Jornal do Empreendedor

812 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
812
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal do Empreendedor

  1. 1. DATA: 12 DE FEVEREIRO DE 2011 Jornal do empreendedor VOLUME 1, EDIÇÃO 1 Apresentação do Jornal do Empreendedor O presente jornal tem como objetivo nortear os educadores das diversas á- dedorismo, de modo a facilitar o a- reas temáticas onde o empreendedoris- prendizado do aluno e o seu interesse mo está presente, desenvolvendo habi- na área.Talvanes Amorim é graduado lidades e competências nos campos de Busca-se com essa publicação apre-em Administração pela Une- atuação, buscando a melhoria e o aper- sentar informações, pesquisas, links,al, graduando em Sistema de feiçoamento de acordo com a criativi- soluções e inovações para o seu negó-Informação pela Ufal e pós- cio, fomentando o empreendedorismograduando em Docência para dade e investimento do negócio.o Ensino Superior pelo Cen- para o aumento da economia regional.tro Universitário Cesmac. Este jornal apresenta várias propostas para o ensino da disciplina de empreen- Os autores Proposta didática para professores de Empreendedorismo Disciplina: Empreende- Conteúdos Programáti- Avaliação da Aprendi- dorismo cos: zagem:Viviane Alves é graduada em Carga-Horária: 60 hs. Provas simuladas;Administração pela FAVIP e 1-Introdução ao Empre- Questões para debate;pós-graduanda em Docência Ementa: endedorismo: Definições, Apresentação de seminá-para o Ensino Superior peloCentro Universitário Cesmac. Introdução ao Empreen- conceitos, exemplos; on- rios; dedorismo. Perfil do Em- de o empreendedorismo Trabalho multidiscipli- preendedor. Noções de se aplica; empreendedor nar. Visão e Oportunidade. X administrador; o em- Bibliografia: Básica Fundamentação teórica Agricola Bethlem. ESTRA- preendedorismo no mun- TÉGIA EMPRESARIAL do Empreendedorismo. do e no Brasil. Atlas, 2001. Plano de Negócio. PORTER, M.E. EstratégiaAlan Balbino é graduado em 2-O papel do empreende- competitiva. Rio de Janeiro:Administração pelo Centro Objetivos: dor: Características e Campus, 1991Universitário Cesmac e pós- ✔ Levar o futuro profis- tipos de empreendedores; ROBBINS, S. P. Adminis-graduando em Docência para sional das áreas de Ad- tração Mudanças e Perspec-o Ensino Superior pele mesma perfil do empreendedor. ministração, Economia e tivas. São Paulo: Saraiva,IES. Ciências Contábeis a 3-Identificando oportuni- 2000 imbuir-se do espírito dades e idéias: Idéias X Complementar Oportunidades; onde es- ANSOFF,H.I. e McDON-ENQUETE empreendedor, bem co- tão as grandes oportuni- NELL, E.J. Implantando a mo da comunicação es- administração estratégica.Na sua opinião, você se tratégica. dades? São Paulo:Atlas 1993considera uma pessoa ✔ Propiciar ao aluno o 4-Compreendendo o Pla- ANSOFF, H. I.. Administra-empreendedora? acesso a técnicas de ges- no de Negócios: O que é ção e Estratégica. São Paulo: tão, planejamento, atra- Plano de Negócio? A Atlas, 1990[ ] - SIM vés de palestras e da dis- importância do planeja- CERTO, S.C. e PETER, J.P.[ ] - NÃO cussão de casos reais. mento, do objetivo e do Administração estratégica: público-alvo; elaborando planejamento e implantação ✔ Qualificar o professor um plano de negócio na da estratégia. São Paulo: da disciplina, através do Makron Books, 1993.Cotação do dólar prática. conhecimento de pesqui- CHIAVENATO, Idalberto. sa de campo quantitati- Empreededorismo: DandoComercial: 1,6620 Metodologia: asas ao espírito empreende- vas, qualitativas e descri- Pesquisas, palestras, ví-Turismo..: 1,5800 dor. São Paulo: Saraiva,Paralelo...: 1,5900 tivas, para atuar como deos, estudo de caso, se- 2006 disseminador, das pro- minário e dinâmica de postas empreendedoras. grupo.
