Workshop Final

807 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre a postura a ser adotada pelo líder. Qual o posicionamento ideal? Emoção, relacionamento, amizade, clima? Ou razão, estratégia, análise, obsessão por resultados?
Descubra...
http://aurosgestao.blogspot.com

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
807
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
374
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Workshop Final

  1. 1. WORKSHOP <ul><li>Emoção Estímulo Intensividade Perturbação Super atividade </li></ul><ul><li>Razão Imparcialidade Justiça Lógica Serenidade </li></ul>
  2. 3. WORKSHOP Você acha que uma das duas posturas é certa e a outra é errada? WORKSHOP
  3. 4. No aspecto positivo, a motivação de funcionários pode representar uma das últimas fronteiras para a alavancagem organizacional. (NELSON, 1999) Gestão de Desempenho
  4. 5. ESTRATÉGIA “ É a criação de uma posição única e valiosa, envolvendo um conjunto diferente de atividades”. (MINTZBERG, 2000) “ É a teoria do negócio”. (DRUCKER, 1970) Estratégia
  5. 6. VANTAGEM COMPETITIVA Uma empresa ganha vantagem competitiva, executando suas inúmeras atividades importantes e distintas, estrategicamente, de uma forma mais barata ou melhor do que a concorrência. (PORTER, 1989) Vantagem Competitiva
  6. 7. CADEIA DE VALORES A tecnologia limitou as relações interpessoais. Muitos empregados interagem mais com suas máquinas que com seus líderes, enquanto a mais alta tecnologia deveria ao contrário, aumentar o contato nas relações profissionais. Outro fator é o ritmo acelerado da empresa – à medida que aumenta o ritmo nos negócios, o gerente deveria de forma consciente, voltar mais rapidamente a atenção para as pessoas. (NELSON, 1999) Cadeia de Valores
  7. 8. MODELO MENTAL “ Embora não se comportem (sempre) de forma coerente com suas teorias esposadas (aquilo que dizem), as pessoas comportam-se de forma coerente com suas teorias em uso (seus modelos mentais)” (SENGE, 2002) Modelo Mental
  8. 9. MODELO MENTAL Há uma enorme distância entre uma expectativa razoável de que o funcionário atue como um membro maduro da equipe e a de que leia seus pensamentos. O papel do superior hierárquico é comunicar as expectativas e o porquê delas. (WILLIAMS, 1997) Modelo Mental
  9. 10. TIMES VENCEDORES A derrota na copa nos mostrou a realidade que pouco adianta ter uma equipe de incríveis talentos quando a liderança é fraca, desmotivadora, surda e cega para a realidade e para as evidências que todos insistem em falar e mostrar. (MARINS, 2006) Times Vencedores
  10. 11. CONCLUSÃO Se os segredos da estratégia corporativa pudessem ser adquiridos por US$ 50,00, não precisaríamos pagar um salário tão alto aos gerentes executivos. Se houvesse real concordância entre os princípios da estratégia corporativa, não seria tão difícil tomar decisões estratégicas. Estas afirmações não prometem deixar alguém rico, muito menos acalmar com uma reconfortante unanimidade. Ao contrário, lida com a questão da estratégia como a prática contestável e imperfeita que ela realmente é. Daí a razão da pergunta: O que é estratégia – e ela realmente importa? (WHITTINGTON, 2006) Conclusão
  11. 12. CONCLUSÃO A estratégia surge como forma de inovar gerando continuidade. Emoção X Razão Conclusão
  12. 13. CONCLUSÃO O ideal é respeitar as circunstâncias da situação. Buscar adaptação. Pender um pouquinho para o lado da emoção serviria para valorizar cada subordinado em suas qualidades, estimulando assim a motivação. Para equilibrar, nada melhor do que acompanhar as ações planejadas e gerenciar o resultado através de foco especificamente racional. Conclusão
  13. 14. CONCLUSÃO Sucesso! Juntos somos mais! http://aurosgestao.blogspot.com [email_address] twitter/aurosgestao Conclusão

×