Técnicas e Ferra...
 
Game jams e Impacto na indústria local - Campus Party Natal 2018
Game jams e Impacto na indústria local - Campus Party Natal 2018Game jams e Impacto na indústria local - Campus Party Natal 2018
Game jams e Impacto na indústria local - Campus Party Natal 2018
 
Cp game design
Cp game designCp game design
Cp game design
 
Global Game Jam 2012
Global Game Jam 2012Global Game Jam 2012
Global Game Jam 2012
 
FLISoL'11: Desenvolvendo Games para Android
FLISoL'11: Desenvolvendo Games para AndroidFLISoL'11: Desenvolvendo Games para Android
FLISoL'11: Desenvolvendo Games para Android
 
Sessao 1 - Formação Unity
Sessao 1 -  Formação UnitySessao 1 -  Formação Unity
Sessao 1 - Formação Unity
 
Artigo unity3 d
Artigo unity3 dArtigo unity3 d
Artigo unity3 d
 
Conversa com alunos da computação da UFPel (Abril 2015)
Conversa com alunos da computação da UFPel (Abril 2015)Conversa com alunos da computação da UFPel (Abril 2015)
Conversa com alunos da computação da UFPel (Abril 2015)
 
Trabalho Gerencia de Projetos
Trabalho Gerencia de ProjetosTrabalho Gerencia de Projetos
Trabalho Gerencia de Projetos
 
Frameworks Formais de Game Design.
Frameworks Formais de Game Design.Frameworks Formais de Game Design.
Frameworks Formais de Game Design.
 
E dá para desenvolver webgames com Django?
E dá para desenvolver webgames com Django?E dá para desenvolver webgames com Django?
E dá para desenvolver webgames com Django?
 
Quer fazer um jogo? Começe aqui!
Quer fazer um jogo? Começe aqui!Quer fazer um jogo? Começe aqui!
Quer fazer um jogo? Começe aqui!
 
Workshop na WMcCann
Workshop na WMcCannWorkshop na WMcCann
Workshop na WMcCann
 
Apostila minicurso-unity
Apostila minicurso-unityApostila minicurso-unity
Apostila minicurso-unity
 
Android o que é para que isso serve
Android   o que é  para que isso serveAndroid   o que é  para que isso serve
Android o que é para que isso serve
 
Framework de GameAnalytics para Jogos Moveis 2D Tipo Plataforma
Framework de GameAnalytics para Jogos Moveis 2D Tipo PlataformaFramework de GameAnalytics para Jogos Moveis 2D Tipo Plataforma
Framework de GameAnalytics para Jogos Moveis 2D Tipo Plataforma
 
Post mortem da Global Game Jam em Curitiba - sede PUCPR
Post mortem da Global Game Jam em Curitiba - sede PUCPRPost mortem da Global Game Jam em Curitiba - sede PUCPR
Post mortem da Global Game Jam em Curitiba - sede PUCPR
 

Mais de Bruno Campagnolo

Entenda a Global Game Jam e outras maratonas de criação de jogos digitais
Entenda a Global Game Jam e outras maratonas de criação de jogos digitais Entenda a Global Game Jam e outras maratonas de criação de jogos digitais
Entenda a Global Game Jam e outras maratonas de criação de jogos digitais Bruno Campagnolo
 
Game Jams - Organização e Sobrevivência
Game Jams - Organização e SobrevivênciaGame Jams - Organização e Sobrevivência
Game Jams - Organização e SobrevivênciaBruno Campagnolo
 
Desenvolvimento de jogos - Unipar 2015
Desenvolvimento de jogos - Unipar 2015Desenvolvimento de jogos - Unipar 2015
Desenvolvimento de jogos - Unipar 2015Bruno Campagnolo
 
Quer desenvolver um jogo? Participe de uma game jam!
Quer desenvolver um jogo? Participe de uma  game jam!Quer desenvolver um jogo? Participe de uma  game jam!
Quer desenvolver um jogo? Participe de uma game jam!Bruno Campagnolo
 
Desenvolvendo Jogos usando dispositivos alternativos: Kinect, wiimote, tapete...
Desenvolvendo Jogos usando dispositivos alternativos: Kinect, wiimote, tapete...Desenvolvendo Jogos usando dispositivos alternativos: Kinect, wiimote, tapete...
Desenvolvendo Jogos usando dispositivos alternativos: Kinect, wiimote, tapete...Bruno Campagnolo
 
