SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 9
Vinculação 
O que é a relação de Vinculação? 
A importância da relação de 
Vinculação nos primeiros anos de vida das 
crianças António Basílio 
T 1 1001809
Vinculação 
Necessidade do bebe criar laços de 
proximidade e afeto com a mãe ou com quem 
a substitui 
Satisfação de cuidados de sobrevivência : 
Alimentação – Fome ; Sede 
Proteção – Abrigo ; Conforto ; Segurança 
Afeto
Vinculação 
Quanto mais precoce se estabelecer a 
relação Mãe – Filho e mais fortes forem os laços, 
melhor será o desenvolvimento físico e psicológico 
do Bebe ; 
Melhor será o seu desenvolvimento cognitivo – 
capacidade de aprendizagem
Vinculação 
1º Ano de vida 
Vinculação/ Separação- Individuação 
Aumenta a sua confiança e inicia-se na 
exploração do meio que o rodeia, com maior 
autonomia 
Quanto maior a confiança no Outro que o 
cuida, maior a sua capacidade de exploração 
do meio, e maior o sentimento de auto-confiança 
e auto-estima
Vinculação 
Modelo de Dupla Hélice – Hélice da vinculação 
e Hélice da Separação/ Individuação 
-Ao longo do ciclo de vida as duas hélices ora 
se aproximam, ora se afastam do Eixo Central , 
sofrendo alterações consoante as diferentes 
idades, numa dinâmica constante 
-A vinculação estimula a individuação e esta 
por sua vez, estimula de novo a vinculação
Separação / Individuação 
Dos 9-16 meses > A criança adquire a 
consciência de si próprio como um ser separado 
Dos 16- 24 meses > Incremento do 
movimento em direção à separação/ 
Individuação. 
Existe também a ambivalência , que vai 
diminuindo na medida em que a criança se 
torna mais autónoma
Separação/ Individuação 
Aos 3 anos > A criança progride para novos 
estádios, com ênfase no desenvolvimento cognitivo, 
e competências interpessoais. Relaciona-se com o 
meio social, e adquire capacidades para cooperar, 
desempenhar papéis e relacionar-se afetivamente 
com outras pessoas
Contributos para um Desenvolvimento Harmonioso 
Contribuem para um desenvolvimento 
harmonioso a par com a Vinculação/ Separação- 
Individuação: 
A promoção do Afeto, da Identidade, e da 
Resiliência 
Afeto- o modo como ama e é amado 
Identidade- é o “ EU” do bebe 
Resiliência- a capacidade de reagir de forma 
positiva às contrariedades
Desenvolvimento dos 0-6 anos 
Desenvolvimento da personalidade, da 
inteligência, e do comportamento social 
O carinho, a atenção, a presença, são 
essenciais para transmitir à criança segurança 
e bem- estar 
As Crianças são o melhor do Mundo e são o 
Mundo de amanhã > São o FUTURO!!!!!!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ficha Formativa de Psicologia B
Ficha Formativa de Psicologia BFicha Formativa de Psicologia B
Ficha Formativa de Psicologia B
Silvia Revez
 
Mary ainsworth e a qualidade da vinculação
Mary ainsworth e a qualidade da vinculaçãoMary ainsworth e a qualidade da vinculação
Mary ainsworth e a qualidade da vinculação
Luis De Sousa Rodrigues
 
Relações interpessoais
Relações interpessoaisRelações interpessoais
Relações interpessoais
Silvia Revez
 
Relações Interpessoais 1
Relações Interpessoais 1Relações Interpessoais 1
Relações Interpessoais 1
Jorge Barbosa
 
Transtornos ansiosos na infância e adolescência
Transtornos ansiosos na infância e adolescênciaTranstornos ansiosos na infância e adolescência
Transtornos ansiosos na infância e adolescência
Cláudio Costa
 
Relações Interpessoais
Relações InterpessoaisRelações Interpessoais
Relações Interpessoais
Jorge Barbosa
 

Mais procurados (20)

Perturbações da vinculação
Perturbações da vinculaçãoPerturbações da vinculação
Perturbações da vinculação
 
Ficha Formativa de Psicologia B
Ficha Formativa de Psicologia BFicha Formativa de Psicologia B
Ficha Formativa de Psicologia B
 
Relações precoces psicologia 12º
Relações precoces psicologia 12º Relações precoces psicologia 12º
Relações precoces psicologia 12º
 
