SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 51
Curso

Administração de Empresa
Disciplina

Gestão da Qualidade Total
Professora

Cristiane
Equipe:

Andreia Garcêz
Augusto Canutto
Camila Forte
Glauber Pinheiro
Luciélio Rodrigues
Marcus Junior
Gestão da Qualidade na indústria
Petroquímica
QUEM SOMOS

PERFIL
QUEM SOMOS
• Empresa do Setor Petrolífero , presente em 25 países,
estando entre as 5 empresas maiores empresas
integradas de energia do mundo.
• Atua como uma empresa de energia nos seguintes
setores: exploração e produção, refino, comercialização
e transporte de óleo e gás natural, petroquímica,
distribuição
de
derivados,
energia
elétrica,
biocombustíveis e outras fontes renováveis de energia.
• Conduz suas atividades com responsabilidade
socioambiental e por isso estamos entre as empresas
mais sustentáveis do mundo.
QUEM SOMOS

Sistema de Liderança
O sistema de gestão certificado pela ISO 9000
• Disseminação de Princípios e Valores Públicos;
• Incentivo ao Comprometimento com a Cultura
da Excelência;
• Avaliação e Desenvolvimento da Liderança;
• Estimulo ao aprendizado.
ESTRATÉGIAS E PLANOS
ESTRATÉGIAS E PLANOS

Formulação das Estratégias
• Formulação de políticas públicas;
• Processo de Formulação das Estratégias;
• Implantação das estratégias.
ESTRATÉGIAS E PLANOS

Identificação e classificação de
clientes
• Identificação das necessidades dos clientes;
• Divulgação dos serviços e padrões de
atendimentos e ações de melhoria;
ESTRATÉGIAS E PLANOS

Relacionamento com os cidadãos usuários
• avaliações de satisfações e insatisfações.
SOCIEDADE
SOCIEDADE

• Apoio a Projetos Sociais;
• Estímulo ao Exercício da Responsabilidade
Social;
• Pela Força de Trabalho.
SOCIEDADE

• Execução de Políticas Públicas
• Divulgação das Políticas Públicas para a
Sociedade
• Avaliação da Execução das Políticas
Públicas
INFORMAÇÃO E CONHECIMENTO
CONHECIMENTO E INFORMAÇÃO

• Identificação das necessidades de coleta,
tratamento, guarda de informações;
• Definição, implantação e atualização dos
sistemas;
• Disponibilização eletrônica;
• Utilização de informações em melhorias;
• Gerência estratégica
CONHECIMENTO E INFORMAÇÃO

• Relação da Petrobras com a ISO;
• Sistemas de segurança utilizados;
• Certificado SGI.
PROCESSOS
Órgãos
Normativos
Associação Brasileira de Normas Técnicas
ABNT
A Associação de Normas Técnicas (ABNT) é o
órgão responsável pela normalização técnica no
Brasil, fornecendo a base necessária ao
desenvolvimento tecnológico brasileiro. Trata-se
de uma entidade privada e sem fins lucrativos e
de utilidade pública, fundada em 1940.
ABNT
A ABNT é a única e exclusiva representante no
Brasil das seguintes:
• Organização Internacional para Padronização
(ISO);
• Comissão Eletrotécnica Internacional (IEC).
FNQ
• A Fundação Nacional da Qualidade é uma
instituição brasileira sem fins lucrativos cuja
finalidade é desenvolver os Fundamentos da
Excelência da Gestão.
• Atribui anualmente o Prêmio Nacional da
Qualidade.
International Organization for
Standardization
ISO
Mais conhecidas
•
•
•
•
•
•

ISO 9001 Qualidade
ISO 10002 Satisfação do Cliente
ISO 14001 Meio Ambiente
ISO/IEC 27001 Segurança da Informação
ISO 29001 Óleo e Gás (2010)
OHSAS 18001 Saúde e segurança ocupacional
PROCESSOS

Plano Estratégico de Negócio do
Compartilhado
Objetivo:
A homogeneização e a integração dos processos.
PROCESSOS

Plano Estratégico de Negócio do Compartilhado
Gestão da Qualidade Total (GQT), de acordo com
os critérios de excelência da Fundação Nacional
da Qualidade (FNQ) e das normas ISO. Realizado
com o envolvimento de toda a Unidade.
PROCESSOS

Controle dos Processos
• Processos são gerenciados de acordo com o
SGI.
• Os resultados são acompanhados através de
indicadores no Sistema de Gestão por
Resultados (Siger);

SGI: Sistema de Gestão Integrada
PROCESSOS

Auditorias
• As auditorias internas são realizadas de
acordo com o PG-2P0-00006 - Auditorias
Internas.
• O programa de auditoria utiliza como
ferramenta a Programação de Auditorias
(Proaudi);
PROCESSOS

RACs
• Reuniões de Análise Crítica realizadas
periodicamente;
• Que ocorrem em todas as Regionais e em
todos os níveis (operacional, tático e
estratégico).
Objetivo:
Identificação de problemas e a proposição de
soluções.
PROCESSOS

