SlideShare uma empresa Scribd logo
2   Posicione-se: Defenda seus Ossos




           FENAPCO - Federação Nacional de Associações de Pacientes e
           Combate à Osteoporose, fundada em outubro de 2007, é uma
           associação, sem fins lucrativos, filiada a IOF - International Osteopo-
           rosis Foundation, a sociedade matriz, responsável pela luta contra
           a osteoporose no mundo. Com sede na Suíça, a IOF representa
           uma aliança global de médicos, cientistas, pacientes e parceiros
           corporativos, em 92 países e 193 entidades afiliadas.


           A FENAPCO foi criada para dar suporte ao trabalho de entidades
           em todo o Brasil, com o objetivo de mobilizar a sociedade, como um
           todo, para ampliar a difusão de informações sobre a osteoporose,
           do diagnóstico ao tratamento, criando mecanismos para gerar
           mudanças no sistema de saúde da rede pública e privada, através
           de campanhas de prevenção com foco em todas as faixas etárias.


           Este é o segundo ano da Campanha: Posicione-se: Defenda
           seus Ossos e está focada na proteção dos ossos, com a adoção de
           medidas preventivas para combater a osteoporose. Com o objetivo
           de marcar a participação do Brasil nesta campanha, a FENAPCO
           distribui a Cartilha, para alertar a população sobre esta doença
           silenciosa.




                         Osteoporose
                         Participe de nossa Campanha de
                         Combate e Prevenção à Osteoporose
Previna-se contra a “doença silenciosa”                                      3
                       O que é osteoporose?
                           É uma doença crônica e imobilizante, onde a densidade e a qualidade
                       dos ossos ficam comprometidas, tornando-se porosos e frágeis. O esque-
                       leto enfraquece e o risco de fraturas aumenta, assustadoramente. A perda
                       de massa óssea ocorre silenciosa e progressivamente, sem apresentar
                       sintomas, até que ocorra a primeira fratura, geralmente as de punho,
                       vértebras e quadril. Nesta fase, a doença já se encontra em estágio avan-
                       çado; por isso é também conhecida por “epidemia silenciosa”. As fraturas
                       decorrentes da osteoporose reduzem a qualidade de vida, resultam em
                       dor, perdas das funções e, nos casos mais graves, podem levar à morte.

                       Fique atento:
                           A habilidade em reconhecer e controlar os fatores de risco tem se tor-
                       nado uma questão primordial, na medicina moderna. O gerenciamento
                       da pressão arterial, assim como o controle das taxas de colesterol tem
Osso saudável          ajudado na redução dos índices de morte, em decorrência de doenças
                       cardiovasculares e infarto, em países desenvolvidos. Isto tem acontecido
                       porque as pessoas estão adotando um estilo de vida mais saudável, tais
                       como: praticando exercícios, alimentando-se com qualidade, aprendendo
                       sobre prevenção e, em muitos casos, vêm utilizando medicamentos para
                       reduzir as taxas de colesterol e pressão arterial. Com a osteoporose,
                       acontece o mesmo.
                           Aproximadamente uma, em cada três mulheres (mais do que câncer
                       de mama) e um, a cada cinco homens (mais do que câncer de próstata),
                       acima dos 50 anos, sofrerá uma fratura, decorrente da osteoporose.
                           O período mais importante da vida para a formação de massa óssea
                       vai da infância, passando pela adolescência, até o início da vida adulta.
                       O que chamamos de “pico de massa óssea” ocorre por volta dos 25
                       anos, onde a densidade óssea atinge o seu auge. A perda de massa
                       óssea começa a acontecer, após os 40 anos.
                           Nas últimas décadas, médicos e pesquisadores têm desenvolvido
                       uma série de estudos, sobre os fatores de risco da osteoporose. Muitos
                       destes fatores podem ser reduzidos, adotando-se medidas preventivas.
Osso com osteoporose
                       Aqueles que não podem ser alterados, há possibilidade de serem ate-
                       nuados, através de ações que favoreçam a saúde dos ossos.
4    Posicione-se: Defenda seus Ossos

Fatores de risco
Os fatores de risco estão                         radiografia.
classificados em duas categorias:                  A maioria das pessoas,
mutáveis e fixos. Embora não haja                  especialmente os idosos, que
forma de alterar os fatores fixos,                 agregam um número maior de
sua ação pode ser atenuada, através               fatores de risco para desenvolver
de medidas estratégicas.                          a osteoporose deve consultar um
A Densitometria Óssea é uma das                   médico para fazer a Densitometria
formas de avaliar a qualidade                     Óssea. O resultado deste exame
e densidade dos ossos, além de                    consiste no ponto de partida para
detectar a osteoporose; é um exame                mudanças no estilo de vida e início
simples e indolor, parecido com uma               de tratamento, se for o caso.


Fatores fixos                                      Fatores mutáveis
• Idade avançada                                  • Álcool, fumo e café em excesso
• Sexo feminino                                   • Baixo índice de massa óssea
• História Familiar de osteoporose                • Má nutrição
• Baixa estatura                                  • Distúrbios alimentares (anorexia)
• Magreza                                         • Inflamações intestinais
• Fratura prévia                                    (Doença de Chron, colite ulcerativa...)
• Raça/etnia                                      • Sedentarismo
                                                  • Dieta pobre em cálcio
• Menopausa
                                                  • Deficiência de Vitamina D
• Menopausa precoce (antes dos 45 anos)
                                                  • Quedas frequentes
• Histerectomia                                   • Imobilidade (pessoas acamadas)
• Uso de medicamentos à base de
  corticóides, anticonvulsivos e hormônios         Todos os fatores relacionados são
                                                   clinicamente comprovados como risco, para
  para tireóide                                    se desenvolver a osteoporose. Para saber
• Hipogonadismo primário ou secundário             mais sobre a sua condição pessoal, faça o
  em homens                                        Teste de Risco de Um Minuto da IOF.


Fatores de risco secundários
Fatores de risco secundários não são tão co-      Alguns medicamentos também produzem
muns, mas podem afetar a constituição óssea       efeitos colaterais, que podem enfraquecer os
e aumentar o risco de fraturas, ressaltando que   ossos. Pacientes que fazem uso freqüente de
as condições que prejudicam a mobilidade          medicamentos devem ficar atentos e consultar
e equilíbrio aumentam o risco de quedas e         seu médico, sobre a probabilidade de afetarem
fraturas consequentes.                            a saúde dos ossos.
Previna-se contra a “doença silenciosa”                                            5
A importância da alimentação
Alimentos ricos em cálcio e Vitamina D
Veja a seguir uma lista de alimentos ricos em cálcio e vitamina D. Procure incluí-los na sua dieta, faça
receitas doces e salgadas e constate, na prática, que a prevenção pode ser uma atividade deliciosa.

  Alimento                                         Porção                            Cálcio (mg)
  Leite desnatado                                  236 ml                                288
  Leite semi-desnatado                             236 ml                                283
  Leite integral                                   236 ml                                278
  Queijo de Minas                                  100g                                  640
  Queijo Tofu                                      120g                                  150
  Queijo Cottage                                   112g                                  142
  Queijo Muzzarella                                28g                                   101
  Requeijão                                        100g                                  114
  Iogurte natural (light)                          150g                                  243
  Iogurte de frutas (light)                        150g                                  210
  Coalhada                                         100g                                  490
  Sorvete de creme (baunilha)                      75g                                    75
  Creme de leite                                   15g (colher/sopa)                      13
  Agrião                                           100g                                  168
  Aipo ou salsão                                   100g                                  185
  Alga (folhas finas e crespas)                     100g                                  901
  Brócolis (flores cozidas)                         100g                                  130
  Brócolis (flores cruas)                           100g                                  400
  Couve manteiga                                   100g                                  330
  Espinafre                                        100g                                   94
  Quiabo                                           100g                                  359
  Sardinha em lata (em óleo/azeite)                100g                                  500
  Manjuba (peixe)                                  100g                                  279
  Bacalhau (seco)                                  100g                                  182
  Badejo (peixe/cru)                               100g                                  181
  Feijão azuki                                     100g                                  256
  Feijão branco                                    100g                                  113
  Feijão mulatinho                                 100g                                  158
  Feijão preto                                     100g                                  146
  Grão de bico                                     100g                                  110
  Soja (grão)                                      1 xícara                              175
  Gergelim (sementes)                              100g                                  417
  Amêndoa                                          100g                                  312
  Castanha do Pará                                 100g                                  172
  Pão branco fatiado                               30g (1 fatia média)                    53
  Pão integral fatiado                             30g (1 fatia média)                    32
  Ameixa preta (seca)                              100g                                   76
  Damasco (seco)                                   100g                                  141
  Figo (seco)                                      100g                                  125
  Laranja                                          160g (1 fruta)                         75
  Morango                                          100g                                   30
  Gelatina (em pó)                                 100g                                  180
6   Posicione-se: Defenda seus Ossos



Prevenção
     Seja pró-ativo:
     Lute contra a osteoporose
     Conhecer os riscos é o primeiro passo na luta contra
     a osteoporose; pessoas que identificaram um ou mais
     fatores de risco devem procurar um médico, para
     adotar medidas que as ajudem a prevenir a doença
     e manter ossos fortes e saudáveis.
Previna-se contra a “doença silenciosa”                                    7
Dicas para desenvolver e manter ossos saudáveis
                                                     dança... auxiliam no processo de formação
• Certifique-se de que está ingerindo a
                                                     da massa óssea nos jovens, mantém a
  quantidade diária recomendada de cálcio, de
                                                     densidade do osso nos adultos e retarda a
  acordo com a sua faixa etária.
                                                     perda de massa óssea nos idosos. Procure um
• Tenha a mesma preocupação em relação aos           especialista para saber quais são os exercícios
  níveis recomendados de vitamina D, seja
                                                     mais adequados, no seu caso.
  através da alimentação ou de suplementos.
                                                   • Evite o cigarro, pois o fumo interfere no
• Tome sol, sem filtro solar apenas por 15            processo de renovação das células ósseas e
  minutinhos, nos horários recomendados:
                                                     aumenta o risco de fraturas.
  antes das 10h e depois das 14h.
                                                   • Evite o consumo excessivo de álcool, o que
• Adote uma dieta balanceada e nutritiva,            corresponde a mais de duas doses diárias.
  que inclua uma quantidade adequada de
                                                     Lembre-se que a ingestão de álcool aumenta
  proteínas e muitas frutas e vegetais.
                                                     a probabilidade de quedas e o risco de
• Mantenha um peso corporal saudável, pois           fraturas.
  estar abaixo do seu peso ideal representa um
                                                   • Use sal e cafeína com moderação, pois
  forte fator de risco de osteoporose.
                                                     eles podem acarretar a perda de cálcio do
• Mexa-se! A maior parte dos exercícios, como:       organismo, especialmente se a ingestão de
  caminhada, corrida, ginástica, musculação,         cálcio for inadequada.