Game jams e ferramentas para criação de jogos que usem o corpo
Game jams e ferramentas para criação de jogos que usem o corpoGame jams e ferramentas para criação de jogos que usem o corpo
Game jams e ferramentas para criação de jogos que usem o corpoBruno Campagnolo
 
GDC 2014 - Emerging Communities: a Snapshot of the Brazilian Indie Game Devel...
GDC 2014 - Emerging Communities: a Snapshot of the Brazilian Indie Game Devel...GDC 2014 - Emerging Communities: a Snapshot of the Brazilian Indie Game Devel...
GDC 2014 - Emerging Communities: a Snapshot of the Brazilian Indie Game Devel...Bruno Campagnolo
 
Adaptando e desenvolvendo jogos para uso com o Microsoft Kinect
Adaptando e desenvolvendo jogos para uso com o Microsoft KinectAdaptando e desenvolvendo jogos para uso com o Microsoft Kinect
Adaptando e desenvolvendo jogos para uso com o Microsoft KinectBruno Campagnolo
 
Inteligência Artificial e suas aplicações - A experiência do TECPAR
Inteligência Artificial e suas aplicações  - A experiência do TECPARInteligência Artificial e suas aplicações  - A experiência do TECPAR
Inteligência Artificial e suas aplicações - A experiência do TECPARBruno Campagnolo
 
Inteligência Artificial e suas aplicações - A experiência do TECPAR
Inteligência Artificial e suas aplicações - A experiência do TECPARInteligência Artificial e suas aplicações - A experiência do TECPAR
Inteligência Artificial e suas aplicações - A experiência do TECPARBruno Campagnolo
 

Mais de Bruno Campagnolo (12)

Entenda a Global Game Jam e outras maratonas de criação de jogos digitais
Entenda a Global Game Jam e outras maratonas de criação de jogos digitais Entenda a Global Game Jam e outras maratonas de criação de jogos digitais
Entenda a Global Game Jam e outras maratonas de criação de jogos digitais
 
Game Jams - Organização e Sobrevivência
Game Jams - Organização e SobrevivênciaGame Jams - Organização e Sobrevivência
Game Jams - Organização e Sobrevivência
 
Desenvolvimento de jogos - Unipar 2015
Desenvolvimento de jogos - Unipar 2015Desenvolvimento de jogos - Unipar 2015
Desenvolvimento de jogos - Unipar 2015
 
Quer desenvolver um jogo? Participe de uma game jam!
Quer desenvolver um jogo? Participe de uma  game jam!Quer desenvolver um jogo? Participe de uma  game jam!
Quer desenvolver um jogo? Participe de uma game jam!
 
Desenvolvendo Jogos usando dispositivos alternativos: Kinect, wiimote, tapete...
Desenvolvendo Jogos usando dispositivos alternativos: Kinect, wiimote, tapete...Desenvolvendo Jogos usando dispositivos alternativos: Kinect, wiimote, tapete...
Desenvolvendo Jogos usando dispositivos alternativos: Kinect, wiimote, tapete...
 
Game jams e ferramentas para criação de jogos que usem o corpo
Game jams e ferramentas para criação de jogos que usem o corpoGame jams e ferramentas para criação de jogos que usem o corpo
Game jams e ferramentas para criação de jogos que usem o corpo
 
GDC 2014 - Emerging Communities: a Snapshot of the Brazilian Indie Game Devel...
GDC 2014 - Emerging Communities: a Snapshot of the Brazilian Indie Game Devel...GDC 2014 - Emerging Communities: a Snapshot of the Brazilian Indie Game Devel...
GDC 2014 - Emerging Communities: a Snapshot of the Brazilian Indie Game Devel...
 
Relato GDC 2012
Relato GDC 2012Relato GDC 2012
Relato GDC 2012
 
Adaptando e desenvolvendo jogos para uso com o Microsoft Kinect
Adaptando e desenvolvendo jogos para uso com o Microsoft KinectAdaptando e desenvolvendo jogos para uso com o Microsoft Kinect
Adaptando e desenvolvendo jogos para uso com o Microsoft Kinect
 
IGDA Curitiba
IGDA CuritibaIGDA Curitiba
IGDA Curitiba
 
Inteligência Artificial e suas aplicações - A experiência do TECPAR
Inteligência Artificial e suas aplicações  - A experiência do TECPARInteligência Artificial e suas aplicações  - A experiência do TECPAR
Inteligência Artificial e suas aplicações - A experiência do TECPAR
 