Refinamento dos Processos
Serviços

O atendimento às normas e legislações

Organização
e
Governança

Tratamento de Anomalias

Recursos
Humanos

Competências individuais
PROCESSOS

Refinamento dos Processos

Contratação
de serviços

O gerenciamento e a fiscalização dos serviços
prestados por terceiros

Benefícios

A digitalização e o arquivamento de
documentos, em meio eletrônico

Relacioname
nto com
Clientes

Pesquisa da Satisfação de Clientes

Planejamento e
Desempenho

O acompanhamento do Plano de
Negócio aprimorado
PROCESSOS

Processo de Suprimento
Processo de contratação de serviços

QUALIDADE

PREÇO
EQUILÍBRIO

PRAZO
Processo licitatório
PROCESSOS

Gestão dos Bens Materiais,
Patrimoniais e dos Estoques

dos

Bens

• Controle de entradas ou saídas de
mercadorias;
• Preservação de materiais;
• Manutenção de sua integridade até a entrega.
Conforme o PE-2P0-00059 - Armazenamento, Preservação e
Saída de Materiais.
PROCESSOS

Processos Orçamentários e Financeiros
Elaboração da Proposta Orçamentária

• Planejamento orçamentário do exercício
seguinte tem inicio no segundo trimestre do
ano corrente;
• Com a finalidade de compor o Orçamento
Geral da União.
PROCESSOS

BSC

Elaboração do
Plano de Negócio
do Compartilhado,
segundo a metodologia
do BSC e focando na
sustentabilidade e confiabilidade de resultados.
PROCESSOS

PDCA
Previsão de utilização do ciclo PDCA em todos os
padrões.
RESULTADOS
RESULTADOS

Presentes em 25 países e líderes do
setor petrolífero no Brasil, expandindo
suas operações para estar entre as
cinco maiores empresas integradas de
energia no mundo até 2020.
RESULTADOS

• 7ª maior empresa de energia do mundo
Fonte: PFC Energy (janeiro/2013);
• Valor da marca Petrobras: R$ 19,7
bilhões Fonte: Consultoria
BrandAnalytics (abril/2012);

• A empresa mais lembrada na categoria
combustível Fonte: Prêmio Folha Top of
Mind (outubro/2012).
RESULTADOS

•
•
•
•
•

Investimentos R$ 84 bilhões;
Receita Líquida R$ 281 bilhões;
Lucro Líquido R$ 21 bilhões;
Acionistas 573.201;
Número de Empregados 85.065.
RESULTADOS

• Produção Diária: 2.598.300 barris**
por dia 472.300 barris de gás natural;
• Plataformas de Produção 135 (80
Fixas; 55 flutuantes).
RESULTADOS

• 15 Refinarias;
• Frota de Navios:237 (60 de
propriedade da Petrobras).
RESULTADOS

• Biocombustíveis 7 usinas (5 de
produção; 2 experimentais);
• Termelétricas 19 usinas;
• Energia Eólica 4 usinas.
RESULTADOS

“A Petrobras é a terceira empresa de
maior prestígio do Brasil, segundo a
revista Época Negócios.”
RESULTADOS

A Petrobras conquistou,
em reconhecimento a
excelência de seus
modelos de gestão, a
Faixa Bronze do Prêmio
Nacional da Gestão
Pública (PQGF), ciclo
2010.
RESULTADOS

Troféu Transparência 2012
Concedido pela Associação Nacional
de Executivos de Finanças,
Administração e Contabilidade
(ANEFAC).
RESULTADOS

Pela sexta vez, a Petrobras foi eleita a
“empresa dos sonhos dos jovens”.
RESULTADOS

IR Magazine Awards
A IR Magazine premiou a Petrobras
pelo Melhor Programa de Relações
com Investidores para Acionistas
Individuais.
Quarta marca mais valiosa
A Petrobras é a quarta marca brasileira
mais valiosa de 2012.
RESULTADOS

Top Socioambiental e de RH 2012
Concedido pela Associação dos Dirigentes
de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB)
pelos projetos: “Programa aprendiz
Transpetro;”, “A sustentabilidade a partir
da eficiência energética e o reúso de água
nas operações com combustíveis de
aviação”; “Programa de estágio
embarcado”.
RESULTADOS

Prêmio Top of Mind
A Petrobras foi, pela nona vez
consecutiva, a marca mais lembrada pelos
consumidores brasileiros na categoria
“Combustíveis” do Prêmio Folha Top of
Mind.
Prêmio DCI – Empresas mais admiradas
A Petrobras recebeu o prêmio DCI –
Empresas mais admiradas.
RESULTADOS

“Somos movidos pelo desafio de
prover a energia capaz de impulsionar
o desenvolvimento e garantir o futuro
da sociedade com competência, ética,
cordialidade e respeito à diversidade.”

