Aula 1 Surgimento das Agências de Notícias

948 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
948
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
39
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 1 Surgimento das Agências de Notícias

  1. 1. AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS AULA 1 - HISTÓRICO
  2. 2. HISTÓRIA DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS INTRODUÇÃO  O surgimento das agências acompanha o desenvolvimento do capitalismo. Elas surgem primeiramente nos países em que o capitalismo industrial é pioneiro (Inglaterra, EUA e França)  A função elementar das agências é o intercâmbio de material jornalístico, principalmente o conteúdo financeiro e econômico.  No Brasil, o movimento é diferente, pois interessa inicialmente apenas a importação de material noticioso.
  3. 3. SURGIMENTO DAS PRIMEIRAS AGÊNCIAS EUROPA  Charles Louis Havas (1783-1858) Banqueiro francês (de origem húngara)  1832 – Havas, que havia financiado o exército de Napoleão e posteriormente falido, estabelece um escritório de tradução em Paris, aproveitando sua rede de contatos pela Europa, a Agence de Feuilles Politiques et Correspondance Générale  1835 – em 1835, o escritório passa a se chamar Agência Havas, especializando-se em informações ligadas à economia (investimentos, cotações de mercadorias, safras, decisões políticas, tributárias etc)
  4. 4. 1851 – Julius Reuter, alemão naturalizado inglês, ex- funcionário de Havas, funda sua própria agência, a Reuters, especializada na cobertura do mercado de ações e sediada em Londres. A Reuters é uma das principais agências de notícias do mundo, com 14 mil funcionários que operam em 204 cidades e fornecendo textos em 19 línguas. Em 2007 foi incorporada pela canadense Thomson, formando a Thomson Reuters, a maior agência de notícias do mundo.
  5. 5.  Em 1849, Bernard Wolf, outro ex-empregado de Havas,funda a Wolff a maior agência de notícias alemã. Hoje é conhecida como DPA (Deutsch Presse Agentur)
  6. 6. SURGIMENTO DAS PRIMEIRAS AGÊNCIAS EUA  Década de 1820 – cinco jornais de NY cooperavam para obter notícias de navios mercantes oriundos da Europa. O repórter de cada veículo deveria fornecer informações comuns aos demais.  Década de 1840 – os cinco jornais originais, mais o NY Tribune consolidam a Harbor News Association.  O telégrafo estava em uso comercial desde 1844 e os repórteres se revezavam na cobertura de notícias.
  7. 7.  Durante a Guerra Civil Americana, os maiores jornais norte-americanos formaram uma cooperativa para cobrir o conflito. Esse pool de correspondentes deu origem à Associated Press (AP), fundada em 1846, que manteve o monopólio da informação por mais de meio século.  Todos os jornais formadores da AP eram representantes da chamada Penny Press (jornais populares que eram vendidos 1 centavo)
  8. 8. TECNOLOGIA UTILIZADA “Antes dos telégrafos, a primeira tecnologia empregada para a transmissão de notícias foi a dos correios que, na França de Havas, era monopólio estatal. Em seguida, com a introdução do telégrafo na Europa (em 1844-1845 na França, e 1848 na Inglaterra, embora não o modelo de Morse), os correspondentes passam a despachar suas matérias por meio de estações urbanas, a um custo alto pago pelas agências. Nos locais que a rede telegráfica não alcançava, Havas e Reuter empregam pombos-correio, que chegavam a voar 124 km, percorrendo a distância entre Aachen e Bruxelas, último trecho que faltava para conectar linearmente Paris a Berlim. O “sistema” durou apenas três anos, entre 1848 e 1851, perdendo sentido quando foi instalado o cabo submarino entre Dover, na Grã-Bretanha, e Calais, na França, o que fez Reuter mudar-se para a Inglaterra” (SALINAS, 1984; 35).
  9. 9. OLIGOPÓLIO DA INFORMAÇÃO  As três agências (Havas, Reuters e Wolf) logo perceberam as dificuldades econômicas na competição pela cobertura mundial e decidiram firmar um cartel, repartindo as áreas de cobertura do mundo entre as três, cada um com o seu monopólio.
  10. 10. SÉCULO XX  O mapa dos cartéis operou até a Primeira Guerra Mundial, quando a Wolff foi debilitada pela derrota alemã.  Em 1907, o monopólio da informação foi quebrado pela Suprema Corte dos EUA, quando então a UP (United Press) foi criada. Dois anos depois foi fundada a International News Service. As duas se fundiram em 1958 dando origem à UPI (United Press International), existente até hoje.
  11. 11.  A Agência Havas foi acusada, durante a Segunda Guerra, de colaborar com o nazismo. Por isso foi obrigada a mudar de nome, sendo hoje conhecida como AFP (Agência France Press)
  12. 12.  Em 1923, foi criada a Tass, agência de notícias soviética.  Após o término da Segunda Guerra, uma nova configuração oligopolista se formou, seguindo os moldes da Guerra Fria. Do lado capitalista estavam AP, UPI, Reuters e AFP, enquanto a TASS era a maior do lado comunista.
  13. 13.  Nos países do então chamado Terceiro Mundo, coube apenas a compra de material fornecido pelas grandes. Como veremos adiante, no Brasil, o mercado de agências de notícias se desenvolveu de uma forma diferente do mercado mundial.  Os principais jornais fundaram agências com o intuito de alimentar os próprios veículos de informação.
  14. 14. PRINCIPAIS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS DO MUNDO ITAR-TASS – fundada em 1925 pelo governo soviético e existente até hoje
  15. 15. PRINCIPAIS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS DO MUNDO ANSA (1945) – Agência de Notícias Italiana
  16. 16. PRINCIPAIS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS DO MUNDO Xinhua – Agência oficial de notícias do governo chinês
  17. 17. PRINCIPAIS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS DO MUNDO  Na África, recebe destaque a PANA (Agência de Notícias Pan-Africana), formada por agências de Gana e Nigéria.
  18. 18. AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS NO BRASIL No Brasil, a agência pioneira foi a Agência Meridional de Notícias, fundada em 1931 por Assis Chateaubriand. Em 2007 passou a se chamar D.A. Press.
  19. 19. AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS NO BRASIL  A Agência Nacional foi criada nos anos 1930, durante o governo de Getúlio Vargas, com o objetivo de "divulgar os atos da administração federal e as notícias de interesse público, além de distribuir a publicidade dos órgãos governamentais".  Com a queda de Getúlio (1945), a Agência Nacional foi mantida. Em 1979, no governo João Figueiredo, a Agência Nacional foi substituída pela Empresa Brasileira de Notícias.  No governo Collor foi criada a Agência Brasil, que em 2007, já no governo Lula, passou a integrar a Empresa Brasil de Comunicação (EBC).
  20. 20. BIBLIOGRAFIA AGUIAR, Pedro. Por uma História do Jornalismo Internacional no Brasil In: VI Encontro Nacional de História da Mídia, Anais, 2008 (CD-ROM). Niterói: Rede Alfredo de Carvalho, 2008.
  21. 21. AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS NO BRASIL
  22. 22. AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS NO BRASIL
  23. 23. AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS NO BRASIL

×