Carta aos Romanos 02

900 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
900
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
102
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Carta aos Romanos 02

  1. 1. Carta de Paulo aos Romanos: Cristãos à sombra do Império • RESUMO DA CARTA: Rm 1,16 • “Não me envergonho do Evangelho, porque é poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego” • Paulo admitia à comunidade cristã todos que tivessem fé, sem que antes se tornassem judeus. • QUESTÃO: A justificação (amizade com Deus) é com base nas “obras da Lei” ou gratuitamente em virtude da fé de Cristo?
  2. 2. • O que significa “obras da Lei” ? • ἔργων νόμου: 6 vezes em Gálatas (2,16; 3,2.5.10) e 2 vezes em Romanos (3,20.28) • emblemas que caracterizam o judaísmo enfatizam uma separação que Cristo veio abolir (James Dunn) • Não é tanto um sistema de méritos, porque o judaísmo se baseia na graça, mas legalismo e autoafirmação da identidade. • A questão principal da Carta aos Romanos é enquadrada em um aprofundamento sobre a fé.
  3. 3. • ARGUMENTAÇÃO • 1) Todos, gentios e judeus estão sob o pecado. Os judeus tem a Lei e os gentios tem a consciência ( → 2,15) • Ao exteriorizar a Lei na pedra e entregá-la a Moisés, Deus que fosse lembrada, pois o ser humano se tornara indiferente a ela. • 2) Deus enviou seu Filho Jesus para salvar a todos • 3) vivemos uma vida nova conforme a Lei do Espírito: predominância do espírito sobre a matéria e desejo pelo bem
  4. 4. • Estrutura: • PRESCRIPTIO: Rm 1,1-7 • AÇÃO DE GRAÇAS: Rm 1,8-15: “Tanto dos gregos quanto dos bárbaros, tanto dos sábios quanto dos incautos sou devedor” (1,14). Desejo de anunciar o evangelho também a vós que estais em Roma (v.15). • A HUMANIDADE CULPADA: Rm 1,16-32 • Cl 1,13-14: situação de opressão: “império das trevas”. • resgate: traslado. O oposto era comum: multidões sendo levadas cativas de um reino a outro
  5. 5. • Sobre quem está a ira de Deus ? • Sobre todos. Deus retribuirá a cada um segundo o seu procedimento (2,6). • primeiro para o judeu, depois para o grego. Deus não faz acepção de pessoas (2,9-11). • RESPONSABILIDADE DOS JUDEUS: seu lugar na história da salvação: Rm 2,17 – 3,20 • Crítica objetiva ao orgulho dos judeus quanto às obras da Lei. Mas ele tem os oráculos de Deus (3,2). Deus lhes é fiel. • Propósito: impedir o antijudaísmo dos gentios crentes em Jesus. Os patrícios tinham orgulho do império e da cidade de Roma.
  6. 6. • Rom 2-3 deve ser interpretado como uma crítica à arrogância romana contra judeus. • O império reivindica para os imperadores as quatro qualidades “humanitárias”: iustitia, clementia, pietas et virtus. • ABRAÃO: pai da fé (de judeus e gentios): Rm 4 • A pistis de Abraão e não a pietas de Augustus • A piedade de Augusto: retratada em estátuas e monumentos públicos, como o Ara Pacis para celebrar o período da Pax Romana
  7. 7. • A pietas atribuída à legislação de Augusto: fez a reforma do culto e serviço sacrificial • Contra essa ideologia: a afirmação de Abraão é o ancestral da fé monoteísta de todas as nações. • não é contra um judeu que afirma ser o único herdeiro de Abraão, mas aos romanos: eles entraram para a linhagem de Abraão com seus irmãos da Judéia. • Nem obras da Lei, nem obras da pietas de Augusto, mas a fé.
  8. 8. • ORGULHO DAS NAÇÕES: Rm 5 • Carta aos Romanos: não uma crítica cristã ao judaísmo nem uma crítica judaica aos gentios • mas uma exortação aos crentes romanos que julgam os crentes judeus com desprezo • um morador típico de Roma considerava os judeus como povo conquistado cujos “ateísmo” era interpretado como superstitio • Com a “obediência da fé”: convida a serem governados não tanto pelo imperador mas pelo Deus de Israel através de Cristo
  9. 9. • Em 54 dC Nero, por um ato de clemência, permitiu que os judeus voltassem à capital • Mais condescendência para com os judeus aumentou o prestígio de Nero • Habitantes de Roma viram os judeus como povo fraco, conquistado e supersticioso. • Clemente é o Deus de Israel em relação à raça de Adão. • Adão era uma figura de Cristo: desobediência X obediência; morte X vida • Função do Batismo: Rm 6

×