Sistema respiratório PROF. EDUARDO
<ul><li>Histórico: </li></ul><ul><li>A)  ausente  ( difusão ): cnidários, platelmintos e nematelmintos. </li></ul><ul><li>...
<ul><li>Histórico: </li></ul><ul><li>D)  traqueal  em insetos e  filotraqueal  (traquéia + pulmão foliáceo) em aracnídeos ...
<ul><li>A) Respiração celular:  fornecer energia (ATP) para as células. Ocorre nas mitocôndrias: </li></ul>
<ul><li>B) vias aéreas: leva O 2  ás mitocôndrias </li></ul>
<ul><li>1- Fossas nasais e seios da face:  na porção inicial possuem  pêlos e muco  que filtram as partículas grossas.  </...
<ul><li>Faringe:  possui epitélio ciliado e mucoso. A partir daí o muco com impurezas é enviado ao esôfago pelos cílios.  ...
traquéia
 
<ul><li>Brônquios:  primeira ramificação da traquéia, já entrando nos pulmões.  </li></ul><ul><li>Bronquíolos:  ramificaçã...
 
 
<ul><li>Movimentos Respiratórios:  diafragma e músculos intercostais </li></ul><ul><li>a) Inspiração:  diafragma se  contr...
 
<ul><li>Transporte de gases: </li></ul><ul><li>Oxigênio: 3% dissolvido no plasma, 97% transportado por hemácias. </li></ul...
<ul><li>O Controle Involuntário da Respiração </li></ul><ul><li>1-  O  aumento  dos níveis de ácido carbônico no corpo des...
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sistema respiratório

4.448 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.448
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
129
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sistema respiratório

  1. 1. Sistema respiratório PROF. EDUARDO
  2. 2. <ul><li>Histórico: </li></ul><ul><li>A) ausente ( difusão ): cnidários, platelmintos e nematelmintos. </li></ul><ul><li>B) cutânea ( ambientes úmidos ) pele unida e fina: anelídeos e anfíbios adultos: </li></ul><ul><li>C) branquial ( aquáticos ): crustáceos, moluscos aquáticos, girinos, equinodermos e peixes </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Histórico: </li></ul><ul><li>D) traqueal em insetos e filotraqueal (traquéia + pulmão foliáceo) em aracnídeos (ambiente seco). </li></ul><ul><li>E) pulmões (ambiente seco): caramujos terrestres, anfíbios adultos, répteis, aves e mamíferos. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>A) Respiração celular: fornecer energia (ATP) para as células. Ocorre nas mitocôndrias: </li></ul>
  5. 5. <ul><li>B) vias aéreas: leva O 2 ás mitocôndrias </li></ul>
  6. 6. <ul><li>1- Fossas nasais e seios da face: na porção inicial possuem pêlos e muco que filtram as partículas grossas. </li></ul><ul><li>A área respiratória (maior parte das fossas nasais) é revestida por epitélio ciliado e mucoso que filtra pequenas partículas microscópicas e microrganismos. </li></ul><ul><li>Lá está presente a área olfatória possui sensibilidade olfativa. </li></ul><ul><li>Ao circular pelas cavidades do crânio e seios da face o ar chega aquecido e umidificado aos pulmões. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Faringe: possui epitélio ciliado e mucoso. A partir daí o muco com impurezas é enviado ao esôfago pelos cílios. O que for gasoso e enviado à laringe pela epiglote </li></ul><ul><li>Laringe: tubo revestido por cartilagens onde estão as cordas vocais. </li></ul><ul><li>Traquéia: tubo revestido por cartilagens onde começa a árvore respiratória. </li></ul>
  8. 8. traquéia
  9. 10. <ul><li>Brônquios: primeira ramificação da traquéia, já entrando nos pulmões. </li></ul><ul><li>Bronquíolos: ramificação dos brônquios. Ao final estão os sacos alveolares (alvéolos). </li></ul><ul><li>Alvéolos : sáculos extremamente finos, ligados a capilares sanguíneos onde ocorre a hematose (trocas gasosas por difusão que ocorre nos pulmões). </li></ul><ul><li>Pulmões : órgãos esponjosos devido ao numero imenso de alvéolos </li></ul>
  10. 13. <ul><li>Movimentos Respiratórios: diafragma e músculos intercostais </li></ul><ul><li>a) Inspiração: diafragma se contrai, abre a caixa torácica, a pressão interna do ar cai, se tornando menor que externa. O ar entra. </li></ul><ul><li>b) Expiração: diafragma relaxa, facha a caixa torácica, a pressão interna do ar aumenta, se tornando maior que externa. O ar sai. </li></ul><ul><li>Controle da respiração: bulbo cerebral </li></ul>
  11. 15. <ul><li>Transporte de gases: </li></ul><ul><li>Oxigênio: 3% dissolvido no plasma, 97% transportado por hemácias. </li></ul><ul><li>Gás carbônico: entre 5 a 7% dissolvido no plasma, 25 a 23% levado por hemácias e cerca de 70% via bicarbonato. </li></ul>
  12. 16. <ul><li>O Controle Involuntário da Respiração </li></ul><ul><li>1- O aumento dos níveis de ácido carbônico no corpo desloca o pH do sangue p/ o ácido. </li></ul><ul><li>Isso sensibiliza o bulbo, que aumenta os movimentos respiratórios . </li></ul><ul><li>2- A diminuição dos níveis de ácido carbônico no corpo desloca o pH do sangue p/ o básico. </li></ul><ul><li>Isso sensibiliza o bulbo, que diminui os movimentos respiratórios . </li></ul>

×