Portifólio 1º semestre Vanessa Y-Juca Matutino

604 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
604
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Portifólio 1º semestre Vanessa Y-Juca Matutino

  1. 1. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
  2. 2. MISSÃO Assegurar uma educação dequalidade, garantindo o acesso, aapropriação do conhecimento e aformação da cidadania. VISÃO DE FUTURO Ser referência nacional einternacional em educação, naqualidade do ensino e napromoção do conhecimento.
  3. 3. “A EDUCAÇÃO É A ARMA MAIS PODEROSA QUEVOCÊ PODE USAR PARA MUDAR O MUNDO” NELSON MANDELA
  4. 4. ATIVIDADESSIGNIFICATIVAS NA SALA DE TECNOLOGIA
  5. 5. DESENVOLVIMENTO DAS ATIVIDADES TODAS AS ATIVIDADES DESENVOLVIDASNA SI SÃO PLANEJADAS ANTECIPADAMENTEPELOS PROFESSORES REGENTES COMAUXÍLIO DA PCTE. GERALMENTE OS ALUNOSENTRAM NA SALA DE TECNOLOGIA JÁ COMUMA ORIENTAÇÃO PRÉVIA DE CADAPROPOSTA, POIS JÁ DESENVOLVERAM OTEMA EM SALA DE AULA. NA SI TRABALHAMEM DUPLAS, DEVIDO ESPAÇO FÍSICO. ANTESDE INICIAREM AS TAREFAS, SEMPRERECEBEM DICAS E ORIENTAÇÕES PARAFAVORECER A OTIMIZAÇÃO DO TEMPO DEAULA E A FINALIZAÇÃO DA PROPOSTA. OOBJETIVO DE TODOS OS TRABALHOS ÉAMPLIAR OS CONHECIMENTOSPEDAGÓGICOS E TECNOLÓGICOS DASCRIANÇAS.
  6. 6. 1º ANO A E 1º ANO B PROFESSORASNÁDIA E MARIA JOSÉ
  7. 7. ESCOLA AVIADOR Y-JUCA PIRAMA DE ALMEIDA LÍNGUA 1º ANO A PCTE: VANESSA BASSOPORTUGUESA ALUNO: HEITORRR ALUNO: ESCOLA MUNICIPAL MAJOR AVIADOR Y-JUCA PIRAMA DE ALMEIDA PROFESSOR(A) REGENTE: MARIA JOSÉ PCTE: VANESSA 1º ANO B MATEMÁTICA DATA: 16/04/2012 ESCOLA AVIADOR Y-JUCA PIRAMA DE ALMEIDA LEITURA E 1º ANO B PCTE: VANESSA BASSO ESCRITA ALUNO: JOAOPEDRO CLAUDIO ALUNO:
  8. 8. 2º ANO A PROFESSORAJULIANA E FÁTIMA (ED. FÍSICA) PCTE: VANESSA BASSO ALIMENTAÇÃO mariana may toyo SAUDÁVEL
  9. 9. 4º ANO A PROFESSORA ANA KARINE Escola Municipal Y JUCA PIRAMA DE AMEIDA Professora MARILENE TENDOLO RIBEIRO DA SILVA PCTE: VANESSA BASSO Campo Grande, 22 de de 2012 marco ISABELLI IZABELA Isabelli e Izabe 9 e 9GEOGRAFIA MATEMÁTICA
  10. 10. 5º ANO A PROFESSORA ANA CRISTINA LÍNGUA E.M. MAJOR AV. Y-JUCA PIRAMA DE ALMEIDA PROF: ANA CRISTINA PCTE:VANESSA PORTUGUESA ALUNO (A): Gabriel 5º ANO A ALUNO (A): welbert 14/03/2012 DATA:E.M. MAJOR AV. Y-JUCA PIRAMA DE ALMEIDA PROF: ANA CRISTINA PCTE:VANESSA 5º ANO ADATA: 07/05/12 REFORÇO
  11. 11. ARTE PROFESSORA LUCIANAE.M. MAJOR AV. Y-JUCA PIRAMA DE ALMEIDA DISCIPLINA: ARTES E .M. MAJ OR AV. Y -J UC A P IR A MAPROF. REGENTE : LUCIANA LOPES P R OF R E G E NT E : L UC IANA PCTE: VANESSA BASSO P C T E ; VANE S S A AL UNO(A) AL UNO(A)
  12. 12. EDUCAÇÃO FÍSICA PROFESSORA FÁTIMA E.M. MAJOR AV. Y-JUCA PIRAMA DE ALMEIDA PROF: FÁTIMA PCTE:VANESSA EDUCAÇÃO FÍSICA DATA: 19 E.M.MAJOR AVIADOR Y-JUCA PIRAMA DE Y- ALMEIDA PCTE: VANESSA BASSO EDUCAÇÃO FÍSICA EDUCAÇ FÍ PROFESSOR(a): FÁTIMA FÁ Campo Grande, 01/03/2012 Aluno(a): Vinicius Aluno(a): Gabrielly Turma: 5°A USE SEMPRE A TECLA F5
  13. 13. 6º ANO A7º ANO A
  14. 14. PORTUGUÊS PROFESSORA SAMANTHAE.M. MAJOR AVIADOR Y-JUCA PIRAMA DE ALMEIDAPROFESSORA SAMANTHA LÍNGUA PORTUGUESAPROFESSORA INSTRUTORA: VANESSAALUNO N° SÉRIE º A DATA E.M. MAJOR AVIADOR Y-JUCA PIRAMAA quantas anda a fama dos seres fantásticos e misteriosos que povoam a imaginação PROFESSORA SAMANTHA LÍNGUA PORTUGUESApopular? Será que continuam assustando, pregando peças, encantando as pessoas Brasilafora? No conto que você vai ler, os próprios seres misteriosos fazem um balanço da fama. PROFESSORA INSTRUTORA: VANESSA ALUNO:Álvaro Pichinelli N° SÉRIE 7º A DATA UM ENCONTRO FANTÁSTICO Todos os anos eles se reuniam na floresta, à beira de um rio, para ver a quantas andava asua fama. Eram criaturas fantásticas e cada uma vinha de um canto do Brasil. O Saci- Leia a tiranha com atenção e depois faça um texto narrativo em prosa recontando aPererê chegou primeiro. Moleque pretinho, de uma perna