Família
FamíliaFamília
Família
 
Mary ainsworth e a qualidade da vinculação
Mary ainsworth e a qualidade da vinculaçãoMary ainsworth e a qualidade da vinculação
Mary ainsworth e a qualidade da vinculação
 
Estádios de desenvolvimento de erikson
Estádios de desenvolvimento de eriksonEstádios de desenvolvimento de erikson
Estádios de desenvolvimento de erikson
 
Relações interpessoais
Relações interpessoaisRelações interpessoais
Relações interpessoais
 
John Bowlby e a Teoria do Apego
John Bowlby e a Teoria do ApegoJohn Bowlby e a Teoria do Apego
John Bowlby e a Teoria do Apego
 
Relações Interpessoais 1
Relações Interpessoais 1Relações Interpessoais 1
Relações Interpessoais 1
 
A importância da relação de vinculação, nos primeiros anos de vida
A importância da relação de vinculação, nos primeiros anos de vidaA importância da relação de vinculação, nos primeiros anos de vida
A importância da relação de vinculação, nos primeiros anos de vida
 
Transtornos ansiosos na infância e adolescência
Transtornos ansiosos na infância e adolescênciaTranstornos ansiosos na infância e adolescência
Transtornos ansiosos na infância e adolescência
 
Tipos de vinculação
Tipos de vinculaçãoTipos de vinculação
Tipos de vinculação
 
AS EMOÇÕES
AS EMOÇÕESAS EMOÇÕES
AS EMOÇÕES
 
Família
FamíliaFamília
Família
 
Afetividade
AfetividadeAfetividade
Afetividade
 
Desenvolvimento Spitz
Desenvolvimento SpitzDesenvolvimento Spitz
Desenvolvimento Spitz
 
Desenvolvimento adolescência
Desenvolvimento adolescênciaDesenvolvimento adolescência
Desenvolvimento adolescência
 
Teoria do apego john bowlby
Teoria do apego    john bowlbyTeoria do apego    john bowlby
Teoria do apego john bowlby
 
Relações Interpessoais
Relações InterpessoaisRelações Interpessoais
Relações Interpessoais
 
3 Spit e hospitalismo
3   Spit e hospitalismo3   Spit e hospitalismo
3 Spit e hospitalismo
 

Destaque

Desenvolvimento Psicossocial - Erik Eriksson
Desenvolvimento Psicossocial - Erik ErikssonDesenvolvimento Psicossocial - Erik Eriksson
Desenvolvimento Psicossocial - Erik Eriksson
gaspar2112
 
Giordano Bruno Escola de Pais - "Como evitar Acidentes - Noções de Prevenção ...
Giordano Bruno Escola de Pais - "Como evitar Acidentes - Noções de Prevenção ...Giordano Bruno Escola de Pais - "Como evitar Acidentes - Noções de Prevenção ...
Giordano Bruno Escola de Pais - "Como evitar Acidentes - Noções de Prevenção ...
escolagb
 
Bebês que exigem cuidados especiais
Bebês que exigem cuidados especiaisBebês que exigem cuidados especiais
Bebês que exigem cuidados especiais
Rebeca - Doula
 
Aspectos do desenvolvimento na infância e a formação do vínculo
Aspectos do desenvolvimento na infância e a formação do vínculoAspectos do desenvolvimento na infância e a formação do vínculo
Aspectos do desenvolvimento na infância e a formação do vínculo
Silvia Marina Anaruma
 
A higiene do bebé
A higiene do bebéA higiene do bebé
A higiene do bebé
becresforte
 
Agressividade infantil - birras
Agressividade infantil - birrasAgressividade infantil - birras
Agressividade infantil - birras
Iolanda Pereira
 

Destaque (20)

Mamae camelo
Mamae cameloMamae camelo
Mamae camelo
 
Spaço Mãe e Bebê
Spaço Mãe e BebêSpaço Mãe e Bebê
Spaço Mãe e Bebê
 
Desenvolvimento Psicossocial - Erik Eriksson
Desenvolvimento Psicossocial - Erik ErikssonDesenvolvimento Psicossocial - Erik Eriksson
Desenvolvimento Psicossocial - Erik Eriksson
 
Prevenção de acidentes na infância 1
Prevenção de acidentes na infância 1Prevenção de acidentes na infância 1
Prevenção de acidentes na infância 1
 
brincadeiras infantis
brincadeiras infantisbrincadeiras infantis
brincadeiras infantis
 
