Sétima   dePentecoste    s
Com.: Dom da Inteligência - O dom do entendimento, também chamado "dom da   inteligência" ou "dom do discernimento"  (dife...
2º dia: O Espírito Santo é Deus
Vinde, Espírito Santo,enchei os corações dos vossos fiéis,      e acendei neles o fogo          do vosso amor.      Enviai...
Oremos: Ó Deus, que instruíste oscorações de Vossos fiéis com a Luz    do Espírito Santo, fazei que  apreciemos retamente ...
Oração IntrodutóriaC.: Vinde, Espírito Santo e enviai-nos do alto docéu, um raio da vossa luz!T.: Vinde, Pai dos pobres, v...
C.: Ó luz da felicidade, inundai plenamente oscorações dos vossos fiéis!T.:   Sem o vosso auxílio, nada pode ohomem, nada ...
C.: Dai aos vossos fiéis, que em vós confiam, ossete dons sagrados!T.: Dai-nos o mérito da virtude! Dai-nos otroféu da sal...
L eitura BíblicaLeitura da Primeira Carta de Paulo aosCoríntios, capítulo 2, versículos de 9 a 12:9. Quando vos escrevi, a...
11. Não quero que sejamos vencidos porSatanás, pois não ignoramos as suasmaquinações. 12. Quando cheguei a Trôadepara preg...
ReflexãoL.: Muitas pessoas concebem o Espírito Santocomo uma “força de Deus”, ou como uma “luzdivina”, ou, ainda, como uma...
Mesmo não assumindo a nossa naturezahumana como Jesus -que se fez carne, um denós -, o Espírito Santo é Deus mesmo. Tercei...
Tudo vê, tudo conhece, está presente em tudoe em todos. Exerce hoje, em mim – em cadacriatura, em todos os filhos de Deus ...
Deus sem face. A humildade de Deus. PuroEspírito, que escolheu nosso ser para SeuTemplo, Sua morada, habitando nosso frági...
Ao professarmos nossa fé na Pessoa do DivinoEspírito Santo, a Igreja nos ensina: “Aquele queo Pai enviou aos nossos coraçõ...
Quando o Pai envia seu Verbo, envia sempreseu Sopro: missão conjunta em que o Filho e oEspírito Santo são distintos, mas i...
E diz mais o Catecismo da Igreja Católican.253: “As pessoas divinas não dividem entre sia única divindade. Mas cada uma de...
C onsagração ao Divino E spírito Santo T.: Ó Espírito Santo, Divino Espírito deluz e de amor, eu vos consagro a minha inte...
Que o meu coração seja sempre inflamado doamor de Deus e pelo próximo. Que a minhavontade seja sempre conforme a vontadedi...
Oração Final C.: Espírito Santo, que conduziste osprofetas por desertos de areia ou pelaamplidão dos mares.T.: Sopra sobre...
C.: Sopra sobre nossos lábios, a fim deque só digam e cantem a Verdade deque liberta.T.: Abre nossos corações à beleza dom...
C.: Para que todos os nossos encontrossejam sempre louvores a Deus emotivos de amor.T.: E todas as criaturas constituamopo...
Hino L itúrgico              Veni C reator  Vem, Espírito Criador, visita o espírito             dos que são teus.   Enche...
Tu nos ofereces os sete dons, Tu és o        dedo da mão de Deus,    a verídica promessa do Pai:        Tu inspiras nossa ...
Afasta para longe de nós o inimigo.     Desde agora dá-nos a paz. Sê nosso guia no caminho para que     possamos evitar to...
2º dia
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

2º dia

863 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
863
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
387
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