                                                 Você sabe se está correndo risco
                                                  de desenvolver osteoporose?
                                                 Faça o novo teste de risco de um minuto
                                                   da IOF no website da FENAPCO: www.
                                                    fenapco.com.br. É simples e rápido.
                                                   Se responder SIM a qualquer uma das
                                                 perguntas, procure um médico para saber
                                                             se tem a doença.
8   Posicione-se: Defenda seus Ossos

O que as mulheres devem saber
Menopausa: a hora de agir

          Em um determinado momento da vida, todas as mulheres passam
           pela menopausa. Nos primeiros meses, a menstruação torna-se
            irregular: este período é chamado pré-menopausa. A mulher
             chega à menopausa quando sua menstruação pára, totalmente.
               A transição acontece naturalmente. Em algumas mulheres, isto
                leva menos de um ano; em outros casos, leva dois ou mais
                 anos. Durante este tempo, a maioria das mulheres sente
                  mudanças físicas e emocionais.


                   A menopausa acontece quando os ovários param de pro-
                    duzir estrogênio. Se você teve seus ovários removidos, a
                     menopausa acontece abruptamente. Em ambos os ca-
                     sos, o resultado é o mesmo: menos níveis de estrógeno,
                      que podem levar a perda de massa óssea. Em algumas
                        mulheres, a perda de massa óssea é rápida e intensa.


                          A quantidade de massa óssea que você tem
                           -quando entra na menopausa- e a rapidez com
                            que você perde esta massa são dois impor-
                             tantes fatores para desenvolver osteoporose.
                             Ao chegar nesta fase, você deve pedir ao seu
                            médico para fazer uma Densitometria Óssea;
                            com este exame, é possível dizer se você corre o
                           risco de ter osteoporose. Isto pode ajudá-la/o a
                           iniciar o tratamento, antes de perder massa óssea,
                           evitando a primeira fratura.
Previna-se contra a “doença silenciosa”                                   9

O que os homens devem saber
Homens também têm osteoporose

Se você acha que, sendo homem não terá os-      Constituem-se fatores de risco: o uso de
teoporose, repense sua atitude. A osteoporose   medicamentos à base de esteróides, falta de
pode afetar o homem também. Com o passar        exercícios, fumo, bebida alcoólica ou baixo
das gerações, mais e mais homens têm            nível de testosterona; as doenças hepáticas,
osteoporose. Aqui estão alguns fatos:           pulmonares, do estômago, câncer de próstata
                                                e doenças inflamatórias, como artrites reuma-
Um, em cada 4 homens, acima                     tóides, também contribuem.
de 50 anos, está em um grupo de
risco para ter uma fratura relacionada              Se você acha que tem algum fator de risco,
à osteoporose.                                       é importante conversar com seu médico.
                                                       Exames de Densitometria Óssea podem
A cada ano, aproximadamente 80.000                      indicar se você precisa de tratamento
homens terão fraturas no quadril.                         médico. Se você teve algum tipo de
                                                           fratura, mesmo que simples, procure
Há indícios de que os homens têm maior                       seu médico para verificar se você
probabilidade do que as mulheres de mor-                       tem risco de ter osteoporose.
rer - dentro do período de um ano - por
problemas relativos à fratura do quadril.


Homens podem sofrer doloro-
sas fraturas na coluna, mas
geralmente mais tarde que
as mulheres.
10    Posicione-se: Defenda seus Ossos

                                                               Roland Villard
                                                               Chef do Le Pré Catelan do Hotel Sofitel
                                                               Rio de Janeiro, Corporate chef da cadeia
                                                               Sofitel na América do Sul, Membro
                                                               da Academia de Culinária Francesa,
                                                               Cavaleiro da Ordem do Mérito Agrícola
                                                               2006, Chef do Ano 2008 no Brasil pelo,
                                                               Guia Quatro Rodas.



 Rolinho de salmão defumado
 com legumes crocantes
 Rendimento: 4 porções
 • Receita cedida pelo chef Roland Villard

 Ingredientes para o rolinho
 1 cenoura pequena descascada e cortada ao meio
 e à juliana
 1 pepino japonês médio lavado, sem as pontas,
 cortado ao meio e à juliana (só a casca)             comprimento. Coloque 1/3 dos legumes sobre sua
 1/2 pimentão vermelho pequeno sem semente,           extensão. Enrole com filme plástico, bem apertado
 cortado à juliana bem fina                            de maneira a fechar o recheio, e amarre as extre-
 50g de broto de feijão (1/4 de xícara)               midades formando 3 rolinhos. Leve-os à geladeira
 5g de coentro fresco picado (1 colher de sopa)       para firmar um pouco antes de cortar. Mantendo
 5ml de suco de limão (1 colher de chá)               o plástico, corte cada rolinho em 4. Com cuidado,
 10ml de azeite (2 colheres de chá)                   retire totalmente o plástico.
 sal e pimenta-do-reino a gosto
 250g de salmão defumado (10 a 12 fatias)             Preparo do Vinagrete de frutas vermelhas
                                                      Em um panela, leve as framboesas ao fogo. Acres-
 Ingredientes para a decoração                        cente um pouquinho de água em fogo brando, e
 Vinagrete de frutas vermelhas                        deixe que soltem seu suco. Coe e reserve. Junte uma
 50g de framoesa congelada (7 unidades).              colher de sopa de coulis de framboesa ao vinagre
 15ml de vinagre de vinho tinto (1 colher de sopa).   e ao mel, misture bem. Adicione o óleo em fio,
 20g de mel (1 colher de sopa).                       batendo sempre, para se obter um vinagrete bem
 60ml de óleo de milho (4 colheres de sopa).          homogêneo. Tempere a gosto.

 Preparo dos rolinhos                                 Montagem
 Em um recipiente, junte a cenoura, o pepino, o       Sirva com o vinagrete de frutas vermelhas ou azeite
 pimentão, o broto de feijão e o coentro. Misture     de manjericão.
 e reserve. . Em outro recipiente, junte o suco
 de limão, o azeite, o sal e a pimenta. Junte aos     Utensílios necessários
 legumes e misture bem. Em uma superfície lisa,       Filme plástico.
 disponha 3 a 4 fatias de salmão no sentido do        Coador
Receitas deliciosas e ricas em cálcio para você                                                   11
Mil-folhas de creme leve
de maracujá com morango
Rendimento: 800g
• Receita cedida pelo chef Roland Villard

Ingredientes para o creme.
125ml de creme de leite (1/2 xícara)
125ml de suco de maracujá (1/2 xícara)
200g de açúcar (1 1/3 xícara)
60g de gema (3 unidades)
5g de farinha de trigo (2 colheres de sopa)
20g de maisena (4 colheres de chá)                      plástico e leve à geladeira por duas horas. Passado
100ml de creme de leite batido bem firme (1/3 de         este tempo, retire a massa da geladeira e estique-
xícara + 1 colher de sopa cheia)                        a em formato de disco com espessura de 9mm.
                                                        Coloque a mistura de manteiga no meio e feche
Ingredientes para a massa folhada.                      como um envelope. Abra novamente a massa, for-
200 g de manteiga (1 xícara)                            mando um retângulo e dobre-a em três. A massa
375 g de farinha de trigo (2 ½ xícaras)                 ficará quadrada, dobrada em três camadas, com
135 ml de água (1/2 xícara + e colheres de chá)         os lados alinhados. Nesse caso demos uma volta
3 ml de vinagre branco (1 colher de café)               simples na massa. Abra mais uma vez a massa no
88 g de manteiga derretida (1/2 xícara rasa)            sentido oposto ao que foi aberta anteriormente.
                                                        Forme um retângulo novamente e dobre a massa
Ingredientes para a montagem                            em quatro, trazendo as pontas para o meio da
700g morango picado (1 1/2 caixa)                       massa. Dobre de novo em dois, como se fosse
                                                        um livro. Nesse caso demos uma volta dupla na
Preparo do creme                                        massa. Dê duas voltas duplas e uma volta simples.
Leve ao fogo o creme de leite com o suco de ma-         Uma volta simples consiste em dobrar a massa
racujá e metade do açúcar. Enquanto aguarda que         em três. Uma volta dupla consiste em dobrar a
essa mistura ferva, em outro recipiente misture as      massa em quatro.
gemas com o restante do açúcar, mexendo com um
batedor até ficar cremoso, junte as gemas batidas,       Montagem
mexendo sem parar com um batedor de arame.              Estique um pedaço da massa numa espessura de
Quando voltar a ferver, cozinhe por mais 1 minuto       2mm, fure-a com o auxílio de um garfo e deixe
e retire do fogo. Coloque para esfriar num recipiente   descansar por 1 hora na geladeira. Leve ao forno
de inox, coberto com um filme plástico para o creme      para assar a 160ºC, até ficar bem seca, mas sem
não criar crosta. Depois de frio, adicione delicada-    dourar muito. Depois de fria, corte a massa com
mente o creme de leite batido.                          uma faca de serra em retângulos de 6cm x 4cm, 3
                                                        retângulos por pessoa. Polvilhe os retângulos com
Preparo da massa folhada                                açúcar de confeiteiro e leve ao forno preaquecido
Amasse a manteiga com 125g de farinha até obter         a 250ºC para caramelizar, tomando muito cuidado
uma mistura homogênea. Embrulhe esta mistura            para não queimar.
de manteiga no filme plástico, conferindo-lhe um
formato quadrado, e leve à geladeira. Dilua na          Dicas
água o sal e o vinagre e adicione a manteiga der-       A montagem deve ser feita imediatamente antes
retida. Junte esta mistura ao restante da farinha       de servir para evitar que a massa absorva umidade
e amasse, sem trabalhar demais, para a massa            do creme e perca o paladar crocante. Pode-se usar
não ficar elástica. Embrulhe esta massa num filme         massa folhada comprada pronta.
12    Posicione-se: Defenda seus Ossos
                                            Milk shake de abacaxi com morango
                                            Rendimento: 1 copo
                                            • Receita cedida por Novartis
                                            Ingredientes
                                            • 1 xícara de leite
                                            • 1 bola de sorvete de morango
                                            • 1 fatia grande de abacaxi
                                            • 1 colher de sopa de açúcar
                                            Preparo
                                            Bata tudo no liquidificador e coloque em 1 copo alto