CordVida - Apresentação curso cuidados com o Bebê
CordVida - Apresentação curso cuidados com o BebêCordVida - Apresentação curso cuidados com o Bebê
CordVida - Apresentação curso cuidados com o Bebê
 
História de vida
História de vidaHistória de vida
História de vida
 
Cuidados com o bebê
Cuidados com o bebêCuidados com o bebê
Cuidados com o bebê
 
Giordano Bruno Escola de Pais - "Como evitar Acidentes - Noções de Prevenção ...
Giordano Bruno Escola de Pais - "Como evitar Acidentes - Noções de Prevenção ...Giordano Bruno Escola de Pais - "Como evitar Acidentes - Noções de Prevenção ...
Giordano Bruno Escola de Pais - "Como evitar Acidentes - Noções de Prevenção ...
 
Bebês que exigem cuidados especiais
Bebês que exigem cuidados especiaisBebês que exigem cuidados especiais
Bebês que exigem cuidados especiais
 
Aspectos do desenvolvimento na infância e a formação do vínculo
Aspectos do desenvolvimento na infância e a formação do vínculoAspectos do desenvolvimento na infância e a formação do vínculo
Aspectos do desenvolvimento na infância e a formação do vínculo
 
A higiene do bebé
A higiene do bebéA higiene do bebé
A higiene do bebé
 
Manual do Bebê: Cuidados, orientações e dicas
Manual do Bebê: Cuidados, orientações e dicasManual do Bebê: Cuidados, orientações e dicas
Manual do Bebê: Cuidados, orientações e dicas
 
2 ainsword-bion
2   ainsword-bion2   ainsword-bion
2 ainsword-bion
 
AMAMENTAÇÃO
AMAMENTAÇÃOAMAMENTAÇÃO
AMAMENTAÇÃO
 
Agenda do Bebe para imprimir
Agenda do Bebe para imprimir Agenda do Bebe para imprimir
Agenda do Bebe para imprimir
 
Slides Minha Vida
Slides Minha VidaSlides Minha Vida
Slides Minha Vida
 
Agressividade infantil - birras
Agressividade infantil - birrasAgressividade infantil - birras
Agressividade infantil - birras
 
Agressividade
AgressividadeAgressividade
Agressividade
 
A importância do jogo no desenvolvimento da criança
A importância do jogo no desenvolvimento da criançaA importância do jogo no desenvolvimento da criança
A importância do jogo no desenvolvimento da criança
 

Semelhante a Vinculação

2.1 desenvolvimento sócio-afectivo-interacção mãefilho
2.1  desenvolvimento sócio-afectivo-interacção mãefilho2.1  desenvolvimento sócio-afectivo-interacção mãefilho
2.1 desenvolvimento sócio-afectivo-interacção mãefilho
Paula de Almeida
 
Estádios de Desenvolvimento de Erickson
Estádios de Desenvolvimento de EricksonEstádios de Desenvolvimento de Erickson
Estádios de Desenvolvimento de Erickson
Fábio CAmpos
 
DESENVOLVIMENTO HUMANO: PRIMEIROS DOIS ANOS
DESENVOLVIMENTO HUMANO: PRIMEIROS DOIS ANOSDESENVOLVIMENTO HUMANO: PRIMEIROS DOIS ANOS
DESENVOLVIMENTO HUMANO: PRIMEIROS DOIS ANOS
Angella Barros
 
9 doc.16 a - a relação mãe-bebé
9   doc.16 a - a relação mãe-bebé9   doc.16 a - a relação mãe-bebé
9 doc.16 a - a relação mãe-bebé
Micas Cullen
 
HENRI WALLON
HENRI WALLONHENRI WALLON
HENRI WALLON
LIMA, Alan Lucas de
 
A importância da educação infantil na formação do cidadão crítico-reflexivo
A importância da educação infantil na formação do cidadão crítico-reflexivoA importância da educação infantil na formação do cidadão crítico-reflexivo
A importância da educação infantil na formação do cidadão crítico-reflexivo
Ilza Ibelli
 
A Teoria de Erikson
A Teoria de EriksonA Teoria de Erikson
A Teoria de Erikson
junioragogo
 
Aula jogo educacao_pelo_movimento_e_desenvolvimento_da_crianca_2
Aula jogo educacao_pelo_movimento_e_desenvolvimento_da_crianca_2Aula jogo educacao_pelo_movimento_e_desenvolvimento_da_crianca_2
Aula jogo educacao_pelo_movimento_e_desenvolvimento_da_crianca_2
williamwmo
 