  2. 2. Página 2 VOLUME 1, EDIÇÃO 1 Texto Reflexivo: Ensino com TIC e a Geração Digital rápidos, buscam sempre no- durabilidade nas suas cria- vas informações que logo ções, outros, devido a sua tornam-se obsoletas. Os imi- inconstância, passam logo a grantes pelo contrário vão empresa para outros porque, com mais cautela, pesquisam para eles, ficaram obsoletas. até a saciedade. Mas até que Setenta por cento fecham ponto esse avanço é benéfico suas portas em apenas dois na área educacional? Como anos, Então como aliar estas está o desenvolvimento des- duas realidades, e mais comoVivemos numa via de mão sas crianças na leitura e pro- servir a estes dois públicosdupla, onde de um lado estão dução de textos? de maneira a não favoreceros “nativos digitais”, toda Temos observado ao longo um em detrimento do outro?esta nova geração que está dos anos, textos dissertativos Essa mortalidade de empre-totalmente adaptada a era com verdadeiras aberrações sas tende a ser reduzida oudigital, que se utiliza das na leitura e escrita, principal- equilibrada a partir de técni-ferramentas da internet com mente nas redações do E- cas administrativas emprega-facilidade, que conhecem os nem. Talvez isso mostre queblogs, chats, twitter, Orkut, nem tudo são flores para essa das em salas de aula. Através Humoretc. E do outro lado os geração digital e que o das pesquisas sobre empre-“imigrantes”, aqueles que “copiar – colar” tem influen- endedorismo, busca-se di-tem acesso a leitura através ciado para truncar a maneira fundir mecanismos para queda internet, porém que prefe- de pensar e de criar seus pró- esse abismo seja sanado atra-rem curtir um bom livro im- prios escritos, manipulando vés de metodologias de ensi-presso sentado numa rede na sua formação intelectual. no / aprendizagem nas Insti-varanda. No ensino superior depara-As novas gerações, que nas- mos com estudantes não pre- tuições.ceram convivendo com essa parados para a vida acadêmi-tecnologia, apresenta raciocí- ca mas, com imensa criativi-nio mais rápido que as outras dade para as novas tecnolo-crianças que não tiveram a gias. Neste contexto se adé-mesma oportunidade. Estas quam ao empreendedorismo,duas categorias convivem no principalmente quando semesmo planeta, porém em usa a tecnologia para o seudimensões distintas, e um crescimento profissional.não consegue entender o Como empreendedores, osoutro. Os nativos digitais são mais cautelosos conseguem Onde vou chegar com os meus pensamentos ino- vadores?
  3. 3. JORNAL DO EMPREENDEDOR Página 3 ENTREVISTA SOBRE EMPREENDEDORISMO Dalzeni Estêvo Lima é graduada em Administração de empresas pela Universi- dade Federal de Alagoas - UFAL. Atualmente coordena o faturamento do Hos-Tel: 55-555-5555 pital Memorial Arthur Ramos e é uma das sócias da Conssaude (empresa deFax: 55-555-5555 consultoria, terceirização e cursos na área de atendimento e faturamento hospi-Email: nome@example.com talar), que está há 7 anos no mercado de Maceió AL. abra uma nova turma, que está com dificul-J o r n a l d o JE - O que lhe motivou a criar uma consul- dade no trabalho e quer se capacitar. toria?empreendedor onde as Dalzeni - Iniciou-se por uma necessidade JE - Quais os conselhos que você daria paraoportunidades deixam de mercado (nicho de mercado), pois sem- uma pessoa que deseja empreender?de ser sonhos para virar pre observei a falta de pessoas qualificadas Dalzeni - Em primeiro lugar identificar seu para trabalhar com faturamento hospitalar e público alvo – saber a quem irá atender.realidades. de clínicas, e também a falta de organiza- Depois fazer uma pesquisa para verificar se ção e prejuízo que eram causados por conta o mercado necessita deste serviço e escolher disto. Percebi que os profissionais não ti- um bom nome, uma marca que realmente nham onde fazer cursos na área. expresse o sentido do negócio. JE - Quais as dificuldades encontradas nes- “O empreendedor será sempre um sonhador, te mercado? porém, ele deve aliar a isto habilidade para Dalzeni - Foram muitas as dificuldades, o negócio, profissionalismo e conhecimen- porém a maior delas é na área de consulto- to”. Dalzeni Estêvo Lima ria, onde se encontra muita resistência por parte