 Filé de Salmão à Piamontese                            Modo de preparo
                                                        Tempere o filé de salmão com sal , pimenta branca
 Rendimento : 10 porções.                               e reservar por 1 hora. Refogue metade da cebola no
                                                        azeite e acrescente o arroz com metade do vinho
 • Receita cedida por Novartis                          branco e refogue por uns minutos, adicione a água
                                                        fervendo e coloque sal a gosto. Deixe cozinhar até
 Ingredientes                                           secar o líquido e o arroz ficar macio, reserve. Refogue
 Filé de salmão (10 unidades com 150g)                  a cebola na manteiga, acrescente a farinha de trigo
 Sal (quantidade suficiente)                             e mexa bem, mantendo em fogo baixo até formar
 Pimenta branca moída (quantidade suficiente)            uma mistura homogênea, acrescente o leite e mexa
 500g Arroz agulhinha                                   até formar um creme, coloque sal e pimenta do reino
 200ml de vinho branco                                  branca a gosto, acrescente o champignon laminado,
 700ml de água ou fundo de caldo claro (base de aves)   o creme de leite fresco e o restante do vinho branco
 100g cebola em cubos                                   e deixe cozinhar em fogo baixo por alguns minutos,
 30ml azeite                                            mexa para não grudar no fundo da panela. Leve o
 100g margarina                                         salmão ao forno com temperatura de 180º por uns 15
 200g de farinha de trigo                               minutos ou até que esteja dourado. Acrescente me-
 500ml de leite                                         tade do creme de champignon e o queijo parmesão
 300ml de creme de leite                                com o arroz já cozido e misture. Monte o prato com
 350g champignon laminado                               filé de salmão com molho de champignon e o arroz
 500g de queijo parmesão                                à piamontese e decore com salsa crespa.


 Pão de queijo                         Como preparar
 Rendimento: 40 pães                   Bata as claras em neve.
 • Receita cedida por                  Coloque as gemas e
 Geralda Teixeira Maciel               continue batendo,
 - Voluntária da Fenapco               colocando também
                                       açúcar e o fermento.
 Ingredientes                          Coloque o polvilho
 1 kg de polvilho                      até dar o ponto.
 3 copos americanos de açúcar          Faça bolinhas, co-
 2 colheres de margarina               loque em assadeira untada e
 6 ovos                                leve ao forno e deixe até dourar.
 1 colher (café) de fermento
Receitas deliciosas e ricas em cálcio para você                                                     13
Frappé de leite com flor de camomila
Rendimento: 2 taças de 200 g                              Preparo
                                                          Coloque em uma panela o leite e as flores de camo-
• Receitas Beba Leite - cedida por Tetra Pak              mila e leve ao fogo, mexendo de vez em quando, até
                                                          ferver. Abaixe o fogo e deixe por mais 2 minutos.
Ingredientes                                              Retire do fogo. Transfira a mistura para uma tigela,
2 xícaras (chá) de leite longa vida integral em           cubra com filme plástico e deixe amornar por 10
embalagem da Tetra Pak (480ml)                            minutos. Leve à geladeira por 3 horas. Se preferir,
3 colheres (sopa) de flores secas de camomila (3g)         prepare de véspera. Em seguida, peneire a mistura,
2 colheres (sopa) de leite condensado em embala-          separando as flores. Aperte bem para tirar o máximo
gem da Tetra Pak (40,5g)                                  de leite. Despeje no copo do liquidificador e junte o
1 xícara (chá) de sorvete de creme (75g)                  leite condensado e o sorvete. Bata até ficar cremoso.
Flor de camomila para decorar                             Despeje em taças e decore com flores de camomila.


Leite batido com água
de coco e melancia
Rendimento: 1 copo de 350g

• Receitas Beba Leite - cedida por Tetra Pak

Ingredientes
1 pedaço pequeno picado de melancia (150g)
100ml de leite longa vida desnatado em
embalagem Tetra Pak, gelado.                              Preparo
100ml de água de coco em embalagem                        Coloque os ingredientes no liquidificador e deixe
Tetra Pak, gelada.                                        bater por 30 segundos. Despeje em um copo alto.
Espetinho de melancia para decorar                        Decore com espetinho de melancia.


Frappé de leite com salsão e laranja
Rendimento: 5 copos de 150 g                              Preparo
                                                          Disponha no copo do liquidificador a hortelã e o
• Receitas Beba Leite - cedida por Tetra Pak              suco de laranja. Bata por 30 segundos e despeje
                                                          em formas próprias para fazer gelo. Cubra com
Ingredientes                                              filme plástico e reserve no congelador por 4 horas
2 colheres (sopa) de hortelã picado (8g)                  ou até ficar firme. Coloque o leite e o salsão no
400ml de suco de laranja                                  copo do liquificador e bata até ficar homogêneo.
2 xícaras (chá) de leite longa vida integral em em-       Peneire o líquido e despeje novamente no copo do
balagem da Tetra Pak, bem gelado (480ml)                  liquidificador (sem resíduos). Junte o suco de laranja
2 talos médios de salsão picados (com as folhas) (125g)   com hortelã congelada, acrescente o açúcar e bata
4 colheres (sopa) de açúcar refinado (48g)                 por mais 1 minuto. Distribua o frappé em copos e
Hortelã para decorar                                      decore com folha de hortelã.
14    Posicione-se: Defenda seus Ossos
 Mix de folhas ao molho de ervas 1 pitada de orégano
 Rendimento: 1 porção

 • Receita cedida por Lilly
 Por Camila Almeida – CRN2 6648p
 Nutricionista - UNIVALI
 Pós-graduanda de Nutrição Clínica Funcional - VP
 Aperfeiçoamento em Nutrição e Estética - IPGS

 Ingredientes para a salada
 3 folhas de rúcula                                  Preparo
 3 ramos com folhas de agrião                        Lave bem as folhas de rúcula, agrião, acelga e couve
 1 folha de acelga                                   manteiga. Rasgue as folhas de rúcula e agrião e pique a
 2 folhas de couve-manteiga                          acelga e a couve-manteiga em tirinhas finas. Misture os
 1 fatia de queijo Tofu (20g)                        verdes com a sardinha em lata (sem o azeite). Reserve.
 ½ lata de sardinha em lata (conservada em azeite)   Para preparar o molho, misture 1 colher de chá do azeite
                                                     que conserva a sardinha em lata (5g) com 1 colher de
 Ingredientes para o molho de ervas:                 chá de óleo de gergelim (5g), a salsinha, cebolinha e
 1 colher de chá do azeite que conserva a sardinha   manjericão picadinho. Junte a salada de verdes com o
 em lata (5g)                                        molho e finalize com pedaços em cubos do queijo tofu.
 1 colher de chá de óleo de gergelim (5g)
 ¼ de 1 dente de alho                                Sugestão
 1 ramo pequeno de salsinha e cebolinha              Acrescente ¼ de abacate picado ou 3 unidades de
 2 folhas de manjericão fresco                       castanhas-do-pará sobre a salada.


 Enroladinho de ricota
 Rendimento: 40 unidades
 • Receita cedida por Geralda Teixeira Maciel
 - Voluntária da Fenapco

 Ingredientes para a massa
 30g de fermento
 1 xícara (chá) de leite morno
 1 colher (sopa) de açúcar
 1 colher (sopa) de sal
 ½ xícara (chá) de óleo
 1 xícara (chá) de maisena                           e soltar das mãos. Faça cerca de 40 bolinhas, cubra
                                                     com um pano e deixe crescer até dobrar de tama-
 Ingredientes para o recheio                         nho, cerca de 1 hora. Em seguida, abra as bolinhas
 300 g de ricota fresca, amassada                    e coloque um pouco de recheio sobre cada uma.
 3 gemas                                             Enrole como charutos e coloque em uma assadeira,
 3 colheres (sopa) de salsa picada                   untada e enfarinhada. Pincele com a gema e leve
                                                     ao forno, com fogo médio, cerca de 25 minutos.
 Preparo da massa
 Desmanche o fermento no leite, junte 2 gemas e os   Preparo do recheio
 demais ingredientes. Amasse bem até formar bolhas   Misture bem todos os ingredientes.
Previna-se contra a “doença silenciosa”                                         15


Dados Bibliográficos

    Colaboraram nesta edição
    Consultoria Médica
    Dr. Rubem Lederman

    Tradução e textos
    Suely Roitman, Mara Misse e Cristina Maciel

    Produção Gráfica
    Foco Notícias

    Impressão
    WalPrint Gráfica e Editora




                    Fontes de Pesquisa
                    • International Osteoporosis Foundation – IOF
                    • World Osteoporosis Day 2006 – Bone Appétit®
                    • World Osteoporosis Day 2007 – Beat the Break
                    • World Osteoporosis Day 2008 – Stand Tall, speak out for your bones
                    • Boning Up on Osteoporosis – National Osteoporosis Foundation
                    • Booklet for general public – WOD 2006, 2007, 2008 e 2009
                    • www.iofbonehealth.com
Federação Nacional de Associações de
 Pacientes e de Combate à Osteoporose