2º dia

  1. 1. Sétima dePentecoste s
  2. 2. Com.: Dom da Inteligência - O dom do entendimento, também chamado "dom da inteligência" ou "dom do discernimento" (diferente do discernimento dos espíritos), nos dá uma compreensão profunda dasverdades reveladas, sem contudo nos revelaro seu mistério. Por meio deste dom passamos a nos conhecer profundamente e areconhecer a profundidade de nossa miséria.
  3. 3. 2º dia: O Espírito Santo é Deus
  4. 4. Vinde, Espírito Santo,enchei os corações dos vossos fiéis, e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai o vosso Espírito e tudo será criado. E renovareis a face da terra.
  5. 5. Oremos: Ó Deus, que instruíste oscorações de Vossos fiéis com a Luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas ascoisas, segundo o mesmo Espírito, e gozemos sempre da sua consolação. Por Cristo, Senhor Nosso. Amém.
  6. 6. Oração IntrodutóriaC.: Vinde, Espírito Santo e enviai-nos do alto docéu, um raio da vossa luz!T.: Vinde, Pai dos pobres, vinde, fonte detodos os dons, vinde, luz dos corações!C.: Consolador magnífico! Doce hóspede daalma! Doce reconforto!T.: Sois repouso para o nosso trabalho,calmante para as nossas paixões, lenitivopara as nossas lágrimas!
  7. 7. C.: Ó luz da felicidade, inundai plenamente oscorações dos vossos fiéis!T.: Sem o vosso auxílio, nada pode ohomem, nada produz de bom!C.: Lavai as nossas manchas! Banhai a nossaaridez! Sarai as nossas feridas!T.: Dobrai a nossa dureza! Aquecei a nossafraqueza! Retificai os nossos erros!
  8. 8. C.: Dai aos vossos fiéis, que em vós confiam, ossete dons sagrados!T.: Dai-nos o mérito da virtude! Dai-nos otroféu da salvação! Dai-nos a alegria eterna!Amém! Aleluia!
  9. 9. L eitura BíblicaLeitura da Primeira Carta de Paulo aosCoríntios, capítulo 2, versículos de 9 a 12:9. Quando vos escrevi, a minha intenção erasubmeter-vos à prova para ver se éreistotalmente obedientes. 10. A quem vósperdoais, também eu perdôo. Com efeito, o queperdoei - se alguma coisa tenho perdoado - foipor amor de vós, sob o olhar de Cristo.
  10. 10. 11. Não quero que sejamos vencidos porSatanás, pois não ignoramos as suasmaquinações. 12. Quando cheguei a Trôadepara pregar o Evangelho de Cristo, apesar daporta que o Senhor me abriu.C.: Palavra do Senhor.T.: Graças a Deus.
  11. 11. ReflexãoL.: Muitas pessoas concebem o Espírito Santocomo uma “força de Deus”, ou como uma “luzdivina”, ou, ainda, como uma “consolaçãodivina” que Deus nos concede, apenas. Emborapossamos também considerá-lo como essasrealidades todas, é necessário termos em contaque o Espírito Santo não é “uma parte” ou “umaspecto” da ação divina. Ele é Deus!
  12. 12. Mesmo não assumindo a nossa naturezahumana como Jesus -que se fez carne, um denós -, o Espírito Santo é Deus mesmo. TerceiraPessoa da Santíssima Trindade, um como Pai e o Filho. Procede do amor entre eles,uma só essência, uma só natureza com Eles.Como Pessoa é livre, tem inteligência evontade.
  13. 13. Tudo vê, tudo conhece, está presente em tudoe em todos. Exerce hoje, em mim – em cadacriatura, em todos os filhos de Deus -, a missãode santificador, de consolador. É o Senhor davida! É aquele que, agindo em nosso interiordesde o nosso Batismo, nos leva a conhecerJesus, a amá-Lo, a seguir Seus ensinamentos.Ele nos revela Jesus Caminho, Verdade e Vida.Ele nos convence de que somos salvos pelosangue do Cordeiro sem mancha, Jesus Cristo.