dos dirigentes de empresas em querer mudar sua forma de trabalho. JE - Como é trabalhado o fator motivacionalLeia Paulo Freire e no seu negócio?conheça a extensão de Dalzeni - A maior motivação é perceber a utilidade dos nossos serviços, principal-sua brilhante obra. mente ao que se refere a ministrar cursos. Sempre recebemos ligações de funcionários de recepção e de faturamento pedindo que Explorando o Portal do Professor no Ensino SuperiorInicialmente devemos suge- matéria “Sua equipe está c) Desenvolva um programa e) Antes de desenvolver umarir aos alunos que acessem o preparada para aprender a de capacitação para atividade, verifique se elaPortal do Professor através d i s tâ n c ia? ” a se g u i r familiarizar os tem condições de serdo link http:// apresentaremos um tópico professores com os meios tratada a distância. Motivewww.gestaoeducacional.co da matéria para tecnológicos que serão os professores am . b r / aprofundamento. utilizados em seus participarem utilizandocanal_ ver_ materia.p hp ? treinamentos a distância. convites personalizados e,materia=sua_equipe_esta_pr Como capacitar seus Pode ser, por exemplo, principalmente, pelaeparada_distancia.htm&ima professores a distância um CD com instruções. própria qualidade eges=gestao_pessoas onde d) Ajude o professor a criar estrutura dos cursosdeve se buscar o tópico a) Invista em tecnologia na uma boa estrutura em sua oferecidos.links. Neste tópico encontra- sua escola. própria casa, é lá, f) Monte um calendário comse disponíveis revistas b) Avalie as características provavelmente, que ele a programação do ano ouonline e busquem matérias de aprendizagem da terá mais tempo para se do mês com cursos, chatssobre Administração para equipe de docentes para capacitar. Procure e outros eventos,que possamos debater em saber se tem o perfil parcerias para facilitar a divulgando-os comsala propondo melhorias na adequado para os compra de computadores, antecedência para que osárea pesquisada. Como treinamentos a distância. impressoras e o acesso à professores tenham tempoexemplo apresentaremos a Internet. para se programar.
  4. 4. JORNAL DO EMPREENDEDOR Página 4 Comunicação e interação com internet na sala de aula: Uso de Webmapas ou Mapas Online na sala de aula Conceito: Os webmapas ou ores; mapas online mostra ao > Navegação: ampliar e usuário a possibilidade de explorar qualquer lugar da ver fotos de vários lugares Terra; > Exploração de planetas: do planeta através da com o Google Earth, você ferramenta google earth. pode voar até os confins da Que é um programa de Terra e ir muito além; computador desenvolvido > Marcadores e passeios: pela Keyhole, Inc, uma marcar qualquer lugar e companhia adquirida pelo criar passeios a partir de Preserve a natureza - A vida Google em 2004, com a seus marcadores; agradece. > Desenhos e medidas: tra- função de apresentar deBLOGS INTERESSANTES çar e medir praticamente forma tridimensional o globo qualquer lugar do planeta. terrestre, construíndo awww.diariodocliente.blogspot.com/p/livros-que-li.html partir de imagens de Como utilizar em sala de satélite um panorama real. aulawww.administradores.com.br > Distribuir um estudo de Objetivos: casos onde o aluno terá umwww.sobreadministracao.com > Fazer a cartografia do problema de logística para planeta; solucionar, buscando traçarwww.portaldosblogs.com.br/v3/ > Ver mapas antigos do a melh or rot a paraAdministracao planeta todo, com o recurso transportar determinado Featured Content, nas layers produto;unipe.br/blog/administracao (Camadas). > Verificar a degradação > Identificar locais para ambiental causada emh t t p : / / visitá-los posteriormente; determinada região;blog.blogdoempreendedor.com > Medir a distância entre > Identificar os endereços de dois pontos e até mesmo ter possíveis clientes.www.produzindo.net uma visão tridimensional de uma determinadah t t p : / /www.efetividade.net/2007/03/2 localidade.8/empreendedorismo-e-blogs-a-importancia-de-um-plano-de- > Forma s usuais denegocios/ utilização > Street view: visualizar imagens de ruas em um local específico; > Captação de imagens his- tóricas: rever imagens de localidades em datas anteri- Reportagens online: O