Av. Nossa Senhora de Copacabana, 680 – Sala 404 – Copacabana
              CEP 22050-000 Rio de Janeiro – RJ
                     Fone: (21) 2548-8424
        fenapco@fenapco.com.br • www.fenapco.com.br



                          FILIADA À:




                         PATROCÍNIO




                           APOIO

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula Residencia medica mfc betim osteoporose na aps
Aula Residencia medica mfc betim osteoporose na apsAula Residencia medica mfc betim osteoporose na aps
Aula Residencia medica mfc betim osteoporose na aps
Leonardo Savassi
 
Osteoporose
OsteoporoseOsteoporose
Osteoporose
Luneya Costa
 
Osteoporose
OsteoporoseOsteoporose
Osteoporose
Juliana Costa
 
Aula osteoporose para não ortopedistas
Aula osteoporose para não ortopedistasAula osteoporose para não ortopedistas
Osteoporose e Tratamento Terapêutico Ocupacional
Osteoporose e  Tratamento Terapêutico OcupacionalOsteoporose e  Tratamento Terapêutico Ocupacional
Osteoporose e Tratamento Terapêutico Ocupacional
Marciane Missio
 
Aula 17 Op E Dom
Aula 17 Op E DomAula 17 Op E Dom
Aula 17 Op E Dom
guest591659
 
Doença óssea Metabólica
Doença óssea MetabólicaDoença óssea Metabólica
Doença óssea Metabólica
pauloalambert
 
Osteoporose
OsteoporoseOsteoporose
Osteoporose
pauloalambert
 
Cartilha osteoporose
Cartilha osteoporoseCartilha osteoporose
Cartilha osteoporose
Tânia Dos Santos Chagas
 
61700575 caso-clinico
61700575 caso-clinico61700575 caso-clinico
61700575 caso-clinico
Alba Andrade
 
Doenças Osteoarticulares
Doenças OsteoarticularesDoenças Osteoarticulares
Doenças Osteoarticulares
Centro Universitário Ages
 
O que é osteoporose
O que é osteoporoseO que é osteoporose
O que é osteoporose
Calcioo
 
5 densitometria-ossea
5 densitometria-ossea5 densitometria-ossea
5 densitometria-ossea
Cleude Brandão
 
Apresentação em power point densitometria ossea
Apresentação em power point densitometria osseaApresentação em power point densitometria ossea
Apresentação em power point densitometria ossea
Patriciaminc
 
OSTEOPOROSE, É MAIS FREQUENTE EM MULHERES.
OSTEOPOROSE, É MAIS FREQUENTE EM MULHERES.OSTEOPOROSE, É MAIS FREQUENTE EM MULHERES.
OSTEOPOROSE, É MAIS FREQUENTE EM MULHERES.
Van Der Häägen Brazil
 
Estudo dirigido gabarito
Estudo dirigido gabaritoEstudo dirigido gabarito
Estudo dirigido gabarito
Elter Alves
 
Osteoporose 2019
Osteoporose 2019Osteoporose 2019
Osteoporose 2019
Paulo Alambert
 
Imobilismo
ImobilismoImobilismo
Osteoporose
OsteoporoseOsteoporose
Osteoporose
Arquivo-FClinico
 
Osteoporose 2013
Osteoporose 2013Osteoporose 2013
Osteoporose 2013
pauloalambert
 

Mais procurados (20)

Aula Residencia medica mfc betim osteoporose na aps
Aula Residencia medica mfc betim osteoporose na apsAula Residencia medica mfc betim osteoporose na aps
Aula Residencia medica mfc betim osteoporose na aps
 
Osteoporose
OsteoporoseOsteoporose
Osteoporose
 
Osteoporose
OsteoporoseOsteoporose
Osteoporose
 
Aula osteoporose para não ortopedistas
Aula osteoporose para não ortopedistasAula osteoporose para não ortopedistas
Aula osteoporose para não ortopedistas
 
Osteoporose e Tratamento Terapêutico Ocupacional
Osteoporose e  Tratamento Terapêutico OcupacionalOsteoporose e  Tratamento Terapêutico Ocupacional
Osteoporose e Tratamento Terapêutico Ocupacional
 
Aula 17 Op E Dom
Aula 17 Op E DomAula 17 Op E Dom
Aula 17 Op E Dom
 
Doença óssea Metabólica
Doença óssea MetabólicaDoença óssea Metabólica
Doença óssea Metabólica
 
Osteoporose
OsteoporoseOsteoporose
Osteoporose
 
Cartilha osteoporose
Cartilha osteoporoseCartilha osteoporose
Cartilha osteoporose
 
61700575 caso-clinico
61700575 caso-clinico61700575 caso-clinico
61700575 caso-clinico
 
Doenças Osteoarticulares
Doenças OsteoarticularesDoenças Osteoarticulares
Doenças Osteoarticulares
 
O que é osteoporose
O que é osteoporoseO que é osteoporose
O que é osteoporose
 
5 densitometria-ossea
5 densitometria-ossea5 densitometria-ossea
5 densitometria-ossea
 
Apresentação em power point densitometria ossea
Apresentação em power point densitometria osseaApresentação em power point densitometria ossea
Apresentação em power point densitometria ossea
 
OSTEOPOROSE, É MAIS FREQUENTE EM MULHERES.
OSTEOPOROSE, É MAIS FREQUENTE EM MULHERES.OSTEOPOROSE, É MAIS FREQUENTE EM MULHERES.
OSTEOPOROSE, É MAIS FREQUENTE EM MULHERES.
 
Estudo dirigido gabarito
Estudo dirigido gabaritoEstudo dirigido gabarito
Estudo dirigido gabarito
 
Osteoporose 2019
Osteoporose 2019Osteoporose 2019
Osteoporose 2019
 
Imobilismo
ImobilismoImobilismo
Imobilismo
 
Osteoporose
OsteoporoseOsteoporose
Osteoporose
 
Osteoporose 2013
Osteoporose 2013Osteoporose 2013
Osteoporose 2013
 

Semelhante a Receitas defenda seus ossos

Exercicio de Saude do Idoso .pptx
Exercicio de Saude do Idoso .pptxExercicio de Saude do Idoso .pptx
Exercicio de Saude do Idoso .pptx
IzabelVieira8
 
5-densitometria-ossea-150619105522-lva1-app6891.pdf
5-densitometria-ossea-150619105522-lva1-app6891.pdf5-densitometria-ossea-150619105522-lva1-app6891.pdf
5-densitometria-ossea-150619105522-lva1-app6891.pdf
valdomiro furtado furtado
 
Osteoporose tudo o que precisa de saber sobre esta doença óssea silenciosa.pdf
Osteoporose tudo o que precisa de saber sobre esta doença óssea silenciosa.pdfOsteoporose tudo o que precisa de saber sobre esta doença óssea silenciosa.pdf
Osteoporose tudo o que precisa de saber sobre esta doença óssea silenciosa.pdf
Pill Reminder
 
EMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula Pereira
EMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula PereiraEMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula Pereira
EMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula Pereira
SPEM - Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla
 
OSTEOPOROSE PODE COMEÇAR NA FASE INFANTO JUVENIL
OSTEOPOROSE PODE COMEÇAR NA FASE INFANTO JUVENILOSTEOPOROSE PODE COMEÇAR NA FASE INFANTO JUVENIL
OSTEOPOROSE PODE COMEÇAR NA FASE INFANTO JUVENIL
Van Der Häägen Brazil
 
Prevenção da osteoporose
Prevenção da osteoporosePrevenção da osteoporose
Prevenção da osteoporose
Van Der Häägen Brazil
 
Osteoporose
OsteoporoseOsteoporose
Osteoporose
Priscila Torres
 
PCDT M.S - Osteoporose
PCDT M.S - OsteoporosePCDT M.S - Osteoporose
PCDT M.S - Osteoporose
ANAPAR
 
Sobrepeso, obesidade, obesidade abdominal
Sobrepeso, obesidade, obesidade abdominalSobrepeso, obesidade, obesidade abdominal
Sobrepeso, obesidade, obesidade abdominal
Van Der Häägen Brazil
 
aula densitometria óssea diagnóstico de osteoporose. Público feminino e asiático
aula densitometria óssea diagnóstico de osteoporose. Público feminino e asiáticoaula densitometria óssea diagnóstico de osteoporose. Público feminino e asiático
aula densitometria óssea diagnóstico de osteoporose. Público feminino e asiático
AlexandrelindoVital1
 
MENOPAUSA PREMATURA, QUAIS CONDIÇÕES CAUSAM MENOPAUSA PREMATURA? CAUSAS MÉDIC...
MENOPAUSA PREMATURA, QUAIS CONDIÇÕES CAUSAM MENOPAUSA PREMATURA? CAUSAS MÉDIC...MENOPAUSA PREMATURA, QUAIS CONDIÇÕES CAUSAM MENOPAUSA PREMATURA? CAUSAS MÉDIC...
MENOPAUSA PREMATURA, QUAIS CONDIÇÕES CAUSAM MENOPAUSA PREMATURA? CAUSAS MÉDIC...
Van Der Häägen Brazil
 
Climatério, Menopausa e Osteoporose
Climatério, Menopausa e OsteoporoseClimatério, Menopausa e Osteoporose
Climatério, Menopausa e Osteoporose
João Paulo França
 
Aula 16 Gota úrica
Aula 16  Gota úricaAula 16  Gota úrica
Aula 16 Gota úrica
guest591659
 