só, barrete vermelho na cabeça,veio manquitolando, sentou-se numa pedra e acendeu seu cachimbo. Logo apontou no céu historinha. Lembre-se que você não terá o recurso visual, e sim o verbal para produzir seua Serpente Emplumada e aterrissou aos seus pés. Do meio das folhagens, saltou o texto. Dê sua opinião sobre o que está acontecendo na tira e ao final de um título para suaLobisomem, a cara toda peluda, os dentes afiados, enormes. Não tardou, o tropel de umcavalo anunciou o Negrinho do Pastoreio montado em pelo no seu baio. narrativa. --- Só falta o Boto --- disse o Saci, impaciente. --- Se tivesse alguma moça aqui, ele já teria chegado para seduzi-la --- comentou a Mãos à obra.Serpente Emplumada. --- Também acho --- concordou o Lobisomem. --- Só que eu já a teria apavorado. Ouviram nesse instante um rumor à margem do rio. Era o Boto saindo das águas na formade um belo rapaz. --- Agora estamos todos --- disse o Negrinho do Pastoreio. --- E então? --- perguntouo0Boto, saudando o grupo --- Como estão as coisas? --- Difíceis --- respondeu o Saci e soltou uma baforada. --- Não assustei muita gente nessa temporada. --- Eu também não --- emendou a Serpente Emplumada. --- Parece que as pessoas lá noNordeste não têm mais tanto medo de mim. --- Lá no Norte se dá o mesmo --- disse o Boto. --- Em alguns locais, ainda atraio asmulheres, mas em outros elas nem ligam. --- Comigo acontece igual --- disse o Negrinho do Pastoreio. --- Vivo a achar coisas que aspessoas perdem no Sul. Mas não atendi a muitos pedidos esse ano. --- Seu caso é diferente --- disse o Lobisomem. --- Você não é assustador como eu, o Sacie a Serpente Emplumada. Você é um herói. --- Mas a dificuldade é a mesma – discordou o Negrinho do Pastoreio. --- Acho que é a concorrência --- disse o Boto. --- Andam aparecendo muitos heróis evilões novos. --- Pois é --- resmungou a Serpente Emplumada. --- Até bruxas andam importando. Temmonstros demais por aí... --- São todos produzidos por homens e negócios --- disse o Saci. --- É a moda, vai passar... --- Espero --- disse o Lobisomem. --- Bons aqueles tempos em que eu reinava no paísinteiro, não só no cerrado. Eu estava passeando e encontrei um pássaro lindo em uma árvore, ele cantava e cantava --- A diferença é que somos autênticos --- disse o Negrinho do Pastoreio. --- Nós nascemosdo povo. com um som muito bonito. Peguei o gravador que eu tinha e esperei ele cantar novamente para conseguir gravar aquele lindo som... Quando ele terminou de cantar eu já tinha gravado tudo, então eu fui sentar em uma cadeira, fiz de conta que o meu gravador era o pássaro, coloquei ele na minha gaiola e deixei o aparelho cantar.
  15. 15. MATEMÁTICA PROFESSORA MARIA JOSÉE.M. MAJOR AV. Y-JUCA PIRAMA DE ALMEIDA PROF: MARIA JOSÉ PCTE:VANESSA MATEMÁTICA 23/04/2012DATA:
  16. 16. CONSIDERAÇÕES DO 1º SEMESTRE NESTE PRIMEIRO SEMESTRE OBTIVEMOS SUCESSOS EM DIVERSASATIVIDADES PROPOSTAS NA SALA DE TECNOLOGIA. OS ALUNOSPROCURAM DESENVOLVER SUAS TAREFAS COM BASTANTE INTERESSE ESEMPRE BUSCANDO A PESQUISA. MAS ALGUNS FATORES NEGATIVOSTAMBÉM FORAM VIVENCIADOS, ALGUMAS DISCIPLINAS PASSARAM PORDIVERSAS TROCAS DE PROFESSORES, O QUE ACARRETOU NA FALTA DEPARTICIPAÇÃO NA SALA DE TECNOLOGIA. E OUTROS COMO DEFEITOS EMMÁQUINAS, REDE INTERNET COM VÍRUS E MUITO LENTA E QUEDA DEENERGIA, PREJUDICANDO O ANDAMENTO DA SI. ESPERO QUE NO SEGUNDO SEMESTRE AS EXPECTATIVAS SEJAMSEMPRE AS MELHORES POR PARTE DE TODOS QUE ESTÃO ENVOLVIDOSNO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DA ESCOLA, SEMPRE UNINDOA TECNOLOGIA NAS ATIVIDADES, BUSCANDO FORMAR CIDADÃOS APTOS ALIDAREM COM AS MUDANÇAS DO MUNDO INFORMATIZADO. EU ESTOU ADISPOSIÇÃO DE TODOS E QUERO CONTINUAR DESENVOLVENDOPROJETOS, PROPOSTAS, TAREFAS QUE FAÇAM A SALA DE TECNOLOGIAUM AMBIENTE DE AUXÍLIO NA CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO!
  17. 17. BOASFÉRIAS!!!

×