  14. 14. Deus sem face. A humildade de Deus. PuroEspírito, que escolheu nosso ser para SeuTemplo, Sua morada, habitando nosso frágilespírito humano. No credo niceno-constantinopolitano, rezamos: “Creio no EspíritoSanto, Senhor que dá a vida, e procede do Paie do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado eglorificado; Ele que falou pelos profetas”.
  15. 15. Ao professarmos nossa fé na Pessoa do DivinoEspírito Santo, a Igreja nos ensina: “Aquele queo Pai enviou aos nossos corações, o Espírito doseu Filho, é realmente Deus. Consubstancial aoPai e ao Filho, Ele é inseparável dos dois, tantona Vida íntima da Trindade como no seu domde amor pelo mundo. Mas ao adorar aSantíssima Trindade, vivificante, consubstanciale indivisível, a fé da Igreja professa também adistinção das Pessoas.
  16. 16. Quando o Pai envia seu Verbo, envia sempreseu Sopro: missão conjunta em que o Filho e oEspírito Santo são distintos, mas inseparáveis.Sem dúvida, é Cristo que aparece, Ele, aimagem visível do Deus invisível; mas é oEspírito Santo que O revela” (Catec;n.689-690).
  17. 17. E diz mais o Catecismo da Igreja Católican.253: “As pessoas divinas não dividem entre sia única divindade. Mas cada uma delas é Deuspor inteiro:” O Pai é aquilo que é o Filho, O Filhoá aquilo que é o Pai, O Espírito Santo é aquiloque são o Pai e o Filho, isto é, um só Deusquanto à natureza” (XI Concílio de Toledo, em675:DS 530).
  18. 18. C onsagração ao Divino E spírito Santo T.: Ó Espírito Santo, Divino Espírito deluz e de amor, eu vos consagro a minha inteligência, o meu coração e a minhavontade, todo o meu ser, no tempo e na eternidade. Que a minha inteligência seja sempre dócil às vossas celestesinspirações e à doutrina da Santa Igreja Católica, de que sois guia infalível.
  19. 19. Que o meu coração seja sempre inflamado doamor de Deus e pelo próximo. Que a minhavontade seja sempre conforme a vontadedivina, e que toda a minha vida seja umaimitação fiel da vida e das virtudes de NossoSenhor e Salvador Jesus Cristo, a quem, com oPai e convosco, sejam dadas honra e glóriapara sempre Amém.(Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória ao Pai)
  20. 20. Oração Final C.: Espírito Santo, que conduziste osprofetas por desertos de areia ou pelaamplidão dos mares.T.: Sopra sobre nossos olhos, a fim deque, por toda parte, saibam ver aTrindade Santa.
  21. 21. C.: Sopra sobre nossos lábios, a fim deque só digam e cantem a Verdade deque liberta.T.: Abre nossos corações à beleza domundo, ao alegre esplendor das formassensíveis
  22. 22. C.: Para que todos os nossos encontrossejam sempre louvores a Deus emotivos de amor.T.: E todas as criaturas constituamoportunidades que nos levem aoCriador. Amém.
  23. 23. Hino L itúrgico Veni C reator Vem, Espírito Criador, visita o espírito dos que são teus. Enche de graça e de esplendor os corações que tu mesmo criaste. Nós te chamamos o Defensor, dom de Deus altíssimo.fonte viva, fogo, amor e unção da graça.
  24. 24. Tu nos ofereces os sete dons, Tu és o dedo da mão de Deus, a verídica promessa do Pai: Tu inspiras nossa voz. Abrasa-nos em tua luz, enche nossos corações. O que é fragilidade em nosso corpo revigora com Teu vigor.
  25. 25. Afasta para longe de nós o inimigo. Desde agora dá-nos a paz. Sê nosso guia no caminho para que possamos evitar todo mal. Dá que conheçamos o Pai, revela-nos o filho,Tu és o Espírito do Pai e do filho. Que sempre creiamos em Ti! FIM

×