PÓS-MENOPAUSA, OSTEOPOROSE, TIREOIDE, PROBLEMAS COM EXCESSO DE PESO, TRH -TER...
PÓS-MENOPAUSA, OSTEOPOROSE, TIREOIDE, PROBLEMAS COM EXCESSO DE PESO, TRH -TER...PÓS-MENOPAUSA, OSTEOPOROSE, TIREOIDE, PROBLEMAS COM EXCESSO DE PESO, TRH -TER...
PÓS-MENOPAUSA, OSTEOPOROSE, TIREOIDE, PROBLEMAS COM EXCESSO DE PESO, TRH -TER...
Van Der Häägen Brazil
 
Blog tecido osseo histologia pronto
Blog tecido osseo histologia prontoBlog tecido osseo histologia pronto
Blog tecido osseo histologia pronto
samuelalves
 
Seminário cuidado ao idoso
Seminário cuidado ao idosoSeminário cuidado ao idoso
Seminário cuidado ao idoso
Laíz Coutinho
 
Aula 5 Saúde e bem estar
Aula 5 Saúde e bem estarAula 5 Saúde e bem estar
Aula 5 Saúde e bem estar
Ana Filadelfi
 
3º ano idade como fator de risco e sedentarismo
3º ano idade como fator de risco e sedentarismo3º ano idade como fator de risco e sedentarismo
3º ano idade como fator de risco e sedentarismo
Tony
 
Toxicodep..
Toxicodep..Toxicodep..
Toxicodep..
R C
 
Dia da alimentação - 6ºG
Dia da alimentação - 6ºGDia da alimentação - 6ºG
Dia da alimentação - 6ºG
CRE -EB23 Galopim de Carvalho
 

Semelhante a Receitas defenda seus ossos (20)

Exercicio de Saude do Idoso .pptx
Exercicio de Saude do Idoso .pptxExercicio de Saude do Idoso .pptx
Exercicio de Saude do Idoso .pptx
 
5-densitometria-ossea-150619105522-lva1-app6891.pdf
5-densitometria-ossea-150619105522-lva1-app6891.pdf5-densitometria-ossea-150619105522-lva1-app6891.pdf
5-densitometria-ossea-150619105522-lva1-app6891.pdf
 
Osteoporose tudo o que precisa de saber sobre esta doença óssea silenciosa.pdf
Osteoporose tudo o que precisa de saber sobre esta doença óssea silenciosa.pdfOsteoporose tudo o que precisa de saber sobre esta doença óssea silenciosa.pdf
Osteoporose tudo o que precisa de saber sobre esta doença óssea silenciosa.pdf
 
EMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula Pereira
EMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula PereiraEMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula Pereira
EMcontro SPEM: Nutrição na Esclerose Múltipla - 3 outubro 2015 - Paula Pereira
 
OSTEOPOROSE PODE COMEÇAR NA FASE INFANTO JUVENIL
OSTEOPOROSE PODE COMEÇAR NA FASE INFANTO JUVENILOSTEOPOROSE PODE COMEÇAR NA FASE INFANTO JUVENIL
OSTEOPOROSE PODE COMEÇAR NA FASE INFANTO JUVENIL
 
Prevenção da osteoporose
Prevenção da osteoporosePrevenção da osteoporose
Prevenção da osteoporose
 
Osteoporose
OsteoporoseOsteoporose
Osteoporose
 
PCDT M.S - Osteoporose
PCDT M.S - OsteoporosePCDT M.S - Osteoporose
PCDT M.S - Osteoporose
 
Sobrepeso, obesidade, obesidade abdominal
Sobrepeso, obesidade, obesidade abdominalSobrepeso, obesidade, obesidade abdominal
Sobrepeso, obesidade, obesidade abdominal
 
aula densitometria óssea diagnóstico de osteoporose. Público feminino e asiático
aula densitometria óssea diagnóstico de osteoporose. Público feminino e asiáticoaula densitometria óssea diagnóstico de osteoporose. Público feminino e asiático
aula densitometria óssea diagnóstico de osteoporose. Público feminino e asiático
 
MENOPAUSA PREMATURA, QUAIS CONDIÇÕES CAUSAM MENOPAUSA PREMATURA? CAUSAS MÉDIC...
MENOPAUSA PREMATURA, QUAIS CONDIÇÕES CAUSAM MENOPAUSA PREMATURA? CAUSAS MÉDIC...MENOPAUSA PREMATURA, QUAIS CONDIÇÕES CAUSAM MENOPAUSA PREMATURA? CAUSAS MÉDIC...
MENOPAUSA PREMATURA, QUAIS CONDIÇÕES CAUSAM MENOPAUSA PREMATURA? CAUSAS MÉDIC...
 
Climatério, Menopausa e Osteoporose
Climatério, Menopausa e OsteoporoseClimatério, Menopausa e Osteoporose
Climatério, Menopausa e Osteoporose
 
Aula 16 Gota úrica
Aula 16  Gota úricaAula 16  Gota úrica
Aula 16 Gota úrica
 
PÓS-MENOPAUSA, OSTEOPOROSE, TIREOIDE, PROBLEMAS COM EXCESSO DE PESO, TRH -TER...
PÓS-MENOPAUSA, OSTEOPOROSE, TIREOIDE, PROBLEMAS COM EXCESSO DE PESO, TRH -TER...PÓS-MENOPAUSA, OSTEOPOROSE, TIREOIDE, PROBLEMAS COM EXCESSO DE PESO, TRH -TER...
PÓS-MENOPAUSA, OSTEOPOROSE, TIREOIDE, PROBLEMAS COM EXCESSO DE PESO, TRH -TER...
 
Blog tecido osseo histologia pronto
Blog tecido osseo histologia prontoBlog tecido osseo histologia pronto
Blog tecido osseo histologia pronto
 
Seminário cuidado ao idoso
Seminário cuidado ao idosoSeminário cuidado ao idoso
Seminário cuidado ao idoso
 
Aula 5 Saúde e bem estar
Aula 5 Saúde e bem estarAula 5 Saúde e bem estar
Aula 5 Saúde e bem estar
 
3º ano idade como fator de risco e sedentarismo
3º ano idade como fator de risco e sedentarismo3º ano idade como fator de risco e sedentarismo
3º ano idade como fator de risco e sedentarismo
 
Toxicodep..
Toxicodep..Toxicodep..
Toxicodep..
 
Dia da alimentação - 6ºG
Dia da alimentação - 6ºGDia da alimentação - 6ºG
Dia da alimentação - 6ºG
 

Mais de barbiebruxadoleste

Saiba mais reforma ortográfica
Saiba mais  reforma ortográficaSaiba mais  reforma ortográfica
Saiba mais reforma ortográficabarbiebruxadoleste
 
Seleção de salgadinhos
Seleção de salgadinhosSeleção de salgadinhos
Seleção de salgadinhos
barbiebruxadoleste
 
Viagem gastronômica e literária pela normandia
Viagem gastronômica e literária pela normandiaViagem gastronômica e literária pela normandia
Viagem gastronômica e literária pela normandia
barbiebruxadoleste
 
Vida e saude alimentacao saudavel cap 01
Vida e saude alimentacao saudavel cap 01Vida e saude alimentacao saudavel cap 01
Vida e saude alimentacao saudavel cap 01
barbiebruxadoleste
 
Vida e saude aspectos nutricionais das sementes
Vida e saude aspectos nutricionais das sementesVida e saude aspectos nutricionais das sementes
Vida e saude aspectos nutricionais das sementesbarbiebruxadoleste
 
Vida e saude atividade física
Vida e saude atividade físicaVida e saude atividade física
Vida e saude atividade física
barbiebruxadoleste
 
Vida e saude entenda o colesterol
Vida e saude entenda o colesterolVida e saude entenda o colesterol
Vida e saude entenda o colesterolbarbiebruxadoleste
 
Vida e saude magnésio
Vida e saude magnésioVida e saude magnésio
Vida e saude magnésio
barbiebruxadoleste
 
Vida e saude oleo de fritura
Vida e saude oleo de frituraVida e saude oleo de fritura
Vida e saude oleo de fritura
barbiebruxadoleste
 
Vida e saude piramide alimentar
Vida e saude piramide alimentarVida e saude piramide alimentar
Vida e saude piramide alimentarbarbiebruxadoleste
 
Vida e saude soja na cozinha
Vida e saude soja na cozinhaVida e saude soja na cozinha
Vida e saude soja na cozinha
barbiebruxadoleste
 
Vida e saude tenha uma vida saudavel
Vida e saude tenha uma vida saudavelVida e saude tenha uma vida saudavel
Vida e saude tenha uma vida saudavel
barbiebruxadoleste
 
Receitas torta verde de limão
Receitas torta verde de limãoReceitas torta verde de limão
Receitas torta verde de limãobarbiebruxadoleste
 
Receitas torta de frango ou peixe
Receitas torta de frango ou peixeReceitas torta de frango ou peixe
Receitas torta de frango ou peixe
barbiebruxadoleste
 
Receitas sucos cabelos bcos
Receitas sucos cabelos bcosReceitas sucos cabelos bcos
Receitas sucos cabelos bcos
barbiebruxadoleste
 
Receitas sorvete de coco com calda de laranja e manga flambada
Receitas sorvete de coco com calda de laranja e manga flambadaReceitas sorvete de coco com calda de laranja e manga flambada
Receitas sorvete de coco com calda de laranja e manga flambadabarbiebruxadoleste
 

Mais de barbiebruxadoleste (20)

Saiba mais reforma ortográfica
Saiba mais  reforma ortográficaSaiba mais  reforma ortográfica
Saiba mais reforma ortográfica
 
Seleção de salgadinhos
Seleção de salgadinhosSeleção de salgadinhos
Seleção de salgadinhos
 
Viagem gastronômica e literária pela normandia
Viagem gastronômica e literária pela normandiaViagem gastronômica e literária pela normandia
Viagem gastronômica e literária pela normandia
 
Vida e saude alimentacao saudavel cap 01
Vida e saude alimentacao saudavel cap 01Vida e saude alimentacao saudavel cap 01
Vida e saude alimentacao saudavel cap 01
 
Vida e saude aspectos nutricionais das sementes
Vida e saude aspectos nutricionais das sementesVida e saude aspectos nutricionais das sementes
Vida e saude aspectos nutricionais das sementes
 