Erikson e o desenvolvimento psicossocial
Erikson e o desenvolvimento psicossocialErikson e o desenvolvimento psicossocial
Erikson e o desenvolvimento psicossocial
cs31998
 

Semelhante a Vinculação (20)

Micaela rodrigues t1_900908
Micaela rodrigues t1_900908Micaela rodrigues t1_900908
Micaela rodrigues t1_900908
 
2.1 desenvolvimento sócio-afectivo-interacção mãefilho
2.1  desenvolvimento sócio-afectivo-interacção mãefilho2.1  desenvolvimento sócio-afectivo-interacção mãefilho
2.1 desenvolvimento sócio-afectivo-interacção mãefilho
 
11 psicologia
11 psicologia11 psicologia
11 psicologia
 
Desenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantilDesenvolvimento infantil
Desenvolvimento infantil
 
Infográfico interação e vínculo
Infográfico   interação e vínculoInfográfico   interação e vínculo
Infográfico interação e vínculo
 
DESENVOLVIMENTO PSICOSSOCIAL NA 3º INFÂNCIA
DESENVOLVIMENTO PSICOSSOCIAL NA 3º INFÂNCIADESENVOLVIMENTO PSICOSSOCIAL NA 3º INFÂNCIA
DESENVOLVIMENTO PSICOSSOCIAL NA 3º INFÂNCIA
 
Estádios de Desenvolvimento de Erickson
Estádios de Desenvolvimento de EricksonEstádios de Desenvolvimento de Erickson
Estádios de Desenvolvimento de Erickson
 
Sexualidade powerpoint
Sexualidade  powerpointSexualidade  powerpoint
Sexualidade powerpoint
 
Desenvolvimento psicossocial na infância
Desenvolvimento psicossocial na infância Desenvolvimento psicossocial na infância
Desenvolvimento psicossocial na infância
 
DESENVOLVIMENTO HUMANO: PRIMEIROS DOIS ANOS
DESENVOLVIMENTO HUMANO: PRIMEIROS DOIS ANOSDESENVOLVIMENTO HUMANO: PRIMEIROS DOIS ANOS
DESENVOLVIMENTO HUMANO: PRIMEIROS DOIS ANOS
 
Trabalho de ai 11k
Trabalho de ai   11kTrabalho de ai   11k
Trabalho de ai 11k
 
Doc.16 a ..
Doc.16 a  ..Doc.16 a  ..
Doc.16 a ..
 
9 doc.16 a - a relação mãe-bebé
9   doc.16 a - a relação mãe-bebé9   doc.16 a - a relação mãe-bebé
9 doc.16 a - a relação mãe-bebé
 
HENRI WALLON
HENRI WALLONHENRI WALLON
HENRI WALLON
 
Eriksoneodesenvolvimentopsicossocial
EriksoneodesenvolvimentopsicossocialEriksoneodesenvolvimentopsicossocial
Eriksoneodesenvolvimentopsicossocial
 
Etapas do desenvolvimento
Etapas do desenvolvimentoEtapas do desenvolvimento
Etapas do desenvolvimento
 
A importância da educação infantil na formação do cidadão crítico-reflexivo
A importância da educação infantil na formação do cidadão crítico-reflexivoA importância da educação infantil na formação do cidadão crítico-reflexivo
A importância da educação infantil na formação do cidadão crítico-reflexivo
 
A Teoria de Erikson
A Teoria de EriksonA Teoria de Erikson
A Teoria de Erikson
 
Aula jogo educacao_pelo_movimento_e_desenvolvimento_da_crianca_2
Aula jogo educacao_pelo_movimento_e_desenvolvimento_da_crianca_2Aula jogo educacao_pelo_movimento_e_desenvolvimento_da_crianca_2
Aula jogo educacao_pelo_movimento_e_desenvolvimento_da_crianca_2
 
Erikson e o desenvolvimento psicossocial
Erikson e o desenvolvimento psicossocialErikson e o desenvolvimento psicossocial
Erikson e o desenvolvimento psicossocial
 

Mais de basilioantonio (16)