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ferramentas da Qualidade
Ferramentas da QualidadeFerramentas da Qualidade
Ferramentas da QualidadeMayra de Souza
 
Gestão da Qualidade Total
Gestão da Qualidade TotalGestão da Qualidade Total
Gestão da Qualidade TotalGerisval Pessoa
 
Aula de fundamentos da qualidade 1 e 2
Aula de fundamentos da qualidade   1 e 2Aula de fundamentos da qualidade   1 e 2
Aula de fundamentos da qualidade 1 e 2Mauro Sobrenome
 
Gestao da qualidade definicoes
Gestao da qualidade definicoesGestao da qualidade definicoes
Gestao da qualidade definicoesJoão Rafael Lopes
 
Gestão de processos e qualidade
Gestão de processos e qualidadeGestão de processos e qualidade
Gestão de processos e qualidadeGerisval Pessoa
 
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015Alisson Sena, MBA
 
2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores
2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores
2009 - Introdução ao SGQ para Novos ColaboradoresThiago Lima
 
Criação e Gestão de Indicadores de Processos
Criação e Gestão de Indicadores de ProcessosCriação e Gestão de Indicadores de Processos
Criação e Gestão de Indicadores de ProcessosStratec Informática
 
Princípios de gestão da qualidade
Princípios de gestão da qualidadePrincípios de gestão da qualidade
Princípios de gestão da qualidade20blueowl77
 
Gestão da Qualidade de Produto e Processo Aulas 2 e 3
Gestão da Qualidade de Produto e Processo Aulas 2 e 3Gestão da Qualidade de Produto e Processo Aulas 2 e 3
Gestão da Qualidade de Produto e Processo Aulas 2 e 3Claudio Bernardi Stringari
 
Gurus da qualidade
Gurus da qualidadeGurus da qualidade
Gurus da qualidadeAlaxiel
 

Mais procurados (20)

Gestão pela Qualidade Total
Gestão pela Qualidade TotalGestão pela Qualidade Total
Gestão pela Qualidade Total
 
Ferramentas da Qualidade
Ferramentas da QualidadeFerramentas da Qualidade
Ferramentas da Qualidade
 
Gestão da Qualidade Total
Gestão da Qualidade TotalGestão da Qualidade Total
Gestão da Qualidade Total
 
Gestão da qualidade
Gestão da qualidadeGestão da qualidade
Gestão da qualidade
 
Slides controle de qualidade
Slides controle de qualidadeSlides controle de qualidade
Slides controle de qualidade
 
ISO 9001
ISO 9001ISO 9001
ISO 9001
 
ISO9001
ISO9001ISO9001
ISO9001
 
O que é qualidade
O que é qualidadeO que é qualidade
O que é qualidade
 
Aula de fundamentos da qualidade 1 e 2
Aula de fundamentos da qualidade   1 e 2Aula de fundamentos da qualidade   1 e 2
Aula de fundamentos da qualidade 1 e 2
 
Gestao da qualidade definicoes
Gestao da qualidade definicoesGestao da qualidade definicoes
Gestao da qualidade definicoes
 
Gestão de processos e qualidade
Gestão de processos e qualidadeGestão de processos e qualidade
Gestão de processos e qualidade
 
Qualidade e Produtividade
Qualidade e ProdutividadeQualidade e Produtividade
Qualidade e Produtividade
 
Mapeamento processos
Mapeamento processosMapeamento processos
Mapeamento processos
 
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
Gestão da qualidade - ISO 9001:2015
 
2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores
2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores
2009 - Introdução ao SGQ para Novos Colaboradores
 
Aula 01 SGQ - Introdução
Aula 01 SGQ - IntroduçãoAula 01 SGQ - Introdução
Aula 01 SGQ - Introdução
 
Criação e Gestão de Indicadores de Processos
Criação e Gestão de Indicadores de ProcessosCriação e Gestão de Indicadores de Processos
Criação e Gestão de Indicadores de Processos
 
Princípios de gestão da qualidade
Princípios de gestão da qualidadePrincípios de gestão da qualidade
Princípios de gestão da qualidade
 
Gestão da Qualidade de Produto e Processo Aulas 2 e 3
Gestão da Qualidade de Produto e Processo Aulas 2 e 3Gestão da Qualidade de Produto e Processo Aulas 2 e 3
Gestão da Qualidade de Produto e Processo Aulas 2 e 3
 
Gurus da qualidade
Gurus da qualidadeGurus da qualidade
Gurus da qualidade
 

Destaque

Os 5 sensos da qualidade por adilson barroso
Os 5 sensos da qualidade   por adilson barrosoOs 5 sensos da qualidade   por adilson barroso
Os 5 sensos da qualidade por adilson barrosoDavid Marques
 
Plano Estratégico e Plano de Negócios e Gestão 2017-2021
Plano Estratégico e Plano de Negócios e Gestão 2017-2021Plano Estratégico e Plano de Negócios e Gestão 2017-2021
Plano Estratégico e Plano de Negócios e Gestão 2017-2021Petrobras
 