futuro do trabalho O objetivo desta matéria é Epoca/0,,EMI59021-15259-2,00- levar o aluno a repensar as for- O+FUTURO+DO+TRABALHO.html mas de trabalho que as novas Proposta de atividade em sala tecnologias dispõe. O trabalho de aula: tradicional está perdendo espa- ço para funções inovadoras > Formar equipes estipulando onde a criatividade e as conví- um tempo para leitura e debate vio através das redes sociais do texto; B E N E F Í C I O atrai bons negócios. Para ampli- Leandro, Fábio e Giuliano (da esq. para a > Retirar textos da entrevista dir.), sócios da agência de publicidade ar seus conhecimentos acesse a para socializar com a turma. J3P. A empresa oferece aos matéria “O futuro do trabalho” funcionários o “convênio-academia”. no link: h t t p : / / Paga as mensalidades para que a equipe revistaepoca.globo.com/Revista/ mantenha
  5. 5. JORNAL DO EMPREENDEDOR Página 5 Aulas virtuais no youtube ou teacher tube v=8lHsLSbz1PY&feature=r cio; elated para a visualização do · Escolha do local onde será vídeo e abaixo as propostas montada a fábrica; para a prática. · Nome fantasia do negócio; · Quantidade de funcionários e distribuição de funções; Atividade · Principais fornecedores e 1. Dividir a turma em equipes possíveis clientes; de 05 componentes, onde · Criação de um catálogo cada grupo deverá montar com o portfólio da fábrica Geléia e Goiabada Cascão - um plano de negócios. para apresentação em Power Boas oportunidades de negócio. 2. O referido negócio deverá point, simulando uma pro- ser necessariamente uma posta de venda para possí- Utilizando-se do youtube ou pequena fábrica, e serão veis compradores. teacher tube o professor po- sorteados os tipos de negó- derá propor uma pesquisa cio (fábrica de sucos e polpa sobre plano de negócios, de frutas, sorvetes, iogurtes, mel, molhos prontos), se- Pretendemos com essa ativi- baseado no livro “O segredo guindo os itens abaixo cita- dade desenvolver a criativi- de Luísa” de Fernando Dola-Leia mais, só assim você dos: dade dos alunos para uma bela. Segue o link http:// maneira eficaz de gerir seuadquire mais conhecimentos. · Escolha de outros produtos www.youtube.com/watch? que agreguem valor ao negó- próprio negócio. Estudo de textos científicos em aulas: Bibliotecas Virtuais Texto 1: Construindo o é de fundamental impor- dador e sucessor e suas perfil do jovem empre- tância para o balizamento conseqüências nas políti- endedor brasileiro: re- dos policy makers, em cas e práticas de recursos levância para a formu- termos de formulação e humanos. lação e implementação implantação de novas po- ATIVIDADE: Com base de políticas de estímu- líticas públicas de estímulo nos textos dividir a turma lo ao empreendedoris- ao empreendedorismo. em equipes de 05 compo- Seja um profissional feliz. mo. Zouain, Deborah Mo- nentes que deverão avali- Atualize-se. raes, Oliveira, Fatima Bay- Texto 2: Restaurante ar os pontos fortes e pon- ma De and Barone, Fran- Sabor de Casa. Oliveira, tos fracos de uma empre- cisco Marcelo. Adm. Públi- Patrícia Whebber Souza sa familiar e propor solu- ca, Ago 2007, vol.41, de, Leone, Nilda Maria de ções para seus conflitos. no.4, p.797-807. ISSN Clodoaldo Pinto Guerra Em seguida cada equipe 0 0 3 4 - 7 6 1 2 and Souza, Tereza de. deverá explanar suas su- site scielo Rev. adm. contemp., Mar gestões em forma de de- Sinopse: A criação de um 2009, vol.13, no.1, p.154- bate e apresentar uma ambiente favorável ao 166. ISSN 1415-6555 resenha crítica. desenvolvimento de negó- Sinopse: As empresas fa- cios no Brasil passa pelo miliares de pequeno porte estímulo ao empreende- apresentam uma série de dorismo. Em um país onde peculiaridades e desafios,O caso Nissan, estratégia 56,20% dos empreende- em especial na adminis-ou pura inocência? dores iniciais1 são jovens tração de recursos huma-http:// (faixa etária de 18 a 34 nos. Este caso descrevewww.sobreadministracao. anos), de acordo com o uma situação real de umacom/ Global Entrepreneurship empresa, Restaurante Delícias da terra - O sabor Monitor de 2006, conhe- Sabor de Casa, que retra- da tradição com o Cremo- cer o perfil desses jovens ta as relações entre fun- sinho de Charque, Carne de Sol e Macaxeira.
