Identidade pré-moderna, modernae pós-moderna Profa. Dra. Azenaide Abreu Soares Vieira
CONCEPÇÕES DE         IDENTIDADE          (Stuart Hall)•Sujeito do Iluminismo•Sujeito Sociológico•Sujeito pós-moderno
SUJEITO DO ILUMINISMO    (até final do século XIX)• A ideia era de que o sujeito nascia e já tinha uma  maneira única e as...
SUJEITO SOCIOLÓGICO        (Século XX)• É fruto do mundo moderno;• Cresce a concepção de que o sujeito é  acima de tudo um...
SUJEITO PÓS-MODERNO    (final do século XX e início XXI)• O sujeito é “modificado num diálogo  contínuo com os mundos cult...
• [...] o sujeito assume identidades  diferentes em diferentes momentos,  identidades que não são unificadas ao  redor de ...
• As sociedades modernas são constituídas por  “mudanças constantes, rápida e permanente”;• “As práticas sociais são const...
• Conforme se desloca, constitui-se a sociedade  moderna que é formada por diferentes  identidades ou “posições de sujeito...
• o indivíduo é interpelado "através de sua  participação em relações sociais mais  amplas", constituindo e sendo constitu...
SENDO ASSIM…• Ao     longo     do     semestre  buscaremos     compreender      o  movimento identitário do sujeito  e com...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula 06.08

408 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
408
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
26
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 06.08

  1. 1. Identidade pré-moderna, modernae pós-moderna Profa. Dra. Azenaide Abreu Soares Vieira
  2. 2. CONCEPÇÕES DE IDENTIDADE (Stuart Hall)•Sujeito do Iluminismo•Sujeito Sociológico•Sujeito pós-moderno
  3. 3. SUJEITO DO ILUMINISMO (até final do século XIX)• A ideia era de que o sujeito nascia e já tinha uma maneira única e assim se desenvolvia;• O idêntico era o valorizado e não se permitia o diferente.• Trata de um concepção individualista em que o sujeito já era moldado antes mesmo de nascer.
  4. 4. SUJEITO SOCIOLÓGICO (Século XX)• É fruto do mundo moderno;• Cresce a concepção de que o sujeito é acima de tudo um ser social;• “formado na relação com outras pessoas importantes para ele, que mediavam para o sujeito os valores, sentidos e símbolos – a cultura” (p. 11).• A identidade passa a ser compreendida como sendo “formada na interação entre o eu e a sociedade”
  5. 5. SUJEITO PÓS-MODERNO (final do século XX e início XXI)• O sujeito é “modificado num diálogo contínuo com os mundos culturais exteriores e as identidades que esses mundos oferecem”;• Deixa de ser visto com uma “identidade unificada e estável” ;• Passa a ser compreendido com um ser fragmentado, composto por várias identidades, algumas vezes “contraditórias ou não-resolvidas” (p. 12).
  6. 6. • [...] o sujeito assume identidades diferentes em diferentes momentos, identidades que não são unificadas ao redor de um “eu” coerente.• Dentro de nós há identidades contraditórias, empurrando em diferentes direções, de tal forma que nossas identificações estão sendo continuamente deslocadas. (HALL, 2005, p. 13).
  7. 7. • As sociedades modernas são constituídas por “mudanças constantes, rápida e permanente”;• “As práticas sociais são constantemente examinadas e reformadas à luz das informações recebidas sobre aquelas próprias práticas, alterando assim, constitutivamente, seu caráter”. Isso em virtude da interconexão entre as sociedades de todo o globo. O contato com diferentes contextos sociais, para Giddens, alterou “algumas das características mais íntimas e pessoais de nossa existência cotidiana”.
  8. 8. • Conforme se desloca, constitui-se a sociedade moderna que é formada por diferentes identidades ou “posições de sujeito”.• identidade passa de uma política de classe para uma política de diferença.• Com as transformações associadas à modernidade, o sujeito se "liberta" de "apoios estáveis nas tradições e nas estruturas"• As explicações divinas eram a base que sustentava para a existência humana, assim, não se cogitava mudanças individuais do sujeito;
  9. 9. • o indivíduo é interpelado "através de sua participação em relações sociais mais amplas", constituindo e sendo constituído a partir dos papéis que desempenham nas estruturas sociais.
  10. 10. SENDO ASSIM…• Ao longo do semestre buscaremos compreender o movimento identitário do sujeito e como a Literatura registra cada momento.

×