Aula 03 
Tipografia 
aula03.indd 1 09/09/14 00:23
Tipos de tipos 
Família: variações que a tipologia 
oferece. Há vários pesos e estilos 
para formar uma família completa. ...
Bastão: Também chamada antiqua e lapidária, é a primeira das quatro famílias. Seu desenho foi inspirado 
nas inscrições la...
Bastarda: Chama-se Bastarda 
um tipo de transição semigótica 
que, em tipologia, se inspira nos 
tipos fantasia manuscrita...
Anatomia 
da Letra 
LUPTON, Ellen. Pensar com tipos: guia para designers, escritores, editores e estu-dantes. 
2. ed., São...
LUPTON, Ellen. Pensar com tipos: guia para designers, escritores, editores e estu-dantes. 
2. ed., São Paulo: Cosac Naify,...
http://www.printi.com.br/blog 
aula03.indd 7 09/09/14 00:23
http://ilovetypography.com/2008/05/14/entao-voce-quer-criar-uma-fonte-parte-1/ 
Font Creator 
http://www.fontcreator.com 
...
Exemplo de criação de fonte 
LUPTON, Ellen. Pensar com tipos: guia para designers, escritores, editores e estu-dantes. 
2....
Proposta de trabalho 
Desenvolvimento de fonte 
Esse trabalho poderá ser feito em grupo de até 3 alunos; 
Deverá ser impre...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula03 tipografia

658 visualizações

Publicada em

Design Gráfico II

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
658
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula03 tipografia

  1. 1. Aula 03 Tipografia aula03.indd 1 09/09/14 00:23
  2. 2. Tipos de tipos Família: variações que a tipologia oferece. Há vários pesos e estilos para formar uma família completa. Um mesmo tipo pode ser italic, bold, normal, medium, extra bold, condensada, etc. Bastão Egipciana Elzevir Didot Fantasia Bastarda Tipografia é uma palavra de origem grega (typos – forma e graphein – escrita) e pode ser definida como o processo de criação na composição de um texto, dando ordem estrutural e forma para a comunicação impressa. Surgimento da escrita: 3400 AC - Na Mesopotâmia, os sumérios criaram o sistema cuneiforme, a primeira escritura do mundo. Tinha como suporte a pedra ou placas de argila. 1450-55: Primeira impressão da Bíblia, por Johann Gutenberg, na Alemanha. Os trabalhos tiveram início em 1450, tendo Gutenberg usado uma prensa de tipos móveis. Calcula-se que tenha terminado em 1455. Marca o início da produção em massa de livros no Ocidente. aula03.indd 2 09/09/14 00:23
  3. 3. Bastão: Também chamada antiqua e lapidária, é a primeira das quatro famílias. Seu desenho foi inspirado nas inscrições lapidárias, fenícias ou gregas, feitas com bastão sobre tijolos de argila. É a mais simples e legível dos caracteres gráficos. É preferido em publicações de caráter técnico, e muito usado em trabalhos comerciais. Os nomes desta primeira mais usados são: Kabel, Grotesca, Futura, Lapidária, Helvética, Univers. A Egipciana: Essa segunda família apresenta o aspecto sólido das colunas egípcias. Sua base notadamente retangular, fácil de ser reconhecida, empresta-lhe equilíbrio e estabilidade, proporcionando o máximo de uniformidade ao texto. Destaca-se pela uniformidade de todos os traços. A predominância do preto sobre o branco, em sua construção, torna-o, talvez, o menos legível dos caracteres gráficos. Existem duas variantes da família Egipciana: Egipciana Inglesa, que tem o arredondamento inferior dos ângulos das serifas, e Italiana, que tem as serifas reforçadas. Aparecem em princípios do século XIX na Inglaterra. Caracteres de grande aplicação para avisos, catálogos, e na publicidade para títulos, cartazes, etc. Exemplos: Memphis, Época, Ramsés, Pharaom, Rockwell, Claredon, Landi, Beton. A Elzevir: O termo Elzevier foi empregado pela primeira vez em sentido genérico para designar o resultado da renovação dos caracteres ditos romanos, na tipografia contemporânea, e mais tarde serviu para definir os caracteres pelo aspecto triangular de sua base. Inspirado na escrita Romana, este tipo possui elegância rara. A distribuição perfeita de finos e grossos torna-o bem legível. É mais conveniente seu emprego em textos de livros e nas publicações de caráter clássico. Os nomes mais usados são: Garamond, Caslon, Romano, Elzevier, Baskerville, Times. A aula03.indd 3 09/09/14 00:23
  4. 4. Bastarda: Chama-se Bastarda um tipo de transição semigótica que, em tipologia, se inspira nos tipos fantasia manuscritas e que, por sua estilização ou fantasia, não se enquadra entre as famílias da classificação anterior. Ex: OldEnglish, Goudy Text. A Fantasia: São inspiradas no gosto de cada época e de enorme variedade. Inclui-se os tipos manuscritos. A Didot: Nome dado em homenagem a Francisco Ambrósio Didot, gráfico francês. Os tipos desta família são reconhecidos pelo exagero de finos e grossos traços na sua construção; a este contraste junta-se uma serifa de traço fino. É usado indistintamente em obras tradicionais e obras comuns. Os tipos mais conhecidos são: Bodoni, Mundial, Didot, Quirinus. A aula03.indd 4 09/09/14 00:23
  5. 5. Anatomia da Letra LUPTON, Ellen. Pensar com tipos: guia para designers, escritores, editores e estu-dantes. 2. ed., São Paulo: Cosac Naify, 2013 aula03.indd 5 09/09/14 00:23
  6. 6. LUPTON, Ellen. Pensar com tipos: guia para designers, escritores, editores e estu-dantes. 2. ed., São Paulo: Cosac Naify, 2013 aula03.indd 6 09/09/14 00:23
  7. 7. http://www.printi.com.br/blog aula03.indd 7 09/09/14 00:23
  8. 8. http://ilovetypography.com/2008/05/14/entao-voce-quer-criar-uma-fonte-parte-1/ Font Creator http://www.fontcreator.com FontLab Studio http://www.fontlab.com FontForge http://sourceforge.net/projects/fontforge/ Fontographer http://www.fontlab.com/font-editor/fontographer/ Softwares para criação de fontes aula03.indd 8 09/09/14 00:23
  9. 9. Exemplo de criação de fonte LUPTON, Ellen. Pensar com tipos: guia para designers, escritores, editores e estu-dantes. 2. ed., São Paulo: Cosac Naify, 2013 aula03.indd 9 09/09/14 00:23
  10. 10. Proposta de trabalho Desenvolvimento de fonte Esse trabalho poderá ser feito em grupo de até 3 alunos; Deverá ser impresso em A4; Além do impresso é necessário entregar o rough (rafe) feito à lápis; Na página o(s) aluno(s) deverá entregar o alfabeto completo com as letras maiúsculas, minúsculas e numerais. Prazo Final de Entrega: 22/09/2014 Passo a passo: 1) Desenhar uma fonte, pode ser em papel quadriculado ou offset, utilizando lápis; 2) Depois com uma caneta preta de boa qualidade reforçar o traço e apagar o que não faz parte do desenho da fonte; 3) Digitalizar a imagem através de scanner ou fotografar a letra com celular ou máquina fotográfica digital para gerar um jpg; 4) Levar para um software que trabalha com vetores (Illustrator) e converter em vetor a imagem; 5) Fazer os ajustes necessários; - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - 6) Aplicar cada letra no software de criação de fontes da sua preferência. aula03.indd 10 09/09/14 00:23

×