Apresentação Coca-Cola para IGEC
Apresentação Coca-Cola para IGECApresentação Coca-Cola para IGEC
Apresentação Coca-Cola para IGECRenata Pacheco
 
Qualidade instrumentos de gestão
Qualidade   instrumentos de gestãoQualidade   instrumentos de gestão
Qualidade instrumentos de gestãobelamalice
 
Mapas Mentais: Gestão Estratégica e Qualidade - IAVM
Mapas Mentais: Gestão Estratégica e Qualidade - IAVMMapas Mentais: Gestão Estratégica e Qualidade - IAVM
Mapas Mentais: Gestão Estratégica e Qualidade - IAVMInstituto A Vez do Mestre
 
Webcast 2T10 IFRS
Webcast 2T10 IFRSWebcast 2T10 IFRS
Webcast 2T10 IFRSPetrobras
 
Webcast portugues final_atualizada
Webcast portugues final_atualizadaWebcast portugues final_atualizada
Webcast portugues final_atualizadaPetrobras
 
Apresentação petrobras port 01 03-11
Apresentação petrobras port 01 03-11Apresentação petrobras port 01 03-11
Apresentação petrobras port 01 03-11Petrobras
 
Gestão da Qualidade 02 Capítulo 01
Gestão da Qualidade 02 Capítulo 01Gestão da Qualidade 02 Capítulo 01
Gestão da Qualidade 02 Capítulo 01Andre Jun
 
Starting With Toyota 5s
Starting With Toyota 5sStarting With Toyota 5s
Starting With Toyota 5sokdennis
 
A gestão da qualidade total e conhecido como tqm e tambem citada como cqt ou ...
A gestão da qualidade total e conhecido como tqm e tambem citada como cqt ou ...A gestão da qualidade total e conhecido como tqm e tambem citada como cqt ou ...
A gestão da qualidade total e conhecido como tqm e tambem citada como cqt ou ...taniabayer
 
O Sistema de Gestão da Qualidade no Setor de Serviços
O Sistema de Gestão da Qualidade no Setor de ServiçosO Sistema de Gestão da Qualidade no Setor de Serviços
O Sistema de Gestão da Qualidade no Setor de ServiçosWellington Silva
 
Gestão da qualidade tqm e modelos de excelência
Gestão da qualidade tqm e modelos de excelênciaGestão da qualidade tqm e modelos de excelência
Gestão da qualidade tqm e modelos de excelênciaFelipe Guedes Pinheiro
 

Destaque (20)

Os 5 sensos da qualidade por adilson barroso
Os 5 sensos da qualidade   por adilson barrosoOs 5 sensos da qualidade   por adilson barroso
Os 5 sensos da qualidade por adilson barroso
 
Plano Estratégico e Plano de Negócios e Gestão 2017-2021
Plano Estratégico e Plano de Negócios e Gestão 2017-2021Plano Estratégico e Plano de Negócios e Gestão 2017-2021
Plano Estratégico e Plano de Negócios e Gestão 2017-2021
 
5's na Toyota
5's na Toyota5's na Toyota
5's na Toyota
 
Apresentação Coca-Cola para IGEC
Apresentação Coca-Cola para IGECApresentação Coca-Cola para IGEC
Apresentação Coca-Cola para IGEC
 
Qualidade instrumentos de gestão
Qualidade   instrumentos de gestãoQualidade   instrumentos de gestão
Qualidade instrumentos de gestão
 
Case Volkswagen Resende
Case Volkswagen ResendeCase Volkswagen Resende
Case Volkswagen Resende
 
Mapas Mentais: Gestão Estratégica e Qualidade - IAVM
Mapas Mentais: Gestão Estratégica e Qualidade - IAVMMapas Mentais: Gestão Estratégica e Qualidade - IAVM
Mapas Mentais: Gestão Estratégica e Qualidade - IAVM
 
Petrobrás power point
Petrobrás power pointPetrobrás power point
Petrobrás power point
 
Programa 5S
Programa 5SPrograma 5S
Programa 5S
 
Webcast 2T10 IFRS
Webcast 2T10 IFRSWebcast 2T10 IFRS
Webcast 2T10 IFRS
 
Webcast portugues final_atualizada
Webcast portugues final_atualizadaWebcast portugues final_atualizada
Webcast portugues final_atualizada
 
Apresentação petrobras port 01 03-11
Apresentação petrobras port 01 03-11Apresentação petrobras port 01 03-11
Apresentação petrobras port 01 03-11
 
Gestão da Qualidade 02 Capítulo 01
Gestão da Qualidade 02 Capítulo 01Gestão da Qualidade 02 Capítulo 01
Gestão da Qualidade 02 Capítulo 01
 
Starting With Toyota 5s
Starting With Toyota 5sStarting With Toyota 5s
Starting With Toyota 5s
 
Nestlé
NestléNestlé
Nestlé
 
A gestão da qualidade total e conhecido como tqm e tambem citada como cqt ou ...
A gestão da qualidade total e conhecido como tqm e tambem citada como cqt ou ...A gestão da qualidade total e conhecido como tqm e tambem citada como cqt ou ...
A gestão da qualidade total e conhecido como tqm e tambem citada como cqt ou ...
 
