Cidades e Regiões Digitais Clad

1.364 visualizações

Publicada em

Comunicação apresentada no XII Congresso da CLAD, Santo Domingo, República Dominicana, Outubro-Novembro 2007

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.364
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
26
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cidades e Regiões Digitais Clad

  1. 1. CIDADES E REGIÕES DIGITAIS GOVERNAÇÃO E COMUNIDADE NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO E DO CONHECIMENTO Bárbara Barbosa Neves Centro de Administração e Políticas Públicas Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Universidade Técnica de Lisboa Fundação para a Ciência e Tecnologia XII Congresso Clad, Santo Domingo, 2007
  2. 2. Génese <ul><li>1994 - DDS ( De Degitale Stad – cidade digital) </li></ul>
  3. 3. Definição? <ul><li>Multiplicidade de projectos e enquadramentos, </li></ul><ul><li>Confusão e uso excessivo e indiferenciado de vários termos, </li></ul><ul><li>Conceito polissémico e em mutação, </li></ul><ul><li>Necessidade de uma tipologia (Utilização da tipologia de Aurigi e Graham). </li></ul>
  4. 4. Aproximação Conceptual <ul><li>A cidade digital: </li></ul><ul><li>Componente/complemento da cidade física que utiliza as TIC; </li></ul><ul><li>Diversos objectivos; </li></ul><ul><li>Representada por um sítio electrónico ou um conjunto de sítios electrónicos que reproduzem a cidade física on-line; </li></ul><ul><li>Complexidade da sua definição. </li></ul>
  5. 5. Paradigmas Cidade Digital de Quioto
  6. 6. Paradigmas Helsínquia Virtual
  7. 7. O Caso Português
  8. 8. O Caso Português <ul><li>1998 - “Programa Cidades Digitais” </li></ul><ul><li>2001 - “Programa Cidades e Regiões Digitais” </li></ul><ul><li>2007 – 28 projectos </li></ul>
  9. 9. O Caso Português <ul><li>Missão: </li></ul><ul><li>“ desenvolver a Sociedade de Informação e do Conhecimento ao nível regional de forma a criar competências regionais aplicadas que criem valor económico para a região, aumentem a qualidade de vida dos seus cidadãos, uma cidadania activa e promovam a competitividade das suas empresas e o seu desenvolvimento sustentado.” </li></ul><ul><li>POSI </li></ul>
  10. 10. Investigação <ul><li>Estudo de Caso Múltiplo ( Gaia Global e Aveiro Digital ) </li></ul><ul><li>Pesquisa Longitudinal (2005-2007) </li></ul><ul><li>Investigação pretende verificar se os projectos contribuem para o reforço da cidadania </li></ul><ul><li>Triangulação Metodológica </li></ul>
  11. 11. Vila Nova de Gaia Bárbara Barbosa Neves Fonte: http:// www.pbase.com / image /32956803 Fonte: Infopedia
  12. 12. Gaia Global Bárbara Barbosa Neves <ul><li>A cidade digital de Vila Nova de Gaia engloba um conjunto de sítios electrónicos. </li></ul><ul><li>Objectivos: </li></ul><ul><li>Infra-estrutura de Comunicação, </li></ul><ul><li>Dinamização regional, </li></ul><ul><li>Modernização autárquica. </li></ul>
  13. 13. Gaia Global Modelo das Praças – Áreas de Intervenção
  14. 14. www.gaiaglobal.pt
  15. 15. www.gaiaglobal.pt
  16. 16. E-Inquérito <ul><li>E-Inquérito Aplicado aos Utilizadores do Gaia Global www.gaiaglobal.pt : </li></ul><ul><li>Colocado on-line entre 15 de Setembro e 15 de Outubro de 2005. </li></ul><ul><li>40 Inquiridos. </li></ul><ul><li>Limitações metodológicas. </li></ul>Bárbara Barbosa Neves
  17. 17. “ O Gaia Global permite-lhe estar mais perto do seu governo local?” “ O Gaia Global permite-lhe estar mais perto das instituições e empresas locais?” N=40 72,5% 17,5% 10% 75% 18% 7%
  18. 18. “ O Gaia Global permite-lhe aceder à informação, bens e serviços de Gaia?” N=40 92,5% 92,5% 7,5%
  19. 19. N=40 “ O Gaia Global permite-lhe resolver assuntos com o seu município mais rapidamente?” “ O Gaia Global permite-lhe esclarecer dúvidas com o seu município mais rapidamente?” 47,5% 37,5% 15% 50% 35% 15%
  20. 20. Região de Aveiro Bárbara Barbosa Neves Fonte: AMRia
  21. 21. Aveiro Digital Bárbara Barbosa Neves <ul><li>Motor do desenvolvimento social, económico e cultural. </li></ul><ul><li>A modernização dos serviços e a qualificação das pessoas na região da Associação de Municípios da Ria. </li></ul>
  22. 22. Aveiro Digital <ul><li>O Programa contempla: </li></ul><ul><li>8 Áreas de Intervenção ( 1-Comunidade Digital, 2-Autarquias e Serviços Concelhios, 3-Escolas e Comunidades Educativas, 4- Universidade e Comunidade Universitária, 5-Serviços de Saúde, 6- Solidariedade Social, 7- Tecido Produtivo, 8-Informação, Cultura e Lazer ) </li></ul><ul><li>77 Projectos, </li></ul><ul><li>326 Entidades Beneficiárias. </li></ul>
  23. 23. www.aveiro-digital.pt Aveiro Digital
  24. 24. GG vs AD <ul><li>Nível de Informação e Serviços – GG </li></ul><ul><li>Acesso e Participação – AV </li></ul><ul><li>Enraizamento – GG e AD </li></ul><ul><li>Diferenças: </li></ul><ul><li>Objectivos </li></ul><ul><li>Financiamento </li></ul><ul><li>Execução Temporal </li></ul>
  25. 25. Conclusões <ul><li>As Cidades e Regiões Digitais são progressivamente: </li></ul><ul><li>instrumentos de apoio à governação, </li></ul><ul><li>novo canal de participação e envolvimento, </li></ul><ul><li>forma de aproximar e integrar a comunidade na Sociedade da Informação e do Conhecimento (info-inclusão). </li></ul>
  26. 26. Conclusões <ul><li>É fundamental que: </li></ul><ul><li>as cidades digitais e o governo electrónico se focalizem nos cidadãos e não unicamente na tecnologia </li></ul><ul><li>as TIC sejam introduzidas como uma mais valia e uma ferramenta no dia-a-dia dos indivíduos e das organizações. </li></ul>
  27. 27. <ul><li>The real problem is not whether machines think but whether men do… B. F. Skinner </li></ul>
  28. 28. <ul><li>Muito Obrigado! </li></ul><ul><li>Bárbara Barbosa Neves </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul>Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Universidade Técnica de Lisboa

×