  6. 6. JORNAL DO EMPREENDEDOR Página 6 VOLUME 1, EDIÇÃO 1 Estudos relacionados aEstudo do meio: Agropecuária Varrela Ltda Inseminação de Ovinos artificial nos mesmos. máquina filmadora e será Colocamos aqui alguns links O objetivo desta cobrado do aluno que o mes- relacionados a inseminação atividade é mostrar o pionei- mo faça um relatório com de ovinos, caso tenha algum rismo nesta área, pois a em- base nas perguntas feitas ao interesse. presa se tornou lucrativa e administrador da agropecuá- Cursos presenciais: referência no mercado nacio- ria para debater na sala de http:// nal, diante da qualidade al- aula. www.cptcursospresenciais.com.br/? pagi- cançada. na=series&serie=50&curso=20&gcl O local selecionado Foi estudado a esco- id=COiMv8u6pqcCFYHu7QodtVMpara visitar e desenvolver o lha do local para iniciar a yDAestudo do meio, foi a Agro- criação de acordo com a http://www.cpt.com.br/cursos-pecuária Varrela Ltda, locali- quantidade de água, vegeta- ovinos/inseminacao-artificial-em-zada na cidade de São Mi- ção e clima adequados para a ovinos-convencional-e-em-tempo-guel dos Campos, à 62 Km montagem do negócio, além fixo?de Maceió. A fazenda foi de pesquisa de mercado para g- clid=CJ2jxMG7pqcCFS9m7Aodezuescolhida por sua forte ten- avaliar a viabilidade do ne- vDAdência empreendedora, gócio e suas formas de distri-desenvolvendo além da cria- buição e lucratividade. Assuntos relacionadosção de ovinos, a pesquisa e Os registros desta http://www.cnpc.embrapa.br/artigo-execução de inseminação visita serão feitos através de 2.htm Roteiro da Produção de Vídeo realizada na Agropecuária Varrela LtdaTema: O empreendedorismo na Sujeitos envolvidos: Marcelo paração da ovelha e insemina- Para assistir ao vídeo acesseovinocultura de Alagoas. Cordeiro, gestor da agropecuá- ção in loco para a formação do aqui: ria. José Antônio (Pelé), técnico embrião.Local: Agropecuária Varrela responsável pela inseminação.Ltda localizada na zona rural de Objetivo de aprendizagem: Dolly, a ovelha escolhida para aSão Miguel dos Campos-AL Mostrar novas técnicas para o inseminação. Talvanes Amorim, manejo do melhoramento gené-Data: 22/02/2011 Alan Balbino e Andréa, redato- tico de ovinos e as oportunida- res do JE.Cenário: Curral das ovelhas, des de negócios que esta inova-laboratório de armazenamento Situação a ser registrada: Coleta ção poderá gerar.de sêmen. do sêmen no laboratório, pre- Prefeitura de Petrolina realizará Primeiro Encontro China-BrasilPetrolina vai sediar, na próxima te convidado a apresentar o orientados sobre como partici-terça-feira (22/02), o Primeiro potencial econômico do Vale do par da 3° Missão InternacionalEncontro China-Brasil, realizado São Francisco em dois seminá- Brasil-China, que aconteceráno interior do Brasil. O encon- rios nas cidades de Xangai e em outubro de 2011.tro acontecerá no auditório do Cantão. Leia a matéria na íntegra noServiço Nacional de Aprendiza- O evento apresentará para os link:gem Industrial – SENAI de Pe- empreendedores do Vale dotrolina. A abertura do evento São Francisco, informações http://www.petrolina.pe.gov.br/2010/ notas.php?id=398será iniciada às 17h, pelo pre- sobre o funcionamento do es-feito de Petrolina Julio Lossio e critório da Federação do Co-contará com a realização de mércio de Bens e de Serviços –duas importantes palestras. Fecomércio, na China, um tra-Essa parceria iniciou com a ida balho de orientação para asdo vice-prefeito Domingos Sá- pessoas que desejam realizarvio Guimarães à China, em ou- negócios naquele país. Ainda notubro de 2010, como palestran- evento, os empresários serão