Multinacionais e o Trabalho
Multinacionais e o TrabalhoMultinacionais e o Trabalho
Multinacionais e o Trabalho
 
Nestlé. Slide.
Nestlé. Slide.Nestlé. Slide.
Nestlé. Slide.
 
O Sistema de Gestão da Qualidade no Setor de Serviços
O Sistema de Gestão da Qualidade no Setor de ServiçosO Sistema de Gestão da Qualidade no Setor de Serviços
O Sistema de Gestão da Qualidade no Setor de Serviços
 
Gestão da qualidade tqm e modelos de excelência
Gestão da qualidade tqm e modelos de excelênciaGestão da qualidade tqm e modelos de excelência
Gestão da qualidade tqm e modelos de excelência
 

Semelhante a Gestão da Qualidade Total na Petrobrás

como-atender-requisitos-de-gestão-para-clientes-com-base-no-meg-da-fnq
como-atender-requisitos-de-gestão-para-clientes-com-base-no-meg-da-fnqcomo-atender-requisitos-de-gestão-para-clientes-com-base-no-meg-da-fnq
como-atender-requisitos-de-gestão-para-clientes-com-base-no-meg-da-fnqJéssica Cristina
 
Iso 14000 final
Iso 14000   finalIso 14000   final
Iso 14000 finalguizanella
 
CERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE: ISO
CERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE: ISOCERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE: ISO
CERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE: ISOEder Nogueira
 
Apresentação QAS_Normas
Apresentação QAS_NormasApresentação QAS_Normas
Apresentação QAS_NormasFatima Morais
 
Curso iso 9001 para colaboradores - Pão de Tapioca Indústria de Alimentos
Curso iso 9001 para colaboradores - Pão de Tapioca Indústria de AlimentosCurso iso 9001 para colaboradores - Pão de Tapioca Indústria de Alimentos
Curso iso 9001 para colaboradores - Pão de Tapioca Indústria de AlimentosFelipe Girão
 
Aula 17 - a excelência na gestão de empresas
Aula 17 - a excelência na gestão de empresasAula 17 - a excelência na gestão de empresas
Aula 17 - a excelência na gestão de empresasFernando Monteiro D'Andrea
 
2011 - Seminário Pós-Graduação USP - Motivação para Qualidade
2011 - Seminário Pós-Graduação USP - Motivação para Qualidade2011 - Seminário Pós-Graduação USP - Motivação para Qualidade
2011 - Seminário Pós-Graduação USP - Motivação para QualidadeThiago Lima
 
A Certificação das organizações enquanto factor potenciador de rentabilidade ...
A Certificação das organizações enquanto factor potenciador de rentabilidade ...A Certificação das organizações enquanto factor potenciador de rentabilidade ...
A Certificação das organizações enquanto factor potenciador de rentabilidade ...Strongstep - Innovation in software quality
 
Apresentação HORUS Consultoria e Treinamento Rev Fev2015 - Português
Apresentação HORUS Consultoria e Treinamento Rev Fev2015 - PortuguêsApresentação HORUS Consultoria e Treinamento Rev Fev2015 - Português
Apresentação HORUS Consultoria e Treinamento Rev Fev2015 - PortuguêsRAFAEL MOTTOLA ROCHA
 
Sistemas de Gestão da Qualidade
Sistemas de Gestão da QualidadeSistemas de Gestão da Qualidade
Sistemas de Gestão da QualidadeGiulianno Sousa
 
Educação Profissional - Treinamentos APICS
Educação Profissional - Treinamentos APICSEducação Profissional - Treinamentos APICS
Educação Profissional - Treinamentos APICSSérgio Pereira Do Valle
 
Sgs Academy Plano formação Leiria
Sgs Academy Plano formação LeiriaSgs Academy Plano formação Leiria
Sgs Academy Plano formação LeiriaSGS Portugal
 
Introdução ao World Class Manufacturing
Introdução ao World Class ManufacturingIntrodução ao World Class Manufacturing
Introdução ao World Class ManufacturingCaio Santiago
 
Iso 9001 palestra power point
Iso  9001 palestra   power pointIso  9001 palestra   power point
Iso 9001 palestra power pointFabiano Mesquita
 
Apresentação cigam oficial
Apresentação cigam oficialApresentação cigam oficial
Apresentação cigam oficialwagnerberr21
 

Semelhante a Gestão da Qualidade Total na Petrobrás (20)

como-atender-requisitos-de-gestão-para-clientes-com-base-no-meg-da-fnq
como-atender-requisitos-de-gestão-para-clientes-com-base-no-meg-da-fnqcomo-atender-requisitos-de-gestão-para-clientes-com-base-no-meg-da-fnq
como-atender-requisitos-de-gestão-para-clientes-com-base-no-meg-da-fnq
 