Inteligência Artificial e suas aplicações - A experiência do TECPAR
Inteligência Artificial e suas aplicações - A experiência do TECPARInteligência Artificial e suas aplicações - A experiência do TECPAR
Inteligência Artificial e suas aplicações - A experiência do TECPAR
 

Último

Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docCarolineWaitman
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAbdLuxemBourg
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoIlda Bicacro
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoVALMIRARIBEIRO1
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasBibliotecaViatodos
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdfLindinhaSilva1
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfCarolineNunes80
 

Último (20)

Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdfAparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
Aparatologia na estética - Cavitação, radiofrequência e lipolaser.pdf
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhosoO Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
O Reizinho Autista.pdf - livro maravilhoso
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
4 ano atividade fonema e letra 08.03-1.pdf
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdfo-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
o-homem-que-calculava-malba-tahan-1_123516.pdf
 

Unite 2014 - Usando a Unity em Game Jams

  • 1. Usando a Unity em Game Jams Bruno Campagnolo de Paula Global Game Jam http://globalgamejam.org http://ggjcwb.com
  • 2. Sumário • O que são Game Jams? • O que não são Game Jams? • Quais são os benefícios de participar de uma jam? • Estudo de caso: Global Game Jam • Unity em Game Jams – resultado de pesquisa com jammers: • Ferramentas / recursos e dicas para uso da Unity em Game Jams; • O que você NÃO deve usar do Unity; • Conselhos gerais para se dar bem em uma jam.
  • 3. Público alvo • Iniciantes em Unity, que querem usar uma jam para fortalecer seus conhecimentos em Unity; • Intermediários, com pouca experiência em jams; •Quem já participou em jams e não se deu bem… •Quem gostaria de entender melhor Game Jams.
  • 4. Quem sou eu? •Bruno Campagnolo de Paula •bruno@globalgamejam.org •brunodepaula@gmail.com •http://ggjcwb.com •http://www.brunocampagnolo.com/ •@bcp / @ggjpucpr
  • 7. Global Game Jam Curitiba 2010 • 40 participantes; • 8 jogos;
  • 8. Global Game Jam Curitiba 2014 • + 350 participantes; • + de 60 jogos; • Maior sede do Brasil e segunda maior sede do mundo; • Coordenador Regional Brasil.
  • 9. O QUE SÃO GAME JAMS? Como assim 48 horas para criar um jogo?!
  • 10. Game jams? Encontro de desenvolvedores de jogos com o objetivo de desenvolver jogos
  • 11. Características de uma game jam Curta duração: 24, 48, 72 horas
  • 12. Características de uma game jam • Geralmente envolvem um TEMA e RESTRIÇÕES • Restrições são essencias!
  • 13. The enemy of art is the absence of limitations Orson Welles
  • 14. Quando e Onde? Existem DEZENAS de game jams tanto presenciais quanto à distância
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19. NÃO O QUE SÃO GAME JAMS?
  • 23. BENEFÍCIOS DE PARTICIPAR DE UMA JAM Serve pra que mesmo?
  • 24. Olhe para o seu lado?!
  • 25. Benefícios para indivíduos Testar limites conhecer e superá-los, gerar portfolio, conhecer pessoas, conhecer ideias novas, priorizar, focar, calcular horas / minutos é mais fácil do que dias / meses, APRENDIZADO geral, terminar um jogo (aprender a limitar), receber feedback Conhecer novas ferramentas, saber trabalhar sobre pressão, portfolio, nunca havia feito um game, percebeu o que gosta de fazer (ou não), aumenta chance de contratação, amizades, conhecer bons profissionais e buscar inspiração para melhorar cada vez mais, experiência global.
  • 26. Benefícios para equipes Melhorar a sintonia e respeito mútuo, experiência de um projeto completo, Contatos, teste de protótipos diferentes do que se está acostumado (Amnesia Fortnight / Infinity Blade Dungeons), experimentar ideias novas ou esquisitas, troca de experiências, vitórias em concursos, aprender a trabalhar com pessoas de diferentes visões, experiência global
  • 27. Benefícios para instituições promotoras e empresas Visibilidade, apoio ao seu público alvo, teste de novos produtos, divulgação de tecnologias, Experiência global, feira de empregos, observação das pessoas trabalhando em grupos.
  • 28. ESTUDO DE CASO Global Game Jam
  • 29. Global Game Jam é todo ano! Evento ANUAL, na última semana de JANEIRO... A MELHOR época e a PIOR época para organizar um evento...
  • 30. Na Global Game Jam a gente se ajuda! Colaborativo e pouco competitivo
  • 31. Global Game Jam é flexível! Voltado ao desenvolvimento de jogos de qualquer tipo
  • 32. Global Game Jam tem restrições! Dado um tema, 48 horas para desenvolver um novo jogo
  • 33. Global Game Jam é mundial! Acontece simultaneamente no mundo todo
  • 35. Mote da Global Game Jam Ao invés de FALAR sobre jogos, vamos FAZER jogos
  • 36. Objetivo da Global Game Jam Gerar portfolio para todos os envolvidos
  • 37. Tamanho do evento Maior jam do mundo Brasil é o segundo maior em sedes (58 locais / 1500 pessoas / 300 jogos em 2014) 2009 2010 2011 2012 2013 2014 Participantes 1.600 4.000 6.500 10.000 ~15.000 23.000 Locais 53 138 169 242 319 488 Países 23 39 44 47 63 72 Jogos 370 900 1.500 2.200 3.200 4.200
  • 38. Curitiba: segunda maior sede do mundo em 2014!