E fólio b - -
E  fólio b - -E  fólio b - -
E fólio b - -
 
Storytelling
StorytellingStorytelling
Storytelling
 
Storytellin
StorytellinStorytellin
Storytellin
 
Storytelling
StorytellingStorytelling
Storytelling
 
Storytelling
StorytellingStorytelling
Storytelling
 
Storytelling
StorytellingStorytelling
Storytelling
 
Storytelling
StorytellingStorytelling
Storytelling
 
Storytelling
StorytellingStorytelling
Storytelling
 
Storytelling
StorytellingStorytelling
Storytelling
 
Storytelling
StorytellingStorytelling
Storytelling
 
Tarefa nº2 e folio b
Tarefa nº2 e folio bTarefa nº2 e folio b
Tarefa nº2 e folio b
 
Tarefa nº2 e folio b
Tarefa nº2 e folio bTarefa nº2 e folio b
Tarefa nº2 e folio b
 
Tarefa nº2 e folio b
Tarefa nº2 e folio bTarefa nº2 e folio b
Tarefa nº2 e folio b
 
Vinculação
VinculaçãoVinculação
Vinculação
 
Vinculação
VinculaçãoVinculação
Vinculação
 
teste
testeteste
teste
 

Último

História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
profbrunogeo95
 

Último (20)

Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptxAspectos históricos da educação dos surdos.pptx
Aspectos históricos da educação dos surdos.pptx
 
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptxSlides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
Slides Lição 07, Central Gospel, As Duas Testemunhas Do Final Dos Tempos.pptx
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantilPower Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
Power Point sobre as etapas do Desenvolvimento infantil
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º anoNós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
Nós Propomos! Sertã 2024 - Geografia C - 12º ano
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdfUFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
UFCD_10659_Ficheiros de recursos educativos_índice .pdf
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdfApostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
Apostila-Letramento-e-alfabetização-2.pdf
 

Vinculação

  • 1. Vinculação O que é a relação de Vinculação? A importância da relação de Vinculação nos primeiros anos de vida das crianças António Basílio T 1 1001809
  • 2. Vinculação Necessidade do bebe criar laços de proximidade e afeto com a mãe ou com quem a substitui Satisfação de cuidados de sobrevivência : Alimentação – Fome ; Sede Proteção – Abrigo ; Conforto ; Segurança Afeto
  • 3. Vinculação Quanto mais precoce se estabelecer a relação Mãe – Filho e mais fortes forem os laços, melhor será o desenvolvimento físico e psicológico do Bebe ; Melhor será o seu desenvolvimento cognitivo – capacidade de aprendizagem
  • 4. Vinculação 1º Ano de vida Vinculação/ Separação- Individuação Aumenta a sua confiança e inicia-se na exploração do meio que o rodeia, com maior autonomia Quanto maior a confiança no Outro que o cuida, maior a sua capacidade de exploração do meio, e maior o sentimento de auto-confiança e auto-estima
  • 5. Vinculação Modelo de Dupla Hélice – Hélice da vinculação e Hélice da Separação/ Individuação -Ao longo do ciclo de vida as duas hélices ora se aproximam, ora se afastam do Eixo Central , sofrendo alterações consoante as diferentes idades, numa dinâmica constante -A vinculação estimula a individuação e esta por sua vez, estimula de novo a vinculação
  • 6. Separação / Individuação Dos 9-16 meses > A criança adquire a consciência de si próprio como um ser separado Dos 16- 24 meses > Incremento do movimento em direção à separação/ Individuação. Existe também a ambivalência , que vai diminuindo na medida em que a criança se torna mais autónoma
  • 7. Separação/ Individuação Aos 3 anos > A criança progride para novos estádios, com ênfase no desenvolvimento cognitivo, e competências interpessoais. Relaciona-se com o meio social, e adquire capacidades para cooperar, desempenhar papéis e relacionar-se afetivamente com outras pessoas
  • 8. Contributos para um Desenvolvimento Harmonioso Contribuem para um desenvolvimento harmonioso a par com a Vinculação/ Separação- Individuação: A promoção do Afeto, da Identidade, e da Resiliência Afeto- o modo como ama e é amado Identidade- é o “ EU” do bebe Resiliência- a capacidade de reagir de forma positiva às contrariedades
  • 9. Desenvolvimento dos 0-6 anos Desenvolvimento da personalidade, da inteligência, e do comportamento social O carinho, a atenção, a presença, são essenciais para transmitir à criança segurança e bem- estar As Crianças são o melhor do Mundo e são o Mundo de amanhã > São o FUTURO!!!!!!!