Iso 14000 final
Iso 14000   finalIso 14000   final
Iso 14000 final
 
CERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE: ISO
CERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE: ISOCERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE: ISO
CERTIFICAÇÃO DE QUALIDADE: ISO
 
Apresentação QAS_Normas
Apresentação QAS_NormasApresentação QAS_Normas
Apresentação QAS_Normas
 
Curso iso 9001 para colaboradores - Pão de Tapioca Indústria de Alimentos
Curso iso 9001 para colaboradores - Pão de Tapioca Indústria de AlimentosCurso iso 9001 para colaboradores - Pão de Tapioca Indústria de Alimentos
Curso iso 9001 para colaboradores - Pão de Tapioca Indústria de Alimentos
 
Aula 17 - a excelência na gestão de empresas
Aula 17 - a excelência na gestão de empresasAula 17 - a excelência na gestão de empresas
Aula 17 - a excelência na gestão de empresas
 
2011 - Seminário Pós-Graduação USP - Motivação para Qualidade
2011 - Seminário Pós-Graduação USP - Motivação para Qualidade2011 - Seminário Pós-Graduação USP - Motivação para Qualidade
2011 - Seminário Pós-Graduação USP - Motivação para Qualidade
 
A Certificação das organizações enquanto factor potenciador de rentabilidade ...
A Certificação das organizações enquanto factor potenciador de rentabilidade ...A Certificação das organizações enquanto factor potenciador de rentabilidade ...
A Certificação das organizações enquanto factor potenciador de rentabilidade ...
 
Prêmios da qualidade
Prêmios da qualidadePrêmios da qualidade
Prêmios da qualidade
 
Gestao e qualidade
Gestao e qualidadeGestao e qualidade
Gestao e qualidade
 
Apresentação HORUS Consultoria e Treinamento Rev Fev2015 - Português
Apresentação HORUS Consultoria e Treinamento Rev Fev2015 - PortuguêsApresentação HORUS Consultoria e Treinamento Rev Fev2015 - Português
Apresentação HORUS Consultoria e Treinamento Rev Fev2015 - Português
 
Sistemas de Gestão da Qualidade
Sistemas de Gestão da QualidadeSistemas de Gestão da Qualidade
Sistemas de Gestão da Qualidade
 
Aula 2 iso 9000
Aula 2 iso 9000Aula 2 iso 9000
Aula 2 iso 9000
 
Educação Profissional - Treinamentos APICS
Educação Profissional - Treinamentos APICSEducação Profissional - Treinamentos APICS
Educação Profissional - Treinamentos APICS
 
Sgs Academy Plano formação Leiria
Sgs Academy Plano formação LeiriaSgs Academy Plano formação Leiria
Sgs Academy Plano formação Leiria
 
Introdução ao World Class Manufacturing
Introdução ao World Class ManufacturingIntrodução ao World Class Manufacturing
Introdução ao World Class Manufacturing
 
Gestao e qualidade
Gestao e qualidadeGestao e qualidade
Gestao e qualidade
 
Iso 9001 palestra power point
Iso  9001 palestra   power pointIso  9001 palestra   power point
Iso 9001 palestra power point
 
Apresentação cigam oficial
Apresentação cigam oficialApresentação cigam oficial
Apresentação cigam oficial
 
QUALIDADE.pptx
QUALIDADE.pptxQUALIDADE.pptx
QUALIDADE.pptx
 

Mais de Augusto Canuto

Semeador e Ladrilhador - Raizes do Brasil
Semeador e Ladrilhador - Raizes do BrasilSemeador e Ladrilhador - Raizes do Brasil
Semeador e Ladrilhador - Raizes do BrasilAugusto Canuto
 
Administracao e-o-terceiro-setor
Administracao e-o-terceiro-setorAdministracao e-o-terceiro-setor
Administracao e-o-terceiro-setorAugusto Canuto
 
Processo de manter pessoas
Processo de manter pessoasProcesso de manter pessoas
Processo de manter pessoasAugusto Canuto
 

Mais de Augusto Canuto (7)

Aplicativo Acadêmico
Aplicativo AcadêmicoAplicativo Acadêmico
Aplicativo Acadêmico
 
SERVLOGExpress
SERVLOGExpressSERVLOGExpress
SERVLOGExpress
 
Semeador e Ladrilhador - Raizes do Brasil
Semeador e Ladrilhador - Raizes do BrasilSemeador e Ladrilhador - Raizes do Brasil
Semeador e Ladrilhador - Raizes do Brasil
 
Administracao e-o-terceiro-setor
Administracao e-o-terceiro-setorAdministracao e-o-terceiro-setor
Administracao e-o-terceiro-setor
 
Inglês instrumental
Inglês instrumentalInglês instrumental
Inglês instrumental
 
Processo de manter pessoas
Processo de manter pessoasProcesso de manter pessoas
Processo de manter pessoas
 