  • 39. Unity na Global Game Jam • Patrocinador de diversas sedes da jam ao redor do mundo; • Uma grande proporção dos jogos da ggj foi desenvolvido em Unity (~50%!); • Patrocinador da GGJ 2015; # Projetos # Projetos em Unity Mundo 4.289 2.290 Brasil 356 162 Curitiba 76 30
  • 40. UNITY EM GAME JAMS Boas e más práticas
  • 41. Make it Work Make it Right Make it Fast Kent Beck, guru da XP
  • 42. Make it Work Make it Right Make it Fast The Game Jam Way
  • 43. Boas práticas 1. Tenha mais de uma pessoa trabalhando em Unity; 2. Conheça os scripts e assets que já vem com o Unity; 3. Criar animações simples usando o Animation View; 4. 2D >>>>>>>> 3D; 5. Bibliotecas: PlayMaker, 2D Toolkit, NGUI; 6. Entender corotinas e Invoke; 7. Usar as ferramentas da Unity Patterns e Prime31; 8. Entender como aplicar Debug.DrawLine e Debug.DrawRay; 9. Physics.Raycast para checar distâncias e colisões;
  • 44. 1. Tenha mais de uma pessoa que conheça o Unity artistas programadores Game designers
  • 45. 2. Conheça os scripts e assets que já vem com o Unity • Third Person Controller, First Person Controller, Particles, Scripts, Pathfinder, etc; • Os controllers dá para configurar completamente, travando eixos, rotação para jogos 2D.
  • 46. 3. Usar o Animation View • Similar ao Flash; • Útil para animações simples, cutscenes, etc.
  • 47. 4. 2D>>>>>>>>3D • Jogos em 3D são muito mais complexos de criar em 48 horas!
  • 48. 5. Bibliotecas: PlayMaker, 2D Toolkit, NGUI • Máquina de estados, GUI, etc; • Observe que as novas versões da Unity já substituem algumas das funções desejadas.
  • 49. 6. Entender Invoke e Corrotinas • Bom para criar sequencias de ações, eventos, comandos, etc. using UnityEngine; using System.Collections; public class InvokeScript : MonoBehaviour { public GameObject target; void Start() { Invoke ("SpawnObject", 2); } void SpawnObject() { Instantiate(target, new Vector3(0, 2, 0), Quaternion.identity); } }
  • 50. 7. Conhecer recursos do UnityPatterns e Prime31 • http://unitypatterns.com (object pool) • https://github.com/prime31 (TouchKit)
  • 51. 8. Debug.DrawLine e Debug.DrawRay • Essencial para depuração; using UnityEngine; using System.Collections; public class ExampleClass : MonoBehaviour { void OnCollisionEnter(Collision collision) { foreach (ContactPoint contact in collision.contacts) { Debug.DrawLine(contact.point, contact.point+contact.normal, Color.green, 2, false); } } }
  • 52. 9. Physics.RayCast • Checagem de distâncias e colisões; using UnityEngine; using System.Collections; public class ExampleClass : MonoBehaviour { void Update() { Vector3 fwd = transform.TransformDirection(Vector3.forward); if (Physics.Raycast(transform.position, fwd, 10)) print("There is something in front of the object!"); } }
  • 53. Mais boas práticas citadas pelos jammers 10. Conhecer bem as classes Transform, Vector3, Quaternion, Color e Mathf; 11. Acabamento gráfico: Deferred rendering, lightmaps, camera effects; 12. Modo debug do Inspector; 13. Saiba usar múltiplas câmeras, útil, por exemplo para criação rápida de menu popup; 14. Vertex/Index buffers (classe Mesh), para criação de vértices dinâmicos; 15. Shaders e Lights são rápidas de colocar e deixam o jogo com uma cara legal; 16. Sistemas de partículas; 17. Render layers, Tags, Colliders. 18. Deixar seu ambiente configurado ANTES da jam: Cores, Atalhos, etc;
  • 54. Más práticas: Evitar em uma game jam 1. Depender do editor de terrenos e dos assets associados a ele, deixa o jogo com "cara de jogo em Unity"; 2. Dropbox para controle de versão; 3. Criar plugins nativos em C++ (dlls); 4. Depender da física padrão do Unity; 5. Usar algo diferente da física padrão do Unity; 6. Evitar texturas dinâmicas muito grandes, método Apply é muito lento; 7. LOD, recursos de otimização, etc. 8. Trabalhar com rede independente da ferramenta; 9. Usar a GUI padrão do Unity, se usar, pelo menos mude as fontes! 10.Mais importante que TUDO:
  • 55. Premature optimization is the root of all evil Donald Knuth
  • 57. Conselhos 1. Conheça jogos desenvolvidos em Jams, para saber o que é possível fazer; 2. Conheça bem suas ferramentas; 3. Ninguém vai ligar para matemática avançada de sua engine; 4. Saiba se comunicar e mostrar seu jogo; 5. Prototipe o mais rápido possível, chegue rapidamente ao core gameplay, 20% do tempo deve estar pronto; 6. Água + Sono + Conforto são essenciais; 7. Jam é sobre jogo completo e não sobre ideia! 8. Não vai dar tempo de fazer tudo, saiba CORTAR. 9. Divirta-se e faça amigos!
  • 58. 1. Conheça jogos • Saiba o que é possível fazer durante uma jam!
  • 59. Surgeon Simulator Global Game Jam 2013 Londres (Bossa Studios) Sucesso na Internet e Steam.
  • 60. Lovers in Dangerous Spacetime Global Game Jam 2012 Toronto; Concorrente IGF 2013.
  • 61. McPixel Ludum Dare 21 Primeiro jogo aprovado Steam Greenlight.
  • 62. Mirror Moon Global Game Jam 2012 Genova; Experimental Gameplay Workshop, Ouya.
  • 63. Mushroom 11 Global Game Jam 2012 New York; Fundeado pelo Indie Fund.
  • 64. Tied Global Game Jam Curitiba 2013; Primeiro jogo da ggj13 publicado na Apple Store;
  • 65. Planetary Plan C Global Game Jam Curitiba 2011 (06); Miniboss; Showcase na Casual Connect 2011.
  • 66. 2. Conheça bem suas ferramentas • Não aprenda nada durante a jam; • Não faça engines, use a Unity; • Aprenda ANTES da jam.
  • 67. 9. Divirta-se e faça amigos!
  • 68. Obrigado! • bruno@globalgamejam.org • brunodepaula@gmail.com • http://ggjcwb.com • http://www.brunocampagnolo.com/ • @bcp / @ggjpucpr