  7. 7. JORNAL DO EMPREENDEDOR Página 7Brasil tem apagão de Talen-tos Estratégias didáticas com casos – Tire proveito disto Além de resolver esse problema, funcionários para utilização dopor Ricardo Piovan* que pode prejudicar as vendas, a sistema. Brentwood estava buscando Analisar o funcionamento emNunca se falou tanto em uma solução que possibilitasse o tempo real para tomada de deci-apagão de talentos no Brasil controle eficaz do movimento são pertinentes a lucratividadecomo nos últimos anos. Este de mercadorias, para poder ad- da empresa.tem sido um efeito colateral ministrar melhor os estoques danegativo do crescimento empresa. Isso iria, certamente, Questões a discutireconômico brasileiro. Afalta de profissionais quali- melhorar a produtividade por ter Móvel Rústico - Beleza e sofis-ficados é a maior preocupa- maior disponibilidade de infor- Quais os problemas identifica- ticação para o seu lar.ção dos CEOS, revela a mações, maior satisfação do dos no estudo de caso?pesquisa “global CEO Sudy consumidor e maior produtivi- Empresa: Brentwood2010”, realizada pela IBM. dade dos funcionários. Quais as possíveis soluções? Localização: São Paulo, Brasil Descrição: Uma das melhores Solução: Como foi realizado o planeja- cadeias de lojas de móveis e Em principio, deve-se analisar mento para a compra dos equi- objetos de estilo do país. sobre todos os pontos de vista a pamentos necessários? Número de lojas: 5 aquisição do software que me- lhor atende a total necessidade Quais os benefícios que a com- Problema: da empresa, inclusive custos de pra do software pode trazer a A Brentwood é uma empresa aquisição, manutenção e imple- empresa? que comercializa móveis e obje- mentações; tos de estilo, de alto padrão de Analisando o caso acima pode- Como deve ser o treinamento e qualidade, para um público mos sugerir também a compra a conscientização dos funcioná- sofisticado, em São Paulo, Bra- de um banco de dados alocados rios quanto a mudança no cená- sil. Normalmente, o vendedor da em um servidor central onde as rio tecnológico da empresa? Brentwood é obrigado a inter- 05 lojas em diferentes locais da romper o processo de venda, cidade, possam estar interliga- para ir buscar informações sobre das em tempo real através da preços e disponibilidade dos internet; produtos. Essa interrupção no Para concretização deste plane- momento da venda para o con- jamento será necessário a aqui- sumidor pode provocar a quebra sição de equipamentos do "encanto" por uma peça de- (servidor, terminais, impresso- sejada. Retirar um cliente do ras, roteadores, etc); showroom é sempre uma amea- Outro ponto de fundamental ça de se perder um comprador. importância é o treinamento dos Avaliação de aprendizagem com TIC È de grande importância a inovações , diminuindo a utilização das TIC´s na práti- monotonia em aulas onde o ca docente, principalmente professor é apenas um me- na disciplina de Metodologia ro transmissor dos conteú- de Ensino, pois abre um dos dos livros. grande leque de possibilida- des na criação e desenvolvi- ******************** mento utilizando as novas Aguarde novas e interes- tecnologias. A busca na in- santes reportagens na pró- Assista a este vídeo no blog: ternet amplia o conhecimen- xima Edição.http://ticformacaonline.spaceblog.com.br to, se bem pesquisado, e fo- ********************* menta a busca incessante por

×