Análise italink
Análise italinkAnálise italink
Análise italink
 

Último

QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...LizanSantos1
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfAdrianaCunha84
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOBiatrizGomes1
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfPastor Robson Colaço
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 

Último (20)

QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdfWilliam J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
William J. Bennett - O livro das virtudes para Crianças.pdf
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSOVALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
VALORES HUMANOS NA DISCIPLINA DE ENSINO RELIGIOSO
 
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
Orientação Técnico-Pedagógica EMBcae Nº 001, de 16 de abril de 2024
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdfO Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
O Universo Cuckold - Compartilhando a Esposas Com Amigo.pdf
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 

Gestão da Qualidade Total na Petrobrás

  • 1. Curso Administração de Empresa Disciplina Gestão da Qualidade Total Professora Cristiane
  • 2. Equipe: Andreia Garcêz Augusto Canutto Camila Forte Glauber Pinheiro Luciélio Rodrigues Marcus Junior
  • 3. Gestão da Qualidade na indústria Petroquímica
  • 4.
  • 5. QUEM SOMOS PERFIL QUEM SOMOS • Empresa do Setor Petrolífero , presente em 25 países, estando entre as 5 empresas maiores empresas integradas de energia do mundo. • Atua como uma empresa de energia nos seguintes setores: exploração e produção, refino, comercialização e transporte de óleo e gás natural, petroquímica, distribuição de derivados, energia elétrica, biocombustíveis e outras fontes renováveis de energia. • Conduz suas atividades com responsabilidade socioambiental e por isso estamos entre as empresas mais sustentáveis do mundo.
  • 6. QUEM SOMOS Sistema de Liderança O sistema de gestão certificado pela ISO 9000 • Disseminação de Princípios e Valores Públicos; • Incentivo ao Comprometimento com a Cultura da Excelência; • Avaliação e Desenvolvimento da Liderança; • Estimulo ao aprendizado.
  • 8. ESTRATÉGIAS E PLANOS Formulação das Estratégias • Formulação de políticas públicas; • Processo de Formulação das Estratégias; • Implantação das estratégias.
  • 9. ESTRATÉGIAS E PLANOS Identificação e classificação de clientes • Identificação das necessidades dos clientes; • Divulgação dos serviços e padrões de atendimentos e ações de melhoria;
  • 10. ESTRATÉGIAS E PLANOS Relacionamento com os cidadãos usuários • avaliações de satisfações e insatisfações.
  • 12. SOCIEDADE • Apoio a Projetos Sociais; • Estímulo ao Exercício da Responsabilidade Social; • Pela Força de Trabalho.
  • 13. SOCIEDADE • Execução de Políticas Públicas • Divulgação das Políticas Públicas para a Sociedade • Avaliação da Execução das Políticas Públicas
  • 15. CONHECIMENTO E INFORMAÇÃO • Identificação das necessidades de coleta, tratamento, guarda de informações; • Definição, implantação e atualização dos sistemas; • Disponibilização eletrônica; • Utilização de informações em melhorias; • Gerência estratégica
  • 16. CONHECIMENTO E INFORMAÇÃO • Relação da Petrobras com a ISO; • Sistemas de segurança utilizados; • Certificado SGI.
  • 19. Associação Brasileira de Normas Técnicas
  • 20. ABNT A Associação de Normas Técnicas (ABNT) é o órgão responsável pela normalização técnica no Brasil, fornecendo a base necessária ao desenvolvimento tecnológico brasileiro. Trata-se de uma entidade privada e sem fins lucrativos e de utilidade pública, fundada em 1940.
  • 21. ABNT A ABNT é a única e exclusiva representante no Brasil das seguintes: • Organização Internacional para Padronização (ISO); • Comissão Eletrotécnica Internacional (IEC).
  • 22. FNQ • A Fundação Nacional da Qualidade é uma instituição brasileira sem fins lucrativos cuja finalidade é desenvolver os Fundamentos da Excelência da Gestão. • Atribui anualmente o Prêmio Nacional da Qualidade.
  • 24. ISO Mais conhecidas • • • • • • ISO 9001 Qualidade ISO 10002 Satisfação do Cliente ISO 14001 Meio Ambiente ISO/IEC 27001 Segurança da Informação ISO 29001 Óleo e Gás (2010) OHSAS 18001 Saúde e segurança ocupacional
  • 25. PROCESSOS Plano Estratégico de Negócio do Compartilhado Objetivo: A homogeneização e a integração dos processos.
  • 26. PROCESSOS Plano Estratégico de Negócio do Compartilhado Gestão da Qualidade Total (GQT), de acordo com os critérios de excelência da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ) e das normas ISO. Realizado com o envolvimento de toda a Unidade.