Notas do Editor

  1. Trabalho com jogos desde 2003.
  2. Estimular a criatividade
  3. Imagem original: http://timenewsfeed.files.wordpress.com/2012/04/faces.jpg?w=480&h=320&crop=1
  4. 100 reais?
  5. Boas práticas: Ferramentas / recursos e dicas para uso da Unity em Game Jams; O que é rápido de APRENDER, APLICAR e ÚTIL para criar o seu jogo; Deixe seu jogo BOM, sem muito esforço Perguntei a alguns de nossos jammers quais eram suas sugestões e compilei as melhores
  6. É interessante que mais de integrante da equipe conheça o Unity. NÃO deixar TUDO nas costas dos programadores (ANIMAÇÃO). Ensinar ao artista como trabalhar com animações simples (usando ANIMATION VIEW), lembra o Flash. Ensinar ao GD a editar as fases, alterar parâmetros, sem depender
  7. É mais difícil criar modelos, criar cenários, etc.
  8. É mais difícil criar modelos, criar cenários, etc.
  9. Boas práticas: Ferramentas / recursos e dicas para uso da Unity em Game Jams; O que é rápido de APRENDER, APLICAR e ÚTIL para criar o seu jogo;
  10. Boas práticas: Ferramentas / recursos e dicas para uso da Unity em Game Jams; O que é rápido de APRENDER, APLICAR e ÚTIL para criar o seu jogo;