TGA – A01
Por que estudar?•   Para aprender•   Para se colocar melhor no mercado•   Para crescer intelectualmente•   Para estabelece...
O que o mercado de trabalho exige do profissional? •   Conhecimento, criatividade e autonomia •   Inovação e responsabilid...
Pedra que não rola cria limo...Numa grande empresa trabalhava Álvaro, um funcionário sério, cumpridor de suas obrigações e...
Continuação...Álvaro, sem entender, saiu da sala e foi cumprir a missão a ele designada. Em cinco minutos estava de volta....
Parte final...Em oito minutos Juca estava de volta. "E então, Juca?", perguntou o patrão. "Tem abacaxi, sim. Tem quantidad...
O administrador e a organização          Em cada Organização, o administrador desenvolve estratégias, define missões,estab...
Habilidades            Nível          Alta Direção                        Conceituais        Institucional                ...
Figura 2. As Competências Duráveis do Administrador
Exercício: Habilidades do Administrador      A dois anos, Márcia trabalha na Intertech. Empresaque oferece oportunidades d...
Anos                                                              Teorias-------------------------------------------------...
As variáveis básicas da administração                    Competitividade     Tecnologia                         Pessoas   ...
As Perspectivas FuturasAs Perspectivas Futuras:1. Mudanças rápidas e inesperadas no mundo dos negócios.2. Crescimento e ex...
Os impactos futuros sobre as organizações:1. Crescimento das organizações.2. Concorrência mais aguda.3. Sofisticação da te...
De:                             Para:                   Alteração:Sociedade industrial        Sociedade da informação    I...
ABORDAGEM CLÁSSICA       DA  ADMINISTRAÇÃO
Administração Científica         (Arrumando o Chão da Fábrica)•   A obra de Taylor.•   A Administração como ciência.•   A ...
Teoria Científica da AdministraçãoFrederick Taylor Frederick Winslow Taylor (Filadélfia, 20 de março de 1856—Filadélfia, 2...
Desdobramentos da Abordagem Clássica:                 Administração            Ênfase nas                   Científica    ...
O primeiro período de Taylor:1. O objetivo da Administração é pagar salários melhores e reduzir   custos de produção.2. Pa...
A Organização Racional do Trabalho:1. Análise do trabalho e estudo dos tempos e movimentos.2. Estudo da fadiga humana.3. D...
A Organização Racional do Trabalho:1. Análise do trabalho e estudo dos tempos e movimentos.2. Estudo da fadiga humana.3. D...
Objetivos do estudo de tempos e movimentos1. Eliminação do desperdício de esforço humano e de movimentos   inúteis.2. Adap...
A divisão do trabalho e a especialização do operário          Cada operário       Vários operários           Vários operár...
Vantagens na simplificação do desenho de cargos 1. Admissão de empregados com qualificações mínimas e salários menores par...
As condições de trabalho para a Administração Científica1. Adequação de ferramentas de trabalho e equipamentos deprodução ...
Princípios de Administração Científica para Taylor        1. Princípio do planejamento        2. Princípio do preparo     ...
Apreciação Crítica da Administração Científica          1. Mecanicismo da Administração Científica.          2. Superespec...
Figura 3.6. Abordagem microscópica e mecanicista da         Administração Científica                Seleção               ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

T g a_2_a01

852 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
852
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
34
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

T g a_2_a01

  1. 1. TGA – A01
  2. 2. Por que estudar?• Para aprender• Para se colocar melhor no mercado• Para crescer intelectualmente• Para estabelecer relações• Para aprender a sintetizar• Para melhorar o trabalho/o estudo• Para se atualizar• Para inovar e criar• Para ampliar horizontes• (...)
  3. 3. O que o mercado de trabalho exige do profissional? • Conhecimento, criatividade e autonomia • Inovação e responsabilidade • Iniciativa • Empreendedorismo • Trabalho em time • Bom relacionamento interpessoal • Capacidade de análise • Capacidade de síntese • Percepção do todo e de cada parte institucional • Capacidade de pesquisa • Filtrar informações  • Responsabilidade e ética • Bons contatos • Boas idéias
  4. 4. Pedra que não rola cria limo...Numa grande empresa trabalhava Álvaro, um funcionário sério, cumpridor de suas obrigações e, por isso mesmo, já com 20 anos de casa.Um belo dia, Álvaro vai ao presidente da empresa fazer uma reclamação:"Tenho trabalhado durante estes 20 anos em sua empresa com toda a dedicação e agora me sinto um tanto injustiçado. Juca, que está conosco há somente três anos, está ganhando mais que eu."O patrão fingiu não ouvi‐lo e, cumprimentando, falou:"Foi bom você ter vindo aqui. Tenho um problema para resolver e você poderá ajudar‐me. Estou querendo dar ao nosso pessoal uma sobremesa após o almoço de hoje. Aqui na esquina tem uma barraca de frutas. Vá até lá e verifique se tem abacaxi."
  5. 5. Continuação...Álvaro, sem entender, saiu da sala e foi cumprir a missão a ele designada. Em cinco minutos estava de volta."Como é?", disse o patrão. "Verifiquei como o senhor mandou e a barraca tem o abacaxi", disse Álvaro. "E quanto custa cada?", perguntou o patrão."Isto eu não perguntei não!", respondeu Álvaro. "Eles têm quantidade suficiente para atender todos os funcionários?", perguntou o patrão. "Não sei, não...", respondeu Álvaro. "Muito bem, Álvaro, sente‐se ali naquela cadeira e me aguarde um pouco."Pegou o telefone e mandou chamar o Juca. Quando Juca entrou na sala o patrão foi logo dizendo:"Juca, estou querendo dar ao nosso pessoal uma sobremesa após o almoço de hoje. Aqui na esquina tem uma barraca de frutas, vá até lá e verifique se tem abacaxi."
  6. 6. Parte final...Em oito minutos Juca estava de volta. "E então, Juca?", perguntou o patrão. "Tem abacaxi, sim. Tem quantidade suficiente para todo o pessoal e se o senhor quiser eles têm também laranja e banana.""E o preço?", perguntou o patrão. "Bom, o abacaxi eles estão vendendo a R$1,00 o quilo, a banana a R$0,50 o quilo e a laranja a R$ 20,00 o cento, já descascada. Mas, como eu disse que a quantidade era grande, eles me concederam um desconto de 15%. Deixei reservado o abacaxi.. Caso o senhor resolva, eu confirmo."Agradecendo a Juca pelas informações, o patrão dispensou‐o, voltou‐se para Álvaro na cadeira ao lado, e lhe disse:"Você perguntou alguma coisa quando entrou em minha sala hoje. O que era mesmo?""Nada sério não, patrão", respondeu Álvaro. (Texto de autor desconhecido)
  7. 7. O administrador e a organização Em cada Organização, o administrador desenvolve estratégias, define missões,estabelecem objetivos e metas, dimensionam recursos, planeja sua aplicação, efetuadiagnóstico, soluciona problemas, impulsiona inovações, aplica e gerencia oconhecimento, cria valor. No fundo, o administrador é um gerador de riqueza, sejamaterial, financeira ou intelectual. O seu sucesso profissional depende de como ele vai aplicar seusconhecimentos em situações complicadas que nem sempre estão sob seu controle e,sobretudo, dentro da sua habilidade em conseguir fazê‐lo. Existem três tipos deHabilidades (Técnica, Humana e Conceitual).
  8. 8. Habilidades Nível Alta Direção Conceituais Institucional (Idéias e conceitos abstratos) Habilidades Nível Gerência Humanas Intermediário (Relacionamento Interpessoal) Habilidades Nível Técnicas Operacional Supervisão (Manuseio de coisas físicas) Execução das Operações Fazer e executarFigura 1. As Três Habilidades do Administrador
  9. 9. Figura 2. As Competências Duráveis do Administrador
  10. 10. Exercício: Habilidades do Administrador A dois anos, Márcia trabalha na Intertech. Empresaque oferece oportunidades de desenvolvimento para osseus funcionários. Em uma reunião da Diretoria, Márciaficou sabendo de sua futura promoção Gerente doDepartamento Financeiro da companhia. A primeira preocupação de Márcia foi: Estourealmente preparada para assumir o novo cargo? Quais ashabilidades que deverei possuir para enfrentar os novosdesafios da função? Como deveria ser umaadministradora competente?
  11. 11. Anos Teorias----------------------------------------------------------------------------------------------------------------1903 --------------------------------------------- Administração Científica 1909 ------------------------------------------- Teoria da Burocracia 1916 ---------------------------------------- Teoria Clássica 1932 -------------------------------------- Teoria das Relações Humanas 1947 ----------------------------------- Teoria Estruturalista 1951 --------------------------------- Teoria dos Sistemas 1953 ------------------------------ Abordagem Sociotécnica 1954 ---------------------------- Teoria Neoclássica 1957 ---------------------- Teoria Comportamental 1962 ------------------- Desenvolvimento Organizacional 1972 ----------------- Teoria da Contingência 1990 --------------- Novas Abordagens Figura 7. Quando Nasceram as Teorias do Pensamento Administrativo.
  12. 12. As variáveis básicas da administração Competitividade Tecnologia Pessoas Organização Estrutura Ambiente Tarefas
  13. 13. As Perspectivas FuturasAs Perspectivas Futuras:1. Mudanças rápidas e inesperadas no mundo dos negócios.2. Crescimento e expansão das organizações.3. Atividades que exigem pessoas de competências diversas e especializadas.
  14. 14. Os impactos futuros sobre as organizações:1. Crescimento das organizações.2. Concorrência mais aguda.3. Sofisticação da tecnologia.4. Taxas mais altas de inflação.5. Globalização da economia e internacionalização dos negócios.
  15. 15. De: Para: Alteração:Sociedade industrial Sociedade da informação Inovação e mudançaTecnologia simples Tecnologia sofisticada Maior eficiênciaEconomia nacional Economia mundial Globalização e competitividadeCurto prazo Longo prazo Visão do negócio e do futuroDemocracia representativa Democracia participativa Pluralismo e participaçãoHierarquia Comunicação lateral Democratização e empowermentOpção dual ou binária Opção múltipla Visão sistêmica e contingencialCentralização Descentralização Incerteza e imprevisibilidadeAjuda institucional Auto-ajuda Autonomia e serviços diferenciados
  16. 16. ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO
  17. 17. Administração Científica (Arrumando o Chão da Fábrica)• A obra de Taylor.• A Administração como ciência.• A organização racional do trabalho.• Os princípios da Administração Científica.• Apreciação crítica da Administração Científica.
  18. 18. Teoria Científica da AdministraçãoFrederick Taylor Frederick Winslow Taylor (Filadélfia, 20 de março de 1856—Filadélfia, 21 de março de 1915) mais conhecido por F. W. Taylor, foi umengenheiro mecânico, inicialmente técnico em mecânica e operário, formou-seengenheiro mecânico estudando à noite. É considerado o "Pai da AdministraçãoCientífica”. Seu foco era a eficiência e eficácia operacional na administraçãoindustrial.
  19. 19. Desdobramentos da Abordagem Clássica: Administração Ênfase nas Científica Taylor tarefas Abordagem Clássica da Administração Teoria Ênfase na Clássica Fayol estrutura
  20. 20. O primeiro período de Taylor:1. O objetivo da Administração é pagar salários melhores e reduzir custos de produção.2. Para tal objetivo, a Administração deve aplicar métodos científicos de pesquisa3. Formular princípios e estabelecer processos padronizados que permitam o controle das operações fabrís.4. Os empregados devem ser científicamente selecionados e colocados em seus cargos com condições de trabalho adequadas.5. Os empregados devem ser cientificamente treinados para aperfeiçoar suas aptidões e executar uma tarefa para que a produção normal seja cumprida.6. A Administração precisa criar uma atmosfera de cooperação com os trabalhadores para garantir a permanência desse ambiente psicológico.
  21. 21. A Organização Racional do Trabalho:1. Análise do trabalho e estudo dos tempos e movimentos.2. Estudo da fadiga humana.3. Divisão do trabalho e especialização do operário.4. Desenho de cargos e de tarefas.5. Incentivos salariais e prêmios de produção.6. Conceito do homo economicus.7. Condições ambientais de trabalho, como iluminação, conforto etc.8. Padronização de métodos e de máquinas.9. Supervisão funcional.
  22. 22. A Organização Racional do Trabalho:1. Análise do trabalho e estudo dos tempos e movimentos.2. Estudo da fadiga humana.3. Divisão do trabalho e especialização do operário.4. Desenho de cargos e de tarefas.5. Incentivos salariais e prêmios de produção.6. Conceito do homo economicus.7. Condições ambientais de trabalho, como iluminação, conforto etc.8. Padronização de métodos e de máquinas.9. Supervisão funcional.
  23. 23. Objetivos do estudo de tempos e movimentos1. Eliminação do desperdício de esforço humano e de movimentos inúteis.2. Adaptação dos operários à tarefa.3. Facilidade no treinamento dos operários, melhoria da eficiência edo rendimento da produção pela especialização das atividades.4. Distribuição uniforme do trabalho para que não haja períodos defalta ou de excesso de trabalho.5. Definição de métodos e estabelecimento de normas para a execuçãodo trabalho.6. Estabelecer uma base uniforme para salários eqüitativos e prêmiosde produção.
  24. 24. A divisão do trabalho e a especialização do operário Cada operário Vários operários Vários operários desempenha desempenham em desempenham em série a tarefa total paralelo partes da tarefa partes da tarefa totalIdalberto Chiavenato
  25. 25. Vantagens na simplificação do desenho de cargos 1. Admissão de empregados com qualificações mínimas e salários menores para reduzir os custos de produção 2. Minimização dos custos de treinamento 3. Redução de erros na execução para diminuir rejeições e refugos 4. Facilidade na supervisão para que cada supervisor possa controlar 5. Aumento da eficiência do trabalhador permitindo maior produtividade.Idalberto Chiavenato
  26. 26. As condições de trabalho para a Administração Científica1. Adequação de ferramentas de trabalho e equipamentos deprodução para minimizar o esforço do operador e a perda de tempona execução da tarefa.2. Arranjo físico de máquinas e equipamentos para racionalizar ofluxo da produção.3. Melhoria do ambiente físico de trabalho para evitar que ruído,ventilação, iluminação e conforto no trabalho não reduzam a eficiênciado trabalhador.4. Projeto de instrumentos e equipamentos especiais, comotransportadores, seguidores, contadores e utensílios para reduzirmovimentos inúteis.
  27. 27. Princípios de Administração Científica para Taylor 1. Princípio do planejamento 2. Princípio do preparo 3. Princípio do controle 4. Princípio da execução
  28. 28. Apreciação Crítica da Administração Científica 1. Mecanicismo da Administração Científica. 2. Superespecialização do operário. 3. Visão microscópica do ser humano. 4. Ausência de comprovação científica. 5. Abordagem incompleta da organização. 6. Limitação do campo de aplicação. 7. Abordagem prescritiva e normativa. 8. Abordagem de sistema fechado. 9. Pioneirismo na Administração.Idalberto Chiavenato
  29. 29. Figura 3.6. Abordagem microscópica e mecanicista da Administração Científica Seleção Plano de Científica do incentivo Trabalhador salarial Determinação Maiores Estudo de do método Padrão de Supervisão Máxima lucros e Tempos e de trabalho produção funcional eficiência maiores Movimentos (the best way) salários Lei da Condições Fadiga ambientais de trabalhoIdalberto Chiavenato

×