  • 27. PROCESSOS Controle dos Processos • Processos são gerenciados de acordo com o SGI. • Os resultados são acompanhados através de indicadores no Sistema de Gestão por Resultados (Siger); SGI: Sistema de Gestão Integrada
  • 28. PROCESSOS Auditorias • As auditorias internas são realizadas de acordo com o PG-2P0-00006 - Auditorias Internas. • O programa de auditoria utiliza como ferramenta a Programação de Auditorias (Proaudi);
  • 29. PROCESSOS RACs • Reuniões de Análise Crítica realizadas periodicamente; • Que ocorrem em todas as Regionais e em todos os níveis (operacional, tático e estratégico). Objetivo: Identificação de problemas e a proposição de soluções.
  • 30. PROCESSOS Refinamento dos Processos Serviços O atendimento às normas e legislações Organização e Governança Tratamento de Anomalias Recursos Humanos Competências individuais
  • 31. PROCESSOS Refinamento dos Processos Contratação de serviços O gerenciamento e a fiscalização dos serviços prestados por terceiros Benefícios A digitalização e o arquivamento de documentos, em meio eletrônico Relacioname nto com Clientes Pesquisa da Satisfação de Clientes Planejamento e Desempenho O acompanhamento do Plano de Negócio aprimorado
  • 32. PROCESSOS Processo de Suprimento Processo de contratação de serviços QUALIDADE PREÇO EQUILÍBRIO PRAZO Processo licitatório
  • 33. PROCESSOS Gestão dos Bens Materiais, Patrimoniais e dos Estoques dos Bens • Controle de entradas ou saídas de mercadorias; • Preservação de materiais; • Manutenção de sua integridade até a entrega. Conforme o PE-2P0-00059 - Armazenamento, Preservação e Saída de Materiais.
  • 34. PROCESSOS Processos Orçamentários e Financeiros Elaboração da Proposta Orçamentária • Planejamento orçamentário do exercício seguinte tem inicio no segundo trimestre do ano corrente; • Com a finalidade de compor o Orçamento Geral da União.
  • 35. PROCESSOS BSC Elaboração do Plano de Negócio do Compartilhado, segundo a metodologia do BSC e focando na sustentabilidade e confiabilidade de resultados.
  • 36. PROCESSOS PDCA Previsão de utilização do ciclo PDCA em todos os padrões.
  • 38. RESULTADOS Presentes em 25 países e líderes do setor petrolífero no Brasil, expandindo suas operações para estar entre as cinco maiores empresas integradas de energia no mundo até 2020.
  • 39. RESULTADOS • 7ª maior empresa de energia do mundo Fonte: PFC Energy (janeiro/2013); • Valor da marca Petrobras: R$ 19,7 bilhões Fonte: Consultoria BrandAnalytics (abril/2012); • A empresa mais lembrada na categoria combustível Fonte: Prêmio Folha Top of Mind (outubro/2012).
  • 40. RESULTADOS • • • • • Investimentos R$ 84 bilhões; Receita Líquida R$ 281 bilhões; Lucro Líquido R$ 21 bilhões; Acionistas 573.201; Número de Empregados 85.065.
  • 41. RESULTADOS • Produção Diária: 2.598.300 barris** por dia 472.300 barris de gás natural; • Plataformas de Produção 135 (80 Fixas; 55 flutuantes).
  • 42. RESULTADOS • 15 Refinarias; • Frota de Navios:237 (60 de propriedade da Petrobras).
  • 43. RESULTADOS • Biocombustíveis 7 usinas (5 de produção; 2 experimentais); • Termelétricas 19 usinas; • Energia Eólica 4 usinas.
  • 44. RESULTADOS “A Petrobras é a terceira empresa de maior prestígio do Brasil, segundo a revista Época Negócios.”
  • 45. RESULTADOS A Petrobras conquistou, em reconhecimento a excelência de seus modelos de gestão, a Faixa Bronze do Prêmio Nacional da Gestão Pública (PQGF), ciclo 2010.
  • 46. RESULTADOS Troféu Transparência 2012 Concedido pela Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (ANEFAC).
  • 47. RESULTADOS Pela sexta vez, a Petrobras foi eleita a “empresa dos sonhos dos jovens”.
  • 48. RESULTADOS IR Magazine Awards A IR Magazine premiou a Petrobras pelo Melhor Programa de Relações com Investidores para Acionistas Individuais. Quarta marca mais valiosa A Petrobras é a quarta marca brasileira mais valiosa de 2012.
  • 49. RESULTADOS Top Socioambiental e de RH 2012 Concedido pela Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB) pelos projetos: “Programa aprendiz Transpetro;”, “A sustentabilidade a partir da eficiência energética e o reúso de água nas operações com combustíveis de aviação”; “Programa de estágio embarcado”.
  • 50. RESULTADOS Prêmio Top of Mind A Petrobras foi, pela nona vez consecutiva, a marca mais lembrada pelos consumidores brasileiros na categoria “Combustíveis” do Prêmio Folha Top of Mind. Prêmio DCI – Empresas mais admiradas A Petrobras recebeu o prêmio DCI – Empresas mais admiradas.
  • 51. RESULTADOS “Somos movidos pelo desafio de prover a energia capaz de impulsionar o desenvolvimento e garantir o futuro da sociedade com competência, ética, cordialidade e respeito à diversidade.”