Vida e saude atividade física
Vida e saude atividade físicaVida e saude atividade física
Vida e saude atividade física
 
Vida e saude entenda o colesterol
Vida e saude entenda o colesterolVida e saude entenda o colesterol
Vida e saude entenda o colesterol
 
Vida e saude magnésio
Vida e saude magnésioVida e saude magnésio
Vida e saude magnésio
 
Vida e saude oleo de fritura
Vida e saude oleo de frituraVida e saude oleo de fritura
Vida e saude oleo de fritura
 
Vida e saude piramide alimentar
Vida e saude piramide alimentarVida e saude piramide alimentar
Vida e saude piramide alimentar
 
Vida e saude soja na cozinha
Vida e saude soja na cozinhaVida e saude soja na cozinha
Vida e saude soja na cozinha
 
Vida e saude tenha uma vida saudavel
Vida e saude tenha uma vida saudavelVida e saude tenha uma vida saudavel
Vida e saude tenha uma vida saudavel
 
Vida e saude veja verduras
Vida e saude veja verdurasVida e saude veja verduras
Vida e saude veja verduras
 
Receitas torta verde de limão
Receitas torta verde de limãoReceitas torta verde de limão
Receitas torta verde de limão
 
Receitas torta palmito
Receitas torta palmitoReceitas torta palmito
Receitas torta palmito
 
Receitas torta fria linhaça
Receitas torta fria linhaçaReceitas torta fria linhaça
Receitas torta fria linhaça
 
Receitas torta de frango ou peixe
Receitas torta de frango ou peixeReceitas torta de frango ou peixe
Receitas torta de frango ou peixe
 
Receitas torta atum
Receitas torta atumReceitas torta atum
Receitas torta atum
 
Receitas sucos cabelos bcos
Receitas sucos cabelos bcosReceitas sucos cabelos bcos
Receitas sucos cabelos bcos
 
Receitas sorvete de coco com calda de laranja e manga flambada
Receitas sorvete de coco com calda de laranja e manga flambadaReceitas sorvete de coco com calda de laranja e manga flambada
Receitas sorvete de coco com calda de laranja e manga flambada
 

Último

O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Centro Jacques Delors
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptxCLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
Deiciane Chaves
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FredFringeFringeDola
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
Ailton Barcelos
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 

Último (20)

O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
Infografia | Resultados das Eleições Europeias 2024-2029
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptxCLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS SUBSTANTIVAS 9º ANO.pptx
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
FICHA DE APOIO DE ESCOLA SECUNDÁRIA 2024
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
2009_Apresentação-ufscar- TCC - AILTON.ppt
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 

Receitas defenda seus ossos

  • 1.
  • 2. 2 Posicione-se: Defenda seus Ossos FENAPCO - Federação Nacional de Associações de Pacientes e Combate à Osteoporose, fundada em outubro de 2007, é uma associação, sem fins lucrativos, filiada a IOF - International Osteopo- rosis Foundation, a sociedade matriz, responsável pela luta contra a osteoporose no mundo. Com sede na Suíça, a IOF representa uma aliança global de médicos, cientistas, pacientes e parceiros corporativos, em 92 países e 193 entidades afiliadas. A FENAPCO foi criada para dar suporte ao trabalho de entidades em todo o Brasil, com o objetivo de mobilizar a sociedade, como um todo, para ampliar a difusão de informações sobre a osteoporose, do diagnóstico ao tratamento, criando mecanismos para gerar mudanças no sistema de saúde da rede pública e privada, através de campanhas de prevenção com foco em todas as faixas etárias. Este é o segundo ano da Campanha: Posicione-se: Defenda seus Ossos e está focada na proteção dos ossos, com a adoção de medidas preventivas para combater a osteoporose. Com o objetivo de marcar a participação do Brasil nesta campanha, a FENAPCO distribui a Cartilha, para alertar a população sobre esta doença silenciosa. Osteoporose Participe de nossa Campanha de Combate e Prevenção à Osteoporose
  • 3. Previna-se contra a “doença silenciosa” 3 O que é osteoporose? É uma doença crônica e imobilizante, onde a densidade e a qualidade dos ossos ficam comprometidas, tornando-se porosos e frágeis. O esque- leto enfraquece e o risco de fraturas aumenta, assustadoramente. A perda de massa óssea ocorre silenciosa e progressivamente, sem apresentar sintomas, até que ocorra a primeira fratura, geralmente as de punho, vértebras e quadril. Nesta fase, a doença já se encontra em estágio avan- çado; por isso é também conhecida por “epidemia silenciosa”. As fraturas decorrentes da osteoporose reduzem a qualidade de vida, resultam em dor, perdas das funções e, nos casos mais graves, podem levar à morte. Fique atento: A habilidade em reconhecer e controlar os fatores de risco tem se tor- nado uma questão primordial, na medicina moderna. O gerenciamento da pressão arterial, assim como o controle das taxas de colesterol tem Osso saudável ajudado na redução dos índices de morte, em decorrência de doenças cardiovasculares e infarto, em países desenvolvidos. Isto tem acontecido porque as pessoas estão adotando um estilo de vida mais saudável, tais como: praticando exercícios, alimentando-se com qualidade, aprendendo sobre prevenção e, em muitos casos, vêm utilizando medicamentos para reduzir as taxas de colesterol e pressão arterial. Com a osteoporose, acontece o mesmo. Aproximadamente uma, em cada três mulheres (mais do que câncer de mama) e um, a cada cinco homens (mais do que câncer de próstata), acima dos 50 anos, sofrerá uma fratura, decorrente da osteoporose. O período mais importante da vida para a formação de massa óssea vai da infância, passando pela adolescência, até o início da vida adulta. O que chamamos de “pico de massa óssea” ocorre por volta dos 25 anos, onde a densidade óssea atinge o seu auge. A perda de massa óssea começa a acontecer, após os 40 anos. Nas últimas décadas, médicos e pesquisadores têm desenvolvido uma série de estudos, sobre os fatores de risco da osteoporose. Muitos destes fatores podem ser reduzidos, adotando-se medidas preventivas. Osso com osteoporose Aqueles que não podem ser alterados, há possibilidade de serem ate- nuados, através de ações que favoreçam a saúde dos ossos.
  • 4. 4 Posicione-se: Defenda seus Ossos Fatores de risco Os fatores de risco estão radiografia. classificados em duas categorias: A maioria das pessoas, mutáveis e fixos. Embora não haja especialmente os idosos, que forma de alterar os fatores fixos, agregam um número maior de sua ação pode ser atenuada, através fatores de risco para desenvolver de medidas estratégicas. a osteoporose deve consultar um A Densitometria Óssea é uma das médico para fazer a Densitometria formas de avaliar a qualidade Óssea. O resultado deste exame e densidade dos ossos, além de consiste no ponto de partida para detectar a osteoporose; é um exame mudanças no estilo de vida e início simples e indolor, parecido com uma de tratamento, se for o caso. Fatores fixos Fatores mutáveis • Idade avançada • Álcool, fumo e café em excesso • Sexo feminino • Baixo índice de massa óssea • História Familiar de osteoporose • Má nutrição • Baixa estatura • Distúrbios alimentares (anorexia) • Magreza • Inflamações intestinais • Fratura prévia (Doença de Chron, colite ulcerativa...) • Raça/etnia • Sedentarismo • Dieta pobre em cálcio • Menopausa • Deficiência de Vitamina D • Menopausa precoce (antes dos 45 anos) • Quedas frequentes • Histerectomia • Imobilidade (pessoas acamadas) • Uso de medicamentos à base de corticóides, anticonvulsivos e hormônios Todos os fatores relacionados são clinicamente comprovados como risco, para para tireóide se desenvolver a osteoporose. Para saber • Hipogonadismo primário ou secundário mais sobre a sua condição pessoal, faça o em homens Teste de Risco de Um Minuto da IOF. Fatores de risco secundários Fatores de risco secundários não são tão co- Alguns medicamentos também produzem muns, mas podem afetar a constituição óssea efeitos colaterais, que podem enfraquecer os e aumentar o risco de fraturas, ressaltando que ossos. Pacientes que fazem uso freqüente de as condições que prejudicam a mobilidade medicamentos devem ficar atentos e consultar e equilíbrio aumentam o risco de quedas e seu médico, sobre a probabilidade de afetarem fraturas consequentes. a saúde dos ossos.
  • 5. Previna-se contra a “doença silenciosa” 5 A importância da alimentação Alimentos ricos em cálcio e Vitamina D Veja a seguir uma lista de alimentos ricos em cálcio e vitamina D. Procure incluí-los na sua dieta, faça receitas doces e salgadas e constate, na prática, que a prevenção pode ser uma atividade deliciosa. Alimento Porção Cálcio (mg) Leite desnatado 236 ml 288 Leite semi-desnatado 236 ml 283 Leite integral 236 ml 278 Queijo de Minas 100g 640 Queijo Tofu 120g 150 Queijo Cottage 112g 142 Queijo Muzzarella 28g 101 Requeijão 100g 114 Iogurte natural (light) 150g 243 Iogurte de frutas (light) 150g 210 Coalhada 100g 490 Sorvete de creme (baunilha) 75g 75 Creme de leite 15g (colher/sopa) 13 Agrião 100g 168 Aipo ou salsão 100g 185 Alga (folhas finas e crespas) 100g 901 Brócolis (flores cozidas) 100g 130 Brócolis (flores cruas) 100g 400 Couve manteiga 100g 330 Espinafre 100g 94 Quiabo 100g 359 Sardinha em lata (em óleo/azeite) 100g 500 Manjuba (peixe) 100g 279 Bacalhau (seco) 100g 182 Badejo (peixe/cru) 100g 181 Feijão azuki 100g 256 Feijão branco 100g 113 Feijão mulatinho 100g 158 Feijão preto 100g 146 Grão de bico 100g 110 Soja (grão) 1 xícara 175 Gergelim (sementes) 100g 417 Amêndoa 100g 312 Castanha do Pará 100g 172 Pão branco fatiado 30g (1 fatia média) 53 Pão integral fatiado 30g (1 fatia média) 32 Ameixa preta (seca) 100g 76 Damasco (seco) 100g 141 Figo (seco) 100g 125 Laranja 160g (1 fruta) 75 Morango 100g 30 Gelatina (em pó) 100g 180
  • 6. 6 Posicione-se: Defenda seus Ossos Prevenção Seja pró-ativo: Lute contra a osteoporose Conhecer os riscos é o primeiro passo na luta contra a osteoporose; pessoas que identificaram um ou mais fatores de risco devem procurar um médico, para adotar medidas que as ajudem a prevenir a doença e manter ossos fortes e saudáveis.
  • 7. Previna-se contra a “doença silenciosa” 7 Dicas para desenvolver e manter ossos saudáveis dança... auxiliam no processo de formação • Certifique-se de que está ingerindo a da massa óssea nos jovens, mantém a quantidade diária recomendada de cálcio, de densidade do osso nos adultos e retarda a acordo com a sua faixa etária. perda de massa óssea nos idosos. Procure um • Tenha a mesma preocupação em relação aos especialista para saber quais são os exercícios níveis recomendados de vitamina D, seja mais adequados, no seu caso. através da alimentação ou de suplementos. • Evite o cigarro, pois o fumo interfere no • Tome sol, sem filtro solar apenas por 15 processo de renovação das células ósseas e minutinhos, nos horários recomendados: aumenta o risco de fraturas. antes das 10h e depois das 14h. • Evite o consumo excessivo de álcool, o que • Adote uma dieta balanceada e nutritiva, corresponde a mais de duas doses diárias. que inclua uma quantidade adequada de Lembre-se que a ingestão de álcool aumenta proteínas e muitas frutas e vegetais. a probabilidade de quedas e o risco de • Mantenha um peso corporal saudável, pois fraturas. estar abaixo do seu peso ideal representa um • Use sal e cafeína com moderação, pois forte fator de risco de osteoporose. eles podem acarretar a perda de cálcio do • Mexa-se! A maior parte dos exercícios, como: organismo, especialmente se a ingestão de caminhada, corrida, ginástica, musculação, cálcio for inadequada. Você sabe se está correndo risco de desenvolver osteoporose? Faça o novo teste de risco de um minuto da IOF no website da FENAPCO: www. fenapco.com.br. É simples e rápido. Se responder SIM a qualquer uma das perguntas, procure um médico para saber se tem a doença.
  • 8. 8 Posicione-se: Defenda seus Ossos O que as mulheres devem saber Menopausa: a hora de agir Em um determinado momento da vida, todas as mulheres passam pela menopausa. Nos primeiros meses, a menstruação torna-se irregular: este período é chamado pré-menopausa. A mulher chega à menopausa quando sua menstruação pára, totalmente. A transição acontece naturalmente. Em algumas mulheres, isto leva menos de um ano; em outros casos, leva dois ou mais anos. Durante este tempo, a maioria das mulheres sente mudanças físicas e emocionais. A menopausa acontece quando os ovários param de pro- duzir estrogênio. Se você teve seus ovários removidos, a menopausa acontece abruptamente. Em ambos os ca- sos, o resultado é o mesmo: menos níveis de estrógeno, que podem levar a perda de massa óssea. Em algumas mulheres, a perda de massa óssea é rápida e intensa. A quantidade de massa óssea que você tem -quando entra na menopausa- e a rapidez com que você perde esta massa são dois impor- tantes fatores para desenvolver osteoporose. Ao chegar nesta fase, você deve pedir ao seu médico para fazer uma Densitometria Óssea; com este exame, é possível dizer se você corre o risco de ter osteoporose. Isto pode ajudá-la/o a iniciar o tratamento, antes de perder massa óssea, evitando a primeira fratura.
  • 9. Previna-se contra a “doença silenciosa” 9 O que os homens devem saber Homens também têm osteoporose Se você acha que, sendo homem não terá os- Constituem-se fatores de risco: o uso de teoporose, repense sua atitude. A osteoporose medicamentos à base de esteróides, falta de pode afetar o homem também. Com o passar exercícios, fumo, bebida alcoólica ou baixo das gerações, mais e mais homens têm nível de testosterona; as doenças hepáticas, osteoporose. Aqui estão alguns fatos: pulmonares, do estômago, câncer de próstata e doenças inflamatórias, como artrites reuma- Um, em cada 4 homens, acima tóides, também contribuem. de 50 anos, está em um grupo de risco para ter uma fratura relacionada Se você acha que tem algum fator de risco, à osteoporose. é importante conversar com seu médico. Exames de Densitometria Óssea podem A cada ano, aproximadamente 80.000 indicar se você precisa de tratamento homens terão fraturas no quadril. médico. Se você teve algum tipo de fratura, mesmo que simples, procure Há indícios de que os homens têm maior seu médico para verificar se você probabilidade do que as mulheres de mor- tem risco de ter osteoporose. rer - dentro do período de um ano - por problemas relativos à fratura do quadril. Homens podem sofrer doloro- sas fraturas na coluna, mas geralmente mais tarde que as mulheres.
  • 10. 10 Posicione-se: Defenda seus Ossos Roland Villard Chef do Le Pré Catelan do Hotel Sofitel Rio de Janeiro, Corporate chef da cadeia Sofitel na América do Sul, Membro da Academia de Culinária Francesa, Cavaleiro da Ordem do Mérito Agrícola 2006, Chef do Ano 2008 no Brasil pelo, Guia Quatro Rodas. Rolinho de salmão defumado com legumes crocantes Rendimento: 4 porções • Receita cedida pelo chef Roland Villard Ingredientes para o rolinho 1 cenoura pequena descascada e cortada ao meio e à juliana 1 pepino japonês médio lavado, sem as pontas, cortado ao meio e à juliana (só a casca) comprimento. Coloque 1/3 dos legumes sobre sua 1/2 pimentão vermelho pequeno sem semente, extensão. Enrole com filme plástico, bem apertado cortado à juliana bem fina de maneira a fechar o recheio, e amarre as extre- 50g de broto de feijão (1/4 de xícara) midades formando 3 rolinhos. Leve-os à geladeira 5g de coentro fresco picado (1 colher de sopa) para firmar um pouco antes de cortar. Mantendo 5ml de suco de limão (1 colher de chá) o plástico, corte cada rolinho em 4. Com cuidado, 10ml de azeite (2 colheres de chá) retire totalmente o plástico. sal e pimenta-do-reino a gosto 250g de salmão defumado (10 a 12 fatias) Preparo do Vinagrete de frutas vermelhas Em um panela, leve as framboesas ao fogo. Acres- Ingredientes para a decoração cente um pouquinho de água em fogo brando, e Vinagrete de frutas vermelhas deixe que soltem seu suco. Coe e reserve. Junte uma 50g de framoesa congelada (7 unidades). colher de sopa de coulis de framboesa ao vinagre 15ml de vinagre de vinho tinto (1 colher de sopa). e ao mel, misture bem. Adicione o óleo em fio, 20g de mel (1 colher de sopa). batendo sempre, para se obter um vinagrete bem 60ml de óleo de milho (4 colheres de sopa). homogêneo. Tempere a gosto. Preparo dos rolinhos Montagem Em um recipiente, junte a cenoura, o pepino, o Sirva com o vinagrete de frutas vermelhas ou azeite pimentão, o broto de feijão e o coentro. Misture de manjericão. e reserve. . Em outro recipiente, junte o suco de limão, o azeite, o sal e a pimenta. Junte aos Utensílios necessários legumes e misture bem. Em uma superfície lisa, Filme plástico. disponha 3 a 4 fatias de salmão no sentido do Coador
  • 11. Receitas deliciosas e ricas em cálcio para você 11 Mil-folhas de creme leve de maracujá com morango Rendimento: 800g • Receita cedida pelo chef Roland Villard Ingredientes para o creme. 125ml de creme de leite (1/2 xícara) 125ml de suco de maracujá (1/2 xícara) 200g de açúcar (1 1/3 xícara) 60g de gema (3 unidades) 5g de farinha de trigo (2 colheres de sopa) 20g de maisena (4 colheres de chá) plástico e leve à geladeira por duas horas. Passado 100ml de creme de leite batido bem firme (1/3 de este tempo, retire a massa da geladeira e estique- xícara + 1 colher de sopa cheia) a em formato de disco com espessura de 9mm. Coloque a mistura de manteiga no meio e feche Ingredientes para a massa folhada. como um envelope. Abra novamente a massa, for- 200 g de manteiga (1 xícara) mando um retângulo e dobre-a em três. A massa 375 g de farinha de trigo (2 ½ xícaras) ficará quadrada, dobrada em três camadas, com 135 ml de água (1/2 xícara + e colheres de chá) os lados alinhados. Nesse caso demos uma volta 3 ml de vinagre branco (1 colher de café) simples na massa. Abra mais uma vez a massa no 88 g de manteiga derretida (1/2 xícara rasa) sentido oposto ao que foi aberta anteriormente. Forme um retângulo novamente e dobre a massa Ingredientes para a montagem em quatro, trazendo as pontas para o meio da 700g morango picado (1 1/2 caixa) massa. Dobre de novo em dois, como se fosse um livro. Nesse caso demos uma volta dupla na Preparo do creme massa. Dê duas voltas duplas e uma volta simples. Leve ao fogo o creme de leite com o suco de ma- Uma volta simples consiste em dobrar a massa racujá e metade do açúcar. Enquanto aguarda que em três. Uma volta dupla consiste em dobrar a essa mistura ferva, em outro recipiente misture as massa em quatro. gemas com o restante do açúcar, mexendo com um batedor até ficar cremoso, junte as gemas batidas, Montagem mexendo sem parar com um batedor de arame. Estique um pedaço da massa numa espessura de Quando voltar a ferver, cozinhe por mais 1 minuto 2mm, fure-a com o auxílio de um garfo e deixe e retire do fogo. Coloque para esfriar num recipiente descansar por 1 hora na geladeira. Leve ao forno de inox, coberto com um filme plástico para o creme para assar a 160ºC, até ficar bem seca, mas sem não criar crosta. Depois de frio, adicione delicada- dourar muito. Depois de fria, corte a massa com mente o creme de leite batido. uma faca de serra em retângulos de 6cm x 4cm, 3 retângulos por pessoa. Polvilhe os retângulos com Preparo da massa folhada açúcar de confeiteiro e leve ao forno preaquecido Amasse a manteiga com 125g de farinha até obter a 250ºC para caramelizar, tomando muito cuidado uma mistura homogênea. Embrulhe esta mistura para não queimar. de manteiga no filme plástico, conferindo-lhe um formato quadrado, e leve à geladeira. Dilua na Dicas água o sal e o vinagre e adicione a manteiga der- A montagem deve ser feita imediatamente antes retida. Junte esta mistura ao restante da farinha de servir para evitar que a massa absorva umidade e amasse, sem trabalhar demais, para a massa do creme e perca o paladar crocante. Pode-se usar não ficar elástica. Embrulhe esta massa num filme massa folhada comprada pronta.
  • 12. 12 Posicione-se: Defenda seus Ossos Milk shake de abacaxi com morango Rendimento: 1 copo • Receita cedida por Novartis Ingredientes • 1 xícara de leite • 1 bola de sorvete de morango • 1 fatia grande de abacaxi • 1 colher de sopa de açúcar Preparo Bata tudo no liquidificador e coloque em 1 copo alto Filé de Salmão à Piamontese Modo de preparo Tempere o filé de salmão com sal , pimenta branca Rendimento : 10 porções. e reservar por 1 hora. Refogue metade da cebola no azeite e acrescente o arroz com metade do vinho • Receita cedida por Novartis branco e refogue por uns minutos, adicione a água fervendo e coloque sal a gosto. Deixe cozinhar até Ingredientes secar o líquido e o arroz ficar macio, reserve. Refogue Filé de salmão (10 unidades com 150g) a cebola na manteiga, acrescente a farinha de trigo Sal (quantidade suficiente) e mexa bem, mantendo em fogo baixo até formar Pimenta branca moída (quantidade suficiente) uma mistura homogênea, acrescente o leite e mexa 500g Arroz agulhinha até formar um creme, coloque sal e pimenta do reino 200ml de vinho branco branca a gosto, acrescente o champignon laminado, 700ml de água ou fundo de caldo claro (base de aves) o creme de leite fresco e o restante do vinho branco 100g cebola em cubos e deixe cozinhar em fogo baixo por alguns minutos, 30ml azeite mexa para não grudar no fundo da panela. Leve o 100g margarina salmão ao forno com temperatura de 180º por uns 15 200g de farinha de trigo minutos ou até que esteja dourado. Acrescente me- 500ml de leite tade do creme de champignon e o queijo parmesão 300ml de creme de leite com o arroz já cozido e misture. Monte o prato com 350g champignon laminado filé de salmão com molho de champignon e o arroz 500g de queijo parmesão à piamontese e decore com salsa crespa. Pão de queijo Como preparar Rendimento: 40 pães Bata as claras em neve. • Receita cedida por Coloque as gemas e Geralda Teixeira Maciel continue batendo, - Voluntária da Fenapco colocando também açúcar e o fermento. Ingredientes Coloque o polvilho 1 kg de polvilho até dar o ponto. 3 copos americanos de açúcar Faça bolinhas, co- 2 colheres de margarina loque em assadeira untada e 6 ovos leve ao forno e deixe até dourar. 1 colher (café) de fermento
  • 13. Receitas deliciosas e ricas em cálcio para você 13 Frappé de leite com flor de camomila Rendimento: 2 taças de 200 g Preparo Coloque em uma panela o leite e as flores de camo- • Receitas Beba Leite - cedida por Tetra Pak mila e leve ao fogo, mexendo de vez em quando, até ferver. Abaixe o fogo e deixe por mais 2 minutos. Ingredientes Retire do fogo. Transfira a mistura para uma tigela, 2 xícaras (chá) de leite longa vida integral em cubra com filme plástico e deixe amornar por 10 embalagem da Tetra Pak (480ml) minutos. Leve à geladeira por 3 horas. Se preferir, 3 colheres (sopa) de flores secas de camomila (3g) prepare de véspera. Em seguida, peneire a mistura, 2 colheres (sopa) de leite condensado em embala- separando as flores. Aperte bem para tirar o máximo gem da Tetra Pak (40,5g) de leite. Despeje no copo do liquidificador e junte o 1 xícara (chá) de sorvete de creme (75g) leite condensado e o sorvete. Bata até ficar cremoso. Flor de camomila para decorar Despeje em taças e decore com flores de camomila. Leite batido com água de coco e melancia Rendimento: 1 copo de 350g • Receitas Beba Leite - cedida por Tetra Pak Ingredientes 1 pedaço pequeno picado de melancia (150g) 100ml de leite longa vida desnatado em embalagem Tetra Pak, gelado. Preparo 100ml de água de coco em embalagem Coloque os ingredientes no liquidificador e deixe Tetra Pak, gelada. bater por 30 segundos. Despeje em um copo alto. Espetinho de melancia para decorar Decore com espetinho de melancia. Frappé de leite com salsão e laranja Rendimento: 5 copos de 150 g Preparo Disponha no copo do liquidificador a hortelã e o • Receitas Beba Leite - cedida por Tetra Pak suco de laranja. Bata por 30 segundos e despeje em formas próprias para fazer gelo. Cubra com Ingredientes filme plástico e reserve no congelador por 4 horas 2 colheres (sopa) de hortelã picado (8g) ou até ficar firme. Coloque o leite e o salsão no 400ml de suco de laranja copo do liquificador e bata até ficar homogêneo. 2 xícaras (chá) de leite longa vida integral em em- Peneire o líquido e despeje novamente no copo do balagem da Tetra Pak, bem gelado (480ml) liquidificador (sem resíduos). Junte o suco de laranja 2 talos médios de salsão picados (com as folhas) (125g) com hortelã congelada, acrescente o açúcar e bata 4 colheres (sopa) de açúcar refinado (48g) por mais 1 minuto. Distribua o frappé em copos e Hortelã para decorar decore com folha de hortelã.
  • 14. 14 Posicione-se: Defenda seus Ossos Mix de folhas ao molho de ervas 1 pitada de orégano Rendimento: 1 porção • Receita cedida por Lilly Por Camila Almeida – CRN2 6648p Nutricionista - UNIVALI Pós-graduanda de Nutrição Clínica Funcional - VP Aperfeiçoamento em Nutrição e Estética - IPGS Ingredientes para a salada 3 folhas de rúcula Preparo 3 ramos com folhas de agrião Lave bem as folhas de rúcula, agrião, acelga e couve 1 folha de acelga manteiga. Rasgue as folhas de rúcula e agrião e pique a 2 folhas de couve-manteiga acelga e a couve-manteiga em tirinhas finas. Misture os 1 fatia de queijo Tofu (20g) verdes com a sardinha em lata (sem o azeite). Reserve. ½ lata de sardinha em lata (conservada em azeite) Para preparar o molho, misture 1 colher de chá do azeite que conserva a sardinha em lata (5g) com 1 colher de Ingredientes para o molho de ervas: chá de óleo de gergelim (5g), a salsinha, cebolinha e 1 colher de chá do azeite que conserva a sardinha manjericão picadinho. Junte a salada de verdes com o em lata (5g) molho e finalize com pedaços em cubos do queijo tofu. 1 colher de chá de óleo de gergelim (5g) ¼ de 1 dente de alho Sugestão 1 ramo pequeno de salsinha e cebolinha Acrescente ¼ de abacate picado ou 3 unidades de 2 folhas de manjericão fresco castanhas-do-pará sobre a salada. Enroladinho de ricota Rendimento: 40 unidades • Receita cedida por Geralda Teixeira Maciel - Voluntária da Fenapco Ingredientes para a massa 30g de fermento 1 xícara (chá) de leite morno 1 colher (sopa) de açúcar 1 colher (sopa) de sal ½ xícara (chá) de óleo 1 xícara (chá) de maisena e soltar das mãos. Faça cerca de 40 bolinhas, cubra com um pano e deixe crescer até dobrar de tama- Ingredientes para o recheio nho, cerca de 1 hora. Em seguida, abra as bolinhas 300 g de ricota fresca, amassada e coloque um pouco de recheio sobre cada uma. 3 gemas Enrole como charutos e coloque em uma assadeira, 3 colheres (sopa) de salsa picada untada e enfarinhada. Pincele com a gema e leve ao forno, com fogo médio, cerca de 25 minutos. Preparo da massa Desmanche o fermento no leite, junte 2 gemas e os Preparo do recheio demais ingredientes. Amasse bem até formar bolhas Misture bem todos os ingredientes.
  • 15. Previna-se contra a “doença silenciosa” 15 Dados Bibliográficos Colaboraram nesta edição Consultoria Médica Dr. Rubem Lederman Tradução e textos Suely Roitman, Mara Misse e Cristina Maciel Produção Gráfica Foco Notícias Impressão WalPrint Gráfica e Editora Fontes de Pesquisa • International Osteoporosis Foundation – IOF • World Osteoporosis Day 2006 – Bone Appétit® • World Osteoporosis Day 2007 – Beat the Break • World Osteoporosis Day 2008 – Stand Tall, speak out for your bones • Boning Up on Osteoporosis – National Osteoporosis Foundation • Booklet for general public – WOD 2006, 2007, 2008 e 2009 • www.iofbonehealth.com
  • 16. Federação Nacional de Associações de Pacientes e de Combate à Osteoporose Av. Nossa Senhora de Copacabana, 680 – Sala 404 – Copacabana CEP 22050-000 Rio de Janeiro – RJ Fone: (21) 2548-8424 fenapco@fenapco.com.br • www.fenapco.com.br FILIADA À: PATROCÍNIO APOIO