Vínculo outubro 2012

7.568 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Vínculo outubro 2012

  1. 1. ASSOCIIAÇÃO DOS ANTIIGOS ALUNOS DO SEMIINÁRIIO DA ORDEM CARMELIITA EM PORTUGALASSOC AÇÃO DOS ANT GOS ALUNOS DO SEM NÁR O DA ORDEM CARMEL TA EM PORTUGAL V Í N C U L O I I Órgão Oficial da Aaacarmelitas Nº 61/Outubro 2012 O APÓSTOLOOs leitores do blog da AAACarmelitas já se habituaram ré, “desde o início”.a ver-me escrever constantemente sobre o “apóstolodos gentios”, S. Paulo, de modo que para eles não será Nós apenas podemos imaginar, ou talvez não, osurpresa mais esta incursão minha pelo “Evangelho de espanto daqueles a quem Paulo chama as “colunas daPaulo”, que o próprio faz questão de identificar, Igreja” - Pedro, Tiago e João - com a surpreendenteciosamente, na carta aos Gálatas I, 6-10. O Pe Carreira interpretação introduzida nas esperanças messiânicasdas Neves, franciscano e grande exegeta português, cita judaicas por Paulo. E Paulo de Tarso fê-lo de umae comenta esta passagem da carta aos Gálatas: “Não se forma simples, irrefutável e esmagadora,trata do Evangelho de Pedro ou de Tiago, mas do ultrapassando a aliança de Deus com o “povo eleito”,“seu” Evangelho. Há que dar toda a atenção ao que em Abraão, para marcar encontro com o “primeiroescreve em Gálatas I, 6-10”. (In S. Paulo Dois Mil Adão”, no momento da “primeira criação”. De um sóAnos Depois, Editorial Presença, 1 Edição, cap. IV, golpe de inspiração, coragem e inteligência genial,pag.s 44-45). Carreira das Neves conclui este capítulo Paulo de Tarso recupera a obra da criação do Génesiscom uma nota importante para a actualidade: “A e centra-a na pessoa de Jesus Cristo, apresentando-omissionação ou evangelização de Paulo tem toda a como o “Novo Adão” dentro de uma “Nova criação”.razão de ser nos nossos dias para quem acredita à Nesta perspectiva revolucionária e radical, a “Lei e osmaneira de Paulo. Mas esta conclusão exige Profetas” são compreendidas por Paulo de Tarso comodialéctica e bom senso. O literalismo messiânico e um simples episódio da universalidade do planosoteriológico de Paulo pode levar a conclusões divino, um pedagogo apenas, cujo papel era conduzirtrágicas” (Ibidem, pag. 45). a Jesus Cristo, prefiguração e incarnação do Homem Novo e da Nova Humanidade. E para que não restemJá é consensual na boa exegese actual que os quatro dúvidas sobre o alcance verdadeiro do seu evangelho,evangelistas redigiram os seus “evangelhos” tendo Paulo socorre-se de uma metáfora reveladora ecomo fonte primordial a poderosa teologia cristológica extraordinária, a do corpo e dos seus membros, empaulina. Daí a sólida unidade teológica que nos que Deus e a Humanidade formam um todooferecem e que resiste a todas as interpretações indissociável, através de Jesus Cristo: a cabeça doapressadas que se possam fazer, baseadas nas inúmeras homem é Jesus Cristo e a cabeça de Jesus Cristo édivergências de pormenor das suas narrativas, Deus.detectáveis a “olho nu”, por qualquer leitor atento eexploradas até à exaustão pelos adversários do Neste novo plano da salvação com Jesus Cristo, estacristianismo. realiza-se em solidariedade, na união de uma comunidade em que a “individualidade” ficaDesta exegese séria e profunda começa a emergir, com claramente subalternizada: não há grego, nem gentio,clareza, a forma como Paulo de Tarso transforma Jesus nem judeu, nem senhor, nem escravo, nem homem,de Nazaré, em Jesus Cristo, o Filho de Deus. A nem mulher.cristologia paulina faz uma releitura do messianismojudaico, que surpreende e chega a escandalizar o Não tenho dúvidas que a fidelidade do cristianismo acírculo restrito dos que foram íntimos de Jesus de Naza este evangelho universalista de S. Paulo faria perceber 1
  2. 2. ASSOCIIAÇÃO DOS ANTIIGOS ALUNOS DO SEMIINÁRIIO DA ORDEM CARMELIITA EM PORTUGALASSOC AÇÃO DOS ANT GOS ALUNOS DO SEM NÁR O DA ORDEM CARMEL TA EM PORTUGALe realçar a pequenez das disputas entre cristãos, e entre das esperanças do messianismo judaico e se confrontaestes e as outras comunidades religiosas ou não hoje com a perspectiva de uma humanidade sem areligiosas. ressurreição. De facto, o Jesus terreno seria o portador de uma esperança terrena, e limitada aosPor outro lado, enquanto a cristandade se dispersa em eleitos do povo de Israel e dos que a eles se juntassem;disputas religiosas de pormenor, é quase inevitável não enquanto que o Jesus Cristo de S. Paulo é o homempensar que, na prática, o mundo laico, com a sua ressuscitado, um homem novo, numa nova criação,proclamação actual e insistente dos direitos universais e universalmente destinada à ressurreição.inalienáveis da pessoa humana, persegue com maiseficácia a realização da comunhão e da comunidade Em linguagem filosófico- teológica diríamos quehumanas. Ironia da História, como se o fermento Jesus Cristo Ressuscitado significa a abertura dacristão da comunhão universal estivesse a levedar a comunidade humana à infinitude divina, perseguindo amassa, indiferente aos que se digladiam para saber perfeição, em comunidade, como um corpo só, atéquem é o fermento verdadeiro? ressurgir em Humanidade Nova. Significa, claramente, o inconformismo do homem face àEstará o “Evangelho de Paulo de Tarso” fora do prazo inevitabilidade da morte, incarnando tanto a fé como ode validade ou ultrapassado? Que traz ele de novo, sonho milenar de mais vida. E a verdade é que, hoje,afinal, a uma humanidade que já tem como objectivo a como nunca em outro momento da história humana, seunidade e harmonia planetárias e as procura traduzir em luta tanto contra os cancros do corpo, como contra osleis universais? cancros da alma.Pois é precisamente aqui que entra a novidade de Cristo Como se estivéssemos a caminhar em direcção àJesus e Senhor, de S. Paulo e do seu cristianismo, que criação/ressurreição do homem inteiro de S. Paulo.se confrontou, desde o início, com o Jesus de Nazaré Mário Neiva NOTÍ NOTÍCIAS1. Como é habitual realizou-se o encontro anual no Sameiro/2012. Eis a fotografia do grupo que aguentou até ao final do encontro, sem arredar pé, não obstante o frio que se fazia sentir e uma outra da refeição:2. O ainda em embrião Coro dos Antigos Alunos do Seminário da Ordem do Carmo em Portugal animou aeucaristia do dia festivo de Santa Maria Madalena na Falperra. Sobre o evento existe informação no blog;3. Realizou-se nos dias 22 e 23 de Setembro último, no Seminário de Lamego, o Fórum Identidade e Missão daUASP, com a participação de dezasseis associações de antigos alunos de seminários portugueses, que estiveramrepresentadas por cerca de cem participantes, entre os quais seis pessoas ligadas à AAACARMELITAS. No blog daAssociação poderá ser consultada outra informação sobre o assunto; 2
  3. 3. ASSOCIIAÇÃO DOS ANTIIGOS ALUNOS DO SEMIINÁRIIO DA ORDEM CARMELIITA EM PORTUGALASSOC AÇÃO DOS ANT GOS ALUNOS DO SEM NÁR O DA ORDEM CARMEL TA EM PORTUGAL4. Realizou-se no passado dia 5 de Outubro, em Fátima, o encontro anual da Família Carmelita em Portugal, ondenão pôde estar presente nenhum dos membros não religiosos da associação por indisponibilidade de agenda face aotardio conhecimento do evento;5. Realizar-se-á, no poróximo dia 4 de Novembro um magusto em casa do José Cachetas acerca do qual se dá contanoutra secção deste periódico. PENSANDO …“Como Carmelitas recebemos do Espírito os dons especiais do nosso carisma e da nossa espiritualidade.Temos o dever de evangelizar como Carmelitas, partilhando estes dons do Espírito com toda a Igreja etambém com todo o mundo. Façámo-lo: a) Difundindo a nossa presença física em todo o mundo, através do nosso empenhamento missionário; b) Formando e animando boas vocações que nos permitam crescer e difundir o nosso carisma e a nossa espiritualidade em todo o mundo; c) Dando testemunho do nosso carisma e da nossa espiritualidade com a nossa vida; d) Sendo profetas de justiça e paz, a exemplo de Elias; imitando Maria, a evangelizadora por excelência.” (texto extraído do sítio da Ordem do Carmo em Portugal na internet)"Há imensas coisas agradáveis que Deus nos pode dar duas vezes; mas MÃE não nos dá mais que uma".(Beecher-stower)"Vive cada dia como se fosse o único de que dispões, para ser feliz, para gozar e para aptoveitar o tempo" (Confúcio)"Não há gente mais disposta a criticar os que fazem alguma coisa, do que aqueles que nada fazem" (Desclanche)"Tomar uma decisão é como "fazer" uma cama: fica mais fácil se estiver alguém do outro lado" (Gerald Bath) DESCONTRAINDO… E DESCONTRAINDO… No consultório - Ó meu senhor é mesmo isso que eu quero! Branco, tinto e do melhor! - Doutor, o senhor acha que eu tenho hipóteses de viver até aos 100 anos? No tribunal - Você fuma? Pergunta o juiz: - Nunca fumei. - Diga-me porque motivo quer separar-se da sua mulher - Bebe? - Ela trata-me como se eu fosse um cão. - Detesto bebida. - Maltrata-o? Bate-lhe? - O senhor joga, conduz carros a alta velocidade, sai - Não! Quer que eu lhe seja fiel! com mulheres? - Não, doutor. Não costumo fazer nada disso. É preciso ter habilidade ... - Então, diga-me: o senhor quer viver até aos 100 anos para quê? O empregado chega ao pé do patrão e diz: - Chefe, preciso muito que me aumente o salário; já Decidido! andam 4 empresas atrás de mim … O patrão, com receio de perder o bom funcionário, decide Entra um bêbado num banco e pede um copo de dobrar-lhe o salário. vinho. Dias depois pergunta ao empregado: O empregado diz ao bêbado: - Óh Zé, que empresas é que andavam atrás de si? - Um copo de vinho?! Mas você não sabe onde é que - A da água, a da luz, do gás, da TV Cabo e até das está? Você não sabe ler? "Banco Pinto e Sotto Mayor? finanças... 3
  4. 4. ASSOCIIAÇÃO DOS ANTIIGOS ALUNOS DO SEMIINÁRIIO DA ORDEM CARMELIITA EM PORTUGALASSOC AÇÃO DOS ANT GOS ALUNOS DO SEM NÁR O DA ORDEM CARMEL TA EM PORTUGAL O Avô e a Avó!... Loira na maternidade!!! (Quem é o pai da criança?!...)A avó e o avô foram fazer uma visita ao seu filho,nora e netos e resolveram passar a noite por lá. Na maternidade, após o parto, a loirinha, em prantos aoQuando o avô encontrou na casa de banho uma caixa saber que teve três gémeos:de "viagra" perguntou ao filho: - Gémeos?! Meu Deus, nãaãooooooo!- Posso usar uma dessas pílulas? A enfermeira, para consolá-la, diz:E o filho respondeu: - Ter gémeos é uma dádiva. Porque é que a senhora- Eu creio que não deve tomar, papá; são muito fortes chora?e muito caras! - Porque eu não sei quem é o pai da segunda!...- E quanto custa? Perguntou o pai.- 20 € por pílula, respondeu o filho.- "Não importa", disse o pai. Amanhã, pela manhã, Otimista X pessimistadeixo-te o dinheiro debaixo do travesseiro.No dia seguinte, perto do meio-dia, o filho encontrou Otimista é aquele que diz:220€ debaixo do travesseiro. - "Se isto continua assim, acabamos todos na rua a pedirTelefonou ao pai e disse: esmola"- Eu falei que cada pílula custava 20€, e não 220€,papá. Pessimista é aquele que pergunta:- Eu entendi, respondeu o pai. Os 200€ quem colocou - "A QUEM ?!"foi a tua mãe! (Secção da responsabilidade do Amadeu Teixeira)Embora a edição do ano de 2011 se tenha saldado em prejuízo para as contas da associação, a Direcção, mesmoassim, decidiu que também este ano realizaria mais um magusto.Tal como em 2011, será celebrado o S. Martinho, embora antecipado, no próximo dia 4 de Novembroem casa do Tesoureiro da Associação, o José Joaquim Cachetas, no lugar da Fonte - Oleiros (Prado) – Vila Verde.O evento terá moldes diferentes do ano passado, pois este ano começará pelas 12,30 horas, e consistirá numalmoço para além das tradicionais castanhas lá para as 16 horas, possibilitando assim que, os de mais longepossam regressar a casa a horas convenientes.Efectivamente a mudança de horário foi sugestão de alguns dos presentes no ano passado que acabariam por sentirna pele o peso dos quilómetros após uma tarde bem passada. Sugestão que a Direcção agradece e verificará sevaleu ou não a pena.Caso se conclua que o número de participantes esteja aquém do valor que justifique a sua realização sob o ponto devista financeiro, em 2013 provavelmente não haverá magusto pois, embora a Associação não tenha fins lucrativos,a Direcção não pode assumir despesas que as suas receitas ordinártias (leia-se quotas) não cubram.E foi a pensar em alternativas de financiamento que se decidiu mandar executar 101 exemplares de um objectotradicional transmontano cuja imagem aproximada se deixa a seguir.Trata-se de um útil objecto sobretudo para piqueniques, magustos e outras realizações de comes e bebes, referindoalguns, lá para Trás-os-Montes, que as usam porque não têm “hastes” para se defenderem…O objecto será vendido a cinco euros e poderá ser adquirido nos encontros que periodicamente se realizam, mastambém poderá ser enviado a quem o solicitar sendo que, neste caso, acrescem as despesas de expedição que a 4
  5. 5. ASSOCIIAÇÃO DOS ANTIIGOS ALUNOS DO SEMIINÁRIIO DA ORDEM CARMELIITA EM PORTUGALASSOC AÇÃO DOS ANT GOS ALUNOS DO SEM NÁR O DA ORDEM CARMEL TA EM PORTUGALAssociação não pode auportar, a menos que a encomenda supere as cinco unidades. Assoc. Antigos AlunosPara recordar aqui se deixam algumas imagens do magusto 2011 Chegar… Como Chegar… 5
  6. 6. ASSOCIIAÇÃO DOS ANTIIGOS ALUNOS DO SEMIINÁRIIO DA ORDEM CARMELIITA EM PORTUGALASSOC AÇÃO DOS ANT GOS ALUNOS DO SEM NÁR O DA ORDEM CARMEL TA EM PORTUGALAs coordenadas GPS do destino Rua da Fonte, 62 – Oleiros – Prado – Vila Verde, são: 41.6153000839351 8.496819734573364 (Segundo o anfitrião, à chegada a Oleiros seguir em direcção ao Campo de Jogos, conforme placas identificativas) Tendo em conta que se trata de almoço e lanche o custo será de € 15,00 per capita Por razões logísticas, agradece-se inscrição prévia, que poderá ser feita para qualquer dos elementos da Direcção, cujos contactos constam do quadro infra. A Direcção agradece contributos de artesanato culinário doce, da tua região ou do teu lar, para complemento da sobremesa. NÃO FALTES. MUITOS AMIGOS ESPERAM POR TI NO DIA 4 DE NOVEMBRO, ÀS 12.30 H EM CASA DO CACHETAS Aproveita-se para lembrar aos associados que as quotas podem agora ser pagas por transferência bancária através do NIB 0036 0345 99100005445 53 12 €/ano Sede Social: Seminário Carmelita – Sameiro 4715-450 BRAGA – Telefone: 253 675 331 Órgãos Sociais 2011/2014: Mesa da Assembleia Geral: Presidente: Joaquim Vilela de Araújo; Secretários: António Abreu Pereira e António da Silva Costa. Conselho Fiscal: Presidente: António Fernandes da Silva; Vogais: Alexandre Augusto Dias Sampaio e Manuel Vaz Alves. Direcção: Américo Lino Vinhais (Tel. 222004371/968098545); Vice-Presidente: Evaristo Silva Domingues (Tel 224897872/936412519); Secretário: João Baptista Martins (Tel 222015165/966778491; Tesoureiro: José Joaquim Silva Cachetas (Tel.253925251/914517475) Vogal: Pe Francisco Rodrigues (Tel.968118924) Endereços: @mail: aaacarmelitas@gmail.com; Blog: http://aaacarmelitas.blogspot.com Delegações: Bragança: Casimiro Fernandes; Tel. 916 019 568 Nº 60 - Distribuição gratuita; Tiragem 420 exemplares. (Os artigos publicados no Vínculo e assinados são da responsabilidade